Quantcast
PplWare Mobile

Quanto tempo falta até o núcleo da Terra colapsar?

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. José Gaspar says:

    ” A terra, de onde procede o pão por baixo e revolvida como por fogo ” Jó 28:5 . Como é que este homem naquele tempo remoto já sabia disto? … curiosidade pra pensar..!!!

  2. Samuel MG says:

    Estão preocupados com arrefecimento do núcleo. Deviam preocuparem-se em resolver o problema do lixo no mar e no espaço.

    • PORTUGAL says:

      ESPECIALMENTE no mar.

    • Há cada gajo says:

      O que interessa o lixo no mar quando tens 600 milhões de habitantes do planeta a passar fome, quando tens 80 milhões a fugir à guerra, à fome, à pobreza…O lixo não interessa nada enquanto não resolveres o problema primordial da sobrepopulação. O lixo é apenas uma questão de agenda politica e que nada resolve.

      • José Carlos da Silva says:

        Desvalorizar um problema em detrimento de outro. Ok. E quando enchermos tudo de lixo, como é? Muitas pessoas vivem e cultivam os seus alimentos no meio desse lixo – que não foram eles que criaram 😉

        • Miguel says:

          Não de desvalorizar, são prioridades.
          Uma pessoa que passa dificuldades e fome nunca vai querer saber de nada além dessas dificuldades e fome.
          Não é á toa que muitos “movimentos” são compostos maioriotarimente por “caviarzinhos”.

          • Toni da Adega says:

            E como é que se resolve isso sem acesso a água potavel?
            Sem agua nao há comida com o aumento da poluicao a quantidade de agua potavél fica reduzida.
            Vai lá tentar matar a fome em sitios sem acesso a agua.
            Convém lembrar que na maioria da mundo a poluicao mata mais pessoas que a fome.

          • Há cada gajo says:

            O que mata mais é a superpopulação e a ausência de politicas capazes de retroceder o processo, a começar pelo sistema económico atual. É toda uma forma de vida que o planeta tem de repensar. Ora isto nunca será possível quando tens países em diferentes estágios de evolução. Caminhamos alegremente para a rutura total. Não há Acordos de Paris ou Gretas Thunbergs que lhes valha…se é que algumas vez lhes valeu. O verdadeiro problema é este. Não tens outro.

      • nocode says:

        Sabes quantos milhões vão morrer devido ao lixo no mar e acabarmos com a vida no mar? Sabes quantos morrem por não haver um tratamento do lixo eficaz? sabes quantos milhões vivem em cima do lixo? Eu não sei o número…mas são muitos milhões.

        • Há cada gajo says:

          Deite-te um numero redondo de 680 milhões de pessoas que neste momento, neste planeta, tem mais em que pensar do que no lixo que elas próprias produzem ou na poluição que elas próprias causam. Politicos, organizações que se autointitulam como messiânicas ou o oposto (catastrofistas) , só sabem abraçar o politicamente correto e as modas continuando a assobiar para o lado e a amealhar milhões e milhões sabe-se lá para quê. Ano pós ano, o problema acentua-se e, no entanto, continuam a achar que o problema é o lixo…

          • Toni da Adega says:

            Talvez porque poluir um rio mata mais pessoas que largar umas bombas. Nos paises asiaticos poluicao mata mais que a fome, aliás em muito deles é a principal causa de morte.
            Já agora sabes como é que combate a maioria das doencas nos paises pobres? Melhorar o acesso a água potavel.
            Quero ver como aumentam o acesso a água potavel aumentando a poluicao.

            Vai lá tentar matar a fome em sitios sem acesso a agua potavel e onde nao há sol devido ao Smog.

          • Há cada gajo says:

            O combate às doenças deve-se fazer com controlo da população. Não podes criar condições para que a população continue a aumentar sem controlo. Os recursos são limitados. Reflete um pouco sobre isto que te digo.

          • Hidelberto says:

            Toni falas que na Asia a poluicao é um problema pois morrem milhares mas ja reparaste que 2/3 da populacao sao asiaticos? Mesmo com a falta de esses recursos todos eles continuam a reproduzir-se a uma escala incomportavel para o Planeta. Está na hora de lhes dar é sim anticoncepcionais misturado na comida.

          • Filipe says:

            Se reciclares a maioria do lixo (que é possivel) deixes de ir a buscar tudo as materias primas e ao planeta, isso daria emprego. Paises de 1º mundo enviam (e pagam) o lixo para países de 3º mundo, ora se houvesse nesses paises reciclagem haveria emprego para estes, ja era meio caminho andado para nao haver tta pobreza.
            Um dos maiores problema é sobrepopulação. Na Europa e Japão onde ha menos nascimentos que mortes vai na direção certa. Temos que arranjar um equilíbrio entre Humanos, Terra, e recursos desta.
            Energia limpa e renovável. Reciclagem. Agricultura vertical e inteligente.
            Ja que o pessoal gosta da netflix fica um must see: David Attenborough: A Life On Our Planet. Explica muito bem que se nao mudarmos os nosso hábitos, em 2100 não haverá vida na terra…

  3. Centurião Cornélio says:

    Estes tipos que se põem a comentar notícias sobre matérias científicas com passagens da Bíblia… sem comentários!

  4. Arcilei says:

    A Bíblia está muito à frente da ciência. Quer que cite um exemplo ou consegue descobrir sozinho?

  5. Godlike says:

    O planeta vai continuar a ascender independentemente das nossas ações, a questão é se nós vamos continuar a ascender com ele ou vamos ser deixados para trás.

    É assim que o universo vai evoluindo, através da contração e expansão, criação e destruição, Yin-Yang (energias opostas porém interdependentes, uma não sobrevive sem a outra.)

    (Dica: o planeta Terra já foi bem menor do que é atualmente.)

  6. LMartins says:

    É por causa de escrituras como a Bíblia, Alcorão, Analectos de Confúcio, Vedas e afins que nos dias de hoje ainda se anda a tentar descobrir a temperatura do núcleo da terra. Não tenho dúvidas nenhumas que estas obras são responsáveis pelo atraso de séculos na ciência e fortes penalizadores do desenvolvimento da humanidade.

    • PedroF says:

      Estar a culpar as escrituras, Bíblias e o Alcorão como fator da estagnação da ciência. Para mim, é pura falta de conhecimento e/ou demagogia barata…muitos dos grandes cientistas que estiveram envolvidos na primeira e segunda revolução industrial, por exemplo, nunca puseram as ideologias religiosas de lado ou criticaram.
      Podes culpar sim, a natureza de alguns autointitulados seres humanos por terem usado esses ensinamentos erradamente para proveito próprio.
      Não compreender o passado e apontar o dedo ao que não se sabe, isso sim, é um anti-desenvolvimento.

      • LMartins says:

        É fácil debater assuntos com quem, por igorância, não sabe o que diz.
        Foi precisamente por causa do desprendimento dos dogmas religiosos que imperaram durante séculos, que se fez a dessacralização da natureza, ou seja, a partir do momento em que as causas naturais começaram a deixar de ser atribuídas ao divino, manipular a natureza torna-se a essência do progresso tecnológico. Esta foi uma entre tantas outras causas para o surgimento daquilo a que se chamou de revolução industrial.
        Não dá sequer para imaginar onde estaríamos se, em nome de Deus, não se queimassem os livros que se queimaram e não se matassem aqueles, que por terem um entendimento diferente daquilo que a religião apregoava eram considerados hereges.

        • PedroF says:

          @LMartins, há assim já concordo… 🙂
          Bíblias, Alcorão e escrituras, são obras que estão aliadas à busca de conhecimento pelo ser humano, não é muito diferente do que a ciência faz hoje em dia. Por isso, até nesse aspeto há algumas parecenças. Sempre foi assim desde desde a idade da pedra. É pena é a ciência não usar alguns ensinamentos para evoluir mais 😛 aí é que está também o problema.
          Vendo a historia atual, acho que a igreja a queimar livros é só uma pequeníssima parte do conhecimento que foi perdido :P.

      • Samuel MG says:

        Foi a religião que atrasou isto tudo!! Ou já te esqueceste que existiu a INQUISIÇÃO? Essa coisa criada pelo Vaticano para matar tudo o que era contra os ensinamentos da igreja.

        • AlexX says:

          A Bíblia nada tem a ver com religião, muito menos com o vaticano. Foi sim usada pelo vaticano (e demais religiões com outras traduções) como forma de controle mas é um livro intemporal, não tem datas. Pode ter muitos milhares de anos e preceder qualquer religião.

          • PedroF says:

            ah…pronto, pensei que a bíblia tinha sido criada pelo imperador Constantino, o fundador da religião católica…:P

          • AlexX says:

            @PedroF
            As origens perdem-se no tempo, pessoalmente não vou na historinha do Constantino e não sou único. O que se sabe é que existem semelhanças entre todos os escritos das principais religiões, muda a história, mudam os nomes das personagens, mas os ensinamentos são basicamente os mesmos; morais e valores, relações entre as pessoas e entre elas e o seu interior, ciclos da Terra e muito mais, em elegorias e metáforas. Alguns estudiosos colocam mesmo a hipótese que parte da Bíblia nem se refere a pessoas mas a astros e constelações.
            Viste o Livro de Eli com Denz Washington? É supostamente passado num futuro mas podia ter sido há ~1600 anos, relata duma forma plausível como a Bíblia pode repassar para a civilização seguinte se considerares o escrivão no final como sendo um Constantino.

          • Samuel MG says:

            Eu acredito na parte do Imperador Constantino pois vários estudos colocam o Nascimento de Cristo fora do dia 25 de Dezembro. Basicamente a religião não passa da maior fantochada/conto do vigário alguma vez criada/o.

          • AlexX says:

            @Samuel MG
            Concordo que as religiões são uma fantochada mas repara, as pessoas precisam e têm que ser controladas de algum modo para que uma civilização possa evoluir. E para que uma civilização possa evoluir, a maioria tem que aceitar trabalhar para uma minoria. Aí entram as religiões. Os padres nem escondem isso quando tratam os fiéis como sendo o rebanho. Quando essa civilização já está controlada, começam gradualmente a preparar as pessoas para desacreditar na religião.
            Não descarto a possibilidade de Cristo ser o Sol e os 12 apóstolos as constelações dos signos. Várias religiões têm o seu próprio Cristo, todos tiveram os seus 12 apóstolos, todos nasceram a 25 de Dezembro.. ou será que “renasceram”? 3 dias pós o equinócio e os 6 dias de Criação até ao descanso, 1 de Jan?
            Pessoas a operar milagres de cura e a fazer magia ou coisas ditas impossíveis existem desde sempre, ainda hoje há várias. Todas as pessoas têm pelo menos um super poder para realizar coisas ditas impossíveis mas foram condicionadas a acreditar que não, então não os desenvolveram nem tal lhes podia ser ensinado, algumas são já perigosas que baste mesmo sem os ter.

          • AlexX says:

            * obviamente alegorias, não elegorias, solstício, não equinócio.

  7. informado says:

    Continuem a meter estas notícias e NUNCA MAIS Cá volto ao SITE!

    • SSD says:

      Notícias científicas? Que é que eles suposto eles “meterem” então??
      Sabes que é literalmente uns dos temas do site, se não concordas não têm de ser os autores a mudar de certeza!

  8. Abreu says:

    Parece o site da IURD

  9. AlexX says:

    Andam então agora entretidos a contar átomos e teorizava eu erradamente e em grupo com os átomos dos meus botões que a superfície ia ainda aquecer muito mais até que 70% entrasse em combustão espontânea antes de começar de novo a arrefecer… fiquei mais descansado.

  10. Aulanio says:

    Pessoal…calma,o Sol vai primeiro!

  11. Paulo says:

    Devia ter lido esta notícia antes de ter ido ao supermercado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.