Quantcast
PplWare Mobile

ACAPOR tenta processar os dois maiores sites de partilha

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Francisco Castro says:

    Já estão fechados, apesar de que para já deve ser temporariamente. A ver vamos.

    Entretanto a página da Acapor no Fb está a receber bastantes comentários e é de rir, até links do piratebay puseram. lol

    • Phyan says:

      Alguém que encha os bolsos dos meninos da ACAPOR para eles não fazerem birra.

      • Francisco Castro says:

        Oh, não digas isso, eles são super bem intencionados e estão a defender uma causa muito nobre. Se não fosse eles, não sei mesmo o estado em que este país estaria. 😉

        • SergioKool says:

          Bem intencionados ? Estás a brincar ? Em que país vives ? só se for no país das maravilhas , bem intencionados que granda LOL , acorda para a vida moço e vê quem te anda a por as mãos nos bolsos 😉

          • Valeriu says:

            sabes o que é ser ironico?

          • conidio says:

            devias ter acordado tu e terias sentido a ironia nas palavras do amigo acima…q até acaba com um smilezito….. foi ilucidativo o texto para demonstrar q acapor mais parece marca de sapatos e devia resumir-se à insignificancia q vai ter cada vez mais revoltando os cibertugas.

    • Y-lhaK says:

      o oxe7 é o antigo pirata tuga e não tá fechado…acabou o pirata tuga, apareceu o oxe7, acabando o oxe7 concerteza aparecerá outro qualquer…estes tipos do acapor são uns tótós kkk

    • helder says:

      Podia-mos fazer uma manifestação cybernauta…. encher a caixa de e-mails da acapor!!! o facebook não dá muito trabalho não perturba o dia a dia…. agora o mail eles precisam todos os dias!!!! QUEM ALINHA?????

    • MATOS says:

      SINCERAMENTE
      TANTA GENTE PREOCUPADA POR ESTES FECHOS,CAUSADORES DE DESEMPREGO.
      PREOCUPEM-SE EM TRABALHAR E FAZER PRODUZIR O PAÍS.

      • Ricardo Mota says:

        Eh lá, calma que temos herói. Caríssimo, queira explicar-nos porque é que isto causa desemprego! Agradecido desde já pelo seu tempo a tentar explicar-nos isso

      • Máximo says:

        Ó MATOS não deverias dar essa resposta aos senhores que governam este país???
        A não ser que tenhas a solução para o problema que já afeta perto de um milhão de Portugueses.

        Quanto aos outros senhores que são contra a “pirataria”, gostaria que me respondessem, dando como exemplo o caso do nosso senhor presidente da republica, que com 10.000€ de vencimento mensal, o homem diz que não sabe se vai dar para pagar as despesas…Eu pergunto como é que os milhares “se não milhões” de Portugueses que recebem o ordenado mínimo, poderão ter um pouco de prazer neste país sem ser pelo meio da pirataria, e isto, aqueles que ainda conseguem pagar a internet, porque se não, não têm outro remédio de optar entre novelas ou big brother e companhias.

        Por isso se se preocupassem antes com os piratas de gravatas que frequentam o parlamento viajando em carros de luxo pagos pelo zé povinho, em vez de virem fazer figuras tristes, faziam melhor figura.

        Lá diz o ditado Português, na terra do bom viver, faço como vejo fazer.

      • Holic says:

        E FAZEM A DIVIDA E NÓS É QUE A PAGAMOS?
        CORRUPÇÃO O ESTADO É LADRÃO…
        ESTE PAIS SÓ IRÁ MUDAR COM UM GOLPE DE ESTADO DAS NOSSAS FORÇAS MILITARES E QUE METAM TODA A GENTE QUE PASSOU PELO ESTADO PORTUGUES DESDE O 25 DE ABRIL ATÉ HOJE NUMA JAULA NO FUNDO DO OCEANO ATLANTICO A VER SE TAMBEM GOSTAM DE SER LITERALMENTE AFOGADOS, PORQUE ESTAO A FAZER O MESMO CONNOSCO, O ORDENADO EM VEZ DE SUBIR BAIXA, O CUSTO DE VIDA SOBE, TUDO SOBE MENOS O ORDENADO DAQUI A NADA ATÉ TENHO QUE PAGAR AO PATRÃO PARA TRABALHAR…POR AMOR DE DEUS…É TRISTE VER PESSOAS QUE DIZEM ISSO É QUE REALMENTE ESTÃO A VIVER NUM MUNDO DE FANTASIA OU PERTENCEM AO GRUPO QUE NOS ROUBA A TORTO E A DIREITO OU SEJA DO GOVERNO.

        BOM RESTO DE FIM DE SEMANA…QUE NUNCA CHEGUES AO PONTO QUE MUITAS FAMILIAS CHEGARAM, DE O PAPA E MAMA PASSAREM FOME PARA PUDEREM DAR AOS FILHOS…

  2. Gonçalves says:

    Não conheço o OXE7, mas pelo menos o wareztuga utilizava o cloudflare. Este sistema é basicamente um proxy reverso (que também faz cache), escondendo o verdadeiro IP e localização do servidor real. Neste caso, o servidor pode muito bem estar localizado em portugal… imagino eu…

  3. Dias says:

    Enquanto houver Internet podem bem combater a pirataria que o nunca irão conseguir fazer.

  4. R!cardo says:

    Tanta gente a morrer a fome…

  5. Sharp says:

    Isto só lhes trás mais publicidade.. acaba por surtir o efeito contrário desejado pela ACAPOR.

  6. mas se o site está fora de portugal como é q eles o podem sequer encerrar? é isto q nao estou a perceber ainda..

    • Miguel says:

      Lê a noticia outravez lol

      – Depois de ver os seus intentos negados, a associação volta a apresentar queixas, mas desta vez contra os administradores dos sites e com o intuito de os fechar de forma permanente.

      é do tipo, não conseguimos fechar o site, encostamos os donos contra a parede e ameaçando que podem ser presos, eles ficam com medo e acabam por desistir e fechar o site sem serem obrigados judicialmente (corrigam-me se eu estiver errado).

  7. João Pedro "ZyLoR" Santos says:

    Acapor Y U NO STAHP?

  8. JP (djlinux) says:

    Mesmo que consigam fechar estes dois, existem mais uns quantos em Portugal. E na altura que esses dois estão a ser fechados, mais 2 estão a ser abertos. -.-‘

  9. Diogo says:

    O warez já foi encerrado

  10. Carlos says:

    Parece que um deles já foi fechado, o wareztuga, o outro ainda não.
    Só se gastam meios no sistema judicial do pais porque “amanha” abre outro.
    Alguma vez isto faz tirar vendas? só num dia o Black Ops 2 fez mais de 500 milhões de dollars!
    Ridículo é pedirem 40/50/60 por jogo num pais com ordenado mínimo de 450€!
    Depois admiram-se que existem toneladas de jogos novos a vir de UK comprados muitos deles por metade do preço. Porque mesmo com o cambio e portes muitos jogos ficam bastante mais baratos que compra cá em qualquer lado.

    • Ruben says:

      Jogos novos, só compro na net e vêm todos de UK.
      Obviamente que preferia deixar o dinheiro no meu país, mas como querem ganhar tudo de uma vez só… assim não ganham nada! E acabo por comprar lá fora…
      O mesmo se passa com o cinema e software…
      Agora, pagar 7€ para ver um filme no cinema? Malucos…
      Prefiro sacar da net ou esperar que esteja disponivel no MEO Videoclub e vejo-o de graça!
      Se as pessoas não necessitassem, não pirateavam! Mas a porcaria de país que temos obriga-nos a recorrer a estes métodos! Ao menos não empobrecemos para nos divertirmos um pouco, com as tristezas que para aí vão!
      Enfim…

  11. lol says:

    Uma pergunta ; andar a “snifar a rede” também não é crime ?!

    • Gil says:

      Pelo que sei qualquer informação que ligue directamente a uma pessoa, como o endereço IP, não pode ser utilizada para acusação assim de qualquer maneira.

      Apenas serviços públicos com competência podem recolher registos para suspeitas de actividades ilicitas, etc. (artigo 8º, lei 67/98 de 26 de Outubro).
      Penso que o sniffing se inclui neste caso

  12. ruben says:

    1º o dominio nao e portugues nem tava em portugal

    http://acapor.pt/2012/09/ministerio-publico-torna-portugal-no-unico-pais-da-uniao-europeia-onde-partilhar-filmes-na-net-e-legal

    3º nenhum desses 2 sites hospedavam conteudos apenas disponibilizavam links de hosters internacionais com o conteudo desejado

    com isto pergunto como seria possivel haver algum processo crime contra eles se nao sao eles que tem o proprio conteudo sem falar da dita lei

  13. Ricardo Mota says:

    Ridículo. O ponto a que se chega para tentar manter meia dúzia de tachos. Quem são os sócios da acapor? É pela produção nacional? É que dessa, pouco ou nada lá aparece. Se é por se assumir que a cada download corresponde uma venda que poderia ser feita, o absurdo ainda é maior.

    Depois a questão logística: os referidos sites não albergam conteúdos. Apenas ligações para os mesmos. E essas ligações apontam todas para fornecedores de armazenamento estrangeiros. Basicamente é como processar as páginas amarelas porque lá pelo meio tem o número de pessoas que compraram cannabis… Na Holanda!

    • Filipe YaBa Polido says:

      +1
      E já que falas em logística, onde é que as editoras e produtoras de filmes têm ONLINE um sitio onde possa adquirir o filme e vê-lo sem me levantar do sofá como acontece nas torrents?!

  14. Eduardo Oliveira (knoKer) says:

    Daqui a uns dias os sites estão de volta e ganharam publicidade gratuita, pessoalmente nem os conhecia….

    Cumprimentos,
    Eduardo Oliveira

  15. André Gomes says:

    É impressão minha ou já mandaram abaixo o http://www.acapor.pt ? Não tardou a reacção ao fecho do WarezTuga…

  16. MH says:

    Parece que a acapor está a querer ter mais ataques da “anonymous” ou “lulzsec”, estou mesmo a ver no decorrer destas semanas nos websites começarem relacionados com eles a aparecerem brincadeiras.

  17. Pedro says:

    Presumo que esta associação seja publica, pertencente ao estado, e assim sendo operando com fundos de todos nós correcto?! Corrijam-me se estiver errado…

    Se assim for, uma pequena visita pelo website destes senhores, mostra o tipo de trabalho que fazem, trabalho que qualquer um gostaria de ter. Ora são conferencias aqui, ora são conferencias ali. Ora é um encontro ali, ora é um encontro ali. Até uma magazine digital estes senhores têm…
    Dizem que são uma associação sem fins lucrativos, gostaria de saber de onde provêm então os fundos para tanta deslocação, para manutenção da pagina web, para o aluguer dos escritórios situados em Lisboa “que não deve ser um espaço nada barato” etc…

    Não sou a favor da pirataria, confesso no entanto que a uso regularmente a nível de séries, pois as operadoras televisivas no nosso pais encontram-se muito atrasadas nesse aspecto. Contudo, se estes senhores andam a brincar aos policias e ladrões com o dinheiro de todos nós, é simplesmente uma vergonha, quando existem hospitais sem dinheiro para pagar aos fornecedores, escolas sem condições, idosos com reformas insultuosas… e a lista continua…

    Cumprimentos

    • rand says:

      Não creio que seja do estado mas tambem não tenho a certeza

    • Padiña says:

      Correcção do 1º paragrafo: a associação só é publica na medida em que publicita os seus intentos. Quanto ao mais é constituída com participações privadas e não com interesses públicos. Como associação de defesa de interesses (tal como um sindicato, ordem profissional, associação de moradores, etc.) pode ser uma entidade sem fins lucrativos. Quer isto dizer que qualquer dinheiro ganho por qualquer meio legal não pode ser distribuido pelos associados. A obtenção de meios financeiros para pagar as despesas da sua actividade provém, ao que tudo indica, dos seus associados. Estão, portanto, ilibados do crime de desbaratamento dos dinheiros de todos nós. E desde que não ofendam, agridam ou por qualquer forma molestem cidadãos ou entidades, podem fazer o que lhes der na real gana, inclusivé pendurarem-se pelo pescoço na ponte 25 de Abril (coisa que vivamente aconselho que façam).

      • random says:

        ..podem pendurarem-se pelo pescoço mas tendo em atenção que é proibido caminhar a pé na ponte e acessoa à ponte, e que a eutanásia é punida por lei. por isso basta saltarem inadvertidamente de algum veículo em marcha e cada um fazer os nós da propria corda.

    • Ruben says:

      Esses senhores da ACAPOR deveria era agradecer à pirataria e a quem a pratica! Sem essas práticas alegadamente ilegais, eles não tinham razão de existir! Simples…
      Só existem porque existe pirataria!
      Rejubilem-se senhores da ACAPOR e não batam tanto no ceguinho!!!
      Cambada de palhaços de circo! 🙂

  18. Carlos says:

    Querem combater a pirataria?

    Arranjem uma forma de comprar as coisas que se pirateiam (músicas, filmes e séries, sobretudo) que seja fácil de usar, que tenha o que as pessoas querem (o que é a atual, os filmes que estão no cinema, as séries que dão na TV, e um arquivo o mais extenso possível, se eu quiser comprar o Couraçado Potemkin devia poder fazê-lo).

    É que ir aos sites piratas não é só mais barato, na maior partes das vezes é a *única* forma de ter acesso aos filmes/séries/músicas.

    Só que acho isso absurdo?

    • Pedro says:

      Carlos,

      O problema é que estas associações servem apenas para encontrar culpados e não soluções, isso dá muito trabalho e necessita de muita massa cinzenta. É mais fácil apontar o dedo e esperar que as coisas melhorem do que puxar as mangas e mudar. A ACAPOR defende que os videoclubes fecharam devido à pirataria, nunca pensam que poderá ter sido devido aos valores de aluguer dos filmes. Agora dizem que poucas pessoas vão ao cinema devido à pirataria, ora, todos os meses tenho visto noticias de filmes que batem recordes de bilheteira nos cinemas portugueses… em que pé ficamos então?! É um facto de que a pirataria é condenável e é ilegal, isso eu não discuto. Só tenho pena que existam associações como esta, de senhores que preferem culpar o mundo sem olhar primeiro para os defeitos daquilo que defendem.

      Concordo consigo e adicionaria ai, uma revisão do preço dos bilhetes nos cinemas, talvez reduzindo um pouco os valores, aumentassem os espectadores e por anexo mais lucro…

      • SergioKool says:

        Concordo com tudo , só um exemplo os preços dos bilhetes do cinema de um ano para o outro passou de 2€s para 6 ou 7€s ,ainda perguntam porque há lá poucas pessoas ? E mais ,os videoclubes não fecharam pela pirataria ,que eu sempre alugava filmes para ver, o mal foi quando vi o preço de alugar passar de 1€ para 4 ou 5€ nunca mais pus lá os pés ,desculpem mas eles e mesmo falta de massa cinzenta em não querer encontrar soluções ,ou simplesmente não as quer mesmo encontrar e porque será ? num pais destes com crise, em que não ha quase dinheiro para mais nada e esses gajos a andar de ferraris e porches com o nosso dinheiro e ainda nos lixam por trás gastando dinheiro dos contribuintes em algo que não nos beneficia em nada pelo contrário ,é mesmo para rir só em Portugal -.-

        • Carlos says:

          Não sei se os videoclubes morreram por causa da pirataria, ou até mesmo por causa do preço.

          Eu costumava ir à Blockbuster, até tinha o cartão da Blockbuster de Portugal e do Brasil, mas ao fim dum tempo dava para reparar que a classificação dos filmes era uma piada, tudo era “novidade” e a seleção era fraquinha.

          Quando o Meo apareceu, não só tinha filmes mais baratos e muito mais escolha como era (e é) muito mais cómodo. A partir daí nunca mais pus os pés num videoclube.

          • Cabritone says:

            É uma questão de evolução ! os videoclubes estão destinados a desaparecer com a expansao da banda larga e tudo o que ela traz consigo, quer seja pirataria, quer seja video on demand onde podemos estar no sofa , alugar um filme (mais barato) e não precisamos do ir devolver (que era uma parte sempre chata) …

            Ha coisas que têm o seu tempo de vida, depois deixam de fazer sentido, os clubes de video cada vez mais são uma delas (ou deverei dizer clubes de DVD uma vez que as K7 e os VHS já morreram há muito !!!)..

  19. Pedro João says:

    Espero que o OXE seja encerrado de vez (já foi piratatuga, entre outros) por causa da arrogância de administradores que possui.

  20. JMCS says:

    Não conhecia esse oxe7. Obrigado ACAPOR(cos).

  21. Pedro Figueiredo (Tomos) says:

    Pedro, ACAPOR é uma associação de artistas, logo, não é estatal, não obstante poderá ter(e certamente tendrá) benesses fiscais e um ou outro subsidio. Pelo que sei o “seu” dinheiro vem maioritáriamente das cotas dos associados.

    Creio que estes Srs. não representam os autores, mas sim meia duzia de pessoas e entidades que não querem evoluir, pois tal como aconteceu por exemplo ao mercado do carvão no final dos anos 30 (pós revolução industrial), perderam negocio e não se querem modernizar e alterar o seu tão lucrativo “tacho”.

    Cumprimentos

    • Ricardo Mota says:

      Por acaso acho que não é de artistas…Essa acho que é a SPO, e acho muito bem que esses estejam caladinhos e encostados no cantinho do seu tacho, porque cada vez menos conteúdos portugueses interessam a quem quer que seja. A Acapor é de “pessoas singulares ou colectivas que dependam do comércio, em qualquer das suas vertentes ou plataformas, de obras culturais e de entretenimento”. No fundo, é de vendedores que querem manter o seu negócio e que estão a ser atropelados pela evolução tecnológico-cultural do mundo e, não sabendo adaptar-se, tentam espingardar em todas as direcções, quer tenham ou não razão.

      São lojas (como a fnac, a bertrand, a worten, etc, por exemplo) que se uniram para tentar manter os seus negócios e combater a vil pirataria, nem que para isso se atropelem leis ou o puro bom senso.

      Gente, os videoclubes não fecharam portas por causa da pirataria como eles quiseram fazer passar. Fecharam porque ninguém está disposto a pegar no carro e ir ao videoclube alugar um filme por 5€ (SE estiver disponível) quando pode usar o VOD da operadora cabo para ver o mesmo filme por 1,5€ e sem sair de casa. Aliás, o princípio do fim dos videoclubes foi quando deixámos de ter só RTP1 e RTP2… e mais tarde quando passámos dos 4 tristes canais para dezenas de canais, incluindo imensos canais só com filmes.

      Quanto a estes senhores, também não lhes apraz aperceber-se que as quebras de vendas não são só por causa da pirataria. Se calhar nem 50% serão. Primeiro, a malfadada crise. Depois, oh maravilha das maravilhas, a concorrência. Eu compro! Mas não compro música na fnac ou no continente… Compro no iTunes, compro na cdgo, compro na Amazon… compro directamente ao editor em pre-release! Continuo a sacar gratuitamente MUITA música. Prendam-me! Aquela que eu gosto, aquela que merece e que eu posso comprar, compro. E, mais, pago os bilhetes dos concertos quando essas bandas cá vêm. As bandas não se queixam.

      Depois, a questão que me irrita particularmente que são as continhas demagógicas. “Foram feitos 100.000 downloads, logo perdemos 100.000 vendas”. É idiota. Não se pode assumir que, quem consegue adquirir algo de graça estaria disposto a pagar para o obter. Que o digam os supermercados e outros promotores que optam por oferecer produtos para cativar clientes.

      Força OXE7! Força WAREZUGA! E força a todos com QI acima do número que calçam.

      • Ruben says:

        Bom comentário…

      • Jorge Novais says:

        Boas
        Por acaso ate concordo em algumas coisas que diz, mas aquela parte em que afirma que no videoclube fisico o aluguer sao 5 euros e no meo/zon sao 1.50 euros não é verdade de todo!!
        tem um clube de video aqui na minha zona que aluga a 2 euros cada e se levar 3 filmes sao 5 euros!!
        Novidades!! Os mais antigos penso que alugam a 1 euro, mas isso tambem ja deve ter pouca saida!!
        Agora novidades a 2 euros enquanto na Zon/Meo esta o mesmo filme a 4 euros…é uma diferença grande!!
        Quando para mais lá por 5 euros eu trago 3!!

        Mas sim tem algumas coisas que concordo no seu comentario!!

        Cumprimentos

      • Ciganita2008 says:

        Muito bom comentário!

        Pessoalmente, conhecia e muito bem o Oxe7 e usava-o sempre, quer para poder ver docs que não pude ver quando passaram na tv, por estar a trabalhar, quer para poder proporcionar à minha filha a visualização de alguns filmes que ela nunca poderia ter visto de outra forma, tanto por não termos uma sala de cinema já aqui al lado da “terreola”, como por não me ser possível pagar os preços dos bilhetes (sou mãe solteira a trabalhar a faturas “verdes”).

        Por isso, é com muita pena e desânimo que constato o fecho destes fantásticos sites, bem construídos, nota 10 em qualidade e, acima de tudo, sites portugueses para portugueses, em português de Portugal!

        Espero e anseio para que seja possível o seu retorno.

        Força, Oxe7. Um bem hajam!

  22. pirata says:

    Mas quando é que o site dessas b€stas que só querem sacar, ui sacar é uma palavra que esse senhores não usam :P, entao reformulando, b€stas que só querem ROUBAR sofre um pequeno digamos, processo informático de delete no servidor? Isso é que era assunto…

  23. Nuno Castro says:

    Na minha opinião que se preocupem com o preço dos bilhetes de cinema e dos jogos… por isso é que o pessoal opta pelo gratuito… o fundador do oxe7 é o mesmo que o piratatuga que já não existe também… trocar de host é como trocar de camisa… Para neste momento o oxe7 é dos melhores mas uso também top-PT.com e o ne-miguelito.com e outros por aí fora….

  24. Power says:

    O warez fechou, mas oenso que foi por opção do dono do site.
    Após a queixa ainda não tinha havido tempo suficiente para qualquer ação por parte de policia.
    Esse eu não conhecia. +1

  25. Cent says:

    ATE PARECE QUE NENHUM DOS QUE ESTA NA ACAPOR NUNCA FEZ DOWNLOAD DE CONTEUDOS “ILEGAIS”!

    “Quem for inocente que atire a primeira pedra.”

  26. Paulo says:

    alguém sabe alguns alternativa além desses 2 sites de partilha?

  27. syst3merr0r says:

    Os associados dessa coisa são “coisas” tais como José cid’s e Toy’s porque até o Tony Carreira (ao nivel do que melhor se faz lá fora em termos de espectaculos ao vivo, isso sim o verdadeiro motor dos artistas da actualidade), já se descartou desses senhores

    estes srs (josé cid’s e afins) são aqueles que cada vez que dão um concerto nos campos pequenos e aulas magnas, pedem subsidios para cantar (normalmente n pagam nada pelo espaço), para alem do preço do bilhetes.

    volta e meia lá vao aos programas da manha cantar a mesma merda de sempre a troco de 1000 eur

  28. Paulo Bastos says:

    Culpam a pirataria por tudo, mas deviam falar do preço dos bilhetes de cinema especialmente os filmes em 3D que são muito caros, deviam falar dos preços dos filmes em Blu-ray que são caríssimos e dos cds de musica que são um autentico roubo, e por fim o que deu cabo dos clubes de vídeo não foi a pirataria mas sim a ZON e a MEO que disponibilizam (alugam) e muito bem os filmes via streaming pois souberam inovar.

    • André Meireles says:

      Para além disso, algumas pessoas (como eu), acediam ao site para ver apenas séries (que infelizmente são disponibilizadas de forma legal com enorme atraso) no estrangeiro!

      Não é por fecharem estes sites que vão ter automaticamente mais gente a ir aos cinemas.. não sabem inovar, apenas querem que o dinheiro lhes chova sem fazer muito e depois vêm com estas ações absurdas!

  29. Gonçalves says:

    Na minha opinião a indústria é que tem que se adaptar. Obviamente estes sites são lesivos, mas não existe qualquer alternativa “legal” de streaming de contúdos. Se houvesse, provavelmente também tinha mais utilizadores que os próprios cinemas.
    Falo por mim que só vou ao cinema quando o filme vale mesmo a pena.

  30. JoseM says:

    Nunca vi esta seita (ACAPOR), a propor a redução do preço dos bilhetes para o cinema, demasiado altos, como alias se comprova por muitas salas de cinema às moscas. E não pensem estes betinhos (ACAPOR ), que é por causa da pirataria.
    Acho mesmo que esses betinhos querem é dar nas vistas e aparecerem nos media.

  31. César Assombro says:

    Há uma coisa que eu não entendi nesta notícia!
    O site OXE7 é um site de partilha ilegal de conteúdos???
    Eu frequento diariamente o maravilhoso i excelente OXE7 i nunca vi lá um único conteúdo ilegal!
    O OXE7 ou o Wareztuga como muitos outros, APENAS DIRECIONAM OS USUÁRIOS PARA SITES DE HOSPEDAGEM onde ai sim estão os tais conteúdos!

    PORQUE É QUE ESSES SENHORES DA ACAPOR NÃO VÃO É ATRÁS DE SITES COMO O RAPIDSHARE OU DEPOSITFILES ONDE AI SIM ESTÃO HOSPEDADOS OS TAIS CONTEÚDOS QUE DEVERIAM SER PROTEGIDOS PELA TAL….. ACAPOR.
    É nesses sites que está tudo. Até dinheiro cobram para os usuários de conta premium fazerem descargas em velocidades estonteantes.
    Frequento diariamente i orgulhosamente o Wareztuga i o OXE7 i nem a mim nem a ninguém cobráram um único tostão até hoje.

    ENCERRAR O OXE7 OU OUTRO SITE SEMELHANTE, VAI ACABAR COM A TAL PARTILHA ILEGAL DE CONTEÚDOS???

    São as pessoas da administração desses sites que colocam os conteúdos nos sites de hospedagem para eles depois serem partilhados pelos milhares de usuários, realmente isso é um facto. MAS ISSO SÓ É POSSÍVEL PORQUE SITES COMO O RAPIDSHARE EXISTEM PARA ESSE PROPÓSITO. Se quiserem, que persigam i responsabilizem então AS PESSOAS QUE FAZEM ESSES UPLOADS.

    Encerrar sites como o OXE7 SERÁ QUE VAI RESOLVER ALGUMA COISA????

    Tenham vergonha Senhores da ACAPOR i corram atrás é dos responsáveis certos. Mostrem trabalho i sejam responsáveis.
    Num país como Portugal, completamente falido i onde a corrupção prolifera a olhos vistos, não será difícil de prever ou especular, o que esta Associação está querendo.

    Espero muito sinceramente que o Gabinete de Combate à Cibercriminalidade da Procuradoria Geral da República se ria da vossa atitude i vos indique o caminho certo para vocês cumprirem a vossa função.

    Tenham todos um ótimo dia! 😉

    • Sites como rapidshare nao existem com esse proposito! Pelo menos nao legitimamente! Sites como o rapidshare alojam montes de conteudo pessoal, seja backups de discos, fotos pessoais, etc! Que os sites que promovem a pirataria usem esses sites para alojar os ficheiros que pretendem ver distribuidos, isso já é outra coisa. Milhares de pessoas pagam pelas suas contas no rapidshare e afins para alojar dados que lhes pertencem e inclusive foi algo que gerou muita polemica no fecho do megaupload, pois milhares de clientes que sairam lesados e perderam, ainda que temporariamente, o acesso aos seus ficheiros.
      Nao querendo fazer de advogado do diabo, o que estas a tentar fazer é desculpar algo que não dá para desculpar. Esses sites promovem a pirataria, ponto! Mais, esses sites ganham rios de dinheiro á conta dos downloads que promovem, porque muitos serviços de alojamento pagam a quem faz upload dos ficheiros, caso esses ficheiros tenham muitos downloads. Basicamente é como um amigo teu roubar mercadoria numa loja. Tu nao roubas-te mas ajudas o gajo a “despachar” a mercadoria, e no fim ganhas uma comissão. No fundo, és um promotor e incentivador desses roubos!! A discussão sobre a legitimidade da pirataria, face ao preço a pagar pelo acesso as coisas é outra, agora tentar legitimar as praticas destes sites, é impossivel, por melhor serviço que eles nos prestem!!

      • Ricardo Mota says:

        “pirataria” é, segundo a lei portuguesa, algo que prejudique a normal exploração comercial da obra. algo que ganhe dinheiro vendendo algo que não é seu e que se encontre protegido por direitos de autor. a partilha e o download, sem troca de dinheiro envolvido, não consiste, sob uma interpretação estrita da lei, um crime de pirataria.

        se alguém te pagasse nem que fosse um cêntimo por algo, aí sim… caso contrário, não podes afiançar que quem pode adquirir algo gratuitamente estivesse disposto a pagar o que quer que fosse por ele.

        pensa nos álbums do zé cabra 😛 imensa gente os sacou na altura… desses, quantos estariam dispostos a pagar por aquela amostra de música mal amanhada?

        • ah, pois, perante a interpretacao estrita da lei…mas depois também ha o bom som senso! a questao aqui é que estes sites ganham dinheiro, promovendo a pirataria! como ja disse, alguns desses sites de alojamento de ficheiros, pagam a quem faz os uploads para lá caso esses ficheiros depois sejam sacados muitas vezes! ja para nao falar nas publicidades existentes nesses site que tambem geram receita por cada visita ao site. Ora, o site só é muito visitado porque facilita o acesso a esses ficheiros. Isso não é ganhar dinheiro partilhando algo protegido por direitos de autor? Não ha volta a dar, ninguem dá nada a ninguem e o negocio da pirataria, independentemente de tirar ou nao milhoes aos criadores do conteudo, da muitos milhoes a ganhar a quem promove a sua distribuiçao por via ilegitima!

  32. Gil says:

    Já que a ACAPOR gosta tanto dos videoclubes e não sabe lidar com os videoclubes por IPTV, eles podem criar um, como netflix, em que disponibilizam o mesmo serviço pela internet.

    Problem solved!

    • Ricardo Mota says:

      Precisamente… não souberam adaptar-se às novas regras do mercado, estão a perder clientes e dinheiro… para a pirataria, claro, mas sobretudo para os outros fornecedores, como a amazon, o ebay, a hmv, o itunes, etc…

      A solução óbvia seria unirem-se e projectarem algo inovador, que faça as pessoas manterem-se clientes… no fundo, algo como a indústria do cinema fez, inundando-nos de filmes 3D. É possível ver-se o filme em 2D pirateado, mas para se ter “aquela” sensação e para se beneficiar de tudo aquilo que o filme pode oferecer, paga-se. Olhem o exemplo do David Fonseca… podem sacar os álbums dele na mesma, mas se comprarem os ditos têm acesso a um pequeno livro com imensas coisas que agradará aos fãs….

      INOVEM! Ofereçam mais-valias aos clientes! É que isto hostiliza os que ainda permanecem clientes ocasionais mas que beneficiam de serviços de downloads (e não há só sites nacionais… o oxe7, o wareztuga, o ne-miguelito e muitos outros não passam de uma pequena ponta do iceberg, porque há IMENSOS sites estrangeiros onde é possível efectuar os downloads de TUDO). Mas, sobretudo, mesmo que isto vá avante, vão continuar a perder clientes à medida que o “medo” das compras online se vai esbatendo… E depois? Vão banir o acesso à Amazon? Ao Steam?!

      De notar, por exemplo, que esta semana, o Max Payne 3 que custa 49,99€ numa qualquer loja nacional está disponível por menos de 15€ através da Steam… Acham MESMO que é por causa da pirataria que os potenciais compradores não compram nas lojas nacionais?!

      • eu deixo outra pergunta! havendo a possibilidade de teres algo a custo zero, á partida sem consequências nefastas para ti, vais dar 15€? ou mesmo 5€? Nao sejamos anjinhos….

        • Ricardo Mota says:

          Dou.
          Saco imensos jogos piratas. Shame on me. Mas, volta e meia, quando surgem bons preços, faço questão de pagar e dessa forma apoiar as produtoras. Geralmente aproveito as promoções na Steam ou em sites estrangeiros.

          Joguei a Saga Dragon Age toda pirateada. Tal como a saga Mass Effect. Comprei-os todos, depois. Ainda nem joguei as versões que comprei, mas achei que devia comprá-las. Fiz e faço isso para bastantes jogos e não só. Saquei o Skyrim, gostei, comprei-o e continuei o jogo que tinha.

          Álbums de música idem. Posso sacar tudo, até antes de sair cá em Portugal. Mas ainda há não muito tempo fiz a reserva do pre-release do álbum dos Mono e já cá chegou. E como essa banda há muitas outras que eu passei a conhecer através de downloads e que depois passei a comprar e, mais importante ainda, a pagar para ver em palco (Mono no Hard Club já em 2013, 20€, estou lá!).

          Não se trata de ser anjinho. Trata-se de, tendo disponibilidade financeira para tal, premiar com o nosso dinheiro quem fez um trabalho que nos agradou. Não consigo comprar tudo aquilo que me agrada, mas vou dando baby steps. Em tudo! Compro livros, jogos, filmes e música. Simplesmente sou um quase “não-cliente” no mercado nacional, salvo raras excepções.

  33. Paulo says:

    Também não conhecia o oxe7 e agradeço a ACAPOR pela publicidade.
    Uma idéia interessante seria enchermos o facebook da ACAPOR com mensagens contendo milhares de endereços de sites de compartilhamento e os hackers de plantão fazerem o mesmo no site da ACAPOR.

  34. Siivet says:

    Baixar os preços dos bilhetes de cinema é mentira para estes senhores, ora 6,50€ mais transporte ou gasolina para o carro não compensa, qualquer dia processam a PT/Meo por ter filmes a 2€ no seu videoclube online.

  35. Y-lhaK says:

    a administração do oxe7 colocou uma mensagem no seu facebook

    http://www.facebook.com/pages/OXE7COM/306872989337664

    esta parte tá castiça:

    …”famosa associação “Acapor”, sendo esta, para quem não sabe, uma
    associação constituída por 5 proprietários de clubes de video tradicionais de rua.
    Não vamos fazer nenhuma reflexão aprofundada sobre o assunto neste texto mas esperamos que não sejamos agora obrigados a deixar de alugar filmes nos operadores Meo e Zon ao custo mais baixo do mercado e sem sair de casa para ir à procura de um clube de video na rua.”

    🙂

  36. Nuno Castro says:

    osreformados.com
    pdclinks.net
    top-PT.com
    ne-miguelito.com

  37. João Paulo Ferreira Brito says:

    O wareztuga.tv já se encontra encerrado devido a esta situação.

  38. Daniel says:

    Estes gajos querem é encher os bolsos, têm clubes de video, negocio que no passado já deu mais lucro, agora coitados sentem se mal por já não andarem com os bolsos tão cheios, porque sim, nao andam cheios mas têm alguma coisa la dentro ao contrario de muitos portugueses.
    Em vez de baixarem o preço dos bilhetes do cinema que custam 7 euros andam praí a fazer esta merda.
    O nosso país já esta uma merda, e cada vez ta pior, ir ao cinema ou alugar um filme para muitos é um luxo, e estes dois sites providenciam á população portuguesa momentos de lazer
    Qualquer dia apresentam queixa contra a zon e a meo por alugarem vídeos a preços mais baixos e sem termos de sair de casa.
    Tou a ver que qualquer dia esse Nuno vai tar a sair de casa e vai levar um morteiro

  39. ineed says:

    A ACAPOR só está a mostrar trabalho, para justificar a sua patética existência, até porque deve ser um bom tacho para os senhores que lá trabalham.

  40. lp_felix says:

    Bolas pa!!! o pobre ja nao tem direito a cultura…
    a malta ja nao tem guito para ir ao cinema, (nem para se deslocar ate la, muito menos pagar para entrar numa sala e ver um filme)

    o ppl já não em direito a nada, a troika pede-nos para apertar o cinto, o governo pede-nos para baixar as calcas, (mas com o cinto apertado, aos que ainda tem cinto e calças resta encolher o máximo possível ate conseguir) enquanto as gasolineiras nos vem por tras, e agora nem a cultura podemos ter acesso. Se eu tivesse €+ ia ao cinema, compra filme e series e musicas, mas eu tenho é -€ dividas.

    levem-me preso! por ver coisas “ilegais” estou a precisar de ferias, roupa lavada e medico permanente, se a comida nao for grande coisa, sempre e melhor que nada… hehehe

    um abraço a comunidade pplware!!

  41. pedro says:

    Não privem as pessoas de terem acesso à informação (cultura e afins) se não fossem estes grandes sites eu não conhecia metade dos filmes e musicas… A ACAPOR está querer limitar o acesso à informação mas não vai conseguir como nunca conseguiu .

  42. Máximo says:

    O Oxe7 anteriormente chamado pirata tuga, também se chegou a chamar zé pirata.
    Alternativas:

    http://www.top-pt.com/

    http://piratatugamania.com/

    http://piratatugafilmes.com/

    http://ne-miguelito.com/

    E depois o famoso BT NEXT, mas para esse é preciso convite…

    Como é, já alguém mandou spam para a acapor ???

    E-Mail: geral@acapor.pt

  43. Alo says:

    Se estes animais direccionassem o dinheiro dos associados para criar um serviço do tipo netflix seriam muito mais uteis para a nossa sociedade. Portugal é um país de gente mesquinha. O que apetece é mandar abaixo o site da ACAPOR em protesto. Basta todos acedermos à mesma hora ao site que aquilo fica logo fora do ar.

  44. RMPP says:

    Acho que a acapor deveria processar os clubes de video, porque não usam DVD originais mas sim cópias, mas nisso ninguém fala.

  45. Ricardo Almeida says:

    Para sacar existem muitos. E alternativas para ver online?

  46. p. says:

    Bom, eu só seguia o Oxe7 para saber as novidades nos torrents. De qualquer modo é sempre possível estar atento noutros lados:
    http://torrentbutler.eu/

  47. Diogo Santos says:

    Boas

    Estive a ler os comentarios com mais ou menos atençao e acho que muita gente que opina aqui nao sabe do que fala!!
    Não se pode culpar a Acapor pelo fexo destes sites, até porque não é so a Acapor que esta a fazer força para que os mesmos fechem!!
    Se calhar sao a face vais visivel e mediatica de tudo isto mas musicos, escritores, programadores etc etc nas suas respecticas asociaçoes tambem estao a fazer força para que isto vá para a frente!!
    Sejemos agora serios e nao olhemos so para o que nos interessa…acham mesmo que estes sites se fossem legitimos fechavam??
    É obvio que estao a promover a pirataria e a ganhar dinheiro com isso(Publicidade)!
    Claro que é comodo estar em casa e ir buscar tudo a net sem gastar um tostao, mas mais uma vez temos que ver as coisas como ela sao e dar o braço a torcer que isto é ilegal!!
    As coisas custam dinheiro a serem feitas, logo eles querem ir buscar dinheiro e terem proveito!!
    Isso que o MP disse ha uns meses atras é uma trapalhada das grandes…nao foi sequer a tribunal e nem entrou em jurisprudencia logo continua tudo como estava…tudo isto é ilegal e pronto!!
    Foi bom mas acabou!!

    Cumprimentos a todos os usuarios

  48. PT says:

    Quer se goste ou não os sites em questão, incentivavam o download ilegal, e portanto agiam num limbo muito proximo da ilegalidade.
    Digo isto mas faço e continuarei a fazer downloads. Mas tambem reconheço que isso é ilegal. Assim como conduzir na VCI no Porto a mais de 90, mas quase toda a gente anda e não vejo por lá a policia.
    Usava o OXE7 quase todos os dias.
    É que pura e simplesmente não tenho dinheiro para ir ao cinema todas as semanas.
    Fui o fim de semana passado ver o Amanhecer Parte2 (a miuda exigiu) e cada bilhete 6.5????
    A alternativa para quem gosta de cinema é o download!
    E em termos de series nem existe.
    Vejo series que não passam em Portugal! “Go On” por exemplo.
    Por isso agora é voltar aos outros sites, eis alguns pela minha ordem preferida:

    http://www.ne-miguelito.com
    http://www.osreformados.com
    http://www.top-pt.com/
    http://www.degracaemaisgostoso.org/
    http://piratatugamania.com/

    http://www.btnext.com (Torrents nacional)

    • bruno1 says:

      São os tribunais que decidem o que é ou não ilegal, não é o Sr ou Sra nem a ACAPOR nem muito menos quem fez este artigo.

      Eu faço downloads todos os dias, não considero que esteja a fazer nenhuma ilegalidade, se o Sr. considera que está a cometer alguma ilegalidade deve deslocar-se às autoridades e entregar-se.

  49. Paulo says:

    As razões apresentadas pela Acapor são incrediveis dizendo que a a redução dos video clubs e devido ao crescimento da pirataria ainda acrescentando de forma erónica a defesa dos cinemas sendo a mesma associação feita por responsaveis e donos de video clubs,o Sr Nuno Pereira bem afirmou que se sentem revoltados,ai está uma afirmação que responde as suas acções,acções de revolta e frustação,não querendo enfrentar a realidade da evolução do mundo audio visual,e a realidade é que o negócio de video clubs já não e mais rentável como no passado devido a evolução comercial do produto que oferecem,sem contar com os preços absurdos que os mesmos praticam não acompanhando nem terem capacidade de oferta para combater com o restante mercado,resumindo os video clubs passaram a história seus serviços foram ultrapassados pelas ofertas audio visuais que outras empresas apresentam ao consumidor,apresentar como culpados clientes cibernauticos clintes que pagam o serviço (Internet) e chamar de piratas a todos que façam downloads é uma atitude absurda e de baixo nivel,pois o serviço de download existe para ser usado para uso próprio,como foi referido ao inicio e muito bem dito o Sr Nuno Pereira está a criar uma imagem dele contra o mundo inteiro,vai acabar de ter uma imagem de vilão e possuidor de uma enorme ignorancia apresentando um curto e fraco diametro de visão geral deste assunto e atrasado a enovação.
    Partilhar seja o que for para consumo próprio do partilhado pelo receptor CRIME NUNCA !!

  50. Siivet says:

    Sinceramente nunca lá vi em nenhum dos dois incentivo ao download, até porque o visionamento era online, no máximo via incentivo aos tradutores desempregados a fazerem traduções e legendagem em Português.

    Aliás não existe maior combate ao download que o visionamento online !

    • PT says:

      ???
      Ver online? Não devias usar o OXE7, de certeza.
      A opção d ver online era recente, com poucos meses e nem estava disponivel para todo o conteudo.
      Já para não falar nos cd de musica e alguns programas de computador esses de certeza que não eram ara ver online!

      • Siivet says:

        O artigo fala no wareztuga também, por isso sim online.

        Já está mais que provado que quem mais saca musica é quem mais compra, repara PT, há uns anos quando começou a polémica do download em Portugal, disseram que havia cds novos a 13€, e eu mandei mail a perguntar onde praticavam tais preços porque eu tinha acabado de comprar e andava tudo a 18€, mais , questionei os artistas supostamente lesados (iran costa e agata) porque não criavam eles um serviço online onde as pessoas podiam fazer preview e comprar a musica directamente ao artista, não recebi nem resposta da ACAPOR nem dos artistas nem de mais lado nenhum. Portanto continuo a dar 18€ por cds novos no mercado e os artistas continuam a receber 2€ porque o resto vai para as editoras.

        Só vais ver isto a aumentar devido ás dificuldades económicas das pessoas, e os artistas com mais cabeça vao andar em coisas tipo kickstarter e afins ou jamendo a disponibilizar trabalhos, a pedir apoio as pessoas e a vender mais barato porque isto é o modelo actual, que infelizmente para os senhores das editoras e videoclubes que teimam em não mudar as suas políticas de vendas ou porque não querem reduzir nas suas mordomias preferem atacar. Enfim, o Wareztuga apenas direciona para visionamento online, e está dito por quem de direito que tal não é ilícito em Portugal, por isso a ACAPOR e associados que se façam homenzinhos e pensem em novas estratégias de mercado e menos em estratégias de pseudo combate á pirataria.

  51. JP (djlinux) says:

    Site da ACAPOR off … Anonymous não perdoam ( Lol )

  52. João Pestana says:

    Sem dúvida que com graves problemas em Portugal a todos os niveis, mas principalmente sociais, processar estes sites é uma prioridade, os tribunais andam com poucos processos e quando são tratados demoram pouco tempo. Enfim…

  53. okapi says:

    Pelos visto o combate não é só por parte da ACAPOR. Os casos são diferentes mas a intenção é a mesma, a EUROPOL também está no terreno assim como a PayPal a colaborar no combate ao crime em diversas áreas de produtos, porque isto apesar de alguns não gostarem é crime e no fundo é um problema de “educação e mentalidade” dos povos.
    https://www.europol.europa.eu/content/press/websites-selling-counterfeit-merchandise-taken-down-authorities-europe-and-usa-1855

  54. armando vara says:

    o wareztuga nao dava assim tanto lucro como isso… eles teem muitos mais servers de backups etc etc

  55. dexter says:

    Bem pessoal eu para ser sincero já nem sei o que dizer eles só sabem tirar aos pobres porquê como disse jesus, mas á uma resposta para isto tudo eles querem é estar num trono e tirar-nos tudo que apoiamos e que seguimos apenas só menciono os sites porque não adianta falar no desemprego porque se vem alguém aqui dizer que os sites são ilegais isto é verdade mas lembrem-se que o mundo é feito de corrupiasses agora fechar sites em que as pessoas andam a terem trabalho com bom empenhamento sinceramente a morte ainda é pouco para eles, minha opinião essas mesmas pessoas só estão a mais porque eles não sabem o que fazem acredito que eles na realidade andam envolvidos em coisas piores, já agora queria agradecer todos os sites porque vocês merecem uma nota 10…………………Mais uma coisa como mencionaram que eles gostam de fazer birra acho melhor porem a chucha na boca deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.