Quantcast
PplWare Mobile

Caça à multa gera milhões e bate recordes em Portugal

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Berrio says:

    E a pergunta do ano …Para onde vai todo esse dinheiro?

    • Luís says:

      Consulte o orçamento do estado.

    • rui says:

      Para os bolsos dos corruptos que temos a mandar nisto. O défice já aumentou mais, em percentagem, só neste “bocadinho” de costa do que em quase o tempo todo de coelho. Para onde foi o dinheiro que o costa disse que o estado arrecadou? Pois. Só eles sabem, mas nós desconfiamos.

      • lol says:

        È sempre fácil chegar ao poleiro e ter que resolver a porcaria dos outros, o Passos que se junte ao Barroso que fazem grande equipa, um deixa o Pais o outro oculta o verdadeiro estado do Pais, enfim, pior só mesmo o cavaco é verdade.

        • lol says:

          Esqueci—me de referir que o Passos vendeu a rentável empresa por tuta e meia a privados (pois, a EDP, que tinha lucros astronómicos, mas logo vem se cima por que razão o fez, a justiça vem tarde mas vem)

        • Anónimo says:

          É normal que sim, tomar as rédeas de um país em pleno resgate do FMI, com dívida pública astronómica e boa parte diferida para quem viesse a seguir, num clima de permanente ameaça de colapso da UE pela crise da Grécia (e PIGS) é coisa pouca…

          Venha o próximo resgate (que curiosamente é pedido sempre em governos socialistas*) para “facilitar” a vida…

          * – factualmente correcto, mas como não quero descer ao seu nível de desonestidade, convém apontar que num deles a responsabilidades até nem foi do governo socialista que tinha acabado de entrar em funções.

  2. Nelito says:

    Ainda não chega, a fome do monstro é infinita…. e temos de o manter bem gordinho para os amiguinhos ….

    • lmx says:

      Carros de Alta Cilindrada,
      salarios churodos
      Ferias em Grande,
      pouca taxa de actividade laboral, ha muita malta que nem vai trabalhar e recebe a grande..
      Os veículos estatais são usados em viagens privadas,
      cartões de crédito,
      fatos caríssimos para os janotas de sangue azul…etc.
      Isto é so a ponta do Iceberg… e alguém tem que pagar!!!

      como ves ha muito por onde gastar 😀

      • Alvega says:

        A melhor RESPOSTA deste topico, dá até vontade de dizer aos que vao ler em seguida que nao vale a pena continuar a ler os restantes posts.
        Nao o faço por respeito pelas outras opinioes validas que se seguem, mas que dá vontade, dá.

      • May says:

        Como se essa meia dúzia de euros fizesse mossa no meio de tantos milhões mal gastos…

    • Mr.T says:

      E calma que ainda não chegou (mas está quase quase) a altura dos bancos terem de enviar para os nossos queridos governantes todo o historial das nossas contas bancarias… para poderem arranjar mais formas diversificadas de nos poderem ir ao bolso mais algumas vezes…

  3. nepper says:

    Está ali um “bate” a mais no título 😉

  4. CheCosta says:

    É o país que temos.. É mais importante

    • CheCosta says:

      a caça à multa do que cuidar da segurança dos Portugueses 🙁

      • Luís says:

        Se são multados é porque estão a infringir a lei, se estão a infringir a lei estão a por em risco a segurança deles e dos outros.

        • nelsontb says:

          Já fui multado por o agente não ter ido com a minha cara. Como não tinha nada por onde pegar, mandou-me seguir e enviou uma multa pelo correio por ter passado um stop, o que é mentira mas como posso contestar isto? É a palavra de um contra a de outro e isto uns são mais que outros.

        • None says:

          Boa, alguém que usa a cabeça 🙂

        • Joao Magalhaes says:

          Essa é que é essa, eles chamam de caça à multa eu chamo de caça a infratores que cometem as mesmas infrações vezes e vezes sem conta, a seguir vem comentários que se devia prevenir e não fazer a caça à multa mas chega a uma altura que não podemos fazer mais prevenção, acho que 20 anos de prevenção é suficiente para as pessoas saberem que não podem conduzir e falar ao telemovel ou enviar sms, andar em excesso de velocidade, não sinalizar a mudança de direção, enfim, terem civismo e respeito pelos outros.

          • Alvega says:

            Os teus argumentos ao validos e verdadeiros, mas isso nao quer dizer que nao exista CAÇA A MULTA, existe sim e é determinada por ordens SUPERIORES e este superiores é mesmo SUPERIORES ou seja de quem manda mesmo PERCEBEU, eu sei do que falo e nao falo do que nao sei.

          • Mr.T says:

            Há casos e casos, mas pela maneira como falas aposto que nunca atravessaste a estrada fora da passadeira… Ou que nunca passaste um sinal amarelo (conheço que tenha sido multado por passar um amarelo, quando o carro da policia ia a traz e passou o vermelho – 2 pesos e duas medidas, como de costume).

          • joao magalhaes says:

            Mr. T, eu também já andei em excesso de velocidade e cometi outras infracções e não me queixo nem digo que é caça à multa visto que eu sou o único que estou a errar, é como um ladrão de bancos se queixar que havia um policia escondido dentro do banco!!

          • joao magalhaes says:

            Alvega, para mim CAÇA à MULTA é um policia me mandar para e pegar num martelo, partir um farol e multar-me por ter um farol partido, de resto, se estacionas em cima do passeio e ele estiver escondido à tua espera a culpa é só tua, eu sou a favor de radares escondidos e mais carros à paisana, estou farto de condutores sem civismo nenhum e sem respeito por ninguém. É como os espertos que dão com os máximos a avisar da policia, a multa para esses devia ser 10x mais, depois vimos noticias de acidentes com mortos provocado por pessoas com excesso de alcool, ou sem seguro, sem carta de condução, etc.

          • RDastr says:

            Ha em muitos locais limites de velocidade que não fazem sentido nenhum. Por exemplo numa via de aceleração que faz 90º entre a via fora de localidade e a autoestrada, com um raio de ~300m colocaram um limite de velocidade de 40km/h, e em horas de ponta vao para lá com o radar.

            Numa reta de 700m ja dentro da cidade, mas sem passadeiras, nem saídas, colocaram o limite de velocidade 50km/h e vao para essa reta quase todas as semanas com o radar.

        • Berrio says:

          Phonix …Você deve ser do contra
          Se somos multados é porque prevaricamos em algum momento.
          Ó o senhor é dos que estão na engorda ou na fila de espera?

          • joao magalhaes says:

            Eu sou daqueles que têm o seguro, inspecção em dia, estaciono bem nem que só vá comprar o pão, anda dentro do limite de velocidade como manda a lei, enfim, tento cumprir a lei visto que não tenho interesse nenhum em pagar multas e se entro às 08:00 e demoro 30 minutos para chegar ao trabalho saio de casa às 07:00, para poder ir tranquilamente, enfim, tudo isto porque o dinheiro custa a ganhar.

        • rui says:

          Sabes o que é “caça à multa”? Pois. Bem me parecia.
          Muitos chegam a “pegar” por coisas que quem não sabe a lei acaba por deixar passar e paga, que é o remédio que tem. E esses muitos aproveitam-se disso.

          • joao magalhaes says:

            Não sei Rui, sabes porquê? Porque todas as vezes que fui mandado parar estava 100% legal e nunca me passaram multa ou inventaram uma multa. Nos dias de hoje com a tecnologia que há acredito que seja um risco muito grande eles inventarem multas, visto que tudo é filmado e divulgado muito fácil mente.

        • Mr.T says:

          Deve imperar o bom senso e não o excesso de zelo pra nao chamar outra coisa… ou então cada vez que atravessares a estrada fora da passadeira, ou pisares sem querer um traço continuo (pisar é diferente de fazer ultrapassagem sobre um continuo), seja bem vinda a multa…

          • joao magalhaes says:

            Amigo, eu vivo em Cracóvia e uma coisa que aprendi logo que cheguei foi que não podes passar fora da passadeira nem com o sinal vermelho para peões, resultado, multa de 25€, bom senso é passares na passadeira pois é para isso que existem, acredito que também não gostas dos carros que não param na passadeira. Pisar um traço continuo?? Acho bem que sejas multado, estás a conduzir ou a olhar para o telemóvel? De certeza que em vez de um traço continuo fosse um muro tu tinhas mais atenção à condução.

  5. Nacho Vidal says:

    Muito do meu sentimento de revolta contra este estado do país que temos, advém da desgraçada aplicação de multas completamente bacoca e sem sentido com valores pornográficos. Os valores devem ser retirados sim, mas não devem chegar ao ponto de tirar o pão das mesas da familias.
    No espaço de 2 meses recebi 2 cartas uma delas com uma caligrafia quase encriptada onde só consegui ler auriculares tive que pagar 120€… não digo que não merecesse pagar, mas 120€ é quase 1/4 do salário mínimo, acho que uma multa de 5 € já seria suficiente! a outra foi de um estacionamento supostamente mal feito e que ainda hoje não sei como é que foi possível passarem-me essa multa, + 30 por correio!
    As multas agora irem ter ao correio é das mais tristes e cobardes senas que eu já vi… E é este o país que temos…
    Como não tenho filhos, a minha ideia é mesmo “fugir” desta miséria de país, deixa-lo para os turistas e para quem se acomodou e nunca mas nunca mais voltar. Não digo que lá fora não seja igual, mas lá fora, ha dinheiro para se por pão na mesa mesmo apanhando multas.

    • X says:

      Concordo na parte nas multa com valores pornograficos no entanto o valor das mesmas esta no codigo da estrada, sabia que dava 120€ por andares com auriculares e ainda assim fe-lo… e se o valor for demasiado baixo, os tais 5€, toda a gente o faz… por 5€ toda gente arrisca. o mesmo acontece com multa de velocidade, se ve um 120 na autoestrada e vai a 200, o valor da multa e conhecido, mas pk ia a essa velocidade?

      • Mr.T says:

        Por acaso essa dos auriculares não fazia ideia… Se leva o telefone na mão, é porque distrai senão leva é porque distrai na mesma… lol. É-se preso por ter cão e por não ter… Quanto aos 200 na AE, depende sempre de quem sai de dentro do carro… O que não faltam são factos verídicos de políticos com influencia que foram apanhados mas a quem nada aconteceu por serem quem são. Outra vez, 2 pesos e 2 medidas…

        • X says:

          Quando digo “auriculares” sao por exemplo os auriculares que veem com o iPhone, que “enfias” um auricular em cada orelha. Mesmo que so ponhas um a conduzir é considerado contra-ordenacao. Agora podes usar um aricular se efectivamente so tiveres um, seja ele com fios ou por bluetooth.

      • Mr.T says:

        Já agora gostava de saber qual a multa para quem conduz e fuma ao mesmo tempo…? Ou para quem conduz e vai a comer uma maçã ou sandes… Ou até quem conduz e vai a ler (como ja vi alguns casos)…

        • driftalot says:

          Por acaso conduzir e fumar ou conduzir e comer são duas das coisas que nunca percebi porque não são proibidas. Conduzir e ler penso que seja proibido, não tenho a certeza, mas se não for ainda é mais grave do que permitir comer enquanto se conduz, por ex.

    • Luís says:

      A multa visa desincentivar a prática da infração, tendo em conta que podemos andar anos a conduzir de telemóvel na mão sem sermos apanhados, parece-me que 5€ seria uma anedota.

      • Alvega says:

        “A multa visa desincentivar a prática da infracção,”, acreditas mesmo no que dizes ?
        Isso aparece um evangelho dominical.

        Se quisesem desincentivar as infraçoes essa troupe de corruptos ia viver de que?

        A multa é unicamente um CONFISCO, como muitos outros feito e consentido pelos Tugas.
        Tens nocao de quantas multas ao serem protestadas, veem validado esse mesmo protesto?
        Seja uma grande, MUITO GRANDE percentagem das multas sao ilegais, despropocionadas, e passiveis de protesto, mas aqui entra outro Lobi, o dos advogados, que incentivam o protesto, mas ficam com o valor da multa para despesas de processo, na pratica ou és ROUBADO pelo ESTADO ou protestas, geralmente (GANHAS) e deixas o dinheiro para os advogados, venha o Diabo e escolha.

      • RDastr says:

        se fosse para desincentivar enviavam uma carta para casa com um aviso (falo para para multas leves com bases panisgas)

      • Miguel Porto says:

        Um melhor incentivo seria bluetooth obrigatório nos carros ou limitação de velocidade para os 120kmh já de fábrica mas isso era chato pois acabavam-se com muitos incentivos…

    • luis reis says:

      ou seja não cumpre o código e acha que 120 euros é muito, pergunto se devido á sua imprudência tivesse um acidente e tirasse a vida a outro condutor? de facto têm razão o valor da multa, pessoalmente acho que deveriam ser muito mais altas

      • Nacho Vidal says:

        Para o “X” o “Luís” e o “luis reis” os Avengers! Admiro mesmo os santos do meu país!
        Luís- Não deixei de usar auriculares, passei foi a ver onde é que andam os caçadores e agora sempre que me cruzo com eles…. onde é que já vão os phones! Já os mico à distancia, resultou, anedótico de facto… Luis reis- quanto à minha “imprudência” por levar auriculares, em verdade lhe digo, acho o cinto de segurança equiparável ao uso de auriculares, que é uma autentica estupidez e nunca na minha ótica provocaria um acidente por isso nunca deveria de estar susceptível a coima, porém, como respeito opiniões contrárias à minha ainda lhe dei 5€ à multa mas mais que isso estaria a ser S&M… Existem surdos que conduzem e vejo muitas motos por exemplo que fazem muito mais barulho do que os auriculares mais potentes do mercado e não lhes são aplicadas multas! E só deveria usar o cinto quem quisesse porque a única pessoa que se lixa é a própria. Eu sei que muita gente não concorda com isto e também que existem aí autenticas bombas relógio! Para fazer face a esses, a estratégia de mandarem cartas está em bom português, cobarde cobarde cobarde! Nada contra alguns (porque não são todos iguais)policias mas pah, eu é fugir daqui mal acabe o curso adeus PT, não quero os meus filhos neste faroeste onde a verdadeira falência deste sistema está nos valores de um povo que outrora era composto por HOMENS.

        • martins says:

          Já vi que nunca andou de mota. Sabe ao menos porque é que muitos motards metem esses tais escapes que fazem um pouco mais de barulho? tente perceber antes de falar, até agora ainda não disse nada de jeito, acha que tem desculpa para tudo.
          Respondendo, temos que cumprir as leis e, neste caso, o código da estrada se não, já se sabe o que acontece. tenho carta à mais de 8 anos e nunca levei uma coima/multa, porque será????? respondendo também aos escapes das motas, para ver se percebe, muitos dos condutores não tem qualquer cuidado com o meio que os rodeia, apenas querem saber deles e o tempo que demoram a chegar aos seus destinos, muitos deles a falar ao telemovel, outros com o volume do radio excessivo, uma das soluções de se aperceberem das motas é mesmo pelo barulho que as mesmas fazem, porque se não muitas eram literalmente “limpas para a valeta” com a condução de certos condutores.

      • Sujeito says:

        De acordo com a importância de se perceber a razão da multa. A possibilidade de desastre é enorme. Ainda assim, é óbvio que o montante não muda hábitos a ninguém.

        Deveria apostar-se em civismo em primeiro lugar.

      • Mr.T says:

        Já agora permita-me perguntar-lhe… Por acaso sabe as medidas exactas de onde deve colar o dístico do seguro e da inspecção? Pois é, é que não basta ser na zona onde os tem, há medidas exactas com x cm do rebordo do vidro e y cm do topo do vidro. Mas como está no código, deduzo que saiba e por acaso se algum dia, algum policia quiser implicar consigo por causa disso, seria agradável que ele lhe passasse a coima máxima para o efeito (ou mais ainda), porque é uma imprudência colar mal os dísticos e com isso poder perder 1cm de visão e atropelar alguém…

    • Pedro says:

      Concordo com esta coima. Um radio com Bluetooth custa menos. Ouço música e ainda atendo o tlm quando me ligam.
      Não entendo porque devemos arriscar este tipo de coima!

  6. RM says:

    Alguém devia fazer uma festa, não ?

  7. Rui C. says:

    É pena as multas serem tão baixas.
    Porque se fossem altas de verdade metade tinha juízo na estrada.
    Temos condutores na estrada que são autenticas bombas relógio.

  8. rjSampaio says:

    *grabs popcorn*

  9. tprata says:

    Ok eu mordo o isco. Se acabasse com a pirataria como quer, muitos dos artistas que existem agora também acabavam.. Parece mentira? Posso colocar aqui as fontes se quiser, mas muitos e muitos estudos provaram que a pirataria ajuda a promover as obras, e que a perda de lucro da venda de 1 unidade é compensada largamente pela promoção. Mais ainda, também é provado que quem mais usa copias piratas também são os utilizadores que mais dinheiro gastam em obras, porque quando gostam de algo, e realmente vale o dinheiro, também são os únicos que compram os originais. Já para não falar que 1 copia piratiada não é necessariamente uma copia não vendida, já que muitas vezes a pessoa simplesmente quer experimentar porque ouviu falar, e até não gosta do produto, e nunca o iria comprar fosse a que preço fosse. Portanto vamos lá espalhar essa ideia de Máfia para outro lado sim?

  10. Ricardo Silva says:

    É fácil compreender onde está o “crescimento económico” assim como a estratégia adoptada.
    Crescimento através da tributação.

    • JMCXL says:

      Este tipo de crescimento economico só é possivel porque os portugueses teimam em infringir as leis, muitas vezes com consequências desastrosas para eles e para os outros.
      Quando o governo resolveu taxar os sacos de plástico tipo filme muitos consideraram que estávamos perante a galinha dos ovos de ouro. hoje é sabido que o que ficou a ganhar foi o ambiente já que os portugueses optaram, e muito bem, por alterar habitos e passar a usar sacos reutilizaveis.

      • Sujeito says:

        O governo foi atrás das práticas comprovadas de outros países.
        O objectivo foi sempre reduzir o plástico usado.
        Concordo, ainda bem que alteraram os hábitos.

    • Alfie says:

      É um crescimento proporcional à burrice e falta de educação do cidadão condutor.

  11. nelsontb says:

    Também gostava de fazer um banco em meia duzia de horas, vende-lo à câmara para por no jardim e continuar a receber rendimentos pelo dito cujo durante o resto da vida (copyright) mesmo quando ninguém lá se senta tenho direito a receber a minha parte (taxa de audiovisual) e ainda quero parte dos lucros da venda de calças de ganga porque quem as compra pode ir sentar-se no “meu” banco (nova taxa sobre os suportes de dados)

    • Mr.T says:

      LOL… é isso mesmo!
      E digo mais,não sendo eu um exemplo para ninguem, já fui a concertos de artistas que os fiquei a conhecer precisamente porque ouvi musica “pirateada” desses artistas. Artistas que de outra forma nunca os conheceria porque claramente que não iria gastar 20 ou 30€ num cd de alguem que nunca ouvi falar, e isto quando o trabalho desses artistas chega a Portugal.

    • X says:

      Tens que fazer uma PPP com o estado portugues 🙂

  12. Nuno Rato says:

    E as multas que aparecem em casa, a dizer que passamos um sinal vermelho, quando sabemos que não o fizemos? Nunca passei um sinal vermelho e não o fiz na data em que indicam (posso ter passado com o amarelo), mas vermelho nunca!
    A solução? Pagar e reclamar! Mas se não aceitarem a reclamação, é uma infracção muito grave que fica no cadastro (e menos 70 e tal euros na conta!).
    Depois, como eles andam quase sempre aos pares (como as… as meninas), defendem-se e corroboram a versão um do outro!
    Enfim… paga Nuno e reza para não ficar sem carta!

    • transito says:

      Passar o amarelo é considerado também contra ordenação grave de há uns anos para cá já que o legislação/código alterou.. penso que em 2008 não tenho a certeza.

  13. Quack says:

    Se comentários como o teu também pagassem multa, Portugal saía da crise num instante.

  14. tininha says:

    às vezes tenho dificuldade em reduzir a velocidade de 90Km/h para 30Km/h quando a distância entre sinais é de 15 metros…mas estou a melhorar!
    Também já estou melhor a calcular se numa curva está ou não uma passadeira para peões!
    E hoje …finalmente! consegui subir a 40Km (o meu máximo era 20Km/h) desde o viaduto Duarte Pacheco até á praça de Espanha!

    • Sujeito says:

      A regra de ouro é que as passadeiras estão onde menos se espera.
      Rotundas com passadeiras na entrada e na saída.

      Para facilitar, as carrinhas de descargas também assinalam as passadeiras, estacionando em 2a fila, de onde normalmente saem peões disparados que acham que os veículos a circular param instantaneamente para eles.

  15. Nacho Vidal says:

    Só os ignorantes ficariam a perder meu caro, já ouviste falar em VPN’s + redes públicas?
    Ainda bem que só somos 11 milhões porque se fossemos mais, os lobbies de hollywood davam-te vós a uma pessoa como tu!

  16. ruca says:

    Correção do título “fiscalização eficaz revela elevada taxa de infracao das leis por parte dos condutores portugueses”

    • Nacho Vidal says:

      O sr. ruca deve pensar que está na Noruega…
      O título reflete a realidade ou de um ano para o outro os condutores ficaram 15% mais insurrectos? Será do calor?

      • Sergio J says:

        Não, houve 15% mais de fiscalização.

        Se não houvesse fiscalização isto era um faroeste.

        Se já assim somos multados por estar a peevecariar, imaginem sem fiscalização.

    • Alvega says:

      Nem mereces resposta, nas eu vou há mesma dar-ta.

      “fiscalização eficaz revela elevada taxa de infracao das leis por parte dos condutores portugueses”
      Ora ao dizer LEIS estás correcto, já o Condutores estraga tudo.
      Entao sao somente os condutores que infrigem a miriade de leis que este Pais tem ?
      Cadé os outros ?
      Politicos ,banqueiros, Policias, Militares, Funcionarios Plublicos. etc. etc.

  17. Tiago says:

    Com tanta multa, realmente não entendo a taxa de desemprego e o aumento da dívida pública. É ridículo. E no orçamento do estado não aparecem todos os valores. Fui notificado para pagar uma multa, à quase um ano que estou à espera da carta! Acontece como um amigo meu, ficou sem carta, devido a três multas por excesso de velocidade e não sabia. ;(

  18. Jigz says:

    as multas que aparecem em casa, a dizer que passamos um sinal vermelho, quando sabemos que não o fizemos?

    Uma amiga minha foi multado numa zona, onde imagine se…não estava a passar lá a essa hora…estava em casa…

    Portugal, o Paraíso.

    • Nuno Rato says:

      Pois! Há muitas matriculas falsas a circular nestas estradas! Não havia aquele madeirense que tinha apanhado uma multa numa auto-estrada do continente, com um tractor?

    • Hugo Ferreira says:

      Não estou a ver a passarem uma multa de vermelho só porque sim… Primeiro porque o valor é “irrisório”, não chega a 50€,e segundo porque não é leve… Cá para mim é como o zé tuga gosta, vê o amarelo e em vez de parar, acelera… Depois é lógico que passa em vermelho e não gosta da fruta. É como eu vejo muitas vezes nas rotundas, em que o sinal de cedência de passagem para alguns é sinal de acelerar….

  19. José Lopes says:

    O Ruca disse tudo….. parabéns…

    • QUESTÃO É QUE SO "MARTELAM" says:

      Engraçado que só vejo radares escondidos em zonas que eles sabem que a “pesca” rende.
      Se isto é prevenção vou ali já venho.
      Conheço malta que anda pelas aldeias, sem carta, seguro e IUC, nãoa têm como pagar e andam felizes da vida. Eu então se cometer um deslize mamo logo a bucha.
      Não acho que as multas estejam mal, se há regras são para se cumprir, mas é para todos e em todo o lado.

  20. Pedro says:

    Hoje em dia é tão fácil ter uma multa de excesso de velocidade, basta existir um acidente, estar mais de 1 hora parada no transito / para arranca e consequentemente ficar atrasado para chegar ao trabalho.
    Ao menos que usassem esse dinheiro para renovar muitas das nossas estradas que estão em pessimo estado.

  21. censo says:

    Por mais que muitos não gostem, existe mesmo “Caça à Multa”. A ideia não é prevenir como muitos querem fazer entender, ou fazer com que se cumpra com isto ou aquilo. A presença não assinalada de meios de controlo de velocidade por parte de agentes da autoridade é caça à multa. A presença de avisos de controlo em zonas de potencias acidentes com vista a reduzi-los, é prevenção. E alem do mais, ainda ninguém provou que o excesso de velocidade seja a causa maior da sinistralidade. Que tal falar do sistema de ensino da condução ? E que tal avaliar as competências técnicas e psicológicas dos condutores para aferir da sua real capacidade de controlar uma máquina com as mãos e os pés ? E que tal a educação nas escolas ? Os governos sabem-no, mas isto interessa, porque é dinheiro rápido…desde que paguem.

  22. Nuno Correia says:

    Caça a Multa puraaaaa… recebi uma carta um ano dps de um pequeno acidente para fazer uma ação de formação kom um custo de 175eur, caso contrario ficaria sem carta 30 dias…WTF? bem k entreguei a carta e n dei nem 1 centimo a esses mamões

  23. May says:

    Antes buscarem dinheiro aos infractores do que a todos…
    Dito isto também já contribui e também já caí na caça à multa, mas a verdade é que é evitável, muito mais evitável que outros impostos.

  24. HA says:

    O que faz confusão não são as operações stop e os radres escondidos “atrás da moita”, mas o facto de não multarem os asnos da faixa do meio, os que não sinalizam as manobras e se atiram de uma faixa para a outra porque sim, os que apesar de sinalizarem se esquecem de ver se lá vem alguém, os que andam a 30km/h mas passam vermelhos, os que estacionam na faixa do bus, os paizinhos à posrta dos colégios e escolas, etc etc…. o estranho é que disto não se fala e afina de contas, não custaria mais dinheiro do que já é gasto, mais, contribuiria para um maior civismo e eventualmente melhoria na fluência do trânsito… Pt do pequeninos….

  25. Daniel says:

    “Caça à multa” ?!! Este titulo só mesmo nas noticias deste país…..

  26. Filipe Dario Pinto Marques says:

    Eu acho estranho o que muitos referem aqui. 25 anos de carta. Conduzo todos os dias. Raras são as vezes que não cometo infracções. Já fui multado várias vezes. Algumas com penas suspensas. mas nunca tive acidentes.
    Particularmente lembro-me de andar na auto-estrada a menos de 40 km/h. Sei que estava a entrar em contra ordenação mas, sinceramente, com neve e nevoeiro não conseguia ver nada. Não fui multado.
    Concordo. Existem leis e são para cumprir mas, a tecnologia já evoluiu o suficiente para que, por exemplo, os limites de velocidade máximos sejam diferentes conforme as condições atmosféricas.
    Sou de Braga e digo que depois de apanhar uma multa andei dois meses a tentar não infringir. O limite era 50 km/h e eu ia a 100 numa estrada com duas vias em cada sentido. Experimentei andar próximo dos 50 km/h em ruas com este limite de velocidade. Acreditem, os pneus (não uso pneus chineses isso, para mim, devia ser punido com infracção muito grave) chiavam por todo o lado e o carro atravessava-se todo. Seja então que, dentro da lei, conduzi perigosamente.
    Concluo por dizer que todos devemos cumprir o código da estrada.
    Um bem hajam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.