Quantcast
PplWare Mobile

Análise: Nokia Lumia 630

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Rui says:

    Um pormenor importante e que foi esquecido no artigo. Os telemóveis/smartphones dual sim, não têem apenas como alvo o público com menos possibilidades financeiras, não! Um grupo muito grande do público alvo até podia comprar meia-dúzia de iphones, mas estão cansados de arrastar vários telemóveis para todo o lado, como é o meu caso. Tenho um dual sim porque tenho um cartão pessoal e outro da empresa onde trabalho. Acredito que as senhoras tenham a tarefa facilitada, porque podem utilizar a carteira para transportarem vários tijolos, mas os homens não!
    Para quando um Lumia ou iphone topo de gama e dual sim?

  2. NewJ says:

    Está boa a análise. Agora era bem-vinda uma do Lumia 930 se não fosse pedir muito..

  3. Lino Lisboa says:

    A opção de utilização do telefone como Hotspot apenas tem a opção de partilha de outra rede Wifi? Ou tem também a funcionalidade de Hotspot a partir da rede de dados?

    Cumprimentos

  4. help says:

    Tenho um S3 mini que está a dar montes de problemas. Aconselham a troca para o 630? Estou na vodafone pelo que o preço de 180 euros nao se aplica. mas sim 130€.

    Mas por contrapartida pretendo iniciar o desenvolvimento de apps para android. Sugestões agradecem-se.

    • Zeca says:

      Sim claro que sim. Eu troquei o meu pelo 630 e estou completamente satisfeito. Não tem breaks como Android. Muito fluido. Pelo preço acho que não há melhor.

    • Lumia 920 says:

      Claro que sim, o lumia 630 pode parecer que tem um hardware fraco (lembro que tem 512mb de ram vs 1gb do s3 mini), mas dá uma tareia nesse s3 mini.
      Agora claro a nível de aplicações o android é melhor sem duvida, mas acho que só pela parte de não haver qualquer tipo de lag e instabilidade já vale a pena migrar.

    • Vasco says:

      Eu sugeria-lhe o Motorola Moto G dual sim. Tem qualidade, sem qualquer lag e um excelente preço.

    • Capelo Rêgo says:

      Só um alerta: o Lumia 630 da Vodafone não é DUAL SIM.

      • help says:

        sim sim eu sei. mas não pretendo dual sim. é-me indiferente isso.

        Contudo o meu entrave continua a ser os 512mb de ram. apesar do sistema ser fluido algumas apps não irão funcionar no telemovel por falta de ram. corrijam-me se estiver enganado.

  5. Filipe Bernardo says:

    Como recente utilizador de um Lumia 630, gostei bastante da análise, é abrangente e bem centrada nos principais pontos relativos às características do aparelho e experiência de utilização. Estou de acordo com praticamente tudo, embora até agora não tenha tido que reiniciar o telemóvel devido a alterações no sistema, tirando na primeira configuração, o que considero normal.

    Comprei um Lumia 630 (versão single-SIM) há cerca de duas semanas atrás, através da Loja Vodafone online, que agora está em desconto de Verão por 120€. Apesar de nunca ter experimentado um Windows Phone anteriormente, por este preço pareceu-me uma excelente oportunidade, além de que já me sentia tentado a usar Windows Phone, devido à integração mais próxima com os serviços da Microsoft, sobretudo o Office. Além disso, a minha experiência com telemóveis Android da mesma fasquia de preço tem sido frustrante. Por enquanto não tenho necessidade de um modelo de topo, mas sim do melhor smartphone possível que não ultrapasse os 150€

    Neste tempo de utilização, a minha avaliação deste telefone é positiva e vai de encontro aos aspectos positivos assinalados na análise. Claramente por este preço (120€) é uma óptima compra. Mas em boa verdade acho que por 180€ não o compraria. Aquilo que mais me desilude são as limitações em termos de fotografia, sobretudo tendo em conta a fama da Nokia, conhecida pela qualidade das imagens produzidas pelos seus terminais.

    Parece-me que a Nokia levou longe demais as limitações de forma a reduzir custos, nomeadamente na ausência do flash, que automaticamente implica que as fotos durante a noite estão fora de questão sem luz artificial, ausência de câmara frontal e por não ter incluído quaisquer acessórios. O botão dedicado para fotografia também me faz falta.

    É desapontante sobretudo sabendo que a parceria Nokia/Microsoft se encontra em inferioridade no mercado. Na minha perspectiva, uma menor margem de lucro imediato seria um sacrifício em troca de uma maior adopção do Windows Phone, cujos prejuízos poderiam ser recuperado mais tarde, pois atraindo mais utilizadores, maior é o interesse na plataforma.

    O sistema em si, Windows Phone 8.1, mostra que está cada vez mais amadurecido e a dever pouco aos concorrentes em termos de funcionalidade. É elegante, simples e não traz bloatware, mas sobretudo e muito importante, é fluído. Um telemóvel tem que ser rápido, não pode sofrer de lentidão somente a mudar de uma aplicação para outra!

    A diversidade de apps é muito menor, e acredito que a qualidade das que existem, em comparação com Android/iOS seja inferior, além disso muitas das apps são pagas. Contudo, parece-me que esse problema já terá sido mais grave no passado e até agora tenho conseguido obter todas as aplicações que satisfazem as minhas necessidades, sem pagar um centavo. As aplicações nativas Microsoft/Nokia também são bastante úteis.

    • Mário Silva says:

      +1.

      Também comprei um 630 na loja online Voda a esse preço e estou bastante satisfeito com o seu desempenho. Tive antes um Lumia 610 mas ofereci-o a um familiar por isso já estava familiarizado com o sistema embora em casa utilize o W 8.1 no desktop. Quanto aos Android desta fasquia de preço, tenho um Doogee DG800 Valencia e estou super-satisfeito e vou encomendar um Doogee Dagger DG550 (octacore 1,7GHz) por € 165,95 (iva incl) vindo de Espanha.

    • Luis says:

      A câmara não é assim tão má o software é o responsável pois não usa os 1600 iso que tem disponível. Se usar a câmara em modo manual e alterar o uso para 1600 fai ficar surprendido com a diferença para o modo auto. O ponto realmente negativo é a falta do flash , e na minha opinião da bússola, a camera frontal poderia fazer falta a alguns utilizadores, mas para mim e dispensavel. A falta do sensor de luz pode ser colmatada se usar o atalho na barra de notificações, apesar de usar sempre o meu no médio pois o ecran é muito bom para o preço do equipamento, chega a ser superior ao meu cink five mesmo o wiko tendi sensor de luz.

  6. ZeroSix says:

    Em relação ao preço tenho de discordar :
    A versão single-sim encontra-se a venda em um das 3 grandes operadoras à venda pelo preço de €129,90.
    E se for online 119,90€
    Com 200 pontos 94,50€
    Com 1000 pontos 76,50€

    COntudo faltaram 2 aspectos positivos na lista. Gorilla Glass 3. E a questão das capas serem facilmente trocadas

  7. Nuno says:

    O dual-sim pelo preço pedido, acho que nao vale a pena considerar. Sabendo que existem bons androids dual sim nesta faixa de preços, como exemplo os novos e bastante populares BQ.

    Mas agora a versão bloqueada a operadora, ainda por cima com cerca de 200 pontos, que não devem ser muito dificeis de acumular, consegue-se um excelente equipamento a menos de 100€! Tem tudo para ser um best seller.

  8. MM says:

    Eu tenho um Nokia Lumia 620, que deve ter o mesmo tipo de capa que este e sublinho o facto de ser extremamente resistente. O meu tlm já caiu uma dúzia de vezes (os meus putos usam o tlm tb), e a capa não está partida nem tem qualquer folga.
    Uma coisa que normalmente esquecem nos testes e análises é a existencia de uma Área Juniores. Esta área é uma funcionalidade única no WP e que é extremamente útil a qualquer pai/mãe e que partilha o tlm com o filho. Esta área funciona independentemente da área principal.
    Sei que em Android tem apps que fazem isto mas estao longe de ser eficazes ao ponto desta funcionalidade do WP (que eu acho que continua a existir no 8.1 e con a vantagem de não necessitar de password).

    O flash: bem, o meu 620 tem e eu só o uso para servir de lanterna. Não gosto de flash integrados para fotos (nem o da minha DSLR gosto de usar, prefiro usar um externo). As fotos à noite com flash nos tlm são prticamente inuteis (ou então sou eu que sou demasiado exigente).

    Quanto a mim, estou à espera que saia um Lumia 8xx para pensar em trocar o meu 620 (adorava ter o 930 mas o preço não é para mim).

    O vidro e as dedadas… bem… esse ponto da dificuldade em limpeza também era apontado ao 620 e eu não acho difícil de limpar (e uso muitas vezes cremes nas mãos).
    Outro aspecto altamente positivo nos Lumia: permitem usar qualquer tipo de luvas e manusear o tlm na mesma (no inverno muito jeito fez) – e podemos usar chaves, talheres, etc. (não, o vidro não risca) – não sei se o 630 continua com esta tecnologia mas deviam, porque isto é diferenciador pela positiva da concorrência.

    Os Lumia têm inúmeras características únicas face à concorrência que raramente são realçadas…é pena.

  9. Sacrefi says:

    Já que se fala muito dos androids, à que apontar que (pelo que sei) o WP não é inseguro nem susceptível a malware, face aos androids onde vemos bastantes ataques (https://pplware.sapo.pt/informacao/android-continua-a-nao-ser-seguro-86-equipamentos-afectados/) e onde temos a google sempre a “mexericar” nos dados contidos no telemovel.
    Em termos de suporte da microsoft, tenho um lumia 520 com o WP 8.1 😀 (versão de dev’s)

  10. Luis Silva says:

    Vou comrpar o lumia 1320 sei que é um ecrã grande…..mas por motivos de visão lá terá de ser, estava indeciso entre o 630, 635 e o 1320…..mas acabei por escolher o 1320, aind anão o comprei……espero não me arrepender 😛

    • Tobias says:

      Qualquer Lumia tem nas opções de acessibilidade umas quantas qconfigurações para quem tem dificuldades visuais. Podes aumentar (e muito) o tamanho das letras, podes colocar as cores em alto contraste, podes utilizar uma lupa que aumenta só partes do ecrã que pretendes através de um duplo toque de dedos, etc.

  11. zelig says:

    Umas das características dos dual sim, é precisamente serem dual sim, daí que gostaria de ver explicada a forma como eles funcionam nessa qualidade, nomeadamente uma coisa que me preocupou ao ler em cima
    «é muito mais difícil haver enganos na troca da rede a utilizar, já que para um dos cartões existe o respectivo mosaico de marcador de chamadas e de mensagens.»

    Ora se percebi (e gostava de ver esclarecida esta parte) o utilizador escolhe primeiro o mosaico/rede a utilizar para posteriormente escolher o nome/nº da pessoa a contactar, a ser assim é precisamente o contrário da lógica, é um problema existente no meu android actual, e é uma das razões porque quero mudar de telemovel/sistema.

    O ideal e lógico é pensar/agir assim:
    1 – ora vou ligar à Joaquina
    2 – Vou ao mosaico endereços/nomes e procuro a joaquina
    e o logico seria estar programado para sair pela rede predefinida para essa pessoa mas
    3 – depois verifico que ela é da rede x e ligo clicando no botão x ou y e pronto.

    Estarei errado?

    • É lógico e é possível fazê-lo, basta, em vez de ir ao mosaico da rede 1 ou 2, aceder aos contactos, no caso do Windows Phone à aplicação “Pessoas”. Mas se tem contactos habituais que sabe que utiliza sempre a rede Moche e outros para quem utiliza a rede NOS, então, com os dois mosaicos distintos para redes distintas a tarefa torna-se mais fácil e é “mais difícil haver enganos na troca [escolha] da rede a utilizar”.

      • zelig says:

        Obrigado,
        Mas esclareça-me melhor.
        Então é possível ir a aplicação pessoas, ver qual a rede que ele utiliza ligar de imediato por essa rede?
        Podemos predefinir a rede de saída para cada pessoa?

  12. Ricardo says:

    Principais pontos negativos (e estou a ter em conta o price range):
    1- Não tem leds de notificação – quem vem de um telemovel com isso sente uma falta tremenda.

    2- Não tem flash na camara, se fosse um sub-100€ percebia, agora em 2014 pelo preço…

  13. Bruno Coimbra says:

    Analise cuidada e detalhada gostei, espero que façam para o 930 estou a espera para ver o preço aqui em portugal pela operadora.

    So um reparo, onde falam da necessidade do cabo de transferencia de dados por estarmos na era da cloud…parece um bocado deslocado pois a ideia da cloud é n haver cabos nem coisa q o valha…sem duvida q o cabo da muito jeito mas n é por causa da cloud decididamente pois o one drive ta excelente no WP8.1

    Eu sou dono de um lumia 520 e levo o bicho ao extremo, ja ando com o 8.1 desde que esteve disponivel no DevCenter e o telemovel ganhou uma nova vida.
    Tenho à coisa de um ano raras as vezes q o desliguei e so encravou uma vez por causa de uma aplicaçao beta que teimava em nao fechar de resto nenhum erro apontar.

    Cumps

    • Obrigada Bruno.

      Quanto ao reparo, relativamente ao cabo de dados, acho que não interpretou bem o que escrevi:
      “Como estamos na Era da Cloud, e para a Microsoft um dos seus lemas é o “Cloud-first”, o cabo de transmissão de dados também não vem incluído na caixa”. O que concordo já que utilizo a cloud para quase tudo. Contudo, e acrescentei, “para quem ainda não está familiarizado com a cloud esta poderá ser uma desvantagem.”

  14. Blasterjack says:

    O GorillaGlass3 nao tinha alguma coisa que diminuía o aparecimento de dedadas?

    • Vítor M. says:

      Isso vai ser sempre um problema, não é fácil reduzir a gordura dos dedos até porque é essa mesma gordura que permite um deslizar, uma utilização fluída do dedo no ecrã… um meio termos ou um compromisso tramado de encontrar.

      • Mário Silva says:

        Já me habituei a uma stylus pen para tudo: smarts, tablets e phablets! E barata. Comprem uma BIC Cristal Stylus que alémn de dar para trabalhar com os equipamentos, na outra ponta é… uma BIC! Só no Asus MemoPad HD7 é que utilizo a adonit Jot Mini para escrever.

  15. Tobias says:

    “Actualmente o sensor de proximidade e de luminosidade são características que deveriam ser consideradas como básicas.”
    O sensor de proximidade é o próprio ecrã. Ao fazer uma chamada e ao encostar a cara ao ecrã, ele desliga-se. Assim que tiramos a cara do ecrã, ele volta a iluminar-se!

    “Os botões Windows, Retroceder e de Pesquisa estão incluídos no ecrã… a vibração ao toque era totalmente dispensável.”
    Mas isso dá para desligar nas definições de ecrã!

    “Teclado… a verdade é que não encontrei qualquer vantagem face ao anterior e a opção de Flow, ou seja, quando se desliza o dedo sobre o teclado para escrever, não funciona no dicionário PT-PT.”
    Pois eu adoro este novo teclado. Consegue antever melhor aquilo que quero escrever, até me sugere smilies! Além disso o Flow funciona em PT-BR, que na prática é igual ao PT-PT.

    “Depois, tem inúmeras situações que obrigam o reinicio do smartphone, a simples mudança de idioma o obriga.”
    Inúmeras situações? Que grande exagero! Para mudar o idioma obriga sim, mas quantas vezes mudas o idioma por dia? Ou por semana?
    E em que situações mais é que obriga ao reinício do sistema?

    • Tobias,

      O que refere não é um sensor de proximidade. Um sensor de proximidade pressupões que ao aproximar o telefone do ouvido para uma chamada ele desligue o ecrã, sem nunca ter que tocar com ele em lado nenhum, proximidade não é contacto físico. Por causa dessa questão, de ligar e desligar o ecrã com contacto físico, pode acontecer tocar com a cara no botão de desligar a chamada ou de colocar a chamada em espera. Não me parece que seja uma solução óptima.

      A vibração é desactivada não nas definições de ecrã, mas sim em “barra de navegação”. Obviamente, que alguns dos comentários que vou fazendo ao logo da análise partem da minha experiência/preferência pessoal. Pode haver quem adore a vibração. Mas eu acho-a exagerada e dispensável. Preferia um toque sonoro.

      Quanto ao teclado, bem, eu não vejo que o dicionário em PT-BR seja uma solução para o Flow visto que escrevo “ao abrigo do antigo acordo ortográfico”. Mas para quem não o faz, sim, pode ser uma opção. Mas continua a ser uma desvantagem.

      Quanto ao reiniciar do sistema, além do idioma, a simples desactivação da vibração da barra de navegação obriga a que isso aconteça. Noutros casos pequenas actualizações que foram sendo sugeridas ou outras alterações das definições do sistema também o obrigaram. Obviamente que não é todos os dias, nem semanas, depois de estar devidamente configurado à medida de cada utilizador, essas situações possivelmente deixam de acontecer.

      • NewJ says:

        Eu não gosto de nada que me obrigue a usar ligua BR (e lá tenho que suportar isso no motoG), mas aqui no caso do Teclado do lumia, como é possível acrescentar e corrigir palavras do dicionário, em pouco tempo se fica com o dicionário com as nossas palavras portuguesas, claro que era melhor que tivesse logo a opção pt-pt.. Mas ainda poderá ser lançado..

        • Tobias says:

          A XBox nunca teve PT-PT, por isso não acredito que seja tão depressa que venhamos a ter PT-PT no Windows Phone. Mas espero estar errado!

          No entanto, até agora, nunca tive o problema de eu querer escrever PT e ele sugerir BR.

      • Tobias says:

        Eu sei o que é um sensor de proximidade. O que eu quis dizer foi que *neste caso específico* o sensor de proximidade é o próprio ecrã que ao sentir uma maior área pressionada (a nossa cara) ele desliga-se.

        Em relação à vibração, sim, é nesse menu, eu enganei-me. Mas como não referiste que era possível desactivar, eu referi isso no meu comentário.

        O teclado em PT-BR dá para escrever perfeitamente com o novo acordo ortográfico. Aliás, o novo acordo é “inspirado” no brasileiro!

        Em relação aos reinícios… depois de configurar o telemóvel todo a nosso gosto, muito raramente somos confrontados com a obrigatoriedade de um reinício.

        • Eu pessoalmente não gosto de encostar o telefone à cara, e se tocar sem querer não quero colocar a chamada em espera, como já me aconteceu. O sensor de proximidade resolve essa questão.

          E já agora, eu disse que escrevia ao abrigo do antigo acordo e não do novo 😉 Eu acredito que brevemente essa opção fique disponível em PT-PT, mas para já sinto isso como uma desvantagem.

          • Tobias says:

            Ups, eu li que escreves ao abrigo do NOVO acrodo. Desculpa!

            Quanto ao resto, pronto, cada um tem os seus gostos!

            😉

  16. Claudio Oliveira says:

    Em comparação com o Moto E dual sim, esse Nokia fica muito atrás.
    O Moto E é muito mais barato, 70 euros mais barato, o que para os jovens, e não só, é muito dinheiro.
    E um telemóvel sem flash? Nokia Nokia…

    • Tobias says:

      Onde é que consegues esse preço? No KuantoKusta o mais barato que consegui foi 196€. Ou estás comparar bloqueados com desbloqueados?

      Ah e em relação ao flash… o Moto E tem flash não tem? Pois…

    • Eu não tenho a certeza se o Moto E Dual-SIM se encontra à venda em Portugal. O que existe é o Single-SIM que acaba por ficar ao mesmo preço do Lumia 630, mas com a vantagem de ser livre de operador.

      Pois, em relação ao flash o Moto E também não tem. Mas em termos de qualidade de imagem fotográfica os dois equipamentos nem se comparam. O Moto E é claramente inferior ao Lumia.

      Em termos de desempenho geral julgo que os dois são bastante bons, portanto a escolha entre eles terá mais que ver com a preferência dos utilizadores relativamente ao sistema operativo. Eu no Lumia senti falta de algumas aplicações que uso e abuso no Android, nomeadamente as da Google.

      Outra questão que vale a pena referir é a construção. Em termos de ecrã não há nada a apontar, mas em relação à capa traseira, o plástico do Lumia é muito mais resistente que o do Moto E, além de que não se suja nem risca, e a utilização que dei ao Lumia foi muito mais intensa do que no caso do Moto E.

  17. Jose says:

    Falam em preços acessíveis, e atiram quase 200€ de custo para a cara, parece mais que estão a gozar com o pessoal.

    Qualquer smartphone igual ou superior a 150€ e considerado media gama.

  18. Tobias says:

    Na Vodafone está a 120€ por estes dias!

  19. Keimatudo says:

    Correção: lumia 720, depois de descarregar os mapas da Nokia, nunca precisei de ligação de dados…e a vibração das teclas de navegação pode ser desactivado pelo menos desde o Black update. E também não consigo comentar através da app, dá sempre erro…

  20. Hugo Pereira says:

    Boa tarde

    Comprei este telemovel. Pretendia fazer a importação dos meus contactos da conta do gmail.

    Segundo a Microsoft basta configurar a conta e voilá.

    Como vi numa fotografia que configuraram um email do google, podem-me informar se foi assim tão simples, ou falhou alguma coisa?

    Obrigado.

    Cumprimentos,

    Hugo Pereira

  21. Andrew65 says:

    Sabem se este telemóvel já pode ser desbloqueado?

    É que eu quero comprar pela vodafone (por pontos) e desbloqueà-lo para tmn/meo.

  22. Filipe C says:

    O Doogee 800 Valencia, já pode ser adquirido neste site em Portugal.
    Mandei vir o meu. Comprei e no dia seguinte estava já nas minhas mãos em Bragança. Veio via Cronopost.
    Funciona que é um luxo. 100 pontos.

    o link é este: http://www.assismatica.pt/categoria/smartphone/produto/doogee-valencia-dg800_1100543.aspx

  23. Ruben Santos says:

    Tenho visto algumas reviews no Youtube dos novos Lumias. Na análise não falaram da Tv Digital. Será que para Portugal não existe essa funcionalidade? Obrigado.

  24. Marcos Costa says:

    Tenho um Nokia lumia 630 e não esta aparecendo fotos no aplicativo pessoas o que eu Fasso para aparecer???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.