PplWare Mobile

Google trará a igualdade de género aos emojis do Android Q


Fonte: FastCompany

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Vitor says:

    A Google tem de seguir as “modas” para não ser criticada por uma qualquer Associação de Defesa de qualquer coisa! Na minha modesta opinião seria bem mais importante e produtivo preocuparem-se com a segurança do Android,com o mudarem a sua filosofia de negócio para darem alguma (só um pouquinho!) privacidade aos seus utilizadores,utilizarem uma parte dos seus (gigantescos!) recursos a desenvolver baterias “decentes” para os seus “aparelhos”,etc! Mas não…ficam é preocupados em “ajudar” a que um cada vez maior número de pessoas dispensem a aprendizagem da ortografia. Os “bonecos” falam por nós…

  2. Mario says:

    Mas pra que isso, a categoria “alien” dos emojis já não serve pra igualdade de gênero? 🙂

    E viva o mimimi

  3. BlackFerdyPT says:

    Realmente, das últimas vezes que tenho olhado para entre as pernas, tenho ficado na dúvida… Será um pénis ou uma vagina?

    Obrigado, Google, por contribuírem para a minha insanidade mental. Descobri que, afinal, nem preciso de emitir um julgamento!

    Porque não incluem também emojis para as pessoas que se identificam como crianças, ou para as que se identificam como animais?

  4. BlackFerdyPT says:

    O que vale, é que no Android podemos sempre instalar (ou fazer) modificações.

    Mas, num dispositivo que tenho com iOS, estou a ver que terei mas é de rejeitar algumas actualizações…

  5. Paulo Magalhães says:

    Igualdade de género ou «fluidez de género» ?

  6. Z/OS says:

    Como preconizam alguns teóricos, o fim do mundo ocidental que foi iniciado com a II guerra mundial, já está em marcha há alguns anos. Este é mais um passo. Viva este mundo dos 31 géneros (segundo a legislação da Austrália). Reconheço que cada pessoa tem direito à sua vida privada, mas estas imposições já roçam o ridículo.

  7. Sxac says:

    Para o bem e para o mal, eu sou gajo e do outro “lado” sei que são gajas…
    Podem cortar ou acrescentar, cada um(a) tem esse direito, desde que não interfiram com a liberdade de quem os rodeiam.
    Tudo o resto é folclore…

  8. António Martins says:

    Não quero dizer mal dos novos emojis, mas na minha opinião e maneira de ver, eu acho que todos os emojis são todos bases femininas, eu só consigo ver emojis de mulheres por todo o lado, a tal cena do corte de cabeço ser tanto usado por homens como por mulheres, está muito mal feito, aquilo é tudo cortes de cabelo de mulheres, e não se esqueçam que se querem fazer emojis masculino o queixo tem que ser menos circular, aquilo é tudo bolas automaticamente aquilo parece uma mulher e não um homem, mas quem sou eu para dizer algo, fico feliz por existirem ainda mais emojis de mulheres no meu teclado.

  9. pauloj says:

    Não da mais para levar com o PC e o SJW`s ou libtards, qualquer político que bata (não literalmente) nestes tipos tem o meu voto!

    É adorável eles falarem sobre o meio ambiente e basearem-se na ciência, mas em relação a esse folclore criado por meia dúzia de indivíduos com problemas mentais, a ciência não serve.

    Facto cientificamente provado so existem dois generos no reino animal, masculino e femenino, o resto e folclore ou uma perturbacao mental.

    • Nuno V says:

      Tens a certeza que no reino animal apenas existem dois géneros? Que género são as espécies hermafroditas? Que género atribuis a um ser humano que sofre de hermafroditismo verdadeiro? A natureza não é tão simples como tu queres levar a crer.

      • pauloj says:

        lombriga solitária e causa doenças nas pessoas e animais, prova a minha tese de que o resto sao perturbacoes mentais…

      • BlackFerdyPT says:

        Não existe verdadeiro hermafroditismo nos seres humanos (i.e. é apenas possível possuir tecidos de ambos os sexos, mas nunca são ambos os supostos órgãos sexuais funcionais, ao mesmo tempo). E, já existem emojis sexualmente neutros (equivalentes aos simples sorrisos – 🙂 ). Isto trata-se claramente, não só de considerar “normal”, como até de incentivar, a insanidade mental, no que toca à sexualidade – em consequência da recém-aparecida e mencionada “Ideologia de Género”.

        • Nuno V says:

          Faz-me o favor e define-me hermafroditismo verdadeiro. Vais notar que em parte alguma da definição exige que ambos os órgãos sejam funcionais, mas sim que tecido de ambos os órgãos estejam presentes. Mas diz-me tu a que género pertencem essas pessoas? Fica já sabendo que existe um caso de uma hermafrodite verdadeira humana cujo cromossoma XY é predominante (ou seja, é macho) e conseguiu engravidar e levar a termo com sucesso a gravidez.

          Se notares eu em parte alguma comentei sobre os emojis da Google, logo nem sei porquê estás a puxar para esse lado.

          • BlackFerdyPT says:

            As palavras que eu usei foram “verdadeiro hermafroditismo” – e não o antigo termo médico (que já caiu em desuso, por ser enganador) “hermafroditismo verdadeiro”, que foi já substituído pelo mais correcto termo “intersexualidade”.

            E, se estava eu a falar em seres humanos como um caso particular, é porque estava também a pensar noutras espécies de seres vivos – em que existe um verdadeiro hermafroditismo, por possuírem tais seres vivos órgãos funcionais de ambos os sexos.

            Estava, no fundo, a clarificar algo – para que (dado o termo enganador por si usado) não sejam as pessoas induzidas em erro.

          • Nuno V says:

            O termo hermafroditismo verdadeiro, continua a ser usado como termo comum, não inventes. Não é usado como termo técnico. Sabes, tal como costumamos usar a palavra macaco como termo comum, mas como termo técnico usamos simiformes. E se achas que usar o termo hermafrodita é enganador, se faz o favor diz-me qual a etimologia da palavra.

            No entanto, noto que ignoraste o meu desafio de indicares qual o género que estas pessoas pertencem. Estou à espera.

  10. Danilo says:

    Na verdade existem outros gêneros, mutações genéticas.

  11. Dan says:

    Vocês apercebem-se do quão patéticos são a fazer birras e a inventar teorias da conspiração por causa do raio de emojis?? “Oh não! Há emojis novos! Estou a ser oprimido!”

  12. Silvio Lins says:

    Nao falta mais nada agora temos emojis de viado

  13. Vx says:

    Pelo menos podiam dar nas definições para escolher os emojis, sempre que quero um emoji dos que nao costumo usar tenho de fazer scroll numa carrada de emojis quase todos iguais, so por causa do pretos e chineses se sentirem oprimidos, mais valia terem optados pelos smiles do msn, eram unisexo e mais explicitos.

  14. eachtime says:

    Um bom exemplo como o PC só traz problemas. Os emojis de início eram neutros sem representar nada. Agora é um inferno sem fim que tem que representar tudo

  15. Kabindas says:

    Paneleirices :/

  16. Marcos says:

    Tem que fazer emojis pra anões também. Onde está a ‘representatividade’ para com eles. Cadê os emojis de asiáticos? Cadê os emojis para gordinhos e magrinhos? Esse Google viu, sempre disseminando a separação de classes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.