PplWare Mobile

Trotinete elétrica E4: Desloque-se mais facilmente pela cidade


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Mateus Pinto says:

    Melhor, igual ou pior que a da Xiaomi?

  2. Pedro H. says:

    Qualquer dia as trotinetes passam a ser similares a motas…

    • Vítor M. says:

      Realmente. Em cidades com boas acessibilidades, havendo bom tempo, parece que se trocou a mota e o carro por estes meios de deslocação rápidos e económicos. Tens razão de facto no que dizes, ainda há coisa de uma semana, em Braga, ouvia uma conversa de 3 pessoas que passaram a ir para os seus trabalhos de bike elétrica e um deles tem uma trotinete deste género. O denominador comum da conversa era o que poupavam por mês em gasóleo, parque e tempo.

  3. CS_Tbone says:

    Alguém tem experiência deste tipo de trotinete em paralelo?
    Era importante partilhar esse tipo de experiência, pois também pode ser útil em zonas mais rurais para fazer os “transferes” entre a casa —» estação de transporte —»» trabalho. Há gente que tem que levar o carro até à estação e isso podia-se evitar também.

    • Mateus Pinto says:

      Como o umx disse, sem amortecedores só em asfalto/ cimento em bom estado.

      Apesar de rodas com ar, a 25 km h sem amortecedores, se tens um solavanco podes perder o controlo, ainda mais sendo rodas tão pequenas.

    • Fnk says:

      Em paralelo torna-se bastante desagradável, eu faço o trajecto casa-trabalho, cerca de 1500metros, e pelo meio tenho cerca de 10 metros de estrada com paralelos. esses 10 metros são bastante desagradáveis de fazer. Isto também porque a scooter que tenho, Segway KickScooter ES1, as roda são rígidas, o que não ajuda em pisos mais irregulares.

  4. KitKat says:

    As regras já existem desde 2005, consultem o artigo º 82 do código da estrada. Agradeço que não apaguem o meu comentário desta vez, obrigado.

  5. Milo0p says:

    Viva!!

    A nível estático não vejo diferença para a Xiaomi.

    Será replica?

  6. cucureal says:

    Boas.
    Um dos grandes problemas destes veículos são as baterias, alias o problema é comum a outros equipamentos e veículos elétricos.
    Tenho uma bicicleta em forma de scooter (Vortex RS) e já percorri mais de 20.000km essencialmente casa trabalho e vice versa. Em tempo por percurso é ligeiramente maior do que o carro (carro 6/7minutos, bicicleta 7/8 minutos).
    Mas as baterias não têm nunca a autonomia, o consumo, nem os ciclos de carga anunciados. O mesmo se passa com os carros independentemente dos combustível. Os valores são obtidos em condições que estão muito, muito do que é o dia a dia de utilização do veiculo.
    Já vou no 3 conjunto de baterias (incluindo o de origem), sendo que uso actualmente é uma bateria de lítio, que supostamente deveria ter cerca de 800 ciclos de carga o que corresponderia a mais de 10.000km. Esta bateria tem 5.122km e já acusa um desgaste elevado, se chegar aos 8.000km já vai ser pelas orelhas.
    Um veiculo elétrico, em primeiro que tudo é uma filosofia de transporte. O custo por km a prazo pode ser em alguns casos uma mais valia. A autonomia, tem que ser vem estudado o(s) percurso(s) de utilização, pois a capacidade é baixa e os tempos de carga longos comparados com outros tipo de veículos.
    Esta é a minha experiencia.

    • Mateus Pinto says:

      A questão da autonomia tem haver com as baterias serem de fraca qualidade, desgastam- se muito rapidamente. É como um SSD “chinês” vs SSD Samsung. Se avalias pelos chineses os SSD são relativamente lentos e duram povo, se avalias por Samsung dizes que são brutais. Uma bateria boa dura bem 600-800 ciclos reais até perder 20%.

      • RIP Apple says:

        Tenho a a minha Xiaomi m365 a ano e meio. É o meu meio de transporte diário .

        Conduzo com ela desde temperaturas de 38 graus até -7 graus … Até hoje , zero problemas.

        Faço por dia +- 10 km

        • Falcão Azul says:

          Você deve ser é doido.Vá-se tratar !! Andar à chuva torrencial com uma m**** destas,e percorrer mais ou menos 10 Km ?? Ó homem,ganhe juízo !! É cada doido neste mundo,foge !!

          • Andre Ferreira Andrade says:

            Em que pais vives?????

            Tens nocao que em paises desenvolvidos , estes tipo de transportes sao usados diariamente …..

            Andar a chuva??? trabalho a chuva tb…. qual o problema??? existe roupa apropriada para isso….

            sim +- 10km ( 5 km para cada lado ) … de carro demoro 6 minutos… de trotinete demoro 10 minutos….. isto de manha… a noite com o transito, de carro demoro 30 minutos…. de trotinete demoro 10 minutos…. sabes quando gastei para fazer a viagem na trotinete ? zero

  7. Jorge says:

    Como é que estas Trotinetes elétricas se portam em subidas? Ou só dão para ruas mais ou menos planas!

    • Andre Ferreira Andrade says:

      Depende do peso do utilizador, depende da subida, depende do nivel de carga, depende do piso e das condicoes do piso ( seco ou molhado ) e depende do firmware que tiveres a usar.

      Vou te dar um exemplo… peso 80 kg… ate a data subiu me quase todas as subidas ( so mesmo as picadas que ate de bicicleta, tenho que a levar a mao, é que nao subiu ) com tempo seco…. com tempo molhado, ja prende mais o pneu e perde um bocadinho de forca nas subidas….

      com firmware alterado, ela sobe bem melhor, contudo o desgaste do motor e das baterias e maior…

      Eu prefiro o firmware original, e quando vou numa subida em que ela quase nao passa dos 12 km/h, uso o pe para ajudar a subir e ela ja vai a uma velocidade bem melhor e consequentemente a gastar menos bateria devido a ajuda do impulso que dei com o pe.

      • André MARTINS says:

        Boas andré com os teus 80kg quanto te faz uma bateria completa, as marcas anunciam 20 a 30 km habitualmente mas não fazem referência a como chegam a esse resultado.

        • RIP Apple says:

          Eu só uma vez fiz esse teste … E a conclusão que cheguei é que a bateria , com 80kg… Faz uns 22km … No modo econômico, andará próxima dos 28/29 km… Contudo , é sempre muito relativo m depende das subidas, do tempo ( com chuva o pneu prende mais ) , etc

  8. Falcão Azul says:

    Isto é porreiro para quem vive perto do seu local de trabalho.Tem essa vantagem.Agora não é muito útil num país como Portugal que tem um clima muito mau durante o ano.Se virmos bem,de Outubro a Abril/Maio cai sempre chuva,é certinho. É mais de meio ano em que não se pode pegar de modo nenhum neste aparelho.Por isso…

    • Vitor Matias says:

      Se achas que o clima português é mau (entre 75 a 90 dias de chuva por ano) fala com os holandeses que andam todo o ano de bicicleta com mais dias de chuva (130 por ano) e temperaturas mais baixas.

      • Falcão Azul says:

        Entre 75 a 90 dias de chuva por ano ?? Você deve estar é doido !! Venha cá para o Norte e pense mais no dobro,assim uns 180 dias.Agora é que o senhor me partiu todo.Era bom,era,só 90 dias.Era o paraíso !! Já o disse e repito,são 180 dias por ano,uns bons 6 meses,mas à vontade !! Esta agora. 😀

        • Mateus Pinto says:

          Ó falcão, só se vives nas montanhas, eu no norte não tenho nem de perto essa quantidade de chuva. Pela tua mensagem vê -se bem que és do que não vive sem carro.
          Em muitíssimos países muito mais frios, agrestes que Portugal as pessoas fazem imensos km em bicicleta para ir trabalhar. Se estás com tantos problemas vestes-te bem, capacete e pegas numa bicicleta, patinete ou Mota eléctrica. Por muito que te desculpes, só vivendo no Pólo norte é que admito que seria complicado.

        • Vitor Matias says:

          Dados PORDATA: https://www.pordata.pt/Portugal/N%C3%BAmero+de+dias+sem+chuva-1071-10203
          Dias sem chuva em 2017:
          Bragança: 279
          Porto: 245
          Lisboa: 290

          Independentemente disso, nos países onde a bicicleta está massificada para mobilidade urbana, chuva e frio são mais frequentes e não são um problema.

    • B@rão Vermelho says:

      Você deve de ser é doido, vá-se tratar.
      Então o clima em Portugal é muito, mau?
      Se fala-se do desnível das ruas, ao o pavimento dos passeios, quase que era um argumento válido.

    • Diogo says:

      Não deve viver no mesmo país que eu certamente.

    • Diogo says:

      Não deve viver no mesmo país que eu certamente.

    • Andre Ferreira Andrade says:

      amigo…. eu vivo na suica e chuva , neve e temperaturas negativas, é coisa que nao falta…. ando o ano todo nela… chuva? nao acontece nada…. o unico problema , é mesmo o gelo e neve, em que tenho que andar mesmo mesmo devagar para nao cair…

      é excelente esta trotinete ( a da xiaomi tem as baterias da LG, esta replica, nao faco ideia )

      • Mateus Pinto says:

        André, em gelo/ neve só se vives na cidade, se tiveres que fazer vários km para trabalhar de uma aldeia para a cidade, só uma Mota eléctrica é solução. Ainda assim há muitas motas eléctricas entre 2000-3500€ e que são uma excelente solução para a cidade.

        • RIP Apple says:

          Depende dos KMS que sejam . Repara , a Xiaomi 365 custa +- 330 euros … Se tiveres um carregador no local de trabalho a trotinete faz te 20 km para cada lado na boa … Contudo , compreendo o que dizes em relação a nota elétrica , dado a velocidade ser maior e ter mais segurança.

          Para distância curtas ( max 6/7 km para cada lado ) estás trotinete sao brutais mesmo .

          Aconselho tbm estás trotinetes , como meio de explorar uma cidade . Tipo , levam na num carro, na mala, estacionam o carro num ponto da cidade e depois de trotinete exploram a cidade . É 5 estrelas para esse tipo de situação.

  9. Manuel capela says:

    Boa tarde
    Já agora que marcas alegam da Xiaomi, existem , pois estou interessado numa

  10. Luis says:

    260 euros??? No site de vendas fala em 351,59€??? Decidam-se lá, ou é por ser Natal…..

  11. Caio says:

    É possível andar na chuva com este patinete? Obrigado.

  12. Eduardo Santelmo says:

    Pneus para Trotinetes 9 polegadas, alguem sabe onde arranjar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.