PplWare Mobile

Spotify: será que está para chegar um rival do HomePod?


Tomás Santiago

A tecnologia e aquilo que é possível fazer com ela sempre foi algo que me cativou bastante. Estudo Ciência de Computadores na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Adoro programar e desenvolvimento de aplicações móveis, principalmente para iOS. É a escrever para o Pplware que partilho os meus conhecimentos. Sigam-me no Twitter: @mrtomasantiago

Destaques PPLWARE

31 Respostas

  1. Helder says:

    Spotify está em ruínas e em breve será história…

    • Jobz says:

      Acorda para a vida rapazola….

    • André says:

      Está? Não estou a par.
      Para mim continua a ser o melhor serviço de stream de música.

    • Toni da Adega says:

      Mas já nao estava falido? Pensei que a Spotify e a Samsung tinham falido a semana passada.

    • carlos p says:

      só dizes isso porque a vodafone deixou de lado o spotify e foi para o apple music. quando usavas o spotify nem choravas 😉

    • asd says:

      Gente é mais que sabido que o Spotify raramente gera lucro, quem o mantém vivo sao os investidores, o spotify gasta mais do que o que consegue lucrar só a pagar copyright, fora isso ainda têm o desenvolvimento e infraestrutura…
      Quem o suporta é os investidores, se o spotify lançar uns Home Pod, de certeza que nao será à pala dos seus lucros lol.
      A informação eatá mais que difundida na net, só nao vê quem nao quer!
      Se o spotify perde um investidor que seja, mais cedo ou mais tarde abre falência, os investidores só nao deixam o projecto porque já investiram demasiado, mas os investidores também têm paciencia, quando ela acabar….

    • Nuno Fernandes says:

      Só tem o dobro dos subscritores da tua amada Apple e não será o home pod que irá mudar muita coisa. Acorda miúdo, há vida para além da Apple e levanta o rabo do sofá que a vida atrás de um ecrã é tudo virtual, não sejas mais um tótó que (supostamente) sabe tudo mas não sabe como funciona o mundo!

      • rimelixeim says:

        E pá alguem ficou ofendido, nao é Nuno Fernandes?
        Olha só para te lavar os olhos:

        Em 2012, faturamento de € 430,3 milhões, prejuízo de € 86,7 milhões;
        Em 2013, faturamento de € 747 milhões, prejuízo de € 57,8 milhões;
        Em 2014, faturamento de € 1,08 bilião, prejuízo de € 165 milhões.
        Sabes qual é a principal razao?
        O spotify tem demasiados utilizadores gratuitos, e as contas têm de ser pagas na mesma! Quem tem sites na net sabe o dificil que é mantê-lo só com ads, oferecem pouco dinheiro… No caso do spotify , os ads nao chegam a cobrir sequer 5% do lucro anual.

        O spotify é tipo o Rdio, também nunca teve lucro, os investidores fartavam-se de injetar dinheiro e deram com a cabeça na parede, o Rdio abriu falencia…

        Mas nao é só o Spotify, o Deezer também nao tem lucro, se bem me lembro teve perda de 10 milhoes em 2014…

        Honestamente, a seguir os passos do Rdio, há o Spotify, Deezer e Pandora.
        Do ponto de vista comercial, os que devem manter-se vivos serão o Apple music, google play music, groove, etc, pois essas plataformas têm empresas lucrativas por trás e mesmo que o apple music, por exemplo, nao dê lucro, os outros produtos apple irão, mesmo vai para outros sites de streaming de empresas grandes.
        Streaming de musica nao dá resultado sem ser com utilizadores premium e isso é o que falta ao spotify e ao deezer, é preferivel ter 1 assinante que paga 5€ por mês do que ter 10 utilizadores gratuitos a gerar 2€…

  2. Jobz says:

    Ora, se o HomePod é o pior do mercado, não tenho dúvidas que o Spotify irá bater a Apple em vendas.

    • Daniel says:

      Pior é relativo. Homepod tem boa qualidade de som (fica on par, embora ligeiramente inferior, com o Google Home Max e o Sonos 1), onde fica atrás é nas funcionalidades e nas enormes limitações da parte de assistente pessoal, na parte de interoperabilidade com outras plataformas/apps (completamente nula excepto Airplay) e na segurança (não consegue reconhecer o dono de um iPhone de um visitante e como tal o visitante pode à Siri do Homepod para ler a última mensagem recebida no iPhone ou enviar sms’s, e a única forma de prevenir isso é desabilitar uma opção que permite o array das poucas funcionalidades úteis no Homepod). Isso e estar restrito a equipamentos Apple (existe Apple Music para Android, por exemplo).

      • Helder says:

        Inferior ao Google Home Max e Sonos? Ahhahahahah!

        Com cada piada!

        • Daniel says:

          Não sou só eu que o digo, são basicamente todos os reviews e análises comparatórias que existem actualmente. Ora, contra tudo isso, tens alguma coisa para refutar excepto escrevers coisas e rires?

          • Daniel says:

            E eu não escrevi “inferior” (no sentido que ser realmente muito pior), eu escrevi “ligeiramente inferior”. Tirando questões de preferência na afinação (mais graves, mais agudos, etc), ambos (Google Home Max e Sonos 1) é possível emparelhar mais que um equipamento e ter som stereo se for comprar agora, Homepod não (terá, eventualmente… talvez), em termos de volume (antes de distorção) idem vantagem para Google Home Max e Sonos 1. O resto é questões de preferência do tipo de música que possas gostar pois irá ditar se preferes mais bass, mais mid-range, etc (e isso é uma questão de preferência, não é avaliação objectiva).

      • Toni da Adega says:

        Penso que a maior limitacao é mesmo só funcionar bem com iPhone e pouco mais. No minino poderiam ter introduzido mais inputs (pelo menos BT) e dar a opção de funcionar como “speaker”. Assim torna-se limitado, vai dando para utlizar com a Apple TV e mal e se quiseres utilizar como coluna para a TV nao dá.
        https://9to5mac.com/2018/02/11/how-to-use-homepod-with-apple-tv/

        • Daniel says:

          Será a maior limitação dependendo da expectativa de uso a dar. Se for como “smart speaker” será mais uma dumb speaker que propriamente smart (é que nem sequer chega ao patamar de utilidade da Siri – que já é descer q.b. a expectativa), já se a expectativa for ter uma coluna com som decente, dedicada, há ofertas no mercado melhores e mais baratas e que como dizes o não ter mais formas de input torna o Homepod um belo tijolo que mancha mesas.

          • Alex Nov. says:

            Será que há ofertas melhores, em termos de som, no mercado e mais baratas?
            Muitos sites de audiófilos não concordam contigo.

          • Daniel says:

            Para colunas dedicadas? Há, imensas mesmo.
            Para smart speakers? Sonos 1. E podes comprar dois Sonos 1 pelo preço de um Homepod (promoção da Sonos) e tens a vantagem de ter uma experiencia stereo impecável.

            Como eu respondi ao Helder, se os “muitos sites de audiófilos” não concordam comigo não terás dificuldade em colocar alguns exemplos. Eu garanto-te que as unicas diferenças serão em termos de preferências de graves/agudos e isso é subjectivo pois em avaliações objectivas o Homepod fica ligeiramente abaixo tanto do Google Home Max como do Sonos 1 (a minha preferência é a Sonos 1, já agora).

          • Daniel says:

            E há a tal questão… para “smart” speaker deixa imenso a desejar… pelo que faz mais vale comprar uma coluna dedicada decente e um google home mini e fica-se melhor servido.

          • Toni da Adega says:

            @Alex Nov. Como já referi o maior problema do Home Pod é mesmo a limitação.
            Actualmente o Home Pod é só e somente um speaker para o iPhone/iPad. As outras solucoes (alguns com a mesma qualidade de som pelo mesmo preço) alem de smartspeaker, funcionam como um sistema de som.
            Queres utilizar para video conferência, nao é possivel.
            Queres ligar ao teu media center, nao é possivel.
            Queres utilizar com a tua smart tv, nao dá e a lista por ai continua

          • Brasão SS says:

            @Daniel
            Tens aqui um exemplo de audiófilos que não concordam contigo.

            https://thenextweb.com/insider/2018/02/13/apples-homepod-goes-audiophile-testing-comes-unscathed/

  3. Diogo Grosso says:

    Acho que se o Spotify quiser fazer algo bom tem que pensar em superar o Echo Alexa da Amazon ou o GoogleHome e não o HomePod que para mim é o mais fraquinho dos 3.
    Para não falar que vem ai o Speaker da Xiaomi que é quase uma copia do Echo da Amazon

  4. carlos p says:

    ao menos esse não irá deixar marcas na mesa de madeira como o homepod

  5. Adalberto says:

    “Spotify: será que está para chegar um rival do HomePod?”
    Porquê especificamente o HomePod? existem mais e melhores produtos do genero.

    • Sérgio Reis. says:

      Os outros smartspeakers interagem bem com o spotify, já o HomePod não suporta muitos dos comandos de voz que as outras plataformas suportam, obrigando o utilizador a fazer certas ações no telémovel em vez de falar com o speaker.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia