Quantcast
PplWare Mobile

Western Digital diz que estamos perto de conhecer os primeiros HDDs de 50 TB

                                    
                                

Fonte: Tom's Hardware

Autor: Marisa Pinto


  1. Hugo Nabais says:

    O gráfico está muito estranho! A capacidade de armazenamento sobe e a performance desce!! A drive de 50TB tem quase performance de zero?!!

    • iDroid says:

      Realmente tens razão…

    • RicM says:

      Como diz no artigo, estão a desenvolver em parceria com clientes e não sabem se irão disponibilzar ao público pelo que o desempenho pode não ser vital se for para armazenamento de dados em quantidades absurdas e com necessidade reduzida de acesso.

    • Otioobvio says:

      Não existe uma unidade de medida, é só para exemplificar.

      – um disco CMR pode atingir cerca de 300 MBps, duplo actuador 525 MBps
      – SMR uns 80-150
      – o de 50 TB deverá andar nos 80-100 MBps o que para armazenamento de dados

    • anonimus says:

      De estranho não tem nada, sendo que o objetivo é armazenamento, a performance será sempre reduzida, ai não há muito que se possa fazer.

    • Mauricio says:

      Hugo Nabais,
      São diferentes tecnologias..
      A tecnologia para Archivo de ficheiros( backup e afins ), não é tão rápida como outras tecnologias, cada tecnologia tem os seus prós e contras, para teres muito espaço tens que utilizar uma tecnologia que tem uma performance mais abaixo..
      De relembrar que há medida que o tamanho dos discos aumenta, a densidade por area também aumenta e isso torna a leitura escrita mais difícil.
      Ao mesmo tempo o que se vê aqui, é que aumentando a densidade por area, não chega, eles resolvem os outros problemas aumentando o numero de pratos no disco rígido, para atingir altos volumes de capacidade..

    • PeterJust says:

      Como diz lá é mais para arquivo, assim sendo o mais importante é a fiabilidade a longo prazo e não a performance. No meu NAS tenho um disco WD Green, eram discos que apenas funcionavam a 5400RPM, além de gastar menos energia, eram supostamente mais fiáveis a longo prazo, a performance naturalmente era menor, mas por ex. para uma NAS ou para fazer backups de uma empresa ao fim do dia, a performance não é assim muito importante, a fiabilidade sim.

  2. ZeDasCabras says:

    Tenho um WD de 1TB que comprei quando era novidade e nunca o enchi por completo…. penso que nunca irei conhecer esses senhores de 50TBs

  3. SANDOKAN 1513 says:

    50 Terabytes para um consumidor doméstico ?? Para quê ?? E o preço que deve ser astronómico quando saírem para o mercado ?? Isto é,sim,dirigido para as empresas e para quem tem aqueles pequenos servidores por casa.Agora para um simples consumidor doméstico ?? Só o preço dele deve ser de fugir.

    • Filipe says:

      Com a quantidade de discos externos que tenho em casa, ultrapassa sei lá quantas vezes os 50TB.

    • ZarkBit says:

      Leste o artigo?

      “Na verdade, eles podem não ficar disponíveis publicamente já que são produtos diferenciados e especializados para alguns consumidores de grandes dimensões. Mas poderá ver nos nossos planos que estamos muito próximos de desenvolver unidades com 50 TB de capacidade.”

    • PeterJust says:

      Isso foi dito com os discos de 1Tb, de 1Gg… o meu primeiro disco tinha 420Mb, um amigo que só tinha um disco de 80 disse que nem o dele estava cheio e tinha ali espaço que nunca mais acabava…

  4. falcaobranco says:

    Isto é para aqueles que diziam que os HDD’s estavam mortos…

    • iDroid says:

      Enquanto a relaçao custo/capacidade de armazenamento for benéfica para o lado dos HDDs, eles não irão morrer tão cedo…

      • PAULO SILVA says:

        Além disso os hdd avariam menos em desktops e é mais fácil recuperar os dados ao contrario dos SSD’s.
        E o armazenamento em hdd é para aquela informação que não usamos regularmente.
        O que eu acho que realmente falta é um método de backups seguro, pois os dvd’s são pequenos o blueray não vingou, falta algo seguro e com capacidades entre 2 a 6TB, assim teremos forma de ter seguros os nossos dados, fotos, documentos, etc.

  5. José Reis says:

    A vantagem de novas tecnologias é tornarem todas as anteriores (outras) mais baratas.

  6. kolas says:

    Ainda me lembro de um colega ter comprado a primeira pen de 32GB por €25,00. Não foi assim há tanto tempo. Como diz o José reis, o novo faz ficar barato o menos novo.

  7. Nuno says:

    HDD,Nunca mais, mesmo marcas de topo, podemos a qualquer momento ligar e aquilo estar avariado. Já me aconteceu a 4 discos de 4tb, 2tb, e 2 de 1tb. Deixas aquilo na prateleira para fazer backup para não perdermos as coisas e de repente vais buscar e metes no PC e reparas que perdes tudo. Só fica aquele som horrível pic pic.

    • Rui says:

      Normalmente os HDD avisam antes de morrerem completamente, programas como crystal disk info mostram os resultados do SMART (Self-Monitoring, Analysis, and Reporting Technology), lá procuras por sectores realocados e sectores irreparáveis.
      Penso que o Windows tem uma ferramenta própria para fazer o SMART é uma questão de procurares.

      Dito isto os SSD é que têm a mania de morrer sem aviso do nada

    • S3nji says:

      Alguma cena de errada andas a fazer, ou os discos eram péssimos…. 20TB neste momento sem qualquer problema súbito, os que avariaram sempre foi previsto e tinha redundância. SDD para guardar são piores, ou estão sempre ligados ou a cada 6 meses máximo conectar. Se queres mesmo guardar LTO…

  8. Nuno says:

    Eu só SSD, só e apenas tenho 1 de 25y no portátil e 1 de 2 tb e nunca deram problemas, este tenho a 3 anos e o de 256 a 8 anos. Na altura o de 256 foi mais caro que o de 2 tb. Mas vale a pena. Ficamos tranquilos.

  9. Tiago Ferreira says:

    Estes discos serão úteis para um NAS ou para servidores de precisam de discos que façam backup de dados, fora isso, não vejo utilidade nenhuma

  10. Mauricio says:

    Estes discos de alta capacidade devem consumir energia que é uma coisa parva, faço ideia..
    Eu tenho um NAS pequeno de 16TB, 4 discos de 4 TB cada, e quando há um acesso( os discos estão em modo APM 127 ), os discos começam a girar, de pico puxa-me cerca de 50 Amperes, e não sei mesmo até onde o pico vai, porque o meu medidor de energia não é muito rápido a reportar picos..

    E eu tenho configurado um modo, para os pratos dos discos não começarem a girar muito rápido( vão acelerando lentamente ), para evitar este fenómeno, caso contrario…já tinham rebentado com a minha fonte de alimentação.

    • rjSampaio says:

      Acho que tens de trocar de medidor
      50A em que? 220v? 12v? qualquer um é perto de absurdo.

      • Mauricio says:

        Desculpa,
        Enganei-me, Obrigado pelo reparo! 🙂

        Posso ver em currente, joules,watts, etc..
        Estive agora a ver o medidor… está a registar watts. 😀

        Portanto são uns 70/80 watts de pico, mas o medidor só regista á volta de 50 Watts(não apanha os picos), claro que depois dos discos arrancarem o NAS consome á volta de 35-40 watts, mas mesmo assim é muita corrente..
        A minha motherboard só consome a volta de 7-11 watts, portanto o resto vai para os discos.

        O que eu queria dizer é que não faço ideia do consumo energético de arrays com 20, ou sei la uns 50/60 discos de 50TB, deve ser brutal.
        A maioria dos servidores que administro usam discos SAS 2.5″, mas nunca me lembrou de registar o consumo, os discos de 3.5″ gastam muito mais.. 🙂

        E só dá para fazer quando os servidores estiverem offline..mas para a frente vou ter presente um medidor de energia da bancada, para novos servidores 🙂

        • anonimus says:

          amigo o seu NAS consome pouco mais de meio ampere o que é um consumo irrisório ao contrario do que pensa.

          • Mauricio says:

            O meu NAS consome pouco, mas os discos consomem muito na fase de arranque, era ai que eu queria chegar. 🙂
            Eu tenho-os em APM mode 127 exactamente porque quero poupar energia, até porque eu não estou constantemente a aceder ao NAS..

            E eu tenho configurado modos de arranque suaves, se os tivesse na sua configuração normal, como veem de fábrica, o pico de potência seria ainda maior na fase de arranque, são discos de 3.5″..

            É um NAS com arquitetura ARM, de baixo consumo, em standby cerca de 7 watts 🙂

    • Mokaparker says:

      Não é 50A de certeza absoluta…
      A 13A carrega o meu Tesla no carregador portátil…
      Pode ser 50W (e mesmo assim já é muito)

  11. miguelreal.pt says:

    Discos para utilizações apropriadas com interfaces apropriadas e não para o pc lá de casa mas cada um é livre de o fazer. Para quem gostar fica abaixo um link interessante.
    https://unraid-guides.com/2021/07/21/can-unraid-use-smr-hard-drives-the-smr-vs-cmr-debate/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.