Quantcast
PplWare Mobile

Já fez a sua lista de presentes para este Natal?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Maria Inês Coelho


  1. No comments says:

    Não compro nada no natal …

    Boas festas ppl 😉

  2. David Guerreiro says:

    Essa deve ser a lista de Natal para a família Espírito Santo, que são os poucos que podem comprar esses luxos todos. Para a maioria dos portugueses, nem presentes da loja do chinês.
    Curiosamente, só comprei 2 presentes e ambos foram importados, que é para não dar dinheiro a xulos.

    • rmcrys says:

      David Guerreiro: näo me leves a mal a franqueza, mas o teu comentário é rídiculo.

      – “família Espírito Santo” presume que em Portugal haja só desempregados e salários mínimos

      – “comprei 2 presentes e ambos foram importados, que é para não dar dinheiro a xulos”: a tua santa esperteza leva a que fomentes a riqueza e emprego FORA DE PORTUGAL, e a que alimentes o desemprego EM PORTUGAL, que portugueses que vendem nas lojas em portugal ou têm negócios e däo emprego fechem e venham para a rua. Mais: quando pagas impostos pagas um SISTEMA JUDICIAL que te protege e defende, pagas um SISTEMA DE SAÚDE que te trata, SISTEMA EDUCACIONAL para escolas, universidades e “escalöes para os necessitados”, pagas para que tenhas RUAS ASFALTADAS e em estado muito razoável, entre centenas de outras coisas.

      Desculpa mas essa mentalidade (generalizada) que cresce cada vez mais que os Portugueses näo têm que contribuir com nada para a sociedade/portugal, e que os governos é que tem que dar tudo é no minímo estúpida.

      Vai para fora trabalhar e vês o que é pagar impostos, tendo em países nórdicos 50-60% do salário ido para impostos (entre descontos e IRS). Falam, falam falam…querem tudo e näo querem dar nada. Pöe os empregos a parir e queixam-se do desemprego; mandam dinheiro para fora do país e queixam-se quando dizem que näo há dinheiro para escolas/saúde… No comments.

  3. João Silva says:

    … faço minha, a vossa frase: «porque o orçamento diminuiu, ou porque as preferências ou as necessidades se alteraram.» Realmente e dado os condicionalismos que me impuseram à força e contra a minha vontade – porque nunca vivi acima das minhas possibilidades e não fui eu que contribui para a bancarrota nacional, mas sim TODOS os políticos que nos têm desgovernado desde há décadas -, através de um autêntico assalto institucionalizado ao meu rendimento, já de si bastante baixo, este ano o Natal vai passar despercebido cá em casa. De tal forma que nem deu vontade, ânimo ou espírito, para montar uma árvore de Natal sintética, comprada nos chinocas há anos… Prendas??? ZERO. Felizes os que (ainda) podem entrar nessa onda.

  4. David Guerreiro says:

    Isso da bancarrota ser apenas culpa dos políticos, não é bem assim. Existiu por parte das famílias um grande recurso ao crédito bancário, tanto para compra de casa própria, bem como para consumismo desenfreado desencadeado pela sociedade altamente consumista que se desenvolveu em Portugal. Famílias essas que contrairam crédito sobre crédito, viviam acima das posses, e que deixaram de pagar os créditos à banca, o que gerou crédito mal parado.
    Parece que já voltámos ao mesmo, o número de carros novos vendidos está a aumentar, os bancos voltaram a conceder crédito.

    • João Silva says:

      Não é bem assim??? Quem é que gere os dinheiros públicos? Sou eu? É você? É o Manel das Coubes? Onde param os contentores de euros entrados na era Cavaquistão, vindos da então CEE para Portugal? Quem fez obras megalómanas sem efeitos económicos para o País? Para quê auto-estradas que hoje estão às moscas? E o imobiliário? E as PPP’s? E a corrupção por tudo quanto é sítio desde o governo até ao manjerico mais reles? E o BPN? E o BES? E tantos outros crimes económicos onde se desbarataram milhares de milhões de dinheiros públicos? Fui eu que geri esses dinheiros? Foi você? Foi o Manel das Coubes?

      • rmcrys says:

        Muita gente ressabiada…quem faz as maroscas säo Portugueses e chineses (em Portugal), e noutros países outros quantos desses países.

        Se tu näo tivesses os mesmo genes que os que estäo nos governos E quem lhes sucedesse também, até podias dizer algo, mas é o pobre a gozar com o rôto.

        Se pirateias filmes, se compras fora para fugir aos impostos, se mandas papéis para o chäo em vez no lixo, se gastas mais combustivel do que o que devias, se näo ajudas uma pessoa que precisa de ajuda, näo és melhor que eles só que numa situacäo diferente.

        Faz a tua parte, ajuda os outros a fazerem a sua, e pode ser que os teus/nossos filhos ou netos tenham uma mentalidade diferente

  5. Bruno Santos says:

    Xiaomi Mi4 Fdd-Lte a caminho ^^

  6. Blueparty says:

    A propósito de colunas: é possível colocar música vinda do pc ou de um tablet ou smartphone, por bluetooth, para duas colunas em simultâneo? Só em modelos específicos, não é?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.