PplWare Mobile

História real de uma tentativa de burla com a plataforma MB WAY


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

83 Respostas

  1. Fernando says:

    As transações no MBWAY não se fazem assim. S eu quero pagara a alguém, essa pessoa dá-me o nº de telefone e eu, via aplicação , transfiro para esse número. Essa pessoa ou entidade já tem de ser aderente ao MBWAY. foi mesmo um caso de burla. Não é assim que se usa o MBWAY para pagar. Existe também a tentativa de receber por PAYPAL e que depois mandam alguém buscara a mercadora. Nunca façam isto. Depois alegam que nunca receberam a mercadoria ou que esta estava defeituosa ou danificada ou que não correspondia ao combinado e a PAYPALL devolve-lhes o dinheiro, retirando-o da nossa conta. Muito cuidado

    • Gonzo says:

      Não se trata de transferência, mas efectivar a conta da vitima no número de telemóvel do burlão. O mesmo que dar o cartão ao burlão com o PIN escrito atrás.

      • José Manuel Ferreira Carrilho says:

        O pior mesmo é que o Estado que pagamos, nada faz para divulgar estes casos e, assim, alertar as pessoas para estes casos… O Estado marimba-se para os seus cidadãos, precisamente os que o mantêm com os seus impostos, taxas e taxinhas com as habituais alcavalas necessárias, não esquecendo de incluir neste grupo genérico todas as multas habilmente aplicadas, aos alegados “prevaricadores” (multas de transito incluídas…)…

    • Jorge Santos says:

      Não basta alegar que a mercadoria não foi entregue, para isso existem os registos dos CTT ou transportadora. Quanto ao danificado, é necessário que a embalagem venha danificada e que se tenha comunicado ao transportador no ato da entrega. Quanto ao defeito, poderá eventualmente ser a forma mais difícil de provar que não estava avariado. Mas se calhar até aí se arranja forma.

    • Paulo says:

      Sr Fernando o que queria fazer era ficar com o MBway associado ao da vítima…

    • Enfim... says:

      Mas neste caso fazer isto ou pedir para a pessoa enviar o cartao pelo correio com o pin escrito o nivel de burrice vai um pouco dar ao mesmo…
      Quem e que se desloca a um MB e clica em “aderir”, onde diz “insira o seu numero” poe o de outra pessoa, e onde diz “ponha o seu codigo” mete de outra pessoa e nem suspeita que esta a ser passado por lorpa?
      Esse tipo de pessoa com mais facilidade envia os dados do cartao de credito e o burlao compra a patrao…

    • Enfim... says:

      E sobre o Paypal não é bem assim…
      Abre disputa, e se provares que envias-te a encomenda, ou a pessoa prova isso e envia de novo para ser trocado por novo, ou nao é assim com duas tretas.
      Ja tentaram isso mas com AR espetado a paypal a pessoa berrou.
      Agora sem AR é mais complicado…
      Mas tambem tudo se resolve fazendo o pagamento como transferencias como amigo 😉 Ai nem pegam mesmo que o burlao sejas tu

  2. Gabriel says:

    Esta é uma situação que mostra que a maior parte da segurança esta “entre a cadeira e o teclado”

    • Vítor M. says:

      Isso que dizes é um clássico da informática 😉 e nunca sairá de moda. Contudo, muito mais que isso, é as pessoas perceberem como funcionam as tecnologias para que certos esquemas não levam essas pessoas a cair nas burlas. Repara que a pessoa em questão, a quase vítima, não foi na onda, mas sabemos de casos que pagaram bem por algo que nunca receberam ou pagaram “para vender” algo que no final foi uma “oferta” cara. 😉

    • Joao says:

      É certo e sabido que este tipo de burlas se baseiam sobretudo em engenharia social.

      • JB says:

        É curioso como os nomes destas coisas vão mudando ao longo dos tempos.
        Agora chama-se “engenharia social”? É isso?
        Não há muitas décadas chama-se “conto do vígaro”!!! E chamam-se vigaristas e charlatães aos que recorriam a estes esquemas!!!
        E agora chamam-se o quê “engenheiros”?
        Será devido aos esquemas de certo “engenheiro”?
        JB

        • BlueCode says:

          Já se chama “engenharia social” à muito tempo, e não é específico das tecnologias de informação, apesar do termo se solidificar neste domínio. https://en.wikipedia.org/wiki/Social_engineering_(security)

          É um nome bonito para técnicas de ludibriar e manipular para ganhos pessoais (sejam monetários ou outros).

          Afinal de contas, rebentar com seguranças informáticas não é assim tão fácil. E é mais fácil quebrar o elo mais fraco – a maioria das vezes pessoas menos atentas.

          • Rui Costa says:

            Não é “à” mas sim “há” muito tempo. O novo (des)acordo ortográfico não foi assim tão extremista.

            Este domínio passou de estado líquido para o estado gasoso? Então sim, pode utilizar o termo “solidifcar”.

          • Rui Costa says:

            * “solidificar”

        • TSSRK says:

          É como descarregar um ficheiro da internet é pirataria.

      • Filipe Mota says:

        Pois, deve ser da fortíssima componente matemática da àrea….

  3. carlos says:

    Se como refere o comentário, o PAYPAL retira dinheiro da conta é a mesma coisa que o banco devolver uma quantia a quem depositou! O que é pura e simplesmente ilegal!

    • PJMS says:

      O PayPal não saca dinheiro da sua conta bancária, só faz a retenção do valor pago pelo comprador de um bem ou serviço, por um máximo de 21 dias.

      Passado esse tempo, o valor recebido fica disponível e aí sim, já conseguirá transferi-lo para a sua conta bancária.

      • Filipe says:

        Meu caro, o paypal saca sim dinheiro da sua conta bancária. Os 21 dias são só para no os utilizadores. Depois disso o dinheiro fica imediatamente disponível, resultando que se uma reclamação for aberta e já tiver levantado o dinheiro da conta paypal, o paypal irá buscar esse dinheiro à sua co tá bancária e retê-lo no paypal até a situação ficar resolvida

  4. Rui RM says:

    “Desenvolvida para simplificar a vida dos utilizadores” — a sério?? mas facilita em quê?

  5. Vox pop says:

    E’ apenas uma burlazinha, se e’ que a estoria e’ verdadeira.l

    • facepalm says:

      Uma burlazinha que pode acontecer e limpar literalmente uma conta bancária de uma pessoa se a mesma cair , e mesmo que a história não seja verdadeira fica aqui já o aviso para as pessoas não cairem.

      • Ok says:

        Dar um código a alguém é algo que só cai quem quer ou não percebe nada de nada. Por isso, se cair, aprende da pior maneira e não esquecerá.

  6. Carlos says:

    Burlas no OLX é o pão nosso de cada dia.
    Qualquer pessoa que lá venda alguma coisa de valor razoável pode contar com burlões interessados em “comprar”.
    Invariavelmente estão interessados no “preço final” sem se preocuparem muito com o estado do que estão a comprar.
    Eu já apanhei tantos que já nem ligo a quem a primeira coisa que faz é pedir um “preço final”.

    • Rui Afonso says:

      É isso! E a maioria contata por SMS com “preço final pelo seu item”, mas quando lhes digo que tenho vários itens desses (ex. relógios), e qual é que eles pretendem, aí é que eles se baralham… até querem comprar todos…
      Sempre com as devidas precauções, nunca tive quaisquer problemas a vender ou comprar no OLX.

    • Correia says:

      Não consigo perceber essa burla do preço final! Normalmente quando vejo um anúncio que diz negociável pergunto sempre pelo “preço final ou pelo preço mínimo’ sem nunca ter intenção de burlar ninguém, apenas quero saber o preço mínimo e se vale a pena insistir.
      Se alguém me puder explicar que tipo de burlar isto implica agradeço que me explique.

      • Rui Afonso says:

        A burla não é do “preço final”, é conhecida mais por burla com Paypal. O que se passa com o “preço final”, “Item” e outros termos usados e expressões em português que não são comuns e denunciam logo ao que vêm… leia o que o ND escreve mais abaixo.
        Você que tem intenção de pagar, é normal negociar o preço. Eles têm intenção de ficar com o seu dinheiro… Os mais gulosos levam com a “ripada”. Agora eles começam por pedir o “preço final” dando a entender que você pode cobrar o que quiser no envio… Ao vender uma mobília da minha sobrinha que custava 200€, o suposto comprador queria que eu enviasse a mobília para a Irlanda…. Custava mais o envio que a mobília, isto faz algum sentido??? A ideia que querem fazer transparecer é que compram independentemente do “preço final” que se cobrar, você que negoceia acha isso normal?? E é quase sempre artigos que rondam os 300 a 400€. Acho que está relacionado com um valor do Paypal.

        • correia says:

          Ok. O preço final neste sentido tem a ver com o preço + portes, e não o negociar o preço pelo valor mais baixo.
          E a relação com o Paypal faz mais sentido esse tipo de burla, por causa das regras que eles têm de proteção ao comprador.
          Com a comissão que o Paypal cobra não compensa por o Paypal como opção de pagamento (do lado do vendedor).
          Utilizo o Paypal praticamente para compras no eBay como comprador e em transações familiares.

          Para vendas pequenas no OLX não compensa muito, preferível o MBway ou euros. O engodo retratado no texto principal acho que só apanha mesmo utilizadores muito distraídos ou com pouca experiência.
          Mas eu próprio já fui enganado no eBay à uns anos (antes das proteções ao comprador) na compra de uma consola portátil Nintendo que na altura custava 100 €.
          Reclamei mas nunca recuperei esse dinheiro, ficou o trauma 🙂 .

  7. Rj45 says:

    A segurança não está “entre a cadeira e o teclado” ela está no cadeado verde…!

    • JV says:

      Adianta-te um grosso ter o cadeado verde quando é o próprio utilizador a fornecer os dados e pin……

    • okapi says:

      Isso não se aplica a tudo que se compra ou se vende online. Dou um exemplo à uns meses atrás pus à venda uma cartridge para um gira discos, artigo caixa aberta mas novo, tinha comprado não gostei do som e pus á venda. Um gajo interessado ,com montes de perguntas, mas naturais de se fazerem acabou por comprar e eu enviei e no dia seguinte recebo uma mensagem onde ele me diz que estava danificada e que lhe estragou o Disco de Vinil, etc. Eu contestei e aceitei a devolução e retornei o dinheiro para não ter problemas. Quando recebi o item era a cartridge da mesma marca mas com uma agulha toda fanada. Nestas situações não há cadeira nem teclado que resista. Vigaros a comprar e a vender no Ebay é que não falta. A partir daí querem , vem ver, pagam e levam.

  8. carlos says:

    Quem inventa esses sistemas de forma facilitista negligente devia ser reponsabilizado! É como outros casos, em que os bancos enviam para casa dos clientes de forma descuidada o cartão com o código junto, ou ainda os extratos bancários por carta, mesmo depois de os clientes solicitarem para que não enviem, mas que disponibilizem ao balcão, porque algum mal intencioanado pode apanhar a carta e a pessoa ficar em risco, mas não querem saber, “lavam as mãos”! O cartão pro da Caixa Geral funcionava bem, mas na senda de andarem a destruir a caixa, complicaram, inventaram um código 3D que só dão a quem optar pela Caixa Direta-Caixa virtual-muitas pessoas não querem arriscar na banca virtual, mas um facilitismo! Muito cuidado também com o Cartão de débito, nem se vai dizer o que se pode fazer legalmente quando algum mal intencionado o apanha, isto para não dar ideias, mas é mais uma negligência da banca que está em causa!

    • int3 says:

      Viva,
      Os bancos não enviam o cartão e o código juntos. Enviam com no mínimo 5 dias de intervalo.
      Os extratos por carta é para quem pretende dessa forma.
      Em relação a virtual-cenas como referes fiquei perdido. Não sei se estás a ter um surto psicótico. Qualquer cartão de débito dá para usar o 3D Secure.
      Não percebi agora a situação do cartão de débito. Se tens 3D secure, tens tempo para cancelar o cartão e dar como perdido/roubado. Tu és responsável pelos teus atos e não os bancos. Se és negligente com os teus dados é problema teu.

  9. GroundZero says:

    mas desde quando a criação do MBWAY serviu para descomplicar?o MBNET.pt sim…mas tinham de estragar o que estava bem feito!

  10. Nuno Santos says:

    O pessoal é que complica muitas coisas. Se quer pagar por MBNET é só fornecer o número de telemóvel. Por transferência bancária é só fornecer o IBAN. Simples!

  11. Jorge Romano says:

    Já partilhei a notícia.

  12. maria vieira a atriz says:

    nao utilizo essas modernices por causa desta mesma noticia comigo e como o S.TOME

  13. Ricatdo says:

    Ou seja
    O burlão aderiu ao Mb net no telemóvel e o que sr jose ia fazer era agregar o cartão dele à conta do burlão
    Correcto

  14. Marcos says:

    Apenas uma correção:
    “Burla com recuso à plataforma MB WAY”, não será “com recurso”?

  15. João Matos says:

    Eu sou fã do MBWAY.

    Todos os dias faço transferências com MBWAY.
    Fica disponivel na conta destino na hora! Mesmo que seja de um banco diferente.
    Basta ter o número de telefone do destinatário.

    Uma pessoa quando adere a uma nova tecnologia tem de a perceber minimamente para não cair em nenhum conto do vigário.
    Aqui e na maior parte das burlas, o burlão vale-se da ignorância da pessoa que engana.

    • Ana Cunha says:

      concordo, só era possivel a burla porque a pessoa foi aderir a um serviço que depois não tentou perceber como funcionava. Qualquer pessoa que tenha este serviço e saiba de facto usá-lo nao iria cair na burla.

  16. Rui Afonso says:

    E aquele esquema de pagamento que é só passar com o cartão perto do terminal? Já li que no estrangeiro já há quem leve o terminal para o metro, para fazer um “peditório”.

  17. Pedro says:

    Sinceramente só uma pessoa que não percebe mesmo nada do assunto era burlado, se não qualquer pessoa entendia isso um sistema de burla muito fraco e isso são burlões muito burros

  18. Rui Afonso says:

    Por favor PPlware, ajudem-me… gosto de comentar, mas não gosto nada de receber todas as notificações no meu email cada vez que alguém escreve um comentário a este artigo… Como é que evito isso? Desde já o meu obrigado.

    • avlisrOtiv says:

      Olá Rui. No próprio email tem em baixo um URL que podes personalizar algumas opções, assim como retirar a subscrição das notificações de novos comentários e também evitar de receber qualquer email do género.

    • Nuno Oliveira says:

      Quando comentas tens de desactivar a opção “Notifique-me de comentários seguintes por e-mail.”

      Para desactivar as notificações já activas tens o link no mail como já aqui disseram.

  19. Mentecaptor says:

    Ao aderir o mbway pede os últimos 4 dígitos do número do cartão, que neste caso o burlão à partida não tinha.

  20. ND says:

    Tentaram fazer-me agora esta :

    OK obrigado pela sua resposta. Estou interessado nas suas peças e acessórios no OLX

    Meu nome é Gonçalves Joaquim. Eu sou originalmente de Portugal. Visitei Portugal no ano passado mas agora estou agora nos EUA para o meu trabalho e normalmente estou ocupado no trabalho que não posso ir a Portugal comprar o Item. Estou pronto e disposto a comprar seu item porque parece que está em boas condições. Portanto, farei o pagamento na sua conta do PayPal e, em seguida, pedirei à empresa de navegação que vá ao seu local para retirar o item. Voce entende ?

    Esta transação será feita sem problemas, então você não tem nada para se preocupar. OK ?

    É assim que a transação vai …

    1º ….. eu vou pagar na sua conta do PayPal
    2º …. E então, depois de confirmar o pagamento em sua conta, a empresa de transporte chegará ao seu endereço para pegar o Item, OK?

    E sobre o pagamento … Eu só posso fazer o pagamento por PayPal porque a companhia de navegação rejeita vir com dinheiro e pagar para você. Eles disseram que é contra sua responsabilidade legal pagar vendedores. Então, portanto, vou pagar via PayPal

    Se você não tiver uma conta do PayPal, poderá registrar sua conta do PayPal on-line agora mesmo quando visitar este site do PayPal —-> https://www.paypal.com/pt/webapps/mpp/home (este PayPal O site é traduzido em português para seu melhor entendimento. O PayPal é o método mais fácil, rápido e seguro de transferir dinheiro.

    A única maneira de fazer o pagamento é pelo PayPal. Então você tem que criar uma conta no PayPal. É muito fácil criar uma conta no PayPal. Se você não sabe como funciona o PayPa, diga-me para que eu possa explicar para você. Posso enviar um vídeo do YouTube para você saber como o PayPal funciona, ok?

    Depois que eu pagar a sua conta do PayPal, direi à companhia de navegação que vá ao seu endereço e pegue o Item. Voce entende?

    Se você tiver alguma dúvida, não hesite em me perguntar.

    Obrigado e aguardo sua resposta rápida.

    Gonçalves.

    Com uma variante, o primeiro contacto foi via SMS de um número “estranho” a pedir a resposta por e-mail .

    • Nuno Oliveira says:

      Este é o esquema mais velhinho de burla no PayPal e mais uma vez só funciona por 2 motivos…
      1. As pessoas não sabem como funcionam os serviços de pagamento que usam;
      2. A ganância de receber o dinheiro.

      Neste esquema normalmente o vendedor até paga mais do que pedimos, não quer ver o produto, confia 100% no que dizemos, e o vendedor só fala do “item” ou do “produto” r nunca se refere ao que estamos a vender…

  21. Francisco Sotto-Mayor says:

    Isto parece-me que é uma burla para quem não conhece o MBWAY ou a forma como funciona. Qualquer utilizador do serviço sabe que está a associar o cartão ao número do burlão.

    No entanto, para quem nao usa/conhece o serviço serve de alerta sim!

  22. Francisco Sotto-Mayor says:

    Isto parece-me que é uma burla para quem não conhece o MBWAY ou a forma como funciona. Qualquer utilizador do serviço sabe que está a associar o cartão ao número do burlão.

    No entanto, para quem nao usa/conhece o serviço serve de alerta sim!

  23. Eugénio says:

    Outros houve que foram mesmo enganados com esse método.

  24. censo says:

    Isto não é falha da plataforma. Isto é uma burla. Chamem-lhe “engenharia social”…desculpem os engenheiros, mas isso é uma burla. O resto é noticia sensacionalista. Não há aqui nada. Só serve para desinformar aqueles que nunca usaram o Mbway. Não dá para mais. Burla !

  25. hommer says:

    há sempre pessoal a estudar formas de burlar o pessoal, eu uso o MBway com muita frequência apenas para compras online e fora do País, Via Amazon ou Ebay, cá em PT só ao vivo ou ocasionalmente á cobrança na entrega, vender não vendo nada, apenas efectuo compras…

    mas de facto uma pessoa que perceba do assunto só cai no esquema se for parvo, geralmente os leigos é que são sempre apanhados na curva…

  26. Zé Tone says:

    Humm.. Interessante! E não é que se o José tivesse seguido as instruções do “comprador” até ao fim teria recebido o montante naquela hora, digo meia-hora, em dinheiro vivo?! …Ah! Isto é, e tivesse saldo, claro! LOL

  27. Dani says:

    De Sines? Só faltava ser o African Fábio, um burlão que há década e meia roubou há SIBS milhares de euros com compras online com cartões de crédito roubados e em simultâneo vendia enviava essas compras para vítimas (como eu fui). Em suma, comprei um produto roubado e ainda tive problemas com a justiça.
    Na altura sei que esse caso foi arquivado. Esse burlão roubou que se fartou e não foi apanhado.
    Quando a PJ me mostrou a listas dos suspeitos eu vi lá o nome do burlão, mas dizer foi este aqui, não vale de nada porque não conseguiram provas suficientes para o entalar.

  28. Marisa says:

    Aconteceu-me exatamente o mesmo. Tambem através de vendas no olx. Sempre trocas de SMS, nunca de chamadas. A pessoa queria receber a encomenda em alcácer do sal. Teve logo pressa em fazer o pagamento e só recebia a encomenda depois.
    Até me considero uma pessoa inteligente. Mas pensei sinceramente que como não dei os meus dados a ninguém e apenas inseri um codigo no atm (sim era um nr de telm e um pin de outra pessoa) mas nunca me passou pela cabeça que associa-se assim o meu nr de cartão multibanco a conta de outra pessoa. Para mim é absurdo.
    Enfim. O caso está entregue as autoridades.

    • Joao Ptt says:

      ah ah ah
      Associe um número de telemóvel para se identificar no MB Way associado à sua conta bancária…. porque não o número de telefone de outra pessoa e código que outra pessoa quer que eu coloque… o que é que (não) pode correr mal?

  29. Leitor says:

    Que eu saiba, para receber um pagamento via MBway só tenho de indicar o número de telemóvel associado. Qualquer pedido forsa disso é tentativa de burla ou ignorância….

  30. polo says:

    O burlão devia ter pedido antes os dados do cartão de crédito, era mais rápido

    • Joao Ptt says:

      Sim, ou que mandasse o cartão (e eventual código) por correio 😛 Se possível acompanhado do cartão telefónico (SIM) e código, que a entidade bancária/ instituição de crédito pode contactar se acharem a operação demasiado estranha.

  31. Tiago Ferreira says:

    “Após fornecer-lhe o IBAN, o burlão diz-lhe que já realizou a transferência mas que, para que a mesma se efectivasse, José teria de ir ao Multibanco, inserir o cartão, e selecionar a opção MB WAY/MB NET e introduzir os dados que se apressou a fornecer.”

    Desculpem lá, mas se o vendedor José tinha dito que pretendia o pagamento por transferência bancária, porque é que o dito burlão insistia na conversa de MB WAY/MB NET?? Para mim esta história está muito mal contada, porque ou o dito vendedor é muito burro ou não sabe ser claro em dizer “o pagamento é feito por transferência bancária”… enfim

  32. jose costa says:

    amem para todos eles !!!!! cambada de larapios

  33. jelg says:

    A mim aconteceu-me exatamente igual ao caso aqui exposto, que acredito ser real. A pessoa em causa insistiu no MB away e explicou-me como ativar ( nunca tinha ouvido falar em tal serviço) mas, desconfiado da simplicidade, com ajuda do Mr. Google, vi que o método de ativação era um pouco diferente e vi logo que era burlão. Tentei juntar o máximo de informações via SMS expondo sempre dificuldade em ativar e passando por lorpa onde consegui reunir 6 números de telefone. No final do dia, desloquei-me à PJ mas disseram logo que nao valia a pena investigação porque esses esquemas já existem há muito tempo. Ficou a intenção. Foi um bom artigo e esclarecedor

    • Joao Ptt says:

      A ser verdade é bom saber que a PJ é muito pro-nãoquerosaberdisso a acabar com os esquemas… talvez tenha de ser um político da assembleia da república ou do governo a ir à PJ para ver se eles reagem da mesma forma…

  34. raulleal says:

    Se fosse so esse o tipo de burlas… existe por exemplo alguns sites (ex: anúnciosgratis.c**) que estão infestados de anúncios de carros (que são o mais descarado) em que carros que valem na realidade por 10.000€ aparecem la à venda por 2.000. os supostos vendedores fazem-se passar por pessoal imigrado que quier despachar, e depois pedem para pagar via money gram ou assim e que mandam entregar o veiculo em 2 dias…pois… muito cuidado e juízo internautas! ha um ditado muito correto nestes casos: se algo parece demasiado bom para ser verdade, e que provavelmente não o é.

  35. R!cardo says:

    O “José” é burro. Nas transferências via MB Way dá-se o número de telemóvel.

  36. PsySc0rpi0n says:

    Okapi, vou começar a tirar fotos do que possa vender. Assim sempre terei algo com que contestar numa situação dessas.

  37. paulobraveheart says:

    e nao se metam em smarphones oferecidos a um euro.
    e uma burla que ai anda, e ja muita gente caiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia