Quantcast
PplWare Mobile

HDD venderam menos 33% em relação ao ano passado. Será o fim dos discos rígidos?

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Octávio says:

    Não será o fim dos discos rigidos. Apenas a sua cota de mercado será fortemente reduzida. Aquilo que se fazia apenas com uma hard-drive HDD, hoje faz-se com componentes dedicados a isso: SSD ou NVME para rapidez no acesso e escrita. Ideal para setups gaming, devs multimedia, etc).
    No entanto uma drive HDD continuará a oferecer a segurança necessária para arquivo de dados durante longas décadas. Penso que é nesse mercado de arquivo que os HDD ainda vão reinar mais uns anitos.

  2. Samuel MGor says:

    Não é o fim!! Esperem até aos HDD de 50 TB serem lançados no mercado!! Vai ser andar à procura deles e não os conseguir encontrar pois já esgotaram.

    • anonimus says:

      HDD’s de 50Tb mesmo que venham a ser lançados, apenas vão ter destino algo como servidores e mesmo assim, mais uns anos e o HDD há de chegar a um ponto que acaba inviabilizado por questões mais obvias.

  3. Andre says:

    Falaram tanto da Chia, e agora não se lembram que houve uma corrida aos discos para “minerar” essa coisa.

  4. anonimus says:

    O fim dos HDD’s ainda não, daqui mais uns anos é possível que passem a ser apenas usados por algo especifico até se deixar de usar completamente por chegarem a um ponto onde já não conseguem acompanhar a evolução.

    Eu ainda uso disco mecânicos para backups, mas com o evoluir dos tempos e outras alternativas de armazenamento como as cloud’s.

    Os SSD’s são mais rápidos e muito mais pequenos, permitindo que os equipamentos sejam cada vez mais compactos deixando de haver lugar para montar HDD’s,

    Os fabricantes já não inserem HDD’s nos pc’s a não ser que seja requisitado e seja possível, e já não se compra HDD’s como noutros tempos, pois interessa é rapidez, logo, é natural que de ano para ano a percentagem de vendas venha a reduzir cada vez mais.

    Ainda assim em termos de segurança o HDD continua a ser melhor que o SSD para backups, vamos ver com o decorrer dos anos o que de novo surgirá em termos de armazenamento.

  5. secalharya says:

    Os SSD estão bem mais baratos hoje em dia por isso compensa comprar e substituir os HDDs.
    Pelo menos para o disco onde está o sistema operativo. Fica muito mais rápido.

  6. Nuninho1980 says:

    Boa tarde. Nós despedemos BEM adeus ao “DISCO rígido” ou “HDD”. Em +/-2005, nós já dizemos bem-vindo às unidades do não-DISCO rígido (= placa de “chips de memória” rígida) como SSD…

    PS: Fico usar o monitor CRT — não gosto de despedir a tecnologia CRT porque algum engenheiro ainda não conegue eliminar poucos problemas importantes das tecnologias LCD e OLED – “crosstalk” à frequência vertical de 50Hz e a má qualidade de cores em “strobing” (= a piscar) activado e outros problemas mas a frequência vertical de 60 ou mais Hz com strobing é bom. 🙂

  7. Ângelo says:

    Os consumidores normais já estão a cada vez mais a usarem os SSD cmo o seu disco principal. Para instalar o Windows, alguns programas e até jogos, para maior rapidez e leveza do sistema. Mas quem precisa de espaço de armazenamento, irá continuar a comprar HDD para o efeito. Um HDD de 8TB é muito mais barato que o equivalente em SSD. Não deve haver muita gente que compra 8TB em SSD para armazenar fotos, vídeos, documentos, etc…

    Os laptops, hoje em dia, vem já tudo com SSD e sem nenhum HDD. Os utilizadores começam cada vez mais a comprar SSD externos em vez dos externos, pois resiste melhor à mobilidade e é mais rápido. Sobram os HDD externo ou como disco secundário nos seus setups, para terem uma sítio de armazenagem de maior capacidade e longevidade. Mas acredito que muita gente não precise e usam exclusivamente SSDs.

    Os HDD não vão morrer, mas vão continuar a perder uma grande quota de mercado.

  8. Insider says:

    Futuro: armazenamento em cubo diamante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.