PplWare Mobile

China: Mulher é detida com 102 iPhones presos ao corpo


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Asdrubal says:

    Serão explosivos? Será droga? Droga não é certamente, e não são explosivos como os Samsungs.

    • Pedro Cascão says:

      Pesquisa no Google e o que não há são iPhones a explodir. (iPhones e “todos” os smartphones, obviamente, já que todos têm bateria)

    • Helder says:

      Samsung-Akbar

    • LG says:

      Falar ainda hoje em Samsung explosiveis é como falar ainda hoje no bendgate… Assunto resolvido rapidamente pela Samsung mas os iFans não encontrem outra desculpa sobre a Samsung…

      E sim… explisivos são… https://www.youtube.com/watch?v=paWS9eDX-Vg … Apple mantém silencio sobre os casos… Samsung trata do assunto como deve ser

      … e não, não sou utilizador iPhone nem Samsung

      • Helder says:

        Sabes bem que esses casos são sempre feitos por pessoas que querem é receber indemnizações, ou não?

        Sabes que os Note 7 foram proibidos de voar por estarem sempre a explodir e proibidos de venda?

        Pois…

        http://i.imgur.com/Sy6M4jG.gifv

        • Woot! says:

          “Por estarem [sempre] a explodir” por favor…vê lá o que dizes. Houve alguns casos mas não estavam SEMPRE a explodir.

          Foram proibidos de voar na altura por precaução porque ainda não se sabia qual era o problema. Neste momento não tens problema nenhum em voar com qualquer tipo de telemóvel.

        • Filipe F. says:

          Muitos seguidos queres dizer 50 telemoveis em 5 milhoes que foram vendidos? Pensa bem nos números… No muitos para 50 e ao que chamarias 5000000 🙂 Se calhar já explodiram ou arderam mais iPhone 7 do que Note 7, mas sabes que o mediatismo é pago… e grande parte das noticias eram curiosamente nos EUA 😉 Terra da Apple.

          • Helder says:

            1. Números falsos que dás.

            2. Não, não tens dados nenhuns de iPhone 7.

            3. recolheram no mundo inteiro, porque é terra da Apple, não é?

    • Asdrubal says:

      Como normalmente quando levam coisas assim atadas aos corpos para os aeroportos ou é droga ou são explosivos, lembrei-me de fazer uma brincadeira com aquele poema conhecido e o tema deste tópico. 😉

  2. Homo Erectíssimo says:

    Acho que o “recorde” é de um rapaz que foi preso em 2015,há 2 anos,com 146 iPhones colados ao corpo.Isto é cá preciso ter uma lata do caraças… 🙂

    • Vítor M. says:

      Estava convicto que isto já não existia… afinal quem quer iPhones agora na China?… mas ao que parece!!!

      • Homo Erectíssimo says:

        É verdade,Vítor.Mas olhe que isto nunca irá acabar.Coisas destas,como o contrabando,faz-se todos os dias,em qualquer parte do mundo,e seja com que for.Qualquer dia vai haver um “fino” que se aventura com 150 ou 200 iPhones,você vai ver.Há malucos para tudo. 🙂

  3. Leinad says:

    É precisamente o contrário. iPhones são mais baratos em HK do que no resto da China! Por isso é que pessoas de Shenzhen e outras cidades da área vão a Hong-Kong para comprar iPhones, electronicos e outros productos de luxo. Porque é mais barato.

  4. Filipe Teixeira says:

    Que informação dramática!

  5. Jovens Conectados says:

    O preço exato de um Iphone?

  6. Helio says:

    Nunca vi androids ou lumias presos ao corpo porque será? Baratos e sem interesse pois

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.