Quantcast
PplWare Mobile

SEGA apresenta o PC gaming “mais rápido do mundo” capaz de alcançar 100 km/h

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Mais1ComentarioCensurado says:

    WTF
    É também o PC gaming mais absurdo do mundo, parabéns

  2. eu says:

    Ideia estúpida, sem utilidade nenhuma.

  3. Joao moutinho says:

    Espera aí…este PC é para gente jogar ou fugir de nós? XD

  4. Nuno Cândido Gouveia Pinto says:

    A SEGA perdeu a corrida há muitos anos atrás.

  5. sayWhat says:

    Anda muita gente sem nada de jeito para fazer…

  6. André R. says:

    O que a pandemia fez à cabeça destes japoneses…

  7. Simão says:

    Ainda ontem vi um documentário no História sobre o inicio dos jogos com a ATARI, SEGA, NINTENDO e Sony.
    A SEGA perdeu a “batalha” com a NINTENDO e depois a SONY ganhou a todas 🙂
    Não sou muito de jogos, mas recordei bem esses tempos soa primeiros jogos a aparecerem nas décadas de 70 e 80.

    • FreakOnALeash says:

      É um excelente documentário que mostra como “suits” sem visão arruínam uma empresa como no caso da ATARI.
      A SEGA automutilou-se com os repetidos add ons para a já obsoleta Mega Drive como a SEGA CD e a 32X, está última lançada meses antes da Saturn…A Nintendo nem teve de lhes fazer nada para e depois a Sony foi os pregos no caixão.

      Seria interessante uma parte 2 desse documentário com a 3 gigantes atuais. Sendo que o documentário termina em meados dos anos 90, uma parte 2 poderia partir daí até meados dos anos (20) 10.

  8. C says:

    Mais rápido que muitos retardados q andam na faixa do meio

    • Imf says:

      Yaaa isso faz me ca uma co fusão, estrada vazia, e ha sempre um retardado no meio.

      No outro dia so me apetecia bater na pessoa… estraa com pouco transito, o indivíduo entra na estrada e avança logo para a faixa central, sem razão logica nenhuma.
      Conclusão tive de fugir para a faixa do meio para nao bater, e depois do meio para a da esquerda para nao voltar a bater.
      Devem ter aversão a direita so pode. Ou devem pensar que é faixa de bus.

  9. TaBomTa says:

    SEGA? Quem? Who? What? ….ja la vai o tempo que ainda faziam umas coisinhas mas depois….bye bye com Dreamcast (embora fosse uma grande consola que dava para sacar videojogos na net e pô-los a rodar sem “hacks” ) eheheheh

  10. Zed says:

    O que já foi e o que é… Adorava a minha mega drive…

  11. Xnelox says:

    Lamento mas não é a máquina gaming mais rápida do mundo, eu já utilizei a minha Nintendo switch em voos e andou bem mais rápido que 100km/h.

  12. Dinis Domingos says:

    Que desperdício de componentes… ao fim de uma voltas a 100 aposto que nada funciona…

  13. Batatinha Doce says:

    Opa, uma empresa ou pessoa não pode fazer nada de inovador, que já estão a meter defeitos em tudo fogo…
    Mas agora a sério, apesar de não ser uma coisa muito funcional, é verdade, a Sega sempre teve a fama de tentar inovar (não quer dizer que tenha sido para melhor em alguns casos…), mas tiro o chapéu por tentarem e não levam muito a peito as críticas que levam. Já vi até brincarem com as suas falhas, pelo menos alguns departamentos deles

  14. Joker says:

    Querem fazer um sonic boneco sexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.