PplWare Mobile

Apple Watch 4 passará a ter a função ECG no futuro watchOS 5.1.2


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

8 Respostas

  1. J.Pereira says:

    Fazer um ECG só com a análise de um dedo é impossível. Quanto muito pode avaliar o pulso e dizer se é rítmico ou não (o mesmo que alguns dos smartphones da concorrência já fazem há algum tempo)

    • Vítor M. says:

      Claro, e a Apple explicou o processo, explicou que existem vários pontos necessários para um ECG ser completo, e que o Apple Watch faz só num ponto, tem serventia para certos diagnósticos, não vincula nada, nas poderá dar pistas. Por isso a FDA deu parecer de autorizado e não parecer de aprovado para um ECG completo, isto em grosso modo.

      • João B says:

        Antes de mais, EEG significa electroencefalograma e não tem nada a ver com um ECG, são coisas diferentes.
        Depois, um ECG consiste em 10 electrodos colocados pelo corpo, dos quais 6 pré-cordias sendo estes os únicas que monitorizam o coração através de um ponto fixo – no peito à volta da área cardíaca (não num pulso já que aí não servem de absolutamente nada…). Os outros 4 electrodos ficam cada um em seu membro e são responsáveis pelas chamadas “derivações dos membros” (DI, DII e DIII num ECG). Estes electrodos só funcionam em pares de 2 pelo que ter apenas um no braço é igualmente inutil. Ou seja, para qualquer pessoa que perceba o mínimo de ECG, isto é a maior tanga de todos os tempos. É absolutamente impossível inferir o que quer que seja remotamente semelhante a um ECG a partir de um único ponto no braço. A Apple pode dizer que consegue, mas é mentira, pura e simplesmente. Mais, mesmo imaginando que por algum fenomeno paranormal o Apple Watch consegue fazer um ECG, ou algo do género, quem são os utilizadores que conseguem perceber o significado? Desvios do eixo, bloqueios de ramo, hipertrofias?
        O que acredito que consiga fazer é avaliar o ritmo, mas isso qualquer pessoa pode fazer palpando o próprio pulso… Ou que vários outros aparelhos já fazem como disse o J.Pereira. Publicidade, apenas e só. É muito fácil enganar as pessoas que não sabem nada sobre a matéria, ainda para mais em áreas sensiveis como a saúde.
        (Como é óbvio não estou à espera que um blog de tecnologia tenha este tipo de conhecimento médico, escrevo apenas a titulo informativo e para que se tenha mais atenção a este tipo de técnicas de marketing completamente desprezíveis).

        • Vítor M. says:

          Bom dia. ECG sim, tal como referido no artigo. Obrigado.

          Sobre ser ou não publicidade apenas, discordo, até porque poderá de alguma forma alertar para determinadas situações, sem que seja vinculativo ou assertivo como um exame com os 10 eletrodos. A própria Apple refere isso, no fundo poderá ser uma tecnologia que, em determinadas situações, poderá dar um alerta, tal como já acontece com as leituras cardíacas que este dispositivo faz e já ajudou muitas pessoas. No início muitos diziam o mesmo, que não servia para nada.

          Claro que não está no mesmo patamar de diagnóstico de um ECG completo, sim sei perfeitamente do que estas a falar, por isso a FDA deu uma autorização e não uma certificação a esta tecnologia, como podes ler na documentação disponibilizada.

          Portanto, tal como outras tecnologias, esta também será aproveitada para algumas situações e isso beneficia os utilizadores.

          O resto…. é a normal evolução deste mercado tecnológico. Quem não está dentro deste mercado, não percebe, nem tem de perceber. Mas estas ferramentas serão o futuro, a aposta esta nestes dispositivos de informação médica.

          Cump.

          • João B says:

            O meu problema não é com a tecnologia em si, o meu problema é com o facto de lhe chamarem ECG quando claramente não o é.

            Pelo que pesquisei avalia o ritmo e, se não for regular, chama-lhe fibrilhação auricular. É algo relativamente seguro de se fazer já que é a principal patologia responsável por alterações de ritmo e, mesmo que não seja fibrilhação auricular, recomenda-se igualmente consultar um profissional de saúde. Pode ser útil em alguns casos embora uma fibrilhação auricular dê sintomas como palpitações no peito, suor, falta de ar, dor, etc.. que por si só fazem com que os doentes vão ao hospital. Por isso terá uma utilidade limitada e não deixa de ser algo facílimo de implementar em qualquer dispositivo que monitorize a frequencia cardiaca (e provavelmente já haverá vários a fazer algo semelhante).

            Mas não tenho nada contra a tecnologia e se ajudar a salvar vidas tanto melhor. Tenho si contra o facto de a apelidarem de ECG quando está a milhas de o ser e até poderá, em última análise, fazer com que algumas pessoas menos informadas deixem de realizar o exame em si porque o têm no relógio. E isso é simplesmente terrível. E quando uma empresa utiliza publicidade enganosa desta forma, pondo as próprias vendas acima da saúde das pessoas, é caso para denunciar e não para aplaudir.

            Cumprimentos

          • Vítor M. says:

            Pois, certo, isso já é algo que a Apple deve ter estudado e lá colocou ECG. Este tipo de informação é útil, sem dúvida e está cada vez mais precisa, vamos ver o futuro desta “inovação”.

            Agora, não creio de maneira nenhuma que seja publicidade enganosa, a Apple não se iria expor dessa forma, até porque usa uma “autorização” da FDA.

          • João B says:

            E continuação do bom trabalho que não é, de maneira nenhuma, o que eu quero por em causa com este comentário.

  2. Não Interessa says:

    Espero bem que com esse markting, venha algo com qualidade e sem bugs, porque com a saúde não se brinca e andar a dizer que é “medical grade” é arranjar lenha para se queimarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.