Quantcast
PplWare Mobile

80% não escolhem equipamentos tecnológicos mais amigos do ambiente quando os compram

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Realmente admirei-me do resultado deste inquérito.Já na altura o tinha referido.Mas como é possível ?? 😐

  2. Luis Rosalino says:

    Se por um lado acho q a culpa da falta da consciência de grande parte das pessoas vem da sua cultura e educação, por outro lado percebo o pq de nao optarem por equipamentos “amigos do ambiente” que se servem desse chavão para não só custarem o dobro ou mais dos “não amigos do ambiente” como terem qualidade inferior (em alguns casos).

  3. TheRealTruth says:

    Eu sou um deles e passo a resumir porquê

    A) O Simples facto de dizer “green” ou a dizer ambiente sustentável, é mais +20€ ou +50€ em cima (se tivermos a falar por exemplo de sapatilhas neste caso, já citei uma no artigo anterior Cariuma)

    2) Ninguém garante que mesmo com selos, prémios não poluam ambiente em outros negócios fora do pais. Respeitar o ambiente cá é uma coisa mas será que é mesmo geral? Hmmm…

    3) Por vezes é puro marketing, nem sempre é feito o que é dito e por vezes há histórias mal contadas e até mesmo escondidas.

    4) Há empresas que dizem ser amigas do ambiente e já tiveram escandalos com funcionários, poluição, métodos de uso e criação, tipo de produção inapropriada, químicos etc (não preciso de falar nomes, penso que já devem ter ouvido falar de uma X ou Y empresa que dizer ser amigo do ambiente)

    5) Marketing e Marketing, muitos deles estão se a marimbar dizem isso para parecerem simpáticos e fazer “push” aos ambientalistas, ganham dinheiro com isso quando sai os escandalos, os cujos e ditos “ambientalistas” foram financiaram eles mesmo sem saberem, tudo por causa de um “texto” que não garante a totalidade, e são os primeiros a espumar da boca de raiva quando isso acontece.

    6) Preços inflacionados. Se é suposto ser amigo do ambiente, também deveria ser amigo da carteira, ou o dinheiro, papelada, carteiras, notas, moedas não pertencem ao Ambiente em que vivemos? Digo eu não sei, se calhar é a nova moda. “Somos Ecologicos e a favor do ambiente, utilizamos materias recicladas, mas paga o dobro ou o triplo!” > Consequência > Depois vem se a saber que os funcionários eram mal pagos, horas extras a mais sem remuneração, politicas ecologicas / ambientais que afinal não foram respeitadas.

    Por tanto não, não compro. A não ser que justifique por exemplo no consumo energético e o preço não seja absurdo, fora disso não não escolho nem pretendo.

    Mais uma vez, façam a filtração. Não se deixem levar pela lavagem cerebral e pelo Marketing abusivo de algumas e muitas empresas que utilizam isso para fazer “push” aos ambientalistas comprarem. Quando de facto o que está por detrás não é a realidade. Filtrem e não confiem em tudo o que esta lá, seja etiquetas ou textos. Isso qualquer um pode fazer.

    Como disse anteriormente, só uso e só compro “SE” e repito “SE JUSTIFICAR” o Preço e se não for preços absurdos. Todos querem lucrar e ganhar dinheiro tudo bem, mas métodos de marketing agressivos e/ou abusivos e engenharias sociais comigo não.

    Tenho dito.

  4. Luís Silva says:

    É mais, amigos da carteira 🙂

  5. Yamahia says:

    Não conheço nenhum produto tecnológico que seja amigo do ambiente, daí ter respondido “não”.
    O melhor que podemos fazer pelo ambiente é manter os equipamentos que temos e no meu caso acho que estou no bom caminho pois o meu telefone data de 2015. Entretanto alguns outros que se dizem “eco” já compraram 7 ou mais telefones mas não lhes pesa na consciência porque o iPhone não traz carregador, logo pode comprar à vontade pq a Apple diz que que é um produto amigo do ambiente e portanto quanto mais comprar melhor fica o ambiente ahahah

  6. o consciente says:

    Eu fico estupefacto com assíduos comentários tugas, parecem atrasos de há 50 anos…

    1) ser verde para ambiente NÃO tem nada que ser verde para a carteira, muito pelo contrário: quando mais verde, mais caro e difícil de produzir.

    2) o tuga sempre justifica a sua vontade de pagar pouco e marimbar-se para o clima com “Ah é tudo marketing” “Ah o fumo negro dos diesel não é assim tão nocivo, é tudo uma questão política e de interesses” “Ah o verde éum autocolante pago e até sei de algum escândalo, então já tem uma desculpa para não comprar verde”…

    Ou seja, parecem o velho do Restelo = sempre uma desculpa para não fazerem o correcto, para não lutarem por reciclagem, verde, menos nocivo. Se não há uma obrigação da UE então o tuga não se mexe. Basta ver a taxa de reciclagem portuguesa REAL (e não a manipulada) em comparação a outros países…

    Triste, muito triste. Mas explica muito o que se passa no país…

  7. Chuck Norris says:

    Preço/qualidade é fator chave para a decisão. Ambiente? Lol.

  8. secalharya says:

    A verdade é essa. Na hora de pagar NINGUÉM quer saber do ambiente.

  9. Filipe says:

    Depois de fazer este inquerito seria bom um artigo a mencionar que artigos se consegue nos varios setores mais amigos do ambiente. Exemplo: Qdo se vai comprar um smartphone nao vejo la nada a referir se é mais sustentavel ou nao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.