Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Mortalidade aumentou 28% em Portugal e está a subir

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. diogo says:

    Todos os anos morriam milhares de pessoas de Dezembro a Fevereiro de gripe, mas 2022 vai ser igual a 2021 morre tudo de covid…
    A palermia continua!

  2. Tiago says:

    Gostava de vir ao pplware ler noticias sobre tecnologia. Para ler este tipo de noticias tenho outros jornais…

  3. Zed says:

    A mortalidade nunca foi grande motivo de preocupação. A taxa de internamentos, sim.

    • Zé Cabra says:

      Ora aqui está uma que ninguêm liga mas que é a mais pura das verdades , gastassem os biliões das vacinas , em hospitais camas e pessoal de apoio aos doentes (médicos enfermeiros e demais .. ) e a coisa não era esta lástima

      • David Guerreiro says:

        Eles até gastam milhões na saúde, só que o dinheiro é mal gerido. É como atirares dinheiro para um poço, o dinheiro desaparece e não vês nada acontecer. O problema do SNS é má gestão, e havendo má gestão, coloquem o dinheiro que colocarem nunca chega.

        • Zed says:

          Isso não é totalmente verdade. Mais de 40% do orçamento para a saúde vai para o privado, só o restante fica no SNS. O SNS está subfinanciado há vários anos, sendo que, com a população cada vez mais envelhecida, cada vez tem mais despesa. Gestão em saúde não é o mesmo que noutras coisas. Lembro-me quando há uns anos decidiram colocar gestores nos hospitais que não percebiam nada de saúde, e um deles queria comprar dois frascos de soro 0.45% em vez de 1 frasco a 0.9%, porque ficava mais barato. Tens antibióticos para a mesma doença, onde um é 1000% (sim, são 3 zeros) mais caro que o outro, como fazes a gestão disso?
          Há vários doentes a gastar vários milhares de euros por dia, todos os dias, que provavelmente vão morrer dentro de alguns dias, como fazes a gestão disto?

          • Jorge Carvalho says:

            Para o privado ?

            Abc

          • Zed says:

            SIm, 41% da fatia do OE para a saúde é gasto no sector privado.

          • João Ferreira says:

            para pagar medicamentos e afins. Mesmo assim o estado continua com dividas altas e hospitais sem meios. Os outros 60% são então bem geridos.

          • Zed says:

            E achas que 60% é suficiente para o SNS? Fazes ideia das despesas do SNS? Tens de me dizer como farias gestão nos casos que referi nos casos acima.
            Sabes o que é bem gerido? A TAP e os bancos, esses sim…

          • David Guerreiro says:

            Mas acabaram com os hospitais geridos em PPP, quando todos os relatórios indicam que tinham melhor qualidade do que os geridos publicamente…

    • honorato says:

      as pessoas morrem doutra patologia mas a culpa é que foi de covid

    • Manuel da Rocha says:

      Essa é a parte que os negacionistas não querem que seja falada.
      É que para os mesmos números de casos activos, temos menos 64% de internamentos e menos 76% em cuidados intensivos. Mas, para os eleitores do Chega “há mais 6000000 de mortos entre os vacinados do que nos não vacinados” (palavras do vice-presidente do Chega ontem numa conferência online).

  4. Eu sei lá says:

    Estava a almoçar e uma das notícias foi o a COVID-19 no Algarve:
    Internados em UCI 19 – vacinados 1, não vacinados 18.
    É perguntar aos não vacinados: “É anti-vacinas? Se for deixamo-lo p’ra´!í”. Até aposto que as as respostas eram. “Não, não! Fui eu que me esqueci …”

    • Zed says:

      Uma coisa é certa, se começarem a faltar vagas, esse será sem dúvida um dos critérios para selecionar os doentes a ocupá-las, como de resto já aconteceu no ano passado.

      • Eu sei lá says:

        Ó troll, em Portugal não se teve que se fazer opções nos cuidados intensivos, por falta de equipamento: n”Este vai para cuidados intensivos, aquele não vai (ou seja, vai morrer) por falta de ventiladores”.
        E o ano passado não havia vacinas. Este ano não se vai chegar ao número de pessoas em cuidados intensivos que houve no Inverno passado – graças às vacinas.
        O que quis destacar foi a proporção de 1 para 18 em UCI no Algarve. Quanto aos anti-vacinas, quando se sentirem aflitos passam logo a pró-vacinas – escusavam era de ir entupir as UCI.

        • Zed says:

          Não houve falta de vagas de uci no ano passado, nalguns hospitais? Tens a certeza? É que eu tenho a certeza que houve e que houve seleção de doentes para ocupar as vagas. Sabes o que é por exemplo o ECMO? Sabes quantos há no país? Não queres ensinar o pai nosso ao vigário, oh “troll”.

    • João Ferreira says:

      E o que lá estavam era gordos e tinha problemas de saúde?

    • Memória says:

      Olha eu estive a jantar, e depois fui passear um pouco … passei pela porta de um hospital. e escutei gritos lá dentro de “Mas … eles estavam todos XXXX”.
      Mais vale não dizer o que ouvi, senão sou moderado 🙁

      De resto, se forem buscar alguëm a casa devem perguntar se foi vacinado

      Caso não estiver não-vacinado não o levam ao hospital.
      Caso estiver vacinado só pode ser um simulante, “a vacina é eficaz e protege”.

      Covid-19 resolvido de uma penachada

    • David Guerreiro says:

      Era fazer uma outra coisa. Quem não quer vacina, se for parar à UCI com Covid depois vai ter de pagar os milhares de euros que custou ao SNS o seu internamento, caso sobreviva. Iam ver se não iam a correr vacinar-se…

      • Luís Costa says:

        E tu vais me devolver os meus impostos altos que pago para tu poderes ter uma vacina gratuita e mesmo assim se fores bater com as costelas no SNS os meus impostos pagaram a tua estadia?

  5. jorgeg says:

    blablabla,…. maispropaganda dos socio-comunas… ainda existe alguem que vai na lenga lenga destes mentirosos. se nao me engano em 2019 morrerm +/- 3000 pseeoas deivdo ha gripe, para nao se falar do resto…
    wake the hell up tugas, ja chega de nanar!

  6. xyr says:

    Os números de morte por covid19 são mais altos do que eles dizem …no ano passado se um doente cardíaco positivo C19 morresse , era um morto covid , este ano é um doente cardíaco morto , e assim é que devia ser . É que no ano passado , interessava aumentar o numero de mortos por C19 , para levar toda a gente a vacinar-se , agora interessa fazer baixar o numero de mortos covid , para provar a excelência das vacinas , mas o numero total de mortos mantem-se igual ou até aumentou, como gato escondido com o rabo de fora, para além disso estamos a pagar o preço de tanta dedicação à C19 esquecendo as outras doenças…assim como no caso de infetados , agora muitas infeções covid passam para a categoria mais genérica de infeções respiratórias , para fazer baixar o numero de infetados C19….Digam lá se Portugal não é um país de espertos ?

  7. Bicho says:

    Tantas ovelhas dorminhocas, e tantas acordar enquanto é tempo!!!

  8. AG says:

    A minha esposa teve sintomas gripais em finais de novembro. Fomos fazer o teste antigénio à farmácia, ela deu positivo eu negativo. No dia seguinte fez o teste PCR e deu positivo. Teve garganta inflamada, tosse seca, nariz entupido, dores corporais, de cabeça, perdeu paladar e olfato. Ficamos em casa, não adotamos nenhuma restrição de contato ou uso de máscara. Eu tive dores de cabeça durante dois dias, tomei griponal. Durante a semana em questão fiz mais 2 testes na farmácia sempre negativos. Ela em novo teste PCR, 11 dias após o primeiro já se encontra negativa.
    Ambos não somos inoculados.
    A pandemia do medo continua.
    E está para durar.

  9. Sardinha Enlatada says:

    As pessoas ja vivem desde que nasceram, mas so agora e que descobriram pormenores como taxa de mortalidade, e doencas virais. Precisam que a comunicacao social lhes diga como e o mundo. E novidades ha ?

  10. Diz quem sabe says:

    Podias era colocar a hora e dia da entrevista para verificar…digo eu

  11. Jose Luis says:

    A noticia (link) percentagem antes das vacinas, e faz comparação com a gripe sazonal e outros vírus.

    https ://www.noticiasaominuto.com/mundo/1425129/covid-19-taxa-estimada-de-mortalidade-e-de-3-4-maior-do-que-a-gripe

  12. Paulo says:

    Hoje é arroz carolino ou basmati ? É ver uma notícia destas e cai aqui a malta do ” o covid é falso ” irra !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.