PplWare Mobile

Lisboa Games Week: o rescaldo


Paulo Silva

Just another gamer ...

Destaques PPLWARE

5 Respostas

  1. Filipe Marques says:

    Estive lá e falando dos simuladores (uma das minhas grandes paixões), é curioso ver que a PCDIGA foi quem levou de longe o melhor simulador para o evento, superando os simuladores levados pelos grandes da indústria (o que não deixa de ser estranho o facto de uma loja de informática bater neste ponto os tubarões da indústria dos videojogos).
    De resto, um evento sem grandes pontos de interesse extra…é mais do mesmo e nem o facto deste ano terem sido dois pavilhões acrescentou grande coisa face aos anos anteriores…a organização precisa de reinventar este evento urgentemente.

    Ps – e já agora, repensar o preço dos bilhetes. Bilhetes estupidamente caros!

  2. Ricardo Antunes says:

    Desilusão. Muita confusão. Filas para todo o lado. Miúdos pre adolescentes a fazer looping nas consolas sem respeitar os 5 minutos padronizados. Fura filas em todo o lado. ORGANIZAÇÃO AUSENTE.
    Em 2016 havia um controlo de filas e do tempo de jogo em 2min. Em 2017 foi o pior ano da games week. Assim não. Paguei bilhete familiar e a custo joguei 1 ronda numa consola um jogo de moto4…. muito triste.

  3. LUIS REIS says:

    Tive em Paris e comparar o evento de Paris com o de Lisboa é comparar um Ferrari um Fiat 500, falta de organização total, desde a entrada em que tive 45 minutos desde a hora de abertura até á entrada no recinto com uma confusão generalizada em que umas simples barreiras tinhas resolvido a questão. Fui com o menor que mesmo com minha autorização não lhe permitido jogar grande parte dos jogos em virtude da idade, mas o meu espanto é ver mais á frente o espaço do exercito onde havia armas expostas e que era permitido a crianças mexer nelas como se fossem puros brinquedos. Barracas e barraquinhas a vender souvenires não faltavam mais parecia a feira de carcavelos tal o exagero… Confirmo também que o tempo de jogos não érea respeitado, em determinado jogo VR tive 20 minutos á espera que a pessoa acabasse para eu poder experimentar, quando dizia que o tempo máximo de jogo era 5 minutos e isto tudo sob controle do colaborador do espaço, Valeu o facto da Worten estar com promoções em alguns jogos, mas mesmo aqui a incompetência de quem estava na caixa era tanta que muitas pessoas desistiram porque não estavam para estar na fila para pagar 20 minutos. Preço dos bilhetes exagerado para o evento, não volto

  4. Lucas says:

    Dizer que “Detroit: Become Human” é um dos jogos mais esperados é mais que exagero…

    De qualquer forma, nâo consigo encontrar gameplays deste evento na internet. Gostaria de ver alguns de “Xenoblade Chronicles 2” (este sim um jogo esperado).

  5. Sérgio! says:

    Se o LGW teve 55 mil visitantes? com 2 pavilhões, um deles meio cheio… Então o Websummit fazendo as mesmas contas do LGW teve 200 mil… Visitantes é uma palavra bonita, significa que a pessoa com UM bilhete visitou o espaço 10 vezes, e a organização do LGW está a contar cada visita e não cada bilhete vendido.

    Mentir sabe bem, e que é já conhecido da organização do LGW. Mas a verdade um dia vem ao de cima. Como o Sócrates, pode demorar mas vai acontecer!
    Bilhetes vendidos nem chegou aos 25 mil… E não me venham com o esquema que: Quem saia do espaço não podia voltar a entrar: Mentira! Eu tinha bilhete normal sai umas 10 vezes em cada dia e voltei a entrar na boa, sem nenhum problema ou impedimento. Os seguranças foram treinados para o fazer, porque a organização conta as passagens nas cancelas – que resulta num numero falso e falacioso, normal da postura da organização ao longo dos anos…

    Para verem a diferença de postura de uma organização verdadeira e conceituada como a do Websummit apresenta os dados de forma correcta:
    60000 Attendees (ou seja pessoas que comprara bilhete – sim aqui não estão incluídos os media, os speakers, os voluntários etc.).
    • 1000+ Speakers (lá está, isto é um numero que vai além de quem tenha comprado o bilhete e não é contabilizado no total de visitantes – não tenta enganar e ludibriar o “povo”).
    • 2000 Startups (se contarmos que cada startup tem 2 elementos no mínimo estamos a falar de mais 4000 pessoas – a organização do WS podia brincar com os dados mas não o faz. É o carácter da organização que diz tudo).
    • 3 Days (aqui novamente, foram 3 dias e uma noite, que a organização do WS também não brinca com os numeros para os esticar, para ludibriar, para enganar, é séria ao contrario da organização do LGW, sempre com as mesmas mentiras, falta de carácter!).

    Ainda bem que estão a surgir novos eventos em portugal para que essa organização morra de vez, e que as verdades venham ao de cima. No Websummit eu fui voluntário e tinha ao meu dispor, um espaço para comer, beber, e todos os serviços necessários que podia usar sem qualquer problema. No LGW um voluntário nem comida lhe dão, fica a trabalhar como um escravo horas sem poder ir ao WC… Nem comida lhes dão! Vergonha! Todas estas verdades e outras vão vir ao de cima! Pior organização de sempre, mentirosa e falaciosa, vão ser apanhados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.