PplWare Mobile

SanDisk apresentou um protótipo de pen USB com 4TB, a maior já criada


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. mocas says:

    deve ser barata… e já imaginaram perder 4tb de dados assim do nada?

  2. Mateus Pinto says:

    4 TB é uma boa coisa, dependendo do preço é velocidade. Hoje em dia há discos portáteis finos e leves de 4 e 5 TB por 110-130€ online, se esta pen de grandes dimensões for muito mais cara então não fará muito sentido. Eu tenho um HDD USB 3.0 de 2.5″ e 1 TB, já com uns 2-3 anos e transfere a 110-130 MBPS, estes novos serão ainda algo mais rápidos.

    Daí que se tiver que escolher um HDD fino 2.5″ 5 TB por 130€ vs. Pen USB “gorda” 4 TB por (por ex 230€), prefiro ter os 5 TB e 100€ no bolso.

    • Mateus Pinto says:

      Lol então deves ser lento, porque ainda assim leste e… respondeste. Eu sei que nem todos têm a mesma capacidade, não faz mal, mais cedo ou mais tarde arranjas um trabalhinho para ti…

    • Blackbit says:

      “há discos portáteis finos e leves de 4 e 5 TB por 110-130€ online” … Aonde?

      • Filipe says:

        Claro que há. Daqueles que “morrem” passado 1 ou 2 meses. Prefiro gastar os 100€ com que fico no bolso e ter uma coisa com qualidade e que dure, pelo menos até acabar a garantia (como é o normal agora), do que se avarie logo passado 1 mês ou 2 e perca os dados todos que lá coloquei.
        Mas claro, eu também devo ser lento e não ter a mesma capacidade, porque não me interessa das preferências de alguém que acha que gozar com a situação profissional de uma pessoa é um bom insulto.

        • Toni da Adega says:

          Visto serem exactamante iguais, morrem tanto como morre o disco de um portatil. O disco de um portatil dura bem mais que 2 meses

        • Mateus Pinto says:

          Filipe deixa de inventar. Basta procurares online, sejam sites portugueses ou que entregam em Portugal e a escolha (de marca!) é ampla. Eu há um ano comprei por 99€ um WD 2.5″ USB 3.0 de 3 TB na mediamarkt. Este ano tens a esse preço ou pouco mais caro os de 4 e por pouco mais de 5 TB.

          Até digo mais: estou de olho num de 5 TB que está a 130€ e por teimosia quero que baixe apenas um pouco mais para vir cá para casa. Se queres um procura.

      • Toni da Adega says:

        4-5TB nunca vi, mas 2TB sim, encontra-se em qualquer sitio

  3. Jj says:

    Esta pen vai servir para entregar o orçamento de estado ao Presidente.

  4. Pedro Ribeiro says:

    Sweet! Para projectos “owncloud” vem mesmo a calhar!

  5. MarioM says:

    Apesar do advento da Cloud ser muito bom uma Pen ou um disco é de fácil consulta na Cloud se não ter Net já fostes, portanto nunca depositar os ovos na Cloud porque pode falhar.

    • EC says:

      Não sei onde vives, mas nos grandes centros urbanos estar conectado à internet é algo banal. É muito raro ficarmos sem possibilidade de acesso. É como se fosse electricidade: há em todo lado!

      • Toni da Adega says:

        Para quem viajar pouco ou nunca sair do escritorio e quiser esperar 30 minutos para transferir dado Cloud é uma boa opcao

        • EC says:

          Porra. Estamos assim tão atrasados ou serei eu um privilegiado?! Tenho 1 GBit/s em casa e 10GBit/s no trabalho. A transferência dum ficheiro de 1 GB demora-me em média cerca de 10 a 15 segundos.

          • Mateus Pinto says:

            Devem haver 5% de portugueses com cobertura a 1 Gbit (real) e 0.001 % com 10 Gbit (para si próprio!) no trabalho …

            Eu na minha zona relativamente central tenho máximo cobertura 200 mbit; no trabalho consigo máximo 5 mbit… (conexão de rede gigabit)

          • Toni da Adega says:

            Como eu disse, Para quem viajar pouco ou nunca sair do escritorio.

            Sai do escritório e vê quando tempo demora o upload download de 1GB.

  6. Moore says:

    “Este tamanho é algo que a indústria ainda não tem disponível e nem se esperaria que viesse a ter.”

    Então e a Lei de Moore?

  7. Mc says:

    EC ok és um DJ e tens a tua música legalmente comprada na cloud. Vais fazer um casamento naquela quinta a 2Km de Lisboa mas que não tem net…. Isso de ser banal tem muito que se lhe diga

    • EC says:

      Não qual é o seu método de trabalho. Eu venho da área da formação e quando vou dar uma acção formativa, como profissional que sou, tenho as minhas apresentações e ficheiros guardados no meu disco ou outro dispositivo como forma de backup de acesso ao meus dados. Transportando este raciocínio para o teu comentário, como DJ, obviamente descarregaria previamente as minhas músicas antes de me deslocar a tal quinta.
      Mas repare que exemplos como o seu são situações pontuais onde podemos ter algum dificuldades de comunicação. Não acredito que nos dias de hoje não consigamos ter acesso a qualquer altura aos nossos dados guardados na nuvem em condições normais de operacionalidade. Mais depressa acredito que será mais difícil chegar a tempo e horas nessa tal quinta do que descarregar a biblioteca musical para o evento 😛

      • Toni da Adega says:

        Mas com uma ligação de 10GBit/s não é necessário discos externos.

        Ao ter sempre internet rápida em todo o lado isso é conversa de quem não viaja. Qual pessoa sabe que basta sair dos centros urbanos e a utilização da “cloud” não é praticável. Isso até acontece nos grandes centros urbanos, por vezes sitios como centro de Londres é difícil apanhar sinal quanto mais fora dos centros

  8. Apilhas says:

    Este português.. cada artigo, cada “bug”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.