PplWare Mobile

Se não ficar milionário em 10 anos a culpa é sua


Tomás Santiago

Tenho 19 anos, sou do Porto e adoro tecnologia! Estudo Ciência de Computadores na faculdade de Ciências da Universidade do Porto e escrevo para o Pplware.

Destaques PPLWARE

92 Respostas

  1. GM says:

    Uma fortuna que lhe custou deveras a ganhar! Sem dúvida.

    • Ricardo says:

      Yep… custou-lhe 1000$
      Podias ter feito o mesmo…. não o fizeste porquê? 😉

      • GM says:

        Prefiro investir o que posso, ganho com o suor do meu trabalho, em algo de confiança. Não num “bem” especulativo, inclusivé utilizado na dark web pelas suas características. E os 1000$, foram oferecidos, não os ganhou, se é que percebes a diferença.

        • poiou says:

          Qual é a diferença entre isso e investir o prémio do euromilhoes ou de uma indemnização numa qualquer aplicação financeira?

          • GM says:

            Para teres indemnização, certamente estarias empregado. Ou não? Logo, é-te devida essa indemnização em caso de despedimento. Ou de um acidente. O ponto aqui é o ênfase de como adquiriu a fortuna, nada mais. Se tivesse sido: “recebeu os 1000$, que investiu numa formação, num livro, o que seja, para aprender a investir ….etc, etc”, muito bem (mais ou menos). Agora, o título é “recebeu 1000$ de presente, o irmão falou nas criptomoedas, ‘bora lá queimar o dinheiro nessa novidade. Se der certo, deu, se não der, bola prá frente que até nem custou a ganhar. Até ’tou em casa dos pais, nem quero/gosto de estudar, isto é que é vida”. Resumindo, belo incentivo para os demais jovens, bela história de vida, bom exemplo. Topa?

          • Hugo Nobre says:

            O estado não te rouba 20% do prémio.
            E possível fazer dinheiro várias vezes e até de forma consistente tudo depende dos conhecimentos e habilidades do investidor ou trader.
            Ao investir seja em stocks, forex, ou crypto moedas, com conhecimentos necessários tem ,obviamente, maiores probabilidades de sucesso.
            No euromilhões é impossível prever qualquer tipo de resultado, seguir trends, e fazer dinheiro de forma consistente.

        • Elsa says:

          Disseste tudo…. utilizado na dark web. Claramente não fazes ideia do que é a Bitcoin, por isso nem vale a pena aprenderes. Morres ignorante mas feliz.

          • Andre Ferreira Andrade says:

            Sim Elsa… ele nao tem razao no que diz a nivel moral ? E sim Elsa… vamos la falar de Bitcoins… investimento de puro risco. Nao passa disso!

            Pior que isso é : ate agora, calhou bem a alguns… contudo, com as descicas de 50% do valor da moeda, ja ha quem neste momento, esteja a perder coma bitcoin.

            wake up and smell coffee

            Afinal d

          • GM says:

            É pá, essa é nova. Então se não sei, não vale aprender o que é? É de génio. Mas de facto, não sei o que é. E as informações que tenho tentado obter, também não têm ajudado. Porque simplesmente o processo de obtenção, de geração dessa “moeda” (e das outras criptos) está baseada em quê, na realidade? Sabes? Não me parece. Até porque não existe o que quer que seja que sustente o conceito.

          • GM says:

            Elsa, quando referi a utilização da BITCOIN na Dark Web, não foi porque me “apeteceu”. Se puderes, vê um documentário que passou no canal CINEMUNDO, ontem 6 Fev 2018. Chama-se “Deep Web – o mercado online do crime”. E toma nota da unidade monetária utilizada nas transacções, e já agora, porquê. Deve ser porque é fácilmente rastreável (ironia).

          • Hugo Nobre says:

            Adre
            A bitcoin não é um investimento.
            É uma cryptomoeda. Tem várias utilizações, as pessoas só investem se quiserem.
            Por exemplo em faço algum lucro com subidas e descidas num curto espaço de tempo (1dia).
            Não existe uma forma especifica de investir, quem o faz correctamente pode fazer lucro. Quem o faz aos calhas vai ter uma pequena probabilidade de conseguir lucro ou de falhar várias oportunidades de compra e venda.

        • Mota says:

          GM

          +1 concordo totalmente

        • Hugo Nobre says:

          ahahahahah
          Utilizado no dark web ? Quem o faz é burro porque as transações podem ser seguidas.
          Quem quer fazer isso tipo de coisas deve, provavelmente, usar Monero, Verge ou DASH.
          E já agora bitcoin para compras ? Sabe como estão as taxas de envio atualmente? quase não permite enviar a não ser que compre uma certa quantidade.

          • GM says:

            Respondo o mesmo que à Elsa. Veja o documentário “deep web – o mercado online do crime”. E veja a moeda utilizada. E eu não percebo (mesmo!) nada do assunto. Para facilitar a visualização:
            https://www.youtube.com/watch?v=UzHLDn13fxg

          • R says:

            lol…. Bitcoin e a soutras cryptocurrencies teem menos de 1% em utilizacoes ilicitas/duvidosas.
            e o que se pode fazer com isso, tb se faz com dinheiro normal… acho que é bom haver aqui algum bom senso.
            como dizes que n percebes “mesmo” nada do assunto se calhar so fazia bem investigar e pesquisar. Alias, hj saiu mesmo uma noticia onde referem que mt possivelmente o BCE vai passar a ter Bitcoin nos seus “cofres”. ainda é duvidoso? se ainda chas que sim, o que chamar á especulacao do preco do petroleo. ou do ouro ou das proprias acoes de algumas empresas…?

        • Rub3n says:

          GM, garantidamente não sabes do que falas…
          Mas podes sempre aprender! Vai ao google e procura por “proof of work”e “proof of stake” e ficas a perceber melhor o conceito por trás da valorização das criptomoedas.
          Procura também por blockchain e verás que existe aqui muito mais do que produtos especulativos, sim especulativos, tais como os títulos do PSI20 ou de NASDAQ, ou até como as valorizações e desvalorizações das divisas no Forex! Tudo está sujeito a especulação… até o valor do teu carro!
          Posso dizer-te também que muitas criptomoedas são utilizadas como um método de crowdfunding e nem sequer são mineráveis, logo não existe proof of work!
          Por exemplo Ripple é uma criptomoeda e também uma rede de transferência de fundos tipo visa, mastercard, unicre etc… existe toda uma estrutura fisica e desenvolvimento tecnológico que sustentam a sua moeda (XRP), na realidade podes ver isto como ações de uma empresa.
          A rede Ripple é bastante mais desenvolvida que as suas congéneres e bastante mais rápida no que toca a transferir fundos!
          Não podes dizer simplesmente que não existe nada que sustente o conceito!
          Existe e muito!
          Já agora procura também por “smart contracts” e perceberás o potencial de moedas que utilizam a base de Ethereum…
          Imagina que tens uma ideia de negócio, mas precisas de fundos para desenvolver o teu projeto fantástico, fazes uma inicial coin offer e começas a arranjar fundos com a venda de moedas, se não atingires o valor necessário para o projeto ter pernas para andar, então através dos smart contracts o dinheiro é devolvido!
          Sabias que no inicio define-se o numero máximo de moedas existentes e que não podes simplesmente gerar mais moedas, desvalorizando o mercado, à semelhança do que é feito por todos os países com as suas divisas FIAT.
          Os estados unidos então são os REIS na manobra de gerar dinheiro através da reserva federal(FED), e achas que existe algo que sustente o valor do dollar? Há muitos anos tinhas ouro a sustentar o valor da moeda, hoje em dia é apenas uma coisa que se chama… ai como é?? ….ahhh CONFIANÇA!

          Para finalizar, é bom termos uma opinião formada, mas é bom aprendermos sobre o que criticamos para não cairmos no ridículo de falar mal apenas por falar!

          • GM says:

            Referiste um ponto importante: CONFIANÇA. Pois, todo o mecanismo que gira em torno das cryptos, a mim gera-me um sentimento: total DESCONFIANÇA. Quanto às Bolsas, não passo nenhum “cartucho” ao assunto, apesar de ter de conviver com as suas consequências de “súbidas” e “descidas” puramente especulativas.

        • PeterJust says:

          Nunca ninguém te ofereceu dinheiro? Foi todo ganho com suor? As fraldas que te borraste todo foram adquiridas com o teu suor? Foram 1000 dólares, gastaste bem mais em fraldas, se fosse um milhão tinhas razão mas 1000 dólares é pouco dinheiro para se conseguir ser milionário com isso. A inveja é lixada…

      • Luís Carlos Oliveira Santos says:

        Um rapaz que nem sabia no que estava meter na altura que na mais pura sorte saiu-lhe a sorte grande. Mesmo assim não há grande mérito no que ele fez.

        • R says:

          nem tudo na vida tem de ter merito.
          acho que qualquer um de nos nao se importava que isto lhe tivesse acontecido. tivesse sido com 1000 euros ganhos com suor, 1000 emprestados, encontrados ou dados…

  2. João Gonçalo Soares says:

    Ok ficou rico, mas o dinheiro não dura para sempre, quando o dinheiro acabar ele depois não tem trabalho porque não frequentou universidade ou seja não tem estudos, ou seja sem estudos não vai fazer nada da vida ou seja ficou na miséria

    • Ricardo says:

      Se o souber aplicar, e rentabilizar…. pode não ter os estudos que muitos tiraram… mas… quantos tiraram bons estudos e não têm onde cair mortos?
      É a lei da vida.

      • João Gonçalo Soares says:

        isso tambem é verdade,tenho colegas que tiram cursos na universidade de informática e agora estão em cafés

      • GM says:

        Desculpa contrariar-te, mas não é a lei da vida, é antes a lei do capitalismo, mas o selvagem. E sem regras.

      • Costa says:

        João Gonçalo discordo totalmente do que dizes! Não é por não frequentar a universidade que não se vai ser ninguém na vida ou viver na miséria. Eu mesmo não frequentei a universidade e não estou na miséria pelo contrario tenho 20 anos e trabalho como técnico de informática numa empresa já à quase 2 anos e no entanto não tenho estudos.
        Penso que devas mudar essa maneira de pensar João.

        • lopes da silva says:

          Na universidade, aprendes que se escreve “há quase 2 anos”.

          • GM says:

            Concordo. Pelos vistos, faz falta ir à escola.

          • ZéHumilde says:

            Frequento a universidade, no entanto estou de acordo com o Costa. Para aprender a escrever bom português, basta o ensino secundário, se não aprendeu até então, não é na universidade que o vai fazer. Tenho inclusive professores que dão erros básicos a escrever, e frequento uma universidade pública, conceituada, em Lisboa. O erro começa nos mídia e em todo o conteúdo que é apresentado para o maior número de pessoas, sejam estas portuguesas, ou brasileiras, deixando para trás o rigor na escrita em português de Portugal e banalizando a maioria dos erros que se lêm todos os dias e já ninguém repara por serem tão comuns.

        • João Gonçalo Soares says:

          Isso também tem razão no que dizes, concordo contigo Costa

      • Helder says:

        Que “bons estudos” são esses?

        Não são certamente os bons estudos que eu acho.

    • Luís Francisco says:

      “…já criou empresas..:”
      Basta ler um pouco, já está a investir..

    • Joao says:

      Há que perder essa mentalidade tuga de que sem estudos não se vai a nenhum lado. Não é certo em absoluto. Não se vai a lado nenhum sem esforço, trabalho e dedicação e pelo que vejo do artigo ele tenta rentabilizar o seu tempo.

    • Joel Reis says:

      A relação entre riqueza e estudos não é essa!

    • Janito says:

      Como se a universidade lhe desse garantias de alguma coisa, dava-lhe dependendo do curso que tirasse

    • JJ says:

      Leste o artigo?
      Em dada altura diz que ele já criou empresas. Ou seja, ele não limitou-se a ganhar dinheiro no Bitcoin, ele investiu noutros áreas para rentabilizar os ganhos.

      Depois… isso é verdadeira utopia essa de não ter trabalho por não ter frequentado universidade. Infelizmente vejo muitos licenciados durante anos a trabalhar em call-centers ou em caixas de supermercado.

      O sistema de ensino mundial, não vale nada.
      Estão mais interessados em ensinar teorias, limitando a criatividade dos alunos, em vez de explorar as capacidades de cada um.
      Defendes o sistema de ensino, que é praticamente o mesmo a 2 séculos, e que grandes génios da humanidade não gostavam e procuraram sempre fugir dele, por não ser funcional para si, como por exemplo o Einstein.
      Isto para não falar de muitos que deixaram os estudos a meio, para fazerem o que realmente gostam e hoje ganham milhões e fazem o que gostam.

      O ensino é importante, mas insiste-se a ensinar tudo igual para todos, em vez de fazer o ensino ir ao encontro do que as crianças e jovens realmente gostam.

    • Hugo Nobre says:

      Já tem empresas (mais do que uma) e negócios .
      Não leu essa parte do artigo?

    • XYZ says:

      Joao gonçalo soares
      Nem por isso. Pessoas inteligentes nao precisam de estudos.
      O meu pai cresceu na miseria, a dividir uma sardinha com o seu irmão, saiu da escola com o 4 ano de escolaridade.
      Foi trabalhar para as obras quando fez 16 anos.
      Hoje, o meu pai tem um mercedes E420 pago e uma casa de 700m2 avaliada em quase 200 mil euros quase paga…
      O que ele faz hoje em dia? Trabalha nas obras, apenas subiu de categoria ao longo de mais de 30 anos a trabalhar na Soares da Costa, agora trabalha para uma empresa suiça, onde recebe o triplo do que recebia na SDC.

  3. josé andrade says:

    Nesse caso a frase/título deveria ter aspas ou plicas.

  4. Victor says:

    “cerca de 1000$ como presente. E, influenciado pelo irmão que lhe falava imenso em criptomoedas, Erik decidiu investir todo o dinheiro que a avó lhe tinha dado em Bitcoins”

    Cá está. Todos os meios de comunicação falam dos Bitcoins como se fosse a maneira mais fácil de ganhar dinheiro no mundo mas quase nunca ou mesmo nunca referem o investimento que se tem de fazer.
    Depois, acreditam mesmo que podem ficar milionários se investirem 1€ ou 5€ … de todas as notícias que tenho lido de malta que consegui ganhar algum bom dinheiro com isto investiu quantidades loucas para o comum cidadão.

    Isto é como as apostas de futebol, apostam 10€ e ganham 20€ ao acertarem resultados previsíveis, podendo ganhar muito mas muito mais apostando 100€ e apostando em resultados imprevisíveis.

    Quando alguém ficar milionário com Bitcoins depois de investir 10€, chamem-me…

    • Jonny says:

      Alguém chamou? Na verdade foi com 9€..

      Enviado do meu iate ao largo das ilhas gregas no meu iPhone X em ouro

    • Hugo says:

      Achas que mil dólares é muito é isso?
      Ficar milionário com 2€ só no euromilhões e mesmo assim é pouco provável.

    • Victor says:

      @Hugo
      Muito como, em que aspecto? Perdi-me sozinho.

      O que digo é, “high risk, high reward”, mas a comunicação social como por exemplo: Sic, JN, Sapo, Expresso, etc… dão a entender que é fácil, é só investir meia duzia de € e daqui a 5 anos estão ricos

      • JJ says:

        Hoje, investir 10€/20€ em Bitcoin… é realmente pouco, e poderá não se ganhar muito, dependendo da valorização da moeda.
        Mas, por exemplo, quem investiu 10€/20€ a uns 4/5 anos atrás, hoje é capaz de ter 1000€.

        Qualquer investimento, seja ele onde for, em Bitcoins, Bolsa, Forex e afins… tem a mesma base de “high risk, high reward”. Investires 20€ em acções em bolsa, vais ganhar muito pouco.

        Por isso é que se costuma dizer “dinheiro gera dinheiro. Quem tem mais dinheiro, consegue ganhar mais dinheiro, mais facilmente do que quem tem menos. Mas por sua vez tem maiores riscos.

  5. Malic x says:

    A dona Branca tinha um esquema idêntico. Muito gente ficou rica, mas a maioria é claro que não. Xulos

  6. Luís Francisco says:

    Um pouco de sorte.. mas foi atrás dela!
    Se não tivesse investido os 1000$ da avó (a minha nem 10€ me dá) seria só mais um por aí.
    Mas agora já não lhe chamem mais sorte mas sim intelegência. Há muitos que ganham mas depois não investem e esse ate já tem algumas empresas.

  7. pois..... says:

    pegou nos $1000 comprou bitcoins e rezou um pai nosso…
    no final teve sorte, mas podia ter tido azar.
    a frase do titulo é um bocado ridicula 😀
    e ainda digo que, se toda a gente for rica, ninguem é rico

    • blabla says:

      Acho que com a quantidade de dinheiro falso que já existe hoje em dia, podiamos todos ser ricos xD

    • Hugo Nobre says:

      Pois realmente…
      Naquela altura não havia tantos dados sobre este mercado.
      E este artigo também não dá a entender que o rapaz tivesse algum conhecimento de análise técnica ou trading. Mas que investiu em algo que poderia ser promissor no futuro.

  8. Cortano says:

    ” Quando somos novos não temos nada a perder. ” Isto não é bem assim e, até acho que este artigo passa uma mensagem perigosa e errada.
    Isto está a incentivar que agora os adolescentes peguem nas poupanças, ou no dinheiro dos pais, o invistam numa porcaria qualquer que alguém disse que era o futuro e esperar enriquecer…. se não enriquecer, não faz mal.
    No entanto, faz muito mal, porque mal ou bem, estourou o dinheiro de alguém.

    Neste momento o rapaz do artigo já deve ter parte do seu dinheiro investido em produtos financeiros, em bancos e entidades reguladas, ou em ouro ou algo sólido (casas ou arte), porque se continua a investir em bitcoin, se calhar daqui a uns tempos o Pplware tem de fazer um artigo:
    Jovem milionário perdeu tudo e voltou para casa dos pais

  9. Nonnus says:

    Uma maneira interessante do PPLware dar a noticia que o bitcoin ontem teve uma das maiores quedas, valendo agora cerca de $6000 quando a alguns meses valia $21000.

    Foi noticia por exemplo na SIC noticias que até teve um antigo secretário de estado a falar sobre o assunto.

    De à algumas semanas para cá o pplware tem vindo a tentar explicar o que são criptomoedas e como funcionam, mas também era interessante mostrar que nem tudo é um mar de rosas e que afinal esta moeda esta dependente de muitos factores. Wall street caiu e o bitcoin que quer ser uma moeda sem influencias caiu também.

    • ervilhoid says:

      o núcleo da bitcoin não pode ser influenciado, agora muita gente tenta e consegue influenciar o que gira em torno dela é outra história

    • rui says:

      por acaso a bitcoin caiu antes de wall street, e já está a subir desde ontem. será que a influência é ao contrário? 🙂

    • Mindful Peasant says:

      A volatilidade tanto de Wallstreet como da Bitcoin explica-se com o facto de ambas se basearem essencialmente em especulação.
      A relação entre a economia real e Wallstreet/ Bitcoin é uma relação parasitária, embora, a influência negativa da Bitcoin na economia real seja incomensurávelmente menor do que a influência de Wallstreet por uma questão de dimensão.

  10. Luís M says:

    Procurem gajo que tenha ganho o euromilhões, em principio gastou menos e ganhou mais.

  11. Paulo Barbosa says:

    A todos bate a oportunidade uma vez na vida. Aqui falasse de dinheiro! Muito bem. E os valores? Para mim dinheiro sim e valores também. Toda a gente deve ter instrução, mas daí a dizer que quem a não tem não a tem nunca será alguém na vida não é verdade, como todos o sabemos.

  12. Pedro Coelho says:

    Se não pagasse 23% de IVA, IMI, ISV, IRS, Taxas e mais Taxinhas nas faturas da água, eletricidade e gás, etc, também era rico…..

  13. Mindful Peasant says:

    ” um rapaz norte-americano de 19 anos que ficou milionário aos 16 anos investindo em Bitcoin.”

    A idolatria por aqueles que nada contribuem para o avanço da humanidade continua…
    Depois não se queixem que as coisas estão más!

  14. Arneiro says:

    quem n arrisca, n petisca

  15. Joel Reis says:

    No meio de um que teve sorte ao arriscar, quantos não perderam? O risco vai ser sempre a mesma coisa, há uns poucos que ganham e muitos mais que perdem (para os primeiros).

  16. Helder says:

    Tá bem filhote, tivesses investido $1000 em inícios deste ano, vias quando já tinhas…

    Investimentos de risco, são de risco.

  17. Escudo says:

    De que adianta ser rico e burro?

    • Hugo Nobre says:

      Nada. Se eu tivesse esse oportunidade, realmente, veria uma oportunidade de pagar estudos, habitação.
      Mas ao meter-se em negócios torna-se difícil de gerir tudo.

  18. Ora ora says:

    Moral da história: se daqui a 10 anos não estiveres rico, não tiveste sorte.

  19. Sérgio J says:

    Está história é surreal e devia ser contada pelos piores motivos. Ganha 1000$ de prenda aos 12 anos e os pais deixam lhe fazer o que quer. Investe num produto de hiper Mega risco todo o dinheiro. Regra número um de investimento: nunca por todos os ovos no mesmo cesto. Não quer estudar. Monta várias empresas, não sabemos o sucesso de nenhuma, mas se foram muitas… Incentiva os jovens a sei lá bem o quê, porque de inteligível não têm nada. Simplesmente teve sorte. Uma num bilião. Ao menos quem é bafejado pela sorte num euromilhões não hipotecou a sua vida para jogar. Enfim…

  20. ricardo says:

    Comentários recheados de inveja, 100% das pessoas do mundo gostavam de ter a sorte que ele teve, sendo irresponsável arriscar os 1000 dolares ou não, em todos os sites é so invejosos ressabiados, seja de que assunto for, ate mete nojo

  21. censo says:

    Título ridículo, para noticia ridícula e desprovida de bom s(c)enso. Duvido que voltemos a ouvir falar do miúdo.

  22. joao sampaio says:

    este tipo de noticias ja mete dó
    sem nexo algum
    quando fizeram noticias e o bitcoin estava nos 20000
    o pessoal investiu e perdeu tudo porque agora vale 7000
    enfim
    boa sorte com estas noticias

  23. Pedro says:

    tendo em conta que também terão crianças a ler as vossas publicações deveriam ter algum cuidado. pois parece que é fácil e rápido e é para todos. Face à quantidade de seguidores do Pplware o grau de responsabilidade aumenta… É só a minha opinião não obstante o que esse rapaz conseguiu fazer estudar dá sempre uma bagagem diferente independentemente do resultado financeiro.

  24. Luis oliveira says:

    Muita gente se esquece que o valor da bitcoin não passa de especulação, ou seja é 1 fantasia derivada à moda e à oferta procura, e cada vez tem mais dificuldades em ser usada para comprar legalmente bens e serviços pois há cada vez mais entidades a bloquear a sua transação, ataques e roubos informáticos, darkweb etc. Esquecem se também que não é regulada. O que acontecerá quando o BCE e outras entidades criarem as suas proprias criptomoedas, que vão ser rapidamente adaptadas e usáveis para adquirir bens e serviços? Certamente nesse dia todas essas mais de 1300 criptomoedas ilegais existentes vai voltar ao zero, nesse dia vai custar a muitos que investiram na moda. Fiquem atentos.

    • ervilhoid says:

      Ai se o BCE criar uma moeda já não é problema? Cada vez tenho mais a certeza que só existem duas classes sociais, a que manda e a que obedece e tu tens prazer de pertencer à segunda.

      Olha lá sabes que dessas 1300 há bastantes com casos de utilização para nichos de mercado bens específicos?

      Quanto à treta da darkweb, até parece que só desde que há criptomoedas é que se praticam crimes, tanto na darkweb como no mundo normal! As autoridades têm que fazer como sempre fizeram, ou antes só apanhavam criminosos aquando do pagamento em dinheiro?

      Quanto ao miúdo da notícia já o conhecia algum tempo, gastou 1000 dólares de presente? e então? Quantos pais permitem que o filho gaste num computador ou gadget com o dinheiro que vão juntando de presentes?

      E se fossemos era protestar contra os 5M € gastos em Mondim de Bastos gastos para nada? isso é que era de valor!!!! Agora tudo ofendido porque um puto gastou 1000$ em bitcoins à uns anos

    • Hugo Nobre says:

      Errado.
      Há mais factores que influenciam a volatilidade.
      Bancos, bolsas e noticias de exchanges e haverá ainda mais alguns …
      Em todo o mercado à especulação. As moedas EUR, USD etc todas são influenciadas por opiniões, decisões económicas assim como as ações de empresas, até mesmo os bancos.

  25. PJO says:

    Há uns anos, a D. Branca foi bom e, como não houve avisos, vieram dizer que foram burlados.
    O BES, BPN, BPP e outros tantos, eram bons e foi o que se viu.

    Se os investimentos controlados dão “raia”, o que dizer de investimentos controlados apenas por quem os cria… irra!

    Ainda não perceberam que quando vêm para a comunicação social anunciar a realeza, é porque alguém quer retirar dividendos à custa de milhões de “investidores incultos” à procura da galinha dos ovos de ouro?

    Sempre foi assim e continuará.

  26. PXF says:

    Com 5 euros duvido que alguem fique rico mais com 1000 pode haver outras oportunidades no mundo das crypto moedas. É uma questão de escolher uma moeda nova que ainda tenha um capital baixo, com potencial de crescimento. Por exemplo o ethereum em 18 de Outubro de 2015 valia 0.55$, agora mesmo com o crash ainda vale 800$ e ja valeu 1240$. Ora fazendo as contas (1000/0.55$)*1240$=2254545$ ou seja mais de 2 milhoes de dolares. Claro que aqui é quase impossivel escolher o momento em que a moeda está mais baixa, saber quando vender, e escolher a moeda correcta… alem de que 2017 foi um ano de bolha para as cripto moedas e os proximos podem não ser…

  27. privateloader says:

    Post pago pelo neobux

  28. Paulo says:

    PPlware, fazem tantos artigos, totoriais, notícias etc.. e que tal educar a Malta na emergente tecnologia do blockchain e já agora no Tangle, pois vejo em muitos comentários que o pessoal só está a ver a parte moenetaria da tecnologia, ou seja, esquece o motor que está por trás, o que a faz mover, o porquê dos tokens associados, os quais chamamos em geral de moeda. Fazendo disto uma ideia de mercado unicamente especulativo, não vendo a razão da existência dos tokens e a que ideias e conceitos estão associados. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.