Quantcast
PplWare Mobile

Jeff Bezos quer criar a primeira colónia lunar até 2023

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Tomás Santiago


  1. William says:

    Devemos antes ir a Lua e tentar colonizá-la, pra depois ir para Marte e além.
    Acho ser muito apressado ir direto pra Marte, se algo der errado, ao menos na Lua estaríamos mais perto.

    • Mário says:

      Antes de arranjarem outros problemas na lua, por quê que não resolvam os problemas mais básicos aqui na terra? Isso considero tecnologia de outro nível.

  2. LG says:

    Ele que se ponha na fila de espera pois 1001 outros ja afirmaram o mesmo…

  3. Luna Pacheco says:

    “…antes de os seres humanos sequer pensem em *passar uma noite* na lua”
    Acho piada a esta parte, porque uma noite na lua dura 14 dias terrestres com temperaturas mínimas de -150ºC, por isso dá para ver o interessante desafio que é isto 🙂

    • Nuno says:

      Existe uma diferença entre calor e temperatura. Calor representa a energia total de um sistema, temperatura representa a energia média de um sistema. A primeira depende da velocidade das partículas, da quantidade das partículas e tipo de partículas, a segunda depende apenas da velocidade das partículas.

      Como por exemplo, na termosfera, a temperatura pode rondar os 2500° C. No entanto, como é quase um vácuo, se um ser humano estivesse lá, lentamente via o seu calor a diminuir. Isto porque perderia mais energia através de radiação do que a ganhava através do contacto com a muita pequena quantidade de partículas que formam a termosfera.

      O mesmo se passa na lua, a temperatura é muito baixa, mas como é basicamente um vácuo, a energia que perdes por contacto é negligenciável. E perderia calor quase ao mesmo ritmo como quem estivesse na termosfera. Mas como as perdas por radiação são pequenas, não é muito problemático manter um astronauta quente.

  4. Nuno says:

    Eu cá tenho sérias dúvidas que consigamos estabelecer uma colónia na lua num período tão curto de tempo. Não tenho dúvidas que consigamos colocar o homem na lua outra vez nesse tempo. Mas uma colónia é um desafio de engenharia muito grande com muitas variáveis que não penso ser possíveis resolver na totalidade assim tão rápido. Acredito mais ser possível a colocação de módulos de teste para uma futura colónia. E mesmo assim, nenhum ser humano poderia ficar um tempo extremamente longo lá, devido ao campo gravitacional da lua ser extremamente fraco quando comparado com a da terra.

  5. Rafael Saavedra says:

    Toda a gente sabe que a terra é plana e a lua também. Brincadeira vá 🙂 será interessante ver o progresso espacial deste século! 🙂

  6. EverlastingCunt says:

    Nunca vai acontecer. Os donos do “mundo” nunca irão deixar que tal aconteça, compreendo a curiosidade do ser humano, mas há outros poderes com agendas próprias. Para os mais desinformados, deviam ouvir as gravações em off (não passaram para a transmissão TV) do Niel Armstrong quando estava na lua. O ser humano não voltará à lua tão cedo.

    • Nuno says:

      Eu pensava que o Jeff era um dos “donos” disto tudo.

      Que disse Neil Armstrong que indique que o humano não voltará tão cedo à lua?
      E também que gravação é essa a que te referes que não passou na televisão? Isto porque as gravações originais foram perdidas. O que a NASA tem foi reconstruído através das imagens transmitidas nas televisões. É só conspirações.

  7. Nuno says:

    Colonizar a lua?? é de rebolar a rir…. os Americas deixaram de la ir em 1973 e nunca mais ninguem lá foi… porque? porque não quiseram ou porque não tem permissão para tal??

    • Nuno says:

      Porque na altura havia um motivo importante, os americanos estavam a levar um enxerto de porrada no que toca à corrida no espaço dos soviéticos, portanto focaram todos os seus esforços em serem o primeiro a colocar o primeiro homem na lua. Em 1972, a última vez que um ser humano visitou a lua (não 1973), era obvio que os soviéticos estavam muito atrasados com o seu foguete N1-L3, e em 1976, o seu cancelamento ditou o final da corrida à lua. E embora nenhum ser humano tenha visitado a lua desde então, vários sondas de múltiplas nações visitaram a nossa companheira celeste.

      • Nuno says:

        Não acredito que nos proximos anos alguem tenha autorização sequer para ir a Lua, se calhar o nosso satellite natural, não é assim tão natural…

        • Nuno says:

          Mas quem é que te disse que precisas de autorização para ir até à lua? Ainda à 5 anos atrás a china aterrou na Lua um rover, bem como a china nem à dois meses lançou um orbiter para a Lua. Quanto à natureza da Lua, vários cientistas estudaram as rochas trazidas desta, seja estas obtidas através de missões pilotadas ou por sondas, bem como a mapeamos na sua totalidade e mandamos vários impactors para estudar a sua constituição interior. Tudo o que sabemos desta aponta que é, sem sombra de dúvidas, natural. Deixa de ser um conspiratório doido que acredita em algo sem qualquer tipo de provas.

  8. Nuno says:

    Uma coisa é o que é e foi publico, outra o que não é para se saber… existem indicios do que poderá ser a lua, tal como nunca mais ninguem lá voltou e duvido que volte. Na conferencia de imprensa da primeira viagem à lua, basta reparar nos rostos dos astronautas, para quem fez um feito épico, parecem tão “abatidos” e sizudos…

    • Nuno says:

      Tínhamos que entrar na terra do chapéus de latão. Por favor apresenta esses indícios que indicam que a lua não é um satélite natural e essencialmente uma rocha no espaço!

      • Nuno says:

        Claro que apresento, 80% dos minerais da Lua são titânio, quantidade essa que nao existe em todo o planeta terra, tornando assim uma superficie bastante dura a da Lua para ser algo “natural”. Mas há mais, há quem afirme que o interior da lua é oco, mas claro nunca ninguem la foi ver se é oco ou não, também há quem afirme que a lua é bem mais antiga que a terra, segundo analises já feitas, a Lua da terra tem uma orbitra perfeita estacionaria e circular, de qualquer ponto da terra apenas vimos uma face da lua, a outra nunca vemos, nenhuma outra lua do sistema solar tem essas caracteristicas e depois por fim a lua esta na posição ideal para haver a vida na terra tal como ela existe, mais longe ou mais perto, nada podia ser como é na terra. São coincidencias demais para ser um fenomeno natural. A grande questao é a informação que é publica e o que não convem ser publica.

      • Nuno says:

        O que acabas de dizer é uma verdadeira mentira. A lua não é composta por 80% de titânio, mas sim 0.18%.
        Lamento também ter que te informar que a lua não é oca. Foram enviados vários impactors para a lua e sabemos que está possui um nicleo de ferro como a terra, apenas muito mais pequeno.
        E não, a lua não tem uma órbita perfeita e circular. A órbita da lua é elíptica com uma excentricidade de 0.0549 e com uma inclinação de 5.145° com a eclíptica. É a órbita não é estacionária, devido à libração, com o tempo conseguimos conhecer 59% da superfície da lua apenas estando na terra. Se o que tu dissesses fosse verdade apenas veríamos 50% para todo o sempre. E estas errado quando afirmas que a lua é a única que se encontra em acoplamento de maré com o seu planeta, na realidade a grande maioria das luas do nossos sistema solar se encontram nesta configuração.
        Nao não são coincidências. A vida existe onde as condições permitem que esta exista. O que acabaste de citar é uma falácia lógica conhecida como argumento de incredulidade.
        Resumindo tudo o que disseste foi uma pura mentira do início ao fim, encapsulada numa falácia lógica.

        • Nuno says:

          Tudo o que falas e tudo o que eu falo, nem tu nem eu conseguimos comprovar. Tu falas sobre o que é publicamente conhecido, eu falo sobre o que não se pretende que seja publicamente conhecido. Não ha volta a dar. Mas entendo perfeitamente o que me contas, como é claro, somos “ensinados” assim.

        • Nuno says:

          Caro amigo, eu para além de ter estudado astronomia, fiz uma década de investigação na área. Quando dizer que não consegues compravar o que dizes eu concordo. Agora eu consigo comprovar o que disse. Não só pela minha experiência, bem como vários estudos publicados em publicações revistas pelos pares que demonstram que a lua é sem sombra de dúvidas um satélite natural. Se disvordas a solução é simples. tira um curso numa área científica relevante à discussão, e depois de estares munido de conhecimento tenta provar que a nossa compreensão está errada. Acredita que se conseguires revolucionar o nosso pensamento vais ser relembrado para sempre. Se não seguires essa via, então o melhor concelho que te posso dar é manteres a boca caladinha de assuntos que não percebes e aceita a opinião das pessoas que estudaram na área que não sabes nada.

  9. Nuno says:

    Olá novamente, eu entendo tudo o que diz, mas como você pode provar?? Já esteve na lua por acaso?? o conhecimento que você tem é o que é publico, nao percebe? o que você já estudou eu respeito muito isso, mas estudou aquilo que querem que você aprenda! Por isso torno a dizer, o que eu disse e o que voce disse, nem eu nem você consegue provar, nenhum de nós esteve na lua, voce segue a corrente cientifica daquilo que querem que você saiba, eu em tempos também seguia essa corrente, mas também me pergunto a mim mesmo “será mesmo assim?” neste tipo de assuntos o que mais existe é teoria e nada mais, quando em 1969 foram à lua, acha que tudo o que la viram veio a publico?? apenas veio o que interessava vir e eu até entendo o pq de algumas coisas não sejam publicas. Com todo o seu conhecimento academic tente pensar “sera mesmo assim?” e repare que todos os seus conhecimentos relativos à lua são com base em algo que não foi você na realidade que constatou ou viu, mas sim em algo que pode ter sido bem “fabricado” também, nunca tome como verdade absoluta tudo aquilo que dão a conhecer!

    • Nuno says:

      Qual foi a parte que não percebeste que eu fiz investigação científica durante 10 anos, tenho vários textos publicados em publicações revistas pelos pares. Durante a minha vida falei com vários geologistas que estudaram amostras de rochas lunares, astrofísicos que estiveram envolvidos em várias sondas lunares,… Mas claro que tu tens que apelar à massiva conspiração que envolve uma boa percentagem de cientistas, milhares de engenheiros, múltiplas nações (algumas delas inimigos mortais),… Apenas para enganar os ignorantes como tu. Se tu não estás disposto a educar-te sobre uma matéria ou aceitar o que as pessoas que estudaram dizem, e continuas a afirmar idiotices como factos, isso faz de ti desonesto. E eu tenho pouco paciência para os da tua laia. Um bem haja.

  10. JOSÉ ANTUNES says:

    Boa noite,estive a ler atentamente a vossa (discussão) sinceramente eu tenho a minha opinião poderei concordar com os dois isto é quase como a história de Deus existe ou não ? Não se tratem mal pois acho que ambos nunca irão saber a verdade. Boa noite , saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.