Quantcast
PplWare Mobile

Alerta: Burlas no MB WAY dispararam na quarentena! Conheçam o esquema

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


    • whatevs says:

      lol é mais fácil culpar um serviço que é (ou era) gratuito, funcional e seguro, do que culpar a burridade das pessoas que não o sabem usar.
      Este serviço veio revolucionar as compras online e pagamentos em Portugal.
      A SIBS não tem culpa da burrice das pessoas

      • Paulo Marques says:

        É verdade. Isto é como todas as outras tecnologias, há utilizadores que apenas querem usar porque sim e sem se preocuparem em perceberem o funcionamento das mesmas.

      • Gennius says:

        Ninguem nasce ensinado, e acredito que a maior parte das burlas acontece a uma faixa etária superior a 30 anos, onde o conhecimento tecnólogico não é igual para todos.
        Não podemos também esquecer que quem comete a burla sabe ser convincente.

      • Sergio says:

        Certo, não devemos culpar o serviço. No entanto, este deve garantir segurança as pessoas e deveria garantir protecções, como faz por exemplo o Paypal. Já que o serviço deixou de ser totalmente gratuito, então deve contemplar métodos para proteger este tipo de burlas de acontecer.

        Com ordem judicial, deverá ser muito fácil chegar a pessoa que fez a burla, pois não consegue eliminar na totalidade o “rasto” do dinheiro. Era preciso era que a justiça também funcionasse decentemente…

        • Pedro F. says:

          Se deres acesso à tua conta PayPal a um estranho não tens nenhumntipo de proteção!

          • Marco Rua says:

            Quem disse que não há? Tens seguro de 6 meses e fora isso podes sempre pedir reembolso

          • Pedro F. says:

            Só tens seguro de 6 meses para compras que não cheguem ou cheguem diferentes do que é suposto.
            Se me deres a tua password e eu te gastar dinheiro não tens nenhuma proteção!

        • Pedro F. says:

          E o mbway continua a ser gratuito.
          Alguns bancos estão é a cobrar comissões pelas transferencias mas isso não tem nada a ver com o mbway…

          • Sergio says:

            Sim, facultar deliberadamente as credenciais, não é responsabilidade do fornecedor de serviço, mas há mecanismos para reverter os estragos. O MBWay, também os deverá ter. Não podemos responsabilizar a vitima.

          • Pedro F. says:

            Não concordo…
            Mas agora parece que é moda não ler nada e acreditar no que se diz por aí.
            A vítima neste caso faz o contrário do que lhe é dito pelo próprio serviço a que está a aceder…
            Não se pode responsabilizar? Porquê?

    • R!cardo says:

      Boob alert

  1. Sérgio Marques says:

    Excelente partilha para explicação.

    A aplicação é muito boa e simples, daí as pessoas terem menos cuidados e fornecerem o que é pessoal.

    Uma forma de reduzir estas tentativas/burlas é não colocarem o número de telemóvel exposto no anuncio de negócio. Pode reduzir o numero de possíveis contactos por compradores sérios, mas elimina quase praticamente todos os que pretendem burlar.

    Se o comprador tiver mesmo interessado certamente tem tempo para entrar em contacto de outras formas.

    • Rogério Fernandes says:

      Como é que se pode burlar a partir de um número de telemóvel?
      É que até onde sei, da minha vasta utilização de MBWay, precisas de confirmar cada ação que fazes, não basta só por o número.
      Ora se assim é, como me podem burlar?

    • Artemus says:

      Pode se colocar o número de telefone sem problema no anúncio (é mais prático para contactos) e basta deixar a informação que não se aceita MBway.
      Já vendi alguns telemóveis antigos pelo OLX e aviso também que não envio à cobrança para ninguém. É dinheiro na mão e local público. A primeira vez que vendi um telemóvel, aceitei o envio à cobrança. Resultado, nunca o levantaram, fiquei com os portes a arder e tive que esperar quase 3 semanas, a partir do envio, para que me fosse devolvido. Entretanto, houve pessoas interessadas que desistiram porque não tinha o aparelho. Serviu me de lição. A partir daí foi sempre entrega em mão.

  2. Euéquesei says:

    Eu sobre este assunto já me pronunciei anteriormente num outro artigo sobre este mesmo tema.
    Vamos lá a ver, então alguém vai ao terminal multibanco e segue instruções de um completo desconhecido, sabendo é lógico que está a mexer na sua conta bancária?
    Se lhe pedisse para meter o nib do burlão na secção transferências e mandar 1000 euros também o faria?
    Se não sabe usar, aprende, não é difícil ou melhor ainda, não usa.
    Há esquemas muito bem engendrados em que qualquer um pode cair, agora isto, sinceramente… e pelo que já ouvi falar os bancos não devolvem os valores desviados.
    Pelo que vi no youtube a maioria destes artistas são ciganos, por isso, ao ouvirem aquele sotaque especial, é desligar lhes o telefone nas ventas imediatamente.

  3. Nilocalas says:

    Burla, qual burla? Isto é falso. O outro pede-me dados pessoais para utilizar no multibanco, eu dou e depois digo que sou burlado? Haja paciência.

    • Hugo says:

      Se conheceres a definição de burla e pensares 5 segundos vais perceber que nada do que dizes faz sentido. Se tiveres paciência claro.

      • Ricardo says:

        Nilocalas sabes o significado de burla ? Pelo o teu comentário não deves saber a definição da palavra burla !!!!!

      • Pedro says:

        Sim tu não sabes o que quer dizer burla.
        BURLA: Que com intenção de obter para si ou terceiro enriquecimento ilícito , por meio de erro ou engano sobre factos que astuciosamente provocou, detreminar a outrem a pratica de factos que lhe causem, ou causem a outra pessoa prejuízo patrimonial.

  4. Eu Mesmo says:

    Algumas dicas simples para a utilização do MB WAY:
    1. Se não compreende o funcionamento da aplicação, recuse o pagamento por esta via;

    Pronto perdeu a utilidade do artigo.

    Se assim fosse ainda ninguem fazia transferencias, ou compras pela internet porque no inicio ninguem sabia fazer.

    É mais util explicar como funciona o serviço, do que dizer, ah e tal, não sabe não usa.

    • Pedro F. says:

      Tens noção há uma explicação clara, curta e objectiva no momento em que a pessoa está a aderir onde diz para meter apenas o seu próprio número de telefone e a pessoa ignora isso. Certo?

  5. Joao Matos says:

    MBWAY é realmente simples e seguro. Desde quando se dá códigos de acesso? Sejam com número nosso ou outro, nunca, mas nunca se compartilha código. Basta isso para NINGUÉM ser enganado. Vejam as histórias e burlas para ver que foram sempre associados números de telefone e código…

  6. Daniel Santos says:

    O MBWAY está na actualidade como os cheques também o foram no seu devido tempo (cada vez mais menos utilizado). Para algumas pessoas facilitavam e trocavam produtos em mão a troco de um cheque que depois estaria sem cobertura e sem possibilidade de cobrança e no entanto o produto já tinha sido entregue. Para outras pessoas o cheque era seguro, pois após boa cobrança do mesmo, teriam o dinheiro na conta bancária prosseguiam com o negócio. O que aconteceu é que as pessoas que não estavam confortáveis com o pagamento via cheque deixaram de o aceitar. Com o MBWAY é igual, tem de tomar as devidas precauções e saber como funciona. Se não sabem usar e têm dúvidas, não aceitem até se sentirem preparados para tal.

  7. rikardo pereira says:

    sao enganados porque nao sabem usar MB way .. mas muitos deles sabem usar o pornHUB e nao precisaram que lhes explicassem como o fazer.

    nao consigo perceber é como conseguem dar um PIN a estranhos. se é um PIN é secreto.. seja do cartao, seja do telemóvel, seja do alarme de casa e por aí fora.

  8. João Duarte says:

    “Burla MB Way/OLX – Enganei um burlão ” – https://www.youtube.com/watch?v=ao8YsNY3i5I

  9. André Silva says:

    Atenção que existem outros tipos de burla no MBway sem usar Multibanco, como por exemplo simular pedidos de dinheiro com mensagens que fazem parecer que se tem que aceitar para receber, uma vez que no passado existiam realmente necessidade de confirmação em algumas transferências, muita gente ja foi levada em erro e aceitou. Infelizmente um familiar meu de uma faixa etária avançada foi alvo, fica aqui o registo que o apoio do banco, sibs, e mesmo da policia judiciaria, foram ridículos, dignos de um regime de impunidade que se vive em Portugal. Uma vez que para a burla se bem realizada o burlão tem que usar uma conta ja roubada, a acção destes mesmo meios deve ser célere na medida de contactar o real proprietário da conta para congelar a conta ou reverter as transacções como é feito no caso de enganos, no entanto a resposta é chutar de uns para os outros e nada fazerem. A policia judiciaria meses mais tarde volta a contactar a confirmar tudo como da primeira vez, informação que já estava do lado deles há largos meses, é uma piada isto ?

  10. Art says:

    MBNET era seguro, terminaram com isso para ser por telemóvel. Quais as vantagens que a SIBS ganha? Dados dos clientes?

    • Filipe says:

      O MBNet ainda existe, está integrado no mbway. Para além disso, é óbvio que o MBNet é muito menos seguro que os pagamentos mbway

      • GM says:

        Eu uso MBNET e, para já, ainda não uso MBWAY. E até agora só tive um problema numa loja espanhola que era fraude. Claro, fiquei a arder com o guito. DECO, que era sócio, mandou-me bugiar. Fiz queixa na PSP, o MP arquivou o processo passados uns meses.

      • MiguelC says:

        Tem uma diferença grande.
        O mbnet dava para ser acedido por browser, sem instalação.
        O mbway obriga a instalar no telemóvel ou então no pc, neste ultimo caso utilizando a windows store.
        O que é mais seguro depende de cada um, e tendo em conta que os telemóveis a preços mais acessíveis estão sempre cheios de virus…
        Eu preferia utilizar o browser.

    • Pedro F. says:

      MBNet era e é seguro como desde o primeiro dia.
      Continua a existir.
      E achas mesmo que a sibs precisa de dados dos clientes?
      Achas que a sibs não os tem já?

  11. Rodrigo says:

    Impressionante como é que no sec. XXI ainda há quem coma gelados com a testa.

  12. Ricardo Gonçalves says:

    *Ja agora se tiver tempo de me o seu cartao de multibanco e o pin que eu faço a transferência por si*

  13. paulo rodrigues says:

    Estava convencido que a app tinha uma limitação: um cartão com o nºxxx do banco yyy e que esta configuração só podia existir para o telefone com o número zzz… Um cartão ou mais e outros tantos bancos na app mas limitada a único número de telefone. Quando se muda-se de número de telefone certamente seria uma “trabalheira” mas era protecção.

    • Pedro F. says:

      O problema é que as pessoas aderem ao serviço e metem o número de telefone do estranho em vez de meterem o seu número como diz no ecrã à sua frente!

  14. Rodrigo Maia says:

    A melhor maneira para não ser burlado é simples não colocar o numero, só enviar mensagem é o que eu tenho feito.

  15. falcaobranco says:

    Não compreendo como é que existem pessoas que dão os dados de acesso da conta ao comprador… é simples… é dar o numero de telemovel…ele transfere o € e ta feito… quando recebemos o €, o proprio mbway indica que já recebemos… não percebo a duvida…

  16. SANDOKAN 1513 says:

    4111 queixas e 3 milhões e 500 mil euros roubados através deste meio só a estas pessoas ?? 3 milhões e 500 mil euros ?? Mas como é possível tão pouca gente ter assim tanto dinheiro ?? 3 milhões e 500 mil euros roubados de só pouco mais de 4000 pessoas ?? Mas anda tudo milionário ou quê ?? Eu até estou parvo. 😐

  17. Joao Ptt says:

    Deviam alterar a forma de adesão, tipo: ter de ser feito ao balcão. A ver se acabam de vez estas falcatruas com o processo de adesão… já que existe tanta gente burra.

  18. JA says:

    E as burlas feitas pelo sistema?
    É o caso de compras efetuadas por cartões virtuais MBNET e o sistema duplica o valor sem passar o limite do cartão?

    • Pedro F. says:

      Duplica o quê?
      Acho que não deves saber bem como funciona o sistema mas aparecem 2x o valor que é a autorização e a compra.
      Só a compra tira dinheiro da conta…

      • JA says:

        Negativo. Há sim uma autorização de compra e depois 2 transações com o mesmo valor retirado com data-hora igual.

        • Pedro F. says:

          Uso mbnet desde o dia que apareceu e nunca me cobraram o dobro do que quer que seja.
          Se tivesse que adivinhar, diria que não são só as “vítimas” de burla que não pescam nada do assunto…

          • JA says:

            Uso com frequência tanto mbway, PayPal, cartões virtuais MBNet e os erros de transações SEPA acontecem

          • Pedro F. says:

            Os erros acontecem mas não acredito que saquem dinheiro em duplicado.
            Muito menos em burla.
            Mas só uso há uns 5 anos com uma frequência diária por isso quem sou eu para falar…

  19. JA says:

    Negativo. Há sim uma autorização de compra e depois 2 transações com o mesmo valor retirado com data-hora igual.

  20. JA says:

    A melhor garantia para limitar valores seja de compras ou levantamentos, etc, é utilizar cartões pré-pagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.