Quantcast
PplWare Mobile

Aquecimento Global: Ponto irreversível pode já ter sido atingido

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Samuel MG says:

    Desde de 2005 que já se passou do ponto de não retorno 🙁

  2. Vasco says:

    Enquanto continuarmos a praticar uma economia assente no dogma do crescimento económico eterno num sistema fechado que é global e não recebe inputs externos, com uma curva de crescimento do uso de recursos bem acima da curva de renovação natural do meio ambiente, estaremos a praticar um suicídio colectivo. Os ganhos marginais obtidos pela reciclagem ficam muito abaixo da depleção dos recursos naturais. E continuamos a praticar o dogma do crescimento porque não fomos capazes até hoje de corrigir a nossa tendência primitiva para a excessiva acumulação, que é a raiz de todos os males.

    • EoMlucoSouEu! says:

      Agora disseste tudo! Parar o aquecimento não seria muito difícil na teoria, na prática com o pensamento que temos é impossível! Seria preciso acabar com as estradas de alcatrão que são um mimo para armazenar calor, parar com o excesso de construções em betão, reduzir o numero de equipamentos que produzem calor “motores de combustão, equipamentos eletrónicos, etc” depois seria preciso plantar muitas arvores e outras plantas para cobrir tudo com sombra. As plantas tratam de converter a energia do sol em algo mais refrescante para todos! Alem disso tudo fazia faltar o que ninguém gosta de ouvir, reduzir a população mundial para menos de metade! Se continuarmos assim temos os dias contados e o relógio não para!

    • PJA says:

      Excelente comentário. Em cheio nas causas do problema.

    • Miguel says:

      Totalmente verdade, o consumismo é a raíz do problema.
      O plástico e restante lixo não vão de uber para os mares, não se produzem por diversão.

      O problema é que grande parte dos ativistas e procupadinhos são os maiores produtores de lixo, nomeadamente plástico, são a malta que adora viajar, sao a malta com dois carros na garagem e que troca de PC e telemoveis reguralmente, são a malta dos gadgets chineses…

      A solução seria um empobrecimento mundial, mas ninguém quer deixar que comprar o que gosta.

      Isto nunca terá solução, pois a solução não é carros electricos, é deixar de ter carro, e isso ninguém quer.

    • João Almeida says:

      Estou completamente de acordo consigo e digo mais, se não deixarmos de sustentar os cerca de 1% da população milionária, estamos mesmo extintos, o dinheiro e esta economia dos grandes lucros têm que ser extintos em uma década, para que talvez o planeta ainda regresse ao normal.

    • Gonçalo says:

      Depende da acumulação, dependemos da acumulação, têm é de ser sustentável, cabe o bom senso e factos determinar isso, algo cujo qual o homem primitivo jamais poderia mensurar

      • Gonçalo says:

        Factos Ciêntificos, 600 Milhões em Pobreza Extrema, continua a ser prioridade a Expansão Espacial a Marte e não só, acham razoável?!

        • Gonçalo says:

          600 Milhões, só no Continente Africano! Sabendo a posteriori que `se na eventualidade de poder acontecer alguma coisa, devemos poder contar uns com os outro´

    • Gonçalo says:

      acção, reacção

  3. Robin says:

    A grande farsa do aquecimento global, na idade media fazia-se as vindimas na Inglatera e tambem já se faz patinagem e feiras em cima do tamisa com ele completamente gelado qual seria a desculpa nessa altura.
    Lobbys e interesses é o que temos actualmente.

    • PTO says:

      A ignorância é mesmo uma benção, pelo menos assim vives feliz.

      • José says:

        Ignorante porquê? É mentira o que rke disse? Vá lá ver os livros! A pequena Idade do Gelo, alguém até hpje conseguiu explicar? Alterações climáticas são o normal, anormal é ter tantos humanos a comer ao mesmo tempo! É tempo de certos países diminuírem as suas super-populações e não fazerfm o contrário.

    • PGomes says:

      Deixa de ser burro e de teorias de conspiração.

    • pedro says:

      És mesmo ignorante

    • CF says:

      Apoiado Robin, há sempre duas faces da mesma moeda, burro é aquele que só vê um.

      O planeta é dinâmico, até os continentes já mudaram de lugar e não acabou a vida, todo o carbono presente no solo em combustíveis fosseis já esteve na atmosfera, o ciclo do carbono é tão comum e importante como o da água, existiram sempre períodos de acumulação no solo, acumulação na atmosfera.

      Quanto mais CO2 na atmosfera mais árvores o planeta terá, isso acontece naturalmente e não é preciso platantá-las, elas sempre sobreviveram sozinhas muito antes de nós andar cá e por cá vão continuar quando nos acontecer o mesmo que aos dinossauros.

      Se não colocarmos CO2 na atmosfera as árvores e plantas não proliferam da forma que o estão a fazer, aquilo que estamos a criar com os combustíveis fosseis são um santuário para a vegetação, até os desertos começam a ter árvores, os polos serão verdes em vez de brancos e terão muito mais vida do que atualmente, isso é mau?!

      https://greensavers.sapo.pt/a-incrivel-descoberta-de-milhoes-de-arvores-no-deserto-do-sara/

      A maior parte do planeta é desabitada, não é só em terra que vão aparecer seres “comedores” de CO2, nos oceanos passa-se a mesma coisa, a vida proliferará como nunca antes

      Os oceanos terão cada vez mais peixe, nunca a vida floresceu em abundância com o frio, morrem mais seres vivos de frio que de excesso de calor, o planeta é dinâmico e sempre será, quem tem razão é o George:

      https://www.youtube.com/watch?v=X_Di4Hh7rK0

      Pensem com as vossas cabeças e não acreditem em tudo que vos dizem, tudo tem interesses económicos por detrás.

    • Joaquim Silva says:

      É verdade que devemos preservar o nosso planeta da forma mais inteligente que podermos e soubermos, mas também é verdade que as mudanças na terra são cíclicas, aliás, à história do mundo comprova, tivemos várias idades do gelo sem que os humanos contribuissem para o efeito. Obrigado!

  4. Rafilda says:

    “Notícia” de agenda.

  5. PTO says:

    Vamos pagar isto bem caro em termos de vidas, vai fazer a 2ª guerra mundial parecer uma brincadeira de crianças.

  6. Asilva says:

    Recuso-me a acreditar, porque eu não quero abdicar dos meus luxos e pensar no ambiente dá muito trabalho e eu sou demasiado comodista para isso. (being sarcastic)

    • asdasa says:

      A brincar se dizem as verdades…mas toda a gente pensa assim. Eu sinceramente tb adoro fazer compras todos os dias e trocar de smartphone e tablets todos os anos porque posso. A vida e para aproveitar, os outros que pensem em solucoes futuras

      • Luisão says:

        O problema não é só trocar de smartphones e tablets, é a fonte do problema é o uso intensivo dos navios queutilizam combustível utilizado pela maior parte (95%) dos navios comerciais do mundo é formado por derivados do petróleo chamado de óleo combustível. Este sim é que é o grande problema da actualidade, a utilização destes combustíveis nos navios comerciais é que nos permite receber tecnologia (tv, smartphones, smartwatches, routers, headphones, etc, etc…) a preços acessíveis ou relativamente acessíveis. Mão-de-obre barata mais transporte muito barato igual a preços baixos.
        Para além disso há estudos que o compravam que o grande tráfego aéreo também é responsável por grande parte da poluição, fábricas, etc….
        Temos TODOS que fazer a nossa parte, eu faço a minha evito andar de carro (sempre que posso ando a pé), faço reciclagem (não me custa nada) e tento utilizar o menos possível tanto plástico como o papel. Agora, admito que deixo a minha pegada ecológica todos os dias, como carne (embora menos que há uns anos), peixe, ando de carro a combustão (gasolina), mota, embora só compre quando ache necessário também compro tecnologia….
        Já é tempo dos responsáveis governamentais, políticos e altos cargos presidenciais começarem a ouvir cada vez mais os cientistas, sobretudo antes das catástrofes começarem… fica a dica!
        Quero deixar uma pergunta ao PPLWARE até que ponto acham que a polémica com os chips não pode estar relacionada com este tema das alterações climatéricas/aquecimento global?

        • Luisão says:

          O importante também e como foi aqui dito resolver o problema da super-população mundial, porque é sabido que existe de facto. Mas mais importante não é o Ser Humano inserir no ecossistema como tem feito até hoje, mas saber como o ecossistema se pode adaptar ao Ser Humano. Se há coisa que acredito é que o Ser Humano existe é para ser uma peça fundamental no equilíbrio do ecossistema. É o único que tem a inteligência de plantar, cultivar, dominar o fogo, distribuir água, estudar e descobrir, adaptar-se a vários ambientes… temos enormes capacidades mas mal aproveitadas para a Natureza e para o ecossistema, infelizmente

  7. PORTUGAL says:

    aquecimento global mas tamos em junho e anda a chuver lol

  8. Joao Ptt says:

    Alguns cientistas ainda pensam que poderiam ter mudado alguma coisa… ainda se fosse a actividade humana a responsável pelas mudanças… mas são como um burro a olhar para o palácio, não percebem nada disto, embora opiniões e teorias não lhes faltem.

    Não seria nunca possível prevenir alterações globais, podiam era ter sido aligeiradas e as pessoas deslocadas para locais mais seguro durante as diversas fases de correcção, mas também essa oportunidade foi desperdiçada com o não terem, mais uma vez, reconhecido o enviado do Criador… actualmente é aguentar, e ver se alguns com as mudanças graduais em curso há décadas ainda acordam para o lado espiritual a tempo de se agarrarem à “corda de salvação”… o tempo para tal ainda decorre mas a janela de oportunidade vai se fechando para cada um a determinado ponto da sua vida, e mais cedo ou mais tarde todos terão decidido o seu caminho.

  9. SANDOKAN 1513 says:

    Em 2050 a temperatura na Península Ibérica vai ser insuportável !! Quem for vivo nessa altura vai viver num autêntico inferno a céu aberto.Tenho pena do que as antigas e a minha geração deixaram para as gerações vindouras. 😐

    • Miguel says:

      Em 1990 diziam o memo de 2020!
      Ganha juízinho e deixa de acreditar em toda a porcaria que te colocam á frente.

      O mundo é vivo, onde hoje á deserto já houve mares e neve, onde hoje há mares já huve desertos.
      Está na moda dramatizarem o normal para penetrar nas mentes fracas e sacar mais uns cobres.

      Aquecimento global – impostos
      Aimento do nivel do mar – impostos
      CO2 – impostos
      Energias renovéveis – impostos (próximo já em julho)
      impostos…impostos….

  10. Knight Fusion says:

    KKKKKK MATERIA DE COMUNISTA
    PASSEI NESSE ESPAÇO SÓ PARA AVISAR QUE POSTE DE RUA NÃO SERVE SÓ PARA PASSAR FIO DE ELETRICIDADE E CABO DA NET..

  11. Davi says:

    Há uns dias, num dia quente do nada chove torrencialmente e cai granizo. Algo que eu nunca tinha visto.
    Aquecimento global? Portugal está a ficar tropical? Não sei.

  12. Filipe says:

    Já era altura de trocarem “aquecimento global” por “alterações climáticas”, não? Sempre a falar no aquecimento, e que somos nós os culpados e blá blá blá, e estão a subir as máximas e descer as mínimas. O planeta tem um ciclo. Já passou por vários idênticos, segundo consta. O que poderemos ter feito, alegadamente, pois falam mas ninguém o consegue provar, foi acelerar a vinda do próximo ciclo. Como já foi investigado, vamos a caminho de outra era glaciar. Como é que é “aquecimento”? Acordem.

    • Miguel says:

      Moralizar o normal para poder cobrar. Simples.

      Esta malta que apoia cegamente estas tretas é a mesma que acredita que os produtos biologicos nas superficies comerciais são realmente biológicos!

      São aqueles que choram pelos touros e desprezam totalmente a fome no mundo.

      Gentes de modas, apenas isso.

      • asilva says:

        Ó Miguelito, que tal te fazeres omem com “O” grande (o “H” já o perdeste à muito anos), e começares a pensar pela tua cabeça em vez de seguires as modas de dizer mal dos ambientalistas ou das pessoas que se preocupam com o ambiente? O planeta agradece.

        • Miguel says:

          E tu deverias substituir o teu m por um M e começares apensar por ti próprio e verificar que ninguém quer saber de ambiente nenhum, querem é show e dollars.

          As preocupações é só de boca e troca de produtos.

          Impostos….

    • João says:

      Aquecimento global e alterações climáticas são dois conceitos diferentes, sendo que o segundo engloba o primeiro. O aquecimento global é factual, quanto muito o que é “debatível” (com muitas aspas, porque é consensual na comunidade científica) é se a causa é humana ou natural.

  13. Miguel says:

    Ainda bem pois gosto pouco de andar para trás!

  14. André says:

    Tanta discussão e nós somos só uma “fracção de segundo” na vida do planeta! Isto é, nós extinguimos e o planeta continua cá. Triste é as outras espécies desaparecerem por culpa da arrogância Humana! Com um pouco mais de aproveitamento da nossa dita inteligência poderíamos tirar mais proveito deste belo globo. Abraços

  15. Carloto says:

    É preciso um coração de pedra para passar por alto a fotografia do pobre urso polar, a olhar para o céu com uma expressão de angustia e expectativa ( tanto quanto isso possa ser perceptível pelo comum dos mortais)! É extraordinário que nenhum dos comentadores se tenha manifestado preocupado com a sorte dos animais, quando o homem (dito homo sapiens) sendo responsável pelas civilizações que impôs à natureza se esqueceu que NÃO tem capacidade para alterar as leis da Física e da Química .

  16. Joe Carapeto says:

    O homem é o único animal que cai duas vezes no mesmo buraco… É com isto digo tudo, agora pencem no mal que ele tem feito devido a estupidez e ganância por todo o Planeta Terra e o lixo que ele deixa no espaço com os foguetões que deixam os tanques de combustível pelo caminho, etc, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.