Quantcast
PplWare Mobile

Depois da polémica com os sites do governo, a Google lança 6 mitos sobre Google Analytics

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Sílvio Pinto says:

    LOL!

  2. zé trolha instruído says:

    facto: segundo um artigo científico que li recentemente, o nosso telemóvel está constantemente a enviar dados para 40 entidades diferentes, sendo a referida neste artigo uma delas.
    outro facto: nesse mesmo artigo científico, era referido que mesmo o telemóvel sendo completamente novo e não tendo a app do facebook instalada, eram enviados dados para essa entidade.
    facto final: somos observados constantemente e não temos como nos esquivar a isso 🙁

  3. Andre says:

    podiam ter dito qual era o Add-on que desativa a medição do analytics

  4. Artur Peralta says:

    Portanto, podemos concluir (ou melhor acreditar) que:
    1. A google não utiliza os dados recolhidos pelo analytics para nada, é apenas uma ferramenta gratúita para os gestores de websites (não estu a falar nas versões pagas que quase ninguem usa)
    2. Se não quer ser “monitorizado” pelo google analytics, eu como utilizador é que tenho que tomar ações para isso não acontecer, como por exemplo, instalar um add-on que eles criaram (nem que seja por terceiros).

    Já agora, se não querem ser “monitorizados” (não se pode garantir a 100%, mas ajuda muito) podem utilizar o no-script, uMatrix e libreJS.

  5. Joao Ptt says:

    Se têm o javascript deles na página e conseguem seguir o utilizador por grande parte dos web sites do planeta, e talvez até tenha o utilizador registado e autenticado na plataforma deles, como podem afirmar que não sabem o que aquela pessoa anda a fazer nos ditos web sites governamentais? Ou pelo menos que não sabem que a pessoa anda nesses web sites e a ver que páginas nesses mesmos web sites. É literalmente para isso que o serviço existe, para saber o máximo possível de forma a ser útil aos webmasters e serviços de marketing/ design, etc.

    O argumento parece ser que eles têm acesso a tudo mas que não utilizam esses dados porque respeitam a privacidade das pessoas… mas nada os impede de guardar tais dados em segredo mesmo que não apareçam de forma pública em qualquer lado, e ainda menos os impede de partilhar tais dados com as agências de segurança pública e de espionagem que tenham capacidade para exigir através de mandato judicial tal partilha de dados, mandato esse com a opção seleccionada de proibir a empresa de notificar os visados de que tal está a acontecer.

  6. --- says:

    A melhor maneira de evitar tudo isso é deixar o telele na gaveta. Dessa maneira ser efectivamente livre, deixando de ter desses apêndices. Tentem e vão notar logo a diferença.

  7. Trumpetas says:

    o link para o blog?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.