PplWare Mobile

Paga muito pelo pacote de internet? Portugal é dos países mais baratos


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Rui says:

    Deviam comparar é com o ordenado mínimo de cada país. 50€ para nós é muito dinheiro. São 3 dias de trabalho. 75€ para um alemão é um dia de trabalho.

    • Celso says:

      Os valores contabilizam precisamente isso, o custo do pacote tendo em conta o poder de compra de cada país e não o custo real. (diz no gráfico “aplicação do PPC – Paridade de Poder de Compra)

      • henrique jose vilares ferreira says:

        e mentira, o nivel dos ordenados nao esta contabilizado. eu pago 15 euros por net+fixo+tv com ligacao alta velocidade cabo . + 10 euros/mes linha movel ilimitada com 50 gb net, + 2€ mes por cada linha movel com 2h chamadas. ordenado minimo de 1100 euros mes . agora compara com portugal

    • Jorge Carvalho says:

      Está no estudo . PPC ( Paridade de poder de compra)

      Abc

      • Carlos Marques says:

        A PPP (Paridade do Poder de Compra) NÃO compara salários. Compara o custo do nível de vida, os preços dos cabazes essenciais de bens para uma família, o poder da moeda.

        Por isso mesmo é que também há comparações de salários tendo em conta a PPP. Ou seja, pega-se nos valores nominais de cada salário, e depois compara-se o que cada um pode comprar em cada país.

        Portanto o Rui tem razão. Deviam fazer este gráfico tendo em conta o salário mínimo de cada país, bem como o salário médio. Aí estamos de certeza no grupo de países com a internet mais cara Europa.

        • ze says:

          Para comparar o comparavel concordo que deviam fazer o estudo tendo em conta o ordenado minimo.
          No entanto, percebo porque não o façam, independentemente de termos um ordenado baixo ou não, os custos de disponibilização de serviço é algo a ter em conta e para uma empresa ser lucrativa tem de ter a sua margem, como tal é possível que o nosso valor até seja bastante justo tendo em conta os impostos que as operadoras pagam já para não falar dos impostos sobre colaboradores.
          Preocupa-me mais outros serviços, como, água, luz e gás, esses sim muito elevados e que as empresas lucram rios de dinheiro.

          • Louro says:

            Devem de ter é em consideracao o salário médio, nao o minimo.

            Nem toda a gente ganha o salário minimo, e o salário médio é uma boa maneira de ter uma ideia de como as coisas funcionam.

        • int3 says:

          Salário mínimo? E então os países que não tem salário mínimo??? Comparam como??? …. O mais adequado é exatamente o que contabiliza no gráfico, pelo poder de compra (salário médio e custo médio de vida).

    • ze says:

      Estudasses, para mim 250€ é um dia de trabalho em Portugal, por isso nunca fico doente, deus ma libre.

      • Cortano says:

        Não sabia que o Parque Eduardo VII pagava assim tanto!

        • ze says:

          Esses ainda ganham mais, eu dos 250, depois de impostos vejo 125.. depois queixa-se quem ganha o minimo, quem trabalho no duro é bem mais injustiçado.

          • Tiago says:

            Oh coitadinho, porque os outros não trabalham no duro és só tu LOL
            Queres que chore por ti?

            Portanto para ti só tu é que trabalhas no duro e os outros que recebem o ordenado mínimo são todos preguiçosos né?
            Qual é o teu nome no Chaturbatte?

    • Miguel Sousa says:

      Tens toda a razão. Não me importava pagar em Portugal o dobro se ganhasse o que ganho aqui na Bélgica. O engraçado é que aqui na Bélgica só pago 49.90€ por mês.

    • Rodrigo says:

      Nem todos recebem o ordenado mínimo.

  2. Marco says:

    Com a qualidade que por vezes vemos até é caro!
    Reclamem se têm razões para isso, ou então vão ficar como a Rosinha, a levar no pacote… 😀

  3. So7t says:

    Este estudo tem que lhe que se diga… muito mesmo!!

  4. ZOA says:

    Com que ordenados se basearam para afirmar que é barato?
    Aliás o que engloba realmente o barato?
    E aí a saloice tecnológica encapotada com marketing de jargão americano começa a libertar novamente aquele odor de enxofre..

    • ZarkBit says:

      Claramente que pelos comentários esta malta não deve falar muito com estrangeiros, no meu tempo de IRC falava com malta desde os estados unidos, canada, Australia, etc, e todos ficavam parvos com as velocidades de internet que tinha em relação ao preço que pagava, e isto há cerca de 3~4 anos atrás, 200/200 por coisa de 30 euros? Eles até brincavam a dizer para eu arranjar espaço em casa para eles virem pra cá morar lol.

  5. Leontino says:

    http://research.rewheel.fi
    O estudo deve estar mal feito. Ou será muito simplista. O preço não é sempre o mais importante. O que se obtém pelo mesmo preço ou por determinado preço é o que importa. E Portugal, segundo a rewheel (que estuda profunda e tecnicamente o mercado 4G/5G), não é, nem de longe nem de perto, dos melhores.
    Hoje os tarifários 4P são norma na Europa e Portugal está muito longe de ter preços baixos pelo o que o cliente recebe.
    Na Alemanha existem tarifários fibra a 400Mbit/s a 32 euros! Aqui não!
    4G 10€ na Eslováquia sem quaisquer limites, 22€ na Finlandia ou 23€ na Suíça são preços que não existem em Portugal e não vão existir tão cedo! Infelizmente.
    Estudos de Deloitte e afins são para “quasi-defender” os dominadores do mercado para eventualmente legitimar preços e serviços estáticos e “quasi-monopólios”.

    • So7t says:

      Espanha, Islandia… experiencia propria!!! Este estudo só vem no sentido de deturpar e justificar os precos absurdos!! Convem não matar a galinha dos ovos de ouro…

  6. Rasta says:

    Nem foi preciso ler mais que o título. Estudos que não interessam a ninguém. Se nao têm em consideração os ordenados, então ler isto é perda de tempo.

  7. condutor says:

    em frança um serviço 3p na FREE começa a partir de 14.99€

  8. André Meireles says:

    Não sei quem fez este estudo, mas claramente foi pegar em valores aleatórios… garantidamente que na Hungria o preço médio de 3P não anda acima dos 60€, andará sim a volta de 20-30€ dependendo dos operadores. Para além de que com menos de 10€ se tem FTTH (com acesso a canais de tv através da app da empresa), o que hoje em dia é o que gente mais nova usa, e mesmo adicionando mais 10€ para 10 GB mensais de internet móvel fica muito longe do que se paga em Portugal…

  9. Jota says:

    … e os salários, Portugal é dos países onde se ganha mais? Então be quiet!

  10. Ze says:

    Lá vem mais uma taxinha pq temos comunicacoes mais baratas. Preparem-se.

  11. Samuel says:

    Mais um estudo para enganar os portugueses.

    • cat says:

      O Mota Soares era exímio nisso quando andava pela política. Agora, agarrou-se a este tacho e tem que continuar a proteger os seus amos. Basta ser ele a apresentar este estudo, para lhe retirar toda a credibilidade.

  12. informado says:

    Onde é barato pagar 38 euros por net tv e tel? Cá em Portugal é caríssimo. Eu só tenho internet de 30 megas e pago 27 euros. Caríssimo uma vergonha!!

  13. CMatomic says:

    No meu caso só tenho Internet por fibra ( 100/30) da MEO e pago 30 euros por mês , não entendo quem tem serviço televisão por subscrição , paga o mesmo preço e tem melhor serviço de Internet (100/100).
    Querem impingir em Portugal os serviços de televisão por subscrição , não sou obrigado prescindir de ter televisão de acesso gratuito .
    O valor que pago pelo acesso Internet deveria ser mais baixo , pois estou pagar a mais para aqueles tem serviço de tv por subscrição , se formos ver Portugal é dos países da Europa com menos canais em sinal aberto .

  14. Filipe says:

    Para quem está a indicar que se fala sem se ler o artigo, eu dou um exemplo com valores arredondados:
    – 1500€ de ordenado mínimo, 50€ por um pacote em que se tem quase 100% do que o contrato figura;
    – 700€ de ordenado mínimo, 30€ por um pacote em que se tem quase 70% do que o contrato figura.

    Estes estudos são uma desculpa (paga a peso de ouro) pelas operadoras para poderem continuar com os preços que têm e não resolverem os problemas dos clientes.

  15. Manuel Silva says:

    Tenho M4 500/100 e dois tlm com 3GB da Meo, pago 56€ mas só consegui isto depois de tentar cancelar o serviço. Comparado com o q pagava antes é bom, mas mesmo assim é caro.

    • Zé Nabo says:

      Eu tenho o mesmo…o Engraçado é que por vezes nem 100 Mbs down tenho… Dizem não fazer Traffic Shapping… Se não fazem traffic shapping Fazem algo semelhante pq as velocidades por vezes são uma vergonha…Nem 1/5 do contratado acho que é um ABUSO.

      • Manuel Silva says:

        Sim, traffic shapping fazem, em dias em q há jogos importantes ou depois de sacares uns bons gigas. Mas nem tudo é culpa deles, também não atingimos essa velocidade de download por causa dos servidores, não acho q exista nenhum servidor q te permita descarregar algo a velocidade contratada

  16. Pedro says:

    Falta é comparar o período de fidelização vs valor aí é que reside a diferença!

  17. Bruno Mota says:

    Este estudo é uma falácia. Em França, pago 14,99€ por um 3P. Internet 2Gbs de velocidade, 3P, custam a módica quantia de 22€.
    Vão mentir para o raio que os parta!

  18. Rui says:

    Mas alguém acredita num estudo pago por uma associação de empresas que exploram os Portugueses, ainda por cima liderada por um fulano bem conhecido de outras lides que certamente tem o tacho garantido pelos favores que fez?

    Só quem não conhece ninguém a morar em Países europeus pode acreditar nesta falácia.

    Em Portugal os tarifários são bem mais caros e os ordenados bem mais baixos.

    Foi um trabalho enorme de quem foi pago pelas empresas de telecomunicações para martelar os números para atingir este resultado.

    Deviam disponibilizar o estudo e não as suas conclusões para serem ridicularizados….

  19. Pedro says:

    Só como ex. para os Países Baixos:
    T-Mobile 3p
    100mb d 10 up
    Sim c/chamadas, sms e dados ilimitados
    TV não sei o nr de canais porque tenho por ter.
    65 eur mensais.

    Ordenado mínimo 1650 eur

    Posso colocar outras operadoras que o valor anda lá perto.

  20. Pedro says:

    Está notícia foi encomendada. Só pode.

    • int3 says:

      E a terra é plana e toda a gente foi comprada para nos mentir, o homem nunca foi à lua, os aviões deitam químicos no ar para nos controlar, e a ciência é uma religião.

  21. Pirata das cabernas says:

    A diferença é que pelo preço que se paga lá fora, muitas vezes igual ao que se paga aqui, o de fora tem muito mais oferta… Por exemplo alguns terem mais de 20gb de tráfego no telemóvel.. Aqui a maioria é 3gb…..

  22. gajo que sabe says:

    estudos…. valem o que valem(zero)

    • int3 says:

      A verdade dói não? Custa engolir a seco. Cá em PT por pouco tens bastante e com boa qualidade. Lá fora raramente se vê algo decente, nem nas grandes cidades.
      Há retardados aqui a comentar que está errado o estudo porque não compararam os ordenados nos países e foi EXATAMENTE o que o estudo fez para poder comparar. Quem não se dá ao trabalho de ler faz sempre figura de urso.

  23. João says:

    Este estudo por feito pela associação das empresas de telecomunicações (Nos, MEO e Vodafone).
    Os estudos independentes dão resultados opostos.
    Como é óbvio, está totalmente enviesado e tendencioso.

  24. JoaoM says:

    Meus caros, como “temos as comunicações mais baratas”, preparem-se para uma nova subida em Janeiro.
    Estes estudos/notícias não saem casualmente. Estamos em meados de Novembro, que é a altura ideal para justificar um novo aumento no vindouro ano.

  25. Luís Andrade says:

    Pedro Pinto podes colocar o link do estudo da Delloit com o qual fomentas o teor desta notícia? Obrigado.

    • Vítor M. says:

      Tens de o pedir a quem encomendou o estudo. Esse trabalho foi entregue à Associação de Operadores de Comunicações Eletrónicas (Apritel). Fala com eles e pede o estudo.

      • António Andrade says:

        Primeiro, é da responsabilidade do Pplware colocar os links que servem de base nos artigos.
        Segundo, não temos que pedir nada a ninguém. Vocês é que têm que colocar lá a fonte!
        Finalmente, comentando agora o artigo: eu não concordo em nada com esta análise de preços.
        Tal como já foi aqui comentado, a França tem muito melhores preços, bem mais acessíveis do que os praticados em Portugal.

        PS: Posso estar no Brasil (São Paulo), mas estive a viver muitos anos em Portugal e depois em França. Por isso, sei bem do que falo. Não venham com areia para os olhos.

        • Vítor M. says:

          António, vamos lá acertar as agulhas. Primeiro, se os estudos são entregues e não publicados em formato web, os links não existem. Logo, se os quer, para o que entender, tem de solicitar a quem pagou pelo estudo. Segundo, a fonte está lá, se é que sabe o que quer dizer com fonte, até tem lá os nomes das entidades envolvidas. Finalmente, sobre os preços, aqui sim está no seu direito de concordar ou não, mas também é verdade que não foi o António que fez o estudo. Apesar disso, faz muito bem ser crítico quando ao que lhe servem como informação, mas tem de ter bases para dizer que é válido ou não os tais resultados.

          Cumps.

  26. Eu says:

    E pergunto eu – Quais as condições que dão pelos preços apresentados? Isso sim é relevante, de outra forma é so areia para os olhos das pessoas. Duvido que sejam 500MB por dados moveis (por exemplo)

    É como dizermos que Portugal é um pais onde muita gente tem a escolaridade minima obrigatoria. Com os programas de novas oportunidades, onde se aparece 3 ou 4 vezes, se faz uma composição e dá ca o diploma de 9º/12º ano, assim é fácil distorcer as estatísticas…

  27. José says:

    Vou só deixar isto aqui:

    3P Avg MA
    França 31,52 € 1521,22
    Portugal 38,60 € 700
    Alemanha 48,04 € 1557,09
    Áustria 52,20 € 1200
    Espanha 61,71 € 1050
    Irlanda 62,23 € 1656,2
    Hungria 63,97 € 464,2
    Estónia 68,67 € 540
    Holanda 68,96 € 1615,8
    Reino Unido 68,98 € 1453,28
    Bélgica 73,65 € 1593,76

    https://www.eurofound.europa.eu/publications/article/2019/minimum-wages-in-2019-first-findings

    • José says:

      Se fizermos as contas de facto pagamos -33.50% que a média europeia, mas recebemos -42.33% que a média europeia.

      Ou seja mais um estudo encomendado para tentar legitimar o aumento do custo nas telecomunicações.

      Ainda tem a lata de dizer que “pela primeira vez comparou-se o que é comparável”.

      Mas este senhor pensa que andamos a comer gelados com a testa?

      Nem era preciso apresentar factos, mas dei-me ao trabalho de apresentar aqui.
      Estes políticos pensam que podem ocultar e manipular os números a seu belo prazer.

      Perdeu uma bela oportunidade para estar calado e deixar este estudo encomendado guardado na gaveta. Tenha vergonha na cara.

      • int3 says:

        Podias estar calado. Dizes que o estudo foi encomendado (por quem?? para quê?? tinfoil hat???). Falhas totalmente a ler que os dados estão acertados conforme do poder de compra. Sabes o que isto significa???????

    • int3 says:

      E o resto dos países que não tem salário mínimo?

  28. Gonçalo says:

    Quanto é o salário mínimo nacional nesses países e quanto é aqui?

    Comparar o incomparável

  29. José says:

    Estudo da treta e encomendado para servir interesses de alguns!
    Tenho televisão em alemão e os pacotes iguais aos de Portugal são mais baratos há muitos anos.

  30. Fak says:

    Tudo a chorar que nos outros países o preço é o mesmo e o salário mínimo é o dobro.
    Muito bem, falo de Andorra porque já lá vivi.
    – porsche? BMW? Audi? Qualquer zé ninguém tem um…
    – comida? É mais ou menos igual a Portugal…
    -cinemas e espaços de entretenimento? Super barato…

    Passemos ao caro…
    – par de calças? 40 euros é o mais barato que alguma vez encontrei e não falemos de casacos de inverno, pagar 150 mocas é num instante…
    – habitação? Um apartamento t2 fora da cidade custa facilmente 500/600 euros… E nem Pensem em comprar uma casa, uma casa t2 custa facilmente meio milhão de euros…

    Queixem-se menos… Estão mal mudem-se, mudem-se lá para a Alemanha ou Suíça, ganhem o ordenado mínimo a ver se afinal das contas, chega e sobra…

    • ze says:

      Não sei o que é der menos de 100€ por um par de calças em Portugal, pelo menos calças de homem, mulher é fácil. Casacos de inverno 150 euros, isso é de borla, um bom casaco de inverno custa bem mais e quando vou a Andorra bem os vejo a 1000/2000€ da killy e afins, cá em Portugal nem existe nada disso, mas qualquer casaco de inverno aceitável vai para uns 300/400€.
      Habitação.. Já andaste por Lisboa e Porto? Acho que Andorra está mais acessível.
      Viver com o ordenado minimo é mau onde quer que seja, só em Portugal a menos que vivas no interior e não tenhas de pagar casa é que dá para sobreviver.

  31. Pedro Ferreira says:

    Outra coisa que se esquecem de dizer é que normalmente os pacotes lá fora incluem equipamentos adicionais, nomeadamente telemoveis topo de gama. Basta uma pesquisa online para perceber isso. E sinceramente esse PPC está mal aplicado. Esta noticia antecede aumentos destes serviços em Portugal (no inicio do ano) e já se está bem a ver quem é que a encomendou.

  32. Luís oliveira says:

    Isso está errado… Tem que calcular segundo o poder de compra, ie salario minimo… Aqui no Lux, pago 49euros 500mbits TV com mais de 100 canais, 1 cartão sim com 15gb de download, telefone fixo com chamadas gratuitas para a europa rede fixa…. O salario minimo aqui ronda os 2100euros… Digam-me lá se sai mais caro a mim ou em Portugal? Eu com meio-dia de trabalho, pago essa mensalidade! Quantos dias se tem que trabalhar em Portugal para pagar 38 euros?

    • int3 says:

      Man, tu só leste o título não foi?? Foi calculado conforme o PODER DE COMPRA. Está na porcaria do gráfico! …

      • Luís oliveira says:

        Deixa-te de ser burrrrrrrrrrrrrrrooooo…. Isso está errado pahhhh… Eu sei muito bem quanto se paga em Portugal ou não tivesse eu tb internet da vodafone de 200Gb a 29,90eur para uso de camaras de vigilancia na minha casa em PT… E como referi acima, tb tenho cá no Luxemburgo 500mb a 49eur… E toda a minha familia em Portugal tem essa da vodafone… Pensas que custa mais pagar a mim aqui os 49 euros no Luxemburgo do que a minha familia 29,90 em POrtugal? E olha que eles até ganham mais que o salario minimo…

        E não é só isso…. A eletricidade, o gás e a agua chega a ser o dobro do preço… Recebo as faturas daí e daqui… e sai da minha conta bancária… E então o gasoleo…. 1,11 euros o litro…. Quanto custa aí?
        Deixem de ser burros… Portugal é caro para caramba em proporcionalidade com o salario… Obvio que para turista é barato… Não recebe o salario portugues…
        E nem quero entrar no supermercado pq os valores basicamente são iguais… Tem coisas mais caras aqui, mas tb tem coisas bem mais baratas aqui…
        Preferem ser enganados… Enfim!

  33. Jay says:

    No UK na zona sul a net e’ fraca e paga-se muito pelo serviço que deixa muito a desejar. Nem fibra ainda existe em certas zonas desenvolvidas. Tenho velocidade de 50mb se tanto e o wifi fica lento a’ hora de jantar tenho andar sempre a trocar o canal do router :/

  34. José says:

    Esse estudo é falso!
    Aliás foi encomendado pela APRITEL (Associação de Operadores de Telecomunicações).
    Basicamente uma forma de enganar a população.
    Já que o mesmo estudo foi desmentido por várias entidades nacionais e europeias!
    Podem consultar o artigo na Expresso de dia 15/11/2019 as 19H01.

  35. So7t says:

    A entrevista do Mota Soares no programa da RTP 3 , hoje ( 17/11/2019) no programa “Tudo é Economia” está a ser uma bela anedota!! Reparem no deturpar de mensagem e desvio de tema perante as perguntas do Jornalista. Incrível…
    Como é que um melro destes que sai do ministério do Emprego e Segurança Social acaba a liderar o sector das telecomunicações???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.