Projecto Tango, o Smartphone Google que grava o mundo em 3D


Destaques PPLWARE

36 Respostas

  1. Nelson says:

    Um novo e revolucionário… Coisa que já existia…

    • DeuX says:

      A técnica já existia, o que a Google está a fazer é a adaptá-la aos smartphones. Mas claro que se fosse a Apple a fazê-lo, para ti era a melhor invençao a seguir ao pao fatiado…

      Grow up.

    • Mário Rocha says:

      Boas,
      Tenho de discordar o exemplo que tu das do range finder não tem em nada a ver com o que é falado aqui.
      Até porque no artigo não diz que a google inventou a tecnologia mas sim que a meteu num smartphone isso sim é que o torna inovador e possivelmente revolucionário dependente da aceitação dos developpers e das aplicações para tal tecnologia num smartphone.

    • Nuno Peixoto says:

      Sim, mas é diferente.
      O que já existia, não tinha a possibilidade de capturar 250 mil medições por segundo em 3D.

      • Nelson says:

        Tá bem, mas isso é o normal,momo efeito secundário da evolução dos sensores, dos processadores, etc.

        • Nuno Peixoto says:

          Certo, mas por exemplo, quando o Steve Jobs anunciou o Display de retina, ele usou essas palavras “Um novo e revolucionário”, e na verdade, não foi ele nem a apple que inventaram os displays. O que eles fizeram foi o que tu disseste, e muito bem, “efeito secundário da evolução”.

          • Nelson says:

            E não foi revolucionário? (Ou resolucionário)?

            É que rapidamente, todos os fabricantes apressaram-se a adoptar ecrãs de alta densidade, no hardware, como no software.

            Antes, ninguém mexia uma palha, apareceu o iPhone, começaram a dar corda ao sapato…

            Logo, é uma grande diferença (4x mais pixels) num curto espaço de tempo, logo, é revolucionário, pelo verdadeiro sentido da palavra.

    • Nuno Vieira says:

      Qual é o smartphone que têm algo parecido?

      • Nelson says:

        Aquilo nem sequer é um smartphone, que não vejo nada que o denuncie (cartão sim, por exemplo)…

        E. Esmo que fosse, era só a junção desnecessária de dois sistemas, a menos que me digam para que é que eu preciso dessas duas câmeras num telefone, mais esse sistema todo xpto de medição 3D…

        • DG says:

          Aplicações para isto é o que não irão faltar. Podes não querer usar mas de certeza que alguém o vai fazer.

          se queres simplesmente um telefone não precisas de um smartphone 🙂

          Acho que até seria mais interessante ver este conceito com os glass e não com um smarphone. Juntar este sistema de forma a merlhorar a realidade aumentada seria algo bastante interessante. No entanto compreendo que os sensores não sejam tão pequenos para colocar na cabeça, a menos que as pessoas andem com capacetes 😛

          • Nelson says:

            Aí não vão faltar? Que giro, isso nem ainda está num telêm., nem foi anunciado nenhum modelo com isso, nem sequer está disponibilizado á indústria, muito menos ao android, já estás a cantar de galo…

            Fanboys…

          • DG says:

            Não se trata de ser fanboy ou não por mim tanto faz ser apple ou qualquer outra empresa ao contrário de ti.

            Aplicações de reconhecimento de padrões é uma por exemplo, apontaredes para um dado objecto/edificio/estatua/monumento/carro/mota/etc e poderes ter um reconhecimento de padrões mais precisa de forma a poderes obter informação/ teres jogos de interactividade com objectos no mundo real /aplicar texturas diferentes aos objectos na vida real.
            Existem mais se queres saber procura um bocadiho na investigação que tem sido feita quanto a camaras de profundidade.

            Porque num smartphone? Quantas pessoas andam na rua com um smartphone e quantas pessoas andam com um tablet?

            Um smartphone é algo que tens sempre disponivel ao contrário do tablet.

            Se te baseias as tuas ideia de aplicações nos artigos que vês em blogs é obvio que não sabes o que tem sido investigado. Procura artigos cientificos na área de Reconstrução 3D, Recuperação 3D, Interacção e vais ter uma ideia.

          • Nelson says:

            Queres-te cingir ao campo da notícia e ao que a Google tem feito?

        • SRG says:

          Para o que quiseres… só se não tiveres ideias é que não usas isso… eu acho bastante útil como smartphone (vai ao site e vê lá se o objectivo não é um smartphone). A mais valia daquilo em relação ao que mostraste no apendice para o ipad é que é um unico dispositivo, com módulo de processamento dedicado, e cabe no bolso, o resto é a uma questão de puxares pela cabecinha e inventares alguma coisa com que o podes usar.

          • Nelson says:

            Eu vejo a utilidade daquilo num tablet, por exemplo, agora não vejo porque é que hei-de andar sempre com aquilo no telemóvel…

            Até parece que o telemóvel é o centro de tudo e mais alguma coisa… Sei que para muitos portugueses, são capazes de chimpar mais dinheiro por um telemóvel para pousar na mesa do café (não sei se é o teu caso) do que por exemplo, num computador, e são capazes de chorar por não terem 1080p num ecrã de 4 a 5″ para ler mensagens e ir ver o tempo, mas se têm depois portáteis de 1366×768 ou lá o que é…

    • alterego says:

      E leds de cores diferentes, não existiam? E sensores biométricos (eficazes), não existiam? Mas a Apple colocá-los no iPhone já foi revolucionário para ti. A tua dualidade de critérios é tão evidente que cais em contrariedades absurdas que revelam a tipica cegueira daquele que não quer ver. Agora para reflectir um pouco, enquanto alguns (developers) trabalham neste e noutros projectos, tu gastas aqui grande parte do teu tempo, de forma gratuita (?), gerando o entusiasmo de mais meia dúzia de cegos e o ódio de outros tantos, já viste quanto vale o teu conhecimento, as tuas palavras? Reduz-te à tua (in)significância, não sobrevalorizes o que sabes (ou não) e a tua opinião, aprende a aceitar e a opinião alheia e o valor da humildade.

  2. Mike says:

    O mal da google, é que descontinua facilmente. Por exemplo, gostei do Moto X e G e sabendo que já nem vão haver modelos seguintes, é frustrante.

  3. A google tem sempre este problema faz algo novo e espetacular e toma la uma api para desenvolveres cheia de gaps e hacks e ate um dia..

    • golias17 says:

      Pois vê se isso no glass apostam zero. Não vale apenas apostar num projecto se a comunidade não gostar é obvio que a google tem de ver como a comunidade reage.

  4. N deixo de estar com curiosidade sobre desenvolver para isto..bastante interessante mesmo assim.

  5. o primo do Nelson says:

    A Google só copia a Apple. vocês não percebem nada.

  6. o tio do Nelson says:

    O meu sonho é o iPhone. morram diabos do Android!

  7. golias17 says:

    Bem venho também aqui deixar a minha opinião sobre o assunto. Antes de mais a google é um grande da tecnologia e como podemos ver no video muito disto foi feito em conjunto com empresa em todos o mundo, fora o facto de ao que parece partes dos códigos vão ser open source que por si só já é uma vitória.

    Acho que é um projecto inovador pelo facto de o telemóvel ter um conjunto de hardware que funciona muito bem e ter tanta mobilidade que permite usar para aplicações muito diferentes. Tal como o glass acredito que a maior parte dos haters venha dizer que existe igual ou não serve para nada blablabla, bem no final quem vai responder ou provar que estão errados é a comunidade que vai mostrar a utilidade do mesmo ou não.

    Mas um projecto que vejo com prazer tal como muitos outros que têm saído nos últimos tempos, como o ubunto phone, o glass, o ara, o loon e devem haver mais que podia juntar a lista que nem conheço ou não me lembro.

    P.S: A google vai entrar na área da robótica logo este projecto vai ser muito importante para atingir os seus objectivos, mas como disse em cima a comunidade também vai ganhar por ser parte open source.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.