Quantcast
PplWare Mobile

AquaJet H2: a scooter aquática para mergulhar mais fundo

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. R says:

    Para quem entende do assunto.
    Só por curiosidade: a esta profundidade já há risco de descompressão rápida demais? Isto também não é para qualquer um, mas fica a pergunta.

    Obrigad

    • Joao says:

      O risco de descompressao e minimo. O risco de descompressao e bastante maior nos mergulhadores com Garrafa ou Rebreather e terias que permaner mais de uma hora a profundidade maxima desta scooter para incorreres no risco de descompressao. Esta scooter e para uso recreativo (pois existem ja no Mercado scooter bastente melhores alias nem percebo o porque deste artigo.) e pelas fotos para ser mais usada em apneia.

    • Tiago Silva says:

      Só há perigo de descompressão se mergulhares com garrafa, julgo que isto é para mergulho de apneia.
      De qq forma nada te impede de usar isto com garrafa, o perigo de descompressão será se subires muito rápido, mas esse perigo tb existe no mergulho normal.

      • Ze das Couves says:

        Que eu saiba um mergulho em apneia ja a 5 metros ja te dói e bem os ouvidos sem compensação, portanto eu diria que vais ter que fazer à mesma a compensação a 18 metros de profundidade.

        • LR says:

          Eu acho que o R se refere a tempo de descompressão, não à compensação da pressão dos ouvidos.

          Em relação à descompressão, só se fizeres com garrafa. Sem garrafa não é necessário, uma vez que não inspiras ar quando estás no fundo. Quando inspiras ar no fundo, o mesmo é armazenado nos pulmões de forma comprimida, devido à pressão. Quando sobre, esse mesmo ar expande-se, pela diminuição da pressão. Isso faria com que os pulmões inchassem, correndo o risco de lesões muito graves. Também seria possível a criação de bolhas de nitrogénio na corrente sanguínea. É por isso que, mesmo após mergulhos pouco profundos, se deve fazer uma pausa de cerca de 3 minutos a uma profundidade de cerca de 2 a 3 metros da superfície.

          Em relação à compensação da pressão dos ouvidos, esta é feita aquando da descida, já que as dores que possas sofrer são o resultado do aumento da pressão sobre os mesmos. Basta tentar deitar ar pelo nariz enquanto se aperta o mesmo. Na subida não há problemas.

  2. R says:

    E, já agora, não deveria ser “hidrodinâmica” e não “aerodinâmica”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.