Quantcast
PplWare Mobile

Redmi Note 11 chega esta semana e já há detalhes oficiais para conhecer

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Jota says:

    Se vier com as dimensões gigantescas que têm vindo, e sem leitor de impressões digitais traseiro, não obrigado!

    • Rodrigo says:

      sem leitor de impressões digitais traseiro? Mas estamos em 2015 ou que? Gosto muito do leitor de impressões no botão

      • Jota says:

        Para mim, não há nada mais pratico num telemóvel do que o leitor de impressões digitais traseiro!

        • Rodrigo says:

          Mas nao faz muito sentido. Como ‘e que o leitor na traseiro seja mais pratico do que o leitor no próprio power button? 2 em 1.
          A nao ser que consegues desbloquear o telemóvel simplesmente pondo o dedo no sensor traseiro

          • Jota says:

            Sim, desbloquear o telemóvel, fazer pagamentos, etc. Acho muito prático o sensor traseiro. Muita gente diz “ah e tal e se o telemóvel estiver pousado na mesa”? Basta um ligeiro duplo toque no ecrã para desbloquear! A minha mulher e o meu filho têm telemóveis com o sensor no ecrã, e eu não acho aquilo nada prático, para além de ser mais lento do que o sensor traseiro.

  2. Rui Santos says:

    Mediatec, boa mais um para o ponto electrão.

  3. Miguel says:

    com o redmi 12 a chegar daqui a 2 meses o melhor e esperar. Depois saem redmi 12 lite, redmi 12 pro, redmi 12 plus, redmi pro plus, redmi 12 max, redmi lite 5G, redmi pro note 12 5g…xiaoli vende 100 modelos por ano e passado meses cheios de bugs estao obsoletos sem updates.

  4. Xico says:

    Ainda não tem seis meses o redmi note 10 já sai o 11.

  5. Brassousa says:

    Mais um da xiaomi com bugs

  6. RM says:

    Cuida do com os comentários se não as virgens ofendidas ainda vêm para ai, xiaomi não tem bugs..

    • Miguel says:

      O LR, Galo, Filipe que passam a vida a criticar os iphones nem piam sobre os seus xiaomis sem updates e cheios de bugs…eles juram a pes juntos que o seu xiaomi de 200 euros com 200 megapixeis e que e bom!! Bom pisa papeis entenda se eheh

      • RM says:

        +1 mas para mim iPhones não..

      • LR says:

        Miguel, pelos vistos no teu iPhone tens aquela App preciosa na Apple, o iGuess. Quem te disse que tenho Xiaomi? Por acaso, já tive, dois, mas agora tenho outro.
        Mas enquanto tive os Xiomis, nunca tive bugs, publicidade, bloqueios, etc.
        Segundo, eu crítico iPhone, ou Apple, quando acho que o devo fazer, tal como a outras marcas. Provavelmente ainda não ers nascido quando tive o meu primeiro Mac (que ainda tenho guardado), não sérias talvez nascido quando tive o meu primeiro telemóvel (Siemens fixo no carro, da rede Portugal Telemóvel – o prefixo era 0676), e talvez já andasses na escola quando comprei o o meu primeiro iPhone (o 2G, que também ainda o tenho guardado – tal como todos os telemóveis que tive – pois quando quero comprar um, não preciso de vender o que tenho).
        Portanto, guarda a viola no saco (também tenho, várias), e fala apenas do que sabes.
        PS: o que digo sobre ti, é como conhecimento igual ao teu.

        • Miguel says:

          Tens xiaomis, iphones, macs, violas….tens tudo incluindo dor de cotovelo de agora n teres nada! Se criticas o iphone e dizes que usas xiaomi entao estamos conversados! E que xiaomi tem muito mais para criticar mas isso ja n pias. Se dizes que nunca tiveste bugs ou publicidade e porque nunca usaste MIUI, pois isso é coisa que n falta. Em vez de criticares apenas e so o iphone para teres atencao ve se elogias a revolucao que os macs estao a fazer na industria informatica e mesmo os iphones sem inovarem muito continuam a ser lideres de mercado com o melhor smartphone do mercado em todos os campos.

          • LR says:

            Normalmente não perco muito tempo com crianças, mas acho que tu mereces.
            Eu disse que tive Mac, mas agora não tenho. Tenho Lenovo e Surface. Tive o primeiro iPhone, que foi o meu primeiro e último iPhone. Tenho, e ainda vou usando, o primeiro iPad. Já tive várias marcas de telemóveis, desde Siemens, Nokia, Erikson, Motorola, HTC, Blackberry, Sony, Xiaomi, Samsung. Neste momento tenho Samsung. Nunca tive problemas com nenhum, a não ser por culpa minha.
            Não tenho dor de cotovelo de nada, felizmente posso comprar o que quero, quando quero, sem necessidade de grandes contas, e muito menos recorrer a crédito. É, o que tenho, foi escolhido de acordo com as necessidades específicas para tal aparelho, e com os meus gostos pessoais.
            Acho alguma piada a putos como tu, que se acham a última bolacha do pacote, ou a ultima coca cola do deserto, esquecendo-se quase sempre que: 1- a última bolacha por norma está toda partida ; 2- nem toda a gente gosta de Coca-Cola.
            É com isto termino, não perco mais tempo com putos insignificantes, que não sabem mais que armarem-se no que não são, mas no gostariam de ser.
            Bonus: até nas guitarras, há preferência por marcas. Eu, pessoalmente, gosto mais da Fender e da Ibáñez, não gosto muito das Gibson ou Epiphone, mas não por serem piores ou melhores que as outras. Apenas por… gosto pessoal.

          • Vitolas says:

            Acabas por não ser melhor que ele, nenhum smartphone é o melhor em todos os campos, os iPhones tem coisas em que são melhores mas também tem coisas em que são piores e o grande problema nos iPhones é o preço, é inegável que o valor pedido por um iPhone principalmente nos mais baratos neste caso o iPhone 13 mini e iPhone 13 é um absurdo para o que oferecem, já para não falar nos “desde” 499€ por um iPhone SE que é um assalto a inteligência de qualquer pessoa.

      • NA says:

        Sai de cima do pedestral e experimenta um xiaomi. A maioria nao precisa de um topo de gama para o uso normal que fazem. Ah, e os updates? com os 1000 euros de 1 iphone compra-se 4 ou 5 geracoes de xiaomi e vai-se acompanhando a evolução.

      • Galo says:

        @Miguel, mentes a dobrar.

        Na parte que me toca, é mentira que critique os Iphones! A não ser que para ti quem não diga “o iphone é o melhor em tudo” já está a falar mal…mas temos pena 😀

        A verdade é que Iphone é uma grande máquina. Mas existem outras “máquinas” da Samsung, Xiaomi, Huawei, Oppo, Vivo, Google. O mundo não é só Iphone 😉

        • Samuel SP says:

          Nenhuma dessas marcas tem ecossistema ao nivel da apple logo nem vale a pena considerar. Ate podem ser bons smartphones mas o que perdes por estar fora do ecossistema nao compensa, iphone nisso e imbativel.

          • Galo says:

            Isso é muito relativo. O que consideras ecossistema? (do ponto de vista do utilizador)
            Falas em software, em hardware, em serviços? Ou em apenas teres um “portfolio” de equipamentos da mesma marca?

            É que por exemplo, em termos de home smartdevices ou wearables, (integrados/controlados pelo smartphones), a Xiaomi até tem um portefolio bem maior que o da Apple.

            Até podes dizer: ah e tal o sistema operativo nao é proprietario, como na Apple. Mas do ponto de vista do utilizador o que é que isso interessa? Interessa que seja fluido, estável, e ofereça todos os serviços que ele precisa, ou seja, que funcione!

            Depois, sei que a Apple tem Apple Music e Apple Tv. Mas que vantagem têm estes serviços, se não são os preferidos dos consumidores, os lideres de mercado, ou nao sao os que têm a maior oferta. E mesmo que o fossem, no caso da Apple music até o podes ter em Android.

            Cada vez mais a intregraçao windows – android está melhor. Marcas como Samsung, Huawei e Xiaomi, já te permitem controlar/gerir perfeitamente o smarphone através do pc (e já ha bastante tempo!)

            Que importa se são dois sistemas operativos de companhias diferentes? O utilizador quer é que funcione harmoniosamente.

            No meu ponto de vista, vejo o ecossistema como algo mais lato que uma marca, ou seja, ecossistema é puderes ter um conjunto de equipamentos/serviços que comuniquem entre si facilmente, funcionem em harmonia, trazendo mais conforto ao utilizador (independentemente da marca).

            Do ponto de vista da companhia, ecossistema terá uma definição diferente..

          • Rodrigo Da Silva says:

            Para mim, ecosistema ‘e saber que se comprar X equipamento (seja ele qual for) saber que ira funcionar com todos os outros equipamentos duma maneira ou de outra. Nativamente. Sem precisar de se instalar nada extra nem configurar nada.

            O ecosistema ‘e tudo. Hardware e software e servicos. Tudo combinado e a funcionar bem para o consumidor final sem este precisar de fazer nada.

            Que eu saiba nao ha outra marca nem outro Sistema operativo que consegue fazer a integracao completa como faz a Apple. E eu tenho um android, um iphone, tenho um Mac e tenho um windows pc.
            Se pensares um pouco isso faz sentido pq Apple cria o hardware e software logo consegue por tudo a funcionar.
            Samsung tentou criar o seu proprio SO nos telemoveis mas foi mandado parar pq google nao estava a gostar da brincadeira.

            Quando consegues copiar algum texto num android qualquer (telemovel ou tablet) e colar num documento numa maquina windows qualquer (nativamente) talvez ai consegues percerber o poder do ecosistema da apple.

          • Galo says:

            @Rodrigo Da Silva sou da mesma opinião que tu em praticamente tudo.
            Apenas não acho que seja requisito teres o teu próprio SO. Demora mais, e requer esforços conjuntos de desenvolvimento, mas não preciso ter Android no pc, Android no smartphone, e no Android aquecedor la de casa, para todos funcionarem em harmonia, para todos funcionarem em ecossistema. Tenho visto desenvolvimento nesse sentido.

            E falando em “aquecedor” inteligente, das marcas referidas, incluindo a Apple, creio que nenhuma bate a Xiaomi, no que toca ao portefolio de devices inteligentes que nativamente formam também um ecossistema.

  7. Luis Henrique Silva says:

    Chiça ainda este ano saiu o rdemi note 10 e já vem outro!
    A andarem assim como andam ainda ficam na desgraça….

    • Miguel says:

      O LR diz que nao sao muitos, alguem ensine o rapaz a contar. Eu aposto em 10 variantes do redmi 11, vamos aguardar! O meu favorito sera o redmi 11 pro note plus Pro 5G Max que sera desatualizado quando sair o 12 la para dezembro.

  8. Pedro Gonçalves says:

    Mais um telemóvel com defeito no ecrã, ao que parece vem com um furo. Deal breaker

  9. Pele says:

    Wow comprei o redmi note 10 pro ainda este ano, estou espantado sair já o redmi 11, estou muito satisfeito com o que tenho agora e não me vejo a trocar telemovel tão cedo, mas gostava de saber se em termos de preço irá competir com o Redmi note 10, imagino que este será mais caro.

    • Rodrigo Da Silva says:

      Tambem comprei o emu note 10 pro por £180 em Julho e estou a gostar como telemovel secundario 🙂
      Mas nao estou nada surpreendido por ja anunciar o note 11. Essas marcas chineses preferem vender muitos telemoveis diferentes do que vender muitos do mesmo modelo.

  10. PJA says:

    Grande máquina. Tenho o redmi note 9 pro, e pelo preço só tenho a dizer bem.

    • Samuel SP says:

      Para uma carteira mais vazia e pessoal sem estudos e que arrota a mesa acho que chega bem e sobra.

      • Jorge says:

        Bom dia, parece-me deselegante a forma como se refere a pessoas com menos possibilidades financeiras. Nem sempre estudos significam carteira cheia e vice-versa. No entanto, o seu pensamento parece-me um bocado mesquinho ao conciliar menos estudos com pobreza e falta de educação ao mesmo tempo. Espero que nunca fique com a carteira mais vazia para que não caia no risco de arrotar à mesa e outros fazerem juizos de valor que pobre tem mesmo que ter refugo porque como é menos afortunado não merece ter melhor. Política de castas como na India? Pobre nunca pode deixar de ser pobre? Ou como Salazar? Não fomentar a educação porque quem tem estudos tem poder crítico e é uma ameaça ao Estado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.