PplWare Mobile

Apple e Google já não são as empresas mais valiosas do mundo


Fonte: BrandZ

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. SANDOKAN 1513 says:

    E a Google está mesmo a passar-lhe a perna. 🙂

  2. Pedro R. says:

    Caro Pedro Pinto,
    deixo um reparo que não consigo deixar de o fazer. A notícia está imprecisa – a apple não deixou de ser a marca mais valiosa porque em 2018 já não ocupava esse lugar. de acordo com o mesmo ranking:
    https://www.wpp.com/news/2018/05/brandz-top-100-most-valuable-global-brands-2018
    o que aconteceu é que a google desceu 2 lugares de 1º para 3º, e a amazon subiu 2 lugares de 3º para 1º. Isto é evienciado pela coluna “rank change”.

    Claro que nao é dito em nenhum sitio diretamente que no ano passado ocupava o 1º lugar, mas claramente está a implicar isso várias vezes no artigo. Deixo como exemplo a primeira frase:
    “Depois de doze anos no topo do ranking das empresas mais valiosas do mundo, a Apple perdeu essa posição (…)”
    Percebo que seja mais apelativo escrever noticias com títulos que puxam a favor ou contra a apple para o pessoal clicar, mas era interessante ter um pouco mais de rigor.

  3. eu says:

    Mais milhão, menos milhão.

  4. Realista says:

    Isto é o valor da marca, ou seja, se a Amazon quisesse mudar de nome podia vender esse activo intangível.
    Não se trata portanto de empresa mais valiosa, mas sim a marca mais valiosa.

  5. Luiz says:

    Um fator importante é que quase metade do faturamento da Amazon vem da AWS. Dentro da Amazon, retail e AWS são tratadas de forma distinta como se fossem empresas separadas. Se internamente são duas empresas diferentes porque o mundo considera tudo como uma coisa só? Uma é Amazon Retail e outra Amazon Web Services.

    Considerando isso podemos tirar a Amazon do topo pois não parece justo.

  6. JORGE COSTA says:

    Confusão… Isto é o valor da Marca (brand) e não o valor de mercado.
    A Microsoft é a empresa mais valiosa em valor de mercado… Passa um bilião, à data.
    Esse título induz em erro. Devem falar de marca e não de empresa para este artigo ter algum sentido

  7. iDespairing says:

    Em relacao ao Top 6, só digo quanto mais foi a subida nos últimos anos, maior será a queda. Se todos nós ainda estivermos aqui? Falamos dentro de 10 anos.

  8. Rodrigo Maia says:

    Existe uma empresa que vai dar que falar só aguardar uns anitos 🙂
    E vamos estar em todo lado 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.