Quantcast
PplWare Mobile

Conheça a lista dos discos rígidos com mais falhas no segundo trimestre de 2022

                                    
                                

Fonte: Backblaze

Autor: Marisa Pinto


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Tenho um disco HDD da Seagate de 1 TB que até hoje nunca me falhou.Vá lá,acho que tive sorte.E já tem uns bons anos.

  2. NUNO says:

    HDD nunca mais , so SSD

  3. Rui Martins says:

    Tenho um Disco Sata 3.5″ da Seagate Barracuda de 2TB que tem 5 horas de uso e agora parece uma máquina de costurar… A agulha interna do hdd parece que está a fazer scratzs num vinil…. PQP… Tenho fotos

  4. Olaf says:

    Só uso Western Digital, e ao que parece a ver pela lista, faço bem.

  5. deeppurple says:

    Que SSD’s bons e baratos recomendam para um servidor em produção.
    Tenciono comprar uns 6 x 1TB e fazer um RAI50 ou algo do género, para compensar o disco de não serem SSD’s empresariais.
    A utilização não será assim tão intensiva. É apenas para colocar algumas máquinas virtuais e ficheiros de partilha.

    • David Guerreiro says:

      Samsung Pro, não são empresariais mas aguentam montes de escritas. E são muito fiáveis.

      • mike says:

        Ou Crucial. Tenho um há já algum tempo, tem levado “muita porrada” e até hoje ainda não pifou. Tenho testado VM’s, transferencias de ficheiros, formats para testes em Linux e até agora impecável!

        • JR says:

          Tinha a mesma ideia e sinceramente fiquei desapontado com a qualidade dos crucial…
          Na altura que ia comprar um NVME novo, estava entre os samsung pro e os Crucial e como os crucial estava com promo de 50% fui pra la e arrependo me bastante…
          Samsung Pro continua a ser dos melhores que andam por ai

          • carlitos says:

            O que na tua experiência não correu bem com a Crucial?

            Desde 2020, com a crise dos chips, vários fabricantes de “Discos” tiveram que mudar de fornecedor. Isso pode ter impacto na qualidade dos mais recentes. Tenho NVMe Samsung e SSD Crucial e não tive até agora, problemas que eu tenha identificado.
            Hoje em dia, cada vez mais, temos que ter sorte, quando compramos produtos tecnológicos. Existe cada vez menos controle de qualidade, e mais marketing 🙂

  6. Luís Fernandes says:

    Já vi SSD’s com menos de 1 ano a darem o berro. E ainda há outro problema….o SSD nem avisa que vai falhar…morre e nada se pode fazer.
    Os discos HDD que dão mais problemas são os de grande capacidade. Falo por experiência própria que trabalho no ramo.

  7. jpereira says:

    Nunca tive falhas nos discos rígidos. Um deles tem mais de 10 anos…

    • secalharya says:

      Já comprei um Toshiba de 3TB (era novo) e começou logo a fazer clicks. Passadas umas horas ficou mais grave e avariou de vez.
      Devolvi-o passados uns dias.

  8. João says:

    Tenho um Seagate de 500GB e outro Seagate de 2TB que ao fim de 4/5 anos começaram a falhar

    Também tenho um WD 4TB há 3 anos e até agora tudo okay
    A nível de SSD , tanto o EVO 840, como o EVO 860 correm na perfeição

  9. carlitos says:

    Vários fabricantes de discos rígidos passaram a usar chips diferentes dos habituais, por causa da falta de chips, e isso pode refletir-se-se em uma qualidade inferior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.