PplWare Mobile

A arma mais recente da Rússia: um canhão a laser


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

77 Respostas

  1. Mateus says:

    alguém na Rússia é fan de starwars, está visto… agora é canhões lazer, quando nos descuidarmos é pistolas, espadas….

    a ficção a tornar-se cada vez mais real…

  2. Josh Osborn says:

    Achei genial, armas laser em vez de armas de fogo. Acima de tudo ha que pensar no meio ambiente e se querem fazer guerra que seja ecológica. Ja chega de poluir o nosso planeta com Co2 e plasticos

  3. Mf3rRo says:

    Que medo… Falam do maluco dos EUA todos os dias, mas este ainda é mais maluco, mas pela calada… o_O

    • mico says:

      Tens razão, mas o Putin nunca foi maluco pela calada, mas sim pela descarada. É mesmo descaradamente o que faz com a certeza que sairá impune num sistema político que ele controla. O dos EUA é cowboy decadente num sistema que adoraria controlar mas não controla.
      Não tenho dúvidas que os militares russos cumprirão todas as ordens do Putin, mas tenho muitas dúvidas que os militares americanos cumprissem certas ordens do seu comandante em chefe.

    • L-95N says:

      Se tivesse lido o artigo na íntegra, teria constatado que os Estados Unidos têm um sistema laser em teste há vários anos.

  4. RR says:

    Medo da Rússia? Vejam a diferença nos gastos militares entre a Rússia e os EUA

    • Rui says:

      Claro que sim e a Ucrãnia e Geórgia que o digam! E já agora diz-me lá porque será que os antigos satélites da URSS (países da Europa de Leste), pediram logo a adesão à NATO e pedem aos países mais a ocidente que os protejam. Até Portugal que não investe quase nada nas suas Forças Armadas (porque temos uma população amansada, que acha que nunca mais vão existir guerras!!!!), ajuda no patrulhamento desses países do leste com F-16 a patrulharem os céus!!!!!
      E se o RR não sabe, são os Russos quem mais ogivas nucleares têem na sua posse em todo o mundo. Com certeza tal arsenal será para garantir a paz no mundo!!!!!!!

      E já agora, não vai tardar muito, que a China vai ultrapassar os EUA em gastos militares! Nenhum outro país cresce tanto em gastos militares como a China e receio que vai chegar o dia que até nas nossas águas teremos navios de guerra chineses a protegerem a rota da seda e a dizerem quem entra ou não nas nossas águas!!!!!!!

      • Tio Dimitry ching lee junior says:

        Relembra-me só quantos países lançaram bombas nucleares sobre civis? Permitiu reduzir a guerra em 2 anos, mas eram necessárias 2? Em cidades?
        Já agora, em quantas guerras estiveram os sobrinhos do tio Sam envolvidos nos últimos 100 anos? Quantas foram no território deles? Já alguém reparou?
        Seja armas laser ou o raio que os parta, vejam também o que o departamento de defesa tem feito… Seria bom noticias menos sensacionalistas até porque este tipo de armas já existem há muito.
        Não que ache que uns são piores ou melhores, mas este comentários que atacam sempre os mesmos fazem me pensar se as pessoas olham mesmo para os factos ou limitam-se a ir na corrente…

      • RR says:

        Quantas vezes a países europeus invadiram a Rússia?

        • met says:

          Já tentaram pelo menos 2 vezes, Napoleão e Hitler. Não correu bem para ninguém e deu para fazer com que Rússia não quisesse voltar a repetir. A Rússia tem deficiências geostrategicas graves, com muita área exposta a paises inimigos e por isso é normal o seu interesse doentio com a sua defesa

      • maxim says:

        países da ex união soviética foram comprados pelos eua, porque será? é obvio que um país carenciado nao vai recusar ‘apoios’ exteriores, Rui. Os eua fizeram mt bem em comprar territorios perto da russia, mas a russia no meio disto é uma santa, porque se fossem como os atrasados dos americanos estava tudo pelos ares há muito tempo.

    • Fernando says:

      E entao?ve custos producao caca ou metrelhadora etc na eua ou china ou nos eua salarios impostos etc nao e o mxm em tds paises so $$$por $$$ a nivel de gastos nao diz mt

  5. José Carlos says:

    Quase de certeza que avaria antes de ser testada na Ucrânia. Só confio no porta aviões a gasóleo enferrujado que os Russos teem.

  6. MárioDias says:

    Arma mais ineficiente da historia. Utiliza enormes quantidades de energia; só é eficiente perto dos alvos; ah e se o alvo tiver um espelho ou qualquer superfície espelhada consegue passar incólume a esta arma.

    • Rui says:

      Não foram os Russos que criaram uma arma destas em primeiro lugar. E se passou a ser utilizado pelos militares, podes ter a certeza que tem a sua utilidade!!!!!

      • MárioDias says:

        Rui vai ver como funcionam este tipo de armas e as suas capacidades bem como anular este tipo de armas. se conseguisses meter um espelho na perpendicular dos feixes consigas até destruir a maquina. Dias em que esteja nevoeiro não funciona, dias de chuva não funciona, dias de muito vento não funciona, dias de muito calor não funciona, se o alvo não tiver no campo visual da arma esta não vai destruir nada. Os americanos já andam desde a década de 80 a desenvolver este tipo de armas sem nenhum sucesso, mais conhecido como “Guerra das estrelas”

  7. TugAzeiteiro says:

    A verdadeira pergunta é: Que tecnologia mais avançada já não têm, para estarem a mostrar esta arma laser ao público!?

  8. Str says:

    Estranho não se ver a arma russa em acção, cheira-me a propaganda ou ainda não esta operacional, ainda não devem ter roubado os segredos todos aos americanos daí não estar operacional eheheheh

  9. Mateus Pinto says:

    Ja ha muito tempo que nao ha uma guerra. Seria interessante ver o poder verdadeiro dos americanos e russos

    • censo says:

      Claro que sim! Seria deveras interessante. Apoiado. Ai ai…

    • Flavius says:

      Por acaso não seria nada interessante, seria desastroso.
      Pense um pouco…

    • L-95N says:

      Uma guerra entre americanos e russos, não seria como um jogo de computador, seria a sério e teria consequências para todos os seres vivos deste mundo, dos mais inteligentes aos mais… tolos.

    • Jose Lapao says:

      Eles que a façam, mas em Marte, que eu gosto de viver aqui na Terra e não quero nem Tramps nem Putins medirem forças, façam na em Marte e transmitam na em directo na TVI Ficção.

    • LFC says:

      Andas a ver muitos “Avengers”…
      Não te esqueças que 1º Portugal seria grandemente afetado. Devido ao armamento atual seriamos afetados direta ou indiretamente e 2º só alguém insensível e sem empatia gostava de ver uma guerra apenas para ver duas potências medirem forças.
      Desculpa-me mas tinha de o dizer.
      Que alguns sejam masoquistas, deixai-os ser. Mas achar” interessante ver o poder verdadeiro dos americanos e russos” (traduzindo: interessante ver milhares de homens e mulheres matarem-se uns aos outros e torturarem-se uns aos outros, usarem armas nucleares que afetam o inclusivamente o Planeta Terra que é de todos…) é de doente, ou que não mede o que diz.

      Se calhar devias ter atenção também aos jogos que jogas, podem estar a tornar-te insensível à guerra, às mortes e a todas as consequenciais de entrar numa guerra.

  10. cantor says:

    É só “palas” de cada lado da ponte, não não é a vossa prima Pala , nem a vizinha Pala.
    Se lessem atentamente o texto descobriam que se está a falar de 2 temas , a arma Laser e o tratado INF.

    Releiam lá a coisa e atentem que não existem santinhos como vcs defendem / atacam nos vossos comentários .

    Já agora transcrevo a parte do Laser : “as capacidades da Rússia para se defender multiplicaram-se” para aqueles que alvitraram no alcance e demais comentários “about”

  11. Pedro says:

    Eu sei que estavas a ironizar! No entanto essa ironia só teria sentido se estivéssemos a falar de um país sem capacidade cientifica e industrial militar. Neste caso concreto a demonstração do laser americano (montado no USS Ponce ) aconteceu contra um alvo que simulava um barco pequeno rápido. Podemos como alguns comentadores em cima por em causa a sua eficácia ou eficiência. No caso russo, o que se pensa e é apenas especulação, é que o sistema é uma arma anti satélite. Sabendo-se da possível capacidade da destruição de óticas e componentes eletrónicos pelos lasers. Uma outra diferença, o sistema americano foi demonstrado apenas, enquanto o sistema russo passou a “serviço ativo”. No fim a minha opinião vale tanto como a tua. Já agora trata-me por tu, por favor!

  12. Ivo says:

    Armas laser na Russia ?
    Que desatualização… A California já tem disso de à uns anos para cá ^^

  13. Flavius says:

    Se mostram o tronco, faço ideia da raiz…
    Já deve estar operacional e avançada essa tecnologia, para sequer falar quanto mais mostrar…ao mundo..
    Porque os espiões já sabem há muito tempo do poderia de cada País…

  14. João says:

    Deviam aprender com Portugal, em vez de armas a laser, armas com cravos 🙂

  15. André Mesquita says:

    A Rússia atacar os países europeus? Não consigo parar de rir…
    A França e Alemanha davam conta do recado a recambiá-los de volta para a terra deles.

    • Wishmaster says:

      Sim, porque nem foram os Russos (Exército Vermelho) que eliminaram 80% das forças militares nazis na II Guerra Mundial nem nada….

    • maxim says:

      davam conta só se for com a ajuda dos amigos americanos, mas aí o bife ficava mais completo com a china e japao ao lado de…? ao lado de quem? coitados…

      • Wishmaster says:

        Amigos americanos? Estás a falar daqueles amigos que entraram na II Guerra só porque foram atacados pelo Japão e quando entraram já o ponto de viragem tinha acontecido há muito??? lol

        Andas a ver muitos fillmes americanos (Hollywood), que vangloriam a contribuição norte-americana….Lê História e depois vais ver que vais mudar a tua opinião 🙂

      • Wishmaster says:

        Faltou dizer que tal como naquela guerra mundial, os EUA nunca deram de frente com um gigante….É mais show-off do que outra coisa.
        Eles gostam é de se meter com os países médios. Com os grandes nem se atrevem!!! E nunca na sua História se atreveram…. O seu território foi comprado (não foi conquistado), na IIGM entraram só quando também foram atacados, na Guerra Fria nem se atreveram (nem atrevem) a abrir confronto com um gigante, mesmo quando esse gigante está enfraquecido (como a Rússia estava na década de 90).

        São uns pulhas!

        Neste momento, a Rússia chega e sobra para os EUA. Se os EUA trouxerem os comparsas, a Rússia só tem que chamar um aliado e……cheque-mate.

  16. Art says:

    Que coisa tão lenta …ainda está a sair da toca e já lhe caíram50 bombas em cima…..

  17. Wishmaster says:

    “Esta nova e moderna Guerra Fria ”
    Não é nova….a Guerra Fria nunca chegou a terminar 🙂

    • Vítor M. says:

      Sim claro, mas interpreta “nova e moderna”, tem a ver com as armas, a ciberguerra e estas novas tecnologias.

      • Ana Rosa says:

        Olha voces todos deviao se preocupar notras coisas pois se entrarmos numa 3 gerra mundial ai ja vao chorar todos porque todos nos sabemos que se isso acontecer nem portugal vai ser o que e pois ninguem esta preparado para uma nova guerra parece que voces estao dezejozos que isso aconteca

  18. Elio says:

    Alguem esquece dos statelites laser em orbita que exitem ja algum tempo /camuflados

  19. Jose Simoes says:

    “baseados nos novos princípios físicos”

    parei de ler aí

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.