Quantcast
PplWare Mobile

Android sob investigação na EU por práticas anti-concorrência

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Jorge says:

    Pensava que os Fire vinham com a store da amazon e que os samsung tem incluido a store deles nos telemoveis… deve-me ter escapado qualquer coisa….

    Se o contrato e’ “rigido” apenas para a ultima versao….esta’ tudo bem, ninguem a usa a nao ser os proprios google phones 🙂

    • Nunes says:

      Não é não poderem instalar outras lojas, é se quiserem ter a loja da Google, são obrigados a instalar vários serviços da Google, e muitas vezes proibidos de instalar alguns outros como alternativa.

      • Daniel says:

        Uma leitura interessante: http://www.benedelman.org/news/021314-1.html

        Ao contrário do que é argumentado no artigo, o Android em si é open e free, o branding google e a possibilidade de ter as gapps preinstalled é que não. CyanogenMod, AOSP e AOKP, só como exemplos, já deixaram isso mais que provado, na prática, e com usufruto das gapps na mesma, sendo que estas são instaladas à posteriori.

        • monk says:

          é isso, as pessoas não se informam =/ e depois acham que percebem muito da coisa

        • Nunes says:

          Só que o Android caminha para ficar dependente desses serviços da Google, já que há cada vez mais funcionalidades importantes a passar pela aplicação da loja, isso já para não falar nos receios de usar outras lojas. E esses serviços não são open

    • monk says:

      o Fire vem com um fork do Android raiz… os outros com play store tem Android da Google.. ou seja o AOSP é o Android raiz que todos podem mexer (Cyanogem, Nokia X, MIUI, AOKP)

      mas as pessoas não se informam e pensam que é tudo o mesmo

      o que a Google Faz é vender os serviços dela no “Android” é por isso que as apps google tão presentes e não pelo Android ser parte da Google;)

  2. Sérgio Silva says:

    É rigido no ponto em que obriga a que as google apps venham instaladas por defeito.

    Não é impeditivo de os fabricantes instalarem o software desenvolvido por eles.

    Em relação à Amazon penso que a versão do Android não é mesma que a google usa daí não haver esse problema (corrijam a minha informação se estiver incorrecta).

    • Daniel says:

      A parte de ser rígido não é a obrigar que as gapps venham instaladas por defeito. Para ter ALGUMAS gapps instaladas tem de ter todas as que são consideradas numa lista instaladas. É uma questão de branding google e de acesso preinstalado às gapps. Pode ter-se o android instalado sem ter qualquer gapp instalada por defeito, instalado-as depois nas primeiras utilizações (e como referi anteriormente, ver CyanogenMod, AOSP, AOKP como exemplos).

    • monk says:

      Base Android (AOSP)
      Google com a sua versão + as gapps (Android Generico nos smartphones actiuais)
      MIUI com a sua versão modificada + as stores que quiserem (Nos smartphones xiaomi)
      Nokia X Platform fork android, novo nome, baseado na versão 4.3 + Nokia Store e Yandex Store entre outras
      coisa assim do genero

  3. luislelis says:

    Eu bem disse que ninguem gosta de Imperios.
    Mas as operadoras compram aparelhos a Google?
    De qualquer das formas o q a UE deveria fazer era dar suporte/apoio aos programadores Europeus de forma a termos o nossos próprios sistema operativo.
    Nao faz o minimo de sentido a Europa continuar dependente da tecnologia Americana.
    Deveria ser uma prioridade termos os nossos proprios sistemas operativos, os nossos servidores etc.. etc…
    No final das contas a maioria das tecnologias sao inventadas na Europa e as patentes vendidas aos outros.
    Nao pretendo ter uma opiniao xenofoba mas sim independentista.
    Isto ate parece – ” estamos fartos de laranjas mandem morangos para a semana” mas continuarem a ser os mesmos a “mandar/fornecer”.
    Sera q estou a ficar velho e nao consigo acompanhar este mundo?
    Aquele abraco

  4. Manuel says:

    Não poderia estar mais de acordo, acontece que a malta cá da Europa não se auto-proteje, há inclusive um sistema operativo desenvolvido por ex funcionários da Nokia, mas não pega…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.