PplWare Mobile

Google “rouba” veterano da Apple para finalmente lançar o Fuchsia


Artigo escrito por Rui bacelar para o Pplware

Destaques PPLWARE

  1. Marco says:

    So acho que andam a dar muito relevo a esta contratação, não olhando para quem está no projecto. Muita gente de peso no mundo dos Sistemas Operativos está lá metida.

  2. censo says:

    Eu começava por mudar o nome do sistema…

  3. Security says:

    “O seu propósito ainda não foi completamente clarificado”… julgo que queiram fugir da VM e desenvolver o mesmo de forma nativa. A ser verdade, a juntar aos requisitos que os fabricantes do android metem nos equipamentos, ficam com um desempenho muitooooo acima da Apple que para acompanhar terá de começar a carregar o seu hardware com mais requisitos. Vantagem da Apple é que tem um sistema operativo móvel nativo há muito mais tempo, pelo que deverá estar mais otimizado. Espero bem que seja um SO nativo que estejam a fazer e não mais um a correr em VM.

    • Oliveira says:

      Supostamente ele é um sistema nativo.
      No entanto as aplicações vão correr sobre uma versão personalizada do LLVM (como é normalíssimo), uma vez que o Fuchsia vai suportar aplicações desenvolvidas em vários tipos de linguagens desde Java, Dart, Go, Swift, C, C++.

      Como já foi confirmado, o Fuchsia OS vai suportar aplicações Android. Ainda não se sabe a 100% como é que a Google vai fazer isso, mas sabe-se que vai recorrer à Machina. Dentro da Machina estará a correr um SO Convidado baseado em Linux e nele será implementado o ART, e desta forma permitirá a execução das aplicações Android.
      A Machina funciona como uma VMWare ou mais precisamente como o QEMU (máquina virtual do Android Studio), permitindo aos utilizadores usarem outros sistemas operativos dentro do próprio Fuchsia OS.

    • ervilhoid says:

      “ficam com um desempenho muitooooo acima da Apple que para acompanhar terá de começar a carregar o seu hardware com mais requisitos”

      Qual a necessidade de o tornar mais rápido? não chega? a apple tem que se preocuprar em melhorar funcionalidades, não velocidade

  4. Falcão Azul says:

    De certeza que será um espectacular sistema operativo para smartphones.Não tenho a mínima dúvida !! No entanto,só daqui a um par de anos é que verá a luz do dia.Acho eu,porque ainda agora se está a incrementar o Android Pie nos dispositivos,e ainda falta o Android Q.Por isso… É o que eu digo,tão cedo não o poderemos utilizar,infelizmente. 🙁

  5. Far says:

    Uma pessoa pode sonhar, sim 🙂

    Um investimento desta envergadura tem abosutamente de ter um alto retorno em vista. Pelo que se tem sabido acerca destas corporações gigantes e dos seus reais propósitos, diria que será um sistema operativo bem mais eficiente em recolher informação sobre os seus utilizadores.

    • Luis says:

      Como se o Android e iOS não fizessem o mesmo. Não quer que recolham informações de ti? Mora na selva, na floresta e torça para que os satélites não captem sua imagem.

  6. Luis says:

    A Google passa a vida a mudar o nome às apps e outros. E em vez de unificar dissemina tudo. Duo, google mensenger, allo, hangouts, agora vai ser chat & meet, etc… Decidam-se
    Uso Android, mas neste aspecto a Apple é mais inteligente.

  7. PeFerreira98 says:

    Aqui está uma coisa que a Microsoft bem podia ter feito, um SO capaz de ‘emular’ apps android sem modificação de source code. Creio que o Windows Mobile tinha muita mais aderência com esse feito.

  8. Luis says:

    Agora eu quero ver os usuários de Linux a dizer que o Fuchsia é Linux

    KKKKKKK

    Ainda bem, com o Fuchsia esse “Linux” vai começar a perder mercado nos smartphones.

  9. Luis says:

    Verdade, não há nada tão fragmentado quando o Android. Eu espero que o Fuchsia seja caro e consiga ir contra o iOS e oferecer um suporte ainda maior que 5 anos sem obsolescência programada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.