SMS será a cura para prejuízos milionários no setor da saúde?


Destaques PPLWARE

19 Respostas

  1. Paulo says:

    No SNS, a maioria das faltas até pode ser por esquecimento. Mas no privado a maioria é por falta de educação; infelizmente muita gente não quer saber se há outra pessoas a quererem consulta e que não têm vaga, se o médico está propositadamente à espera de um paciente que não chegará, ou até se o profissional de saúde se deslocou propositadamente para uma consulta.
    E avisam por SMS!
    No último ano estive com problemas de saúde; e conheci profissionais de saúde que deveriam ter outra profissão ;), e também assisti a situações recorrentes de faltas de pacientes que causam imenso transtorno.
    Quando há falta de chá…

  2. Hugo Gomes says:

    Eu falo por mim consigo uma consulta daqui a 3 ou 4 meses e ja é um pau. Lembrar ate me lembro o problema é o doutor que esse se esquece da consulta no centro de saúde e depois vou aos bombeiros onde trabalha la como privado e ta la o senhor no bem bom a recebee 25€ por cabeça. Pois os doutores ai já nao se lembram de nos. Mas cada caso é um caso nem todos sao iguais

  3. Spike says:

    a minha clinica dentaria ja faz isto a anos, no dia anterior manda sempre uma sms para relembrar a pessoa e para confirmar, se a pessoa nao responder ao sms passadas 2/3h ligam mesmo

    este tipo de coisas ja devia estar em todo o lado a anos, enfim o pais que temos

  4. Pedro says:

    Muito útil! Já recebo essas mensagens há algum tempo do meu Hospital (Hospital Santo António, Porto). No meu caso seria desnecessário porque numa sociedade com tantos smartphones/telemóveis eu sou, aparentemente dos poucos, que uso a agenda e coloco lembretes para não falhar.
    Esta medida faz todo o sentido no setor público dado que as consultas são agendadas com meses de antecedência. Já no privado, como já mencionaram anteriormente, as pessoas têm pura e simplesmente falta de educação. Trabalho numa clínica dentária em que mesmo com sms/chamadas/consultas marcadas no dia anterior as pessoas pura e simplesmente faltam por “esquecimento”.
    Há em alguns países medidas uma medida mais “eficaz”: quem falta, sem aviso prévio, paga a consulta na mesma. Ninguém (ou quase ninguém) se esquece.

  5. Filipe says:

    Que ideia fraca, gastar outros milhões a mandar SMS para os utentes, coloquem antes um temporizador no consultório do médico.

  6. Filipe says:

    Outra já agora, porque é que quando um médico ganha por doente, atende-o de maneira a que ele, lá volte muitas vezes, é quando vai para o público, manda-o logo para casa, dizendo que está cheio de saúde

  7. filipe says:

    O serviço regional de saúde dos açores (que é público) envia os sms a relembrar o agendamento da consulta e a indicar, não só a hora da mesma, bem como a hora em que o utente deve comparece nos serviços. E isto não é recente, já acontece há algum tempo!

  8. RS says:

    Era tão mais simples que as pessoas simplesmente pagassem a consulta no acto da marcação, se não comparecessem há consulta paciência, perdeu os €€, se avisassem 48 horas antes podiam fazer a marcação novamente
    Estamos a falar de uma área tão sensível e super necessária para todos mas que funciona tão mas tão mal. Muita gente incompetente e sem o mínimo de bom senso há frente dos organismos públicos.
    Só querem é mamar €€.

  9. Antonio says:

    Muito estranho toda esta noticia. Esta situação só pode existir por haver “gurus” com interesses. Normalmente quando contrato um serviço há uma coisa que se chama caução! Logo reduz o risco de prejuízo.

  10. Dimms says:

    Isso é muito bonito mas a muito longo prazo, daqui por 20 ou 30 anos quando a geração tiver mudado, porque nos dias de hoje com a população envelhecida como temos a maioria nem sequer tem telemóvel quanto mais ler uma sms. Então na minha zona de residência onde a grande maioria da população são pessoas do meio rural o caso torna-se ainda mais complicado.

  11. Daniel says:

    Ao ler a notícia parece que é algo inovador, contudo quase todos os hospitais públicos e privados jaá fazem isto, pelo que parece publicidade e não uma notícia. Nada contra a publicidade, mas que seja identificada.

    • Vítor M. says:

      Não tem nada de publicidade, é apenas informação sobre uma solução para um problema do ponto de vista de um especialista. Tem a ver apenas com utilidade. Por isso mesmo e como referiu é algo inovador sim e não, não fazem isso não, ainda não fazem nada isso todos, a grande maioria, provavelmente 80% não o faz (alguns ainda se limitam a ligar, mas públicos ainda são poucos que o fazem).

      • filipe says:

        se tem link para uma empresa que tem a solução para o problema…é publicidade! tb podem colocar o link para a minha solução pf?

        • Vítor M. says:

          Sim, falamos na Microsoft há dias, com uns links dos ISO do Windows 10, do Surface, do HoloLens….também é? Aaa espere, falámos no Smart Router da Vodafone, umas dicas, com o link, é pub? Aaa e falamos no router da MEO também é pub? Olhe e naquele da Nowo que demos a dica do seu novo router, também é pub? Já agora, naquele da Apple da dica do iOS 11 que traz umas novidades, com link para descarregar o iOS, o ipsw, também é pub? E então o do Ubuntu que demos a conhecer a última versão, as novidades e tem o link para a distro? Aaa espere, também é pub… já agora aquele da Olá, o Perna de Pau? Sim e o da Yoggy com um link do projecto também é? Aaa mais há melhores, sim, o da NASA que demos a conhecer uma ferramenta e tem link e se for pub… bom, se for pub a esses não perdoamos, temos de ir lá buscar os dólares, meu amigo, NASA é NASA e a malta não está aqui por amizade às estrelas.

          Já agora 🙂 há dias falamos no Facebook e nuns truques… na volta temos uns trocos a solicitar ao Zuckerberg… olha que ainda vamos aos states e trazemos umas massas. Calma… Tesla… já me esquecia que demos pub, segundo as suas conclusões o Musk tem de passar então aqui pelo dep. financeiro para saldar contas (um Model S chega, um P100D)… Google, Twitter, DJI, Coca Cola… hmmm. Deixa ver se não esqueci mais ninguém!!!!

          A sua solução? Se tiver interesse e estiver enquadrada na nossa temática, tecnologia é connosco. 😉

          • Joao ptt says:

            Descobri agora que o PPLWARE assume ser um web site de publicidade a tudo e mais alguma coisa.
            – Chocado –
            Vou pedir o meu dinheiro de volta, espera, ainda não paguei :p

            Assim sendo publicito o magnífico bebedouro Alfa (https://goo.gl/vovRoo) desenhado e produzido em Portugal… para substituir a porcaria dos bebedouros que passam a “vida” avariados… aqui o truque é que é accionado pelo pé… uma maravilha, é ano após ano sempre a funcionar e os outros sempre a avariarem por tudo e por nada (entope a saída de água, os botões de pressão deixam de funcionar, os manípulos de accionamento partem-se,…). Agora é só chatearem o vosso município para substituir pelo modelo Alfa, enfim, por algo que funcione mesmo.
            E o que têm um bebedouro haver com a saúde, vejamos o corpo tem entre 50 e 78% de água, logo beber água faz bem à saúde! E neste caso nem precisou de sms, foi só de sede :p

            Este foi um comentário útil: brinquei, fiz publicidade a algo desenhado e produzido em Portugal, e ainda dei uma informação útil.

          • Vítor M. says:

            Hehehe faça favor de passar na caixa para pagar então 😀

            Já agora, bem bonitos os bebedouros sim senhor.

            Espera lá… cuidado que vem aí a inquisição e já vão dizer que é pub paga!!!!

  12. Daniel says:

    se é algo que já se faz há 5 ou 10 anos não pode ser inovador, já foi mas atualmente não é.
    Não disse que o tema não é interessante, nomeadamente a criação da consciência de que os custos que tem a não comparência a consultas, mas o texto está escrito como se fosse algo novo, o que não é verdade e leva os leitores em erro.
    O meu centro de saúde não faz isso, mas quase todos os hospitais e clínicas que recorri nos últimos anos tem este serviço.
    uma notícia sobre este tema apenas justifica a existência de link para uma empresa apenas se for algo inovador, o que não é o caso.

    Qual a fonte desta notícia?

    • Vítor M. says:

      O próprio Miguel Gonçalves, CEO da E-goi. Mas não é verdade que seja prática comum, bem pelo contrário, o que existe no seu centro de saúde é que é pratica comum, mesmo nos hospitais. Por isso esta técnica continua a ser uma inovação se usada de forma conveniente, tal como refere no artigo. A tecnologia está disponível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.