Quantcast
PplWare Mobile

Mozilla revela planos agressivos para o Firefox OS

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Sergio J says:

    continuo a dizer que algo não bate certo. Programação alto nivel (grande overhead) e target com baixas especificações.

    Ainda não experimentei e tenho de dar o benificio da dúvida, mas as minhas expectativas é que não virá aí boa coisa.

    • Alex says:

      Nunca experimentei este FirefoxOS, por este facto arrisco-me a dizer asneiras, mas não é suposto utilizar-se linguagens web para fazer apps para este browser? Se sim está em parte explicado a tua questão.
      Agora claro está, este tipo de abordagem tem as suas vantagens como os seus defeitos, mas até acredito que se fizerem um sistema bem optimizado possa fazer concorrência aos androids low cost (convenhamos que Android neste target é uma completa cagada), basta a mozilla ter um bom produto e um bom marketing

      • Sergio J says:

        a questão é mesmo esta. Queres algo mais alto nivel que linguagens web (sim, eu sei que até as há). Mas linguagens a tão alto nivel não foram pensadas para optimizição. Portanto ou muito me engano, ou isto vai engasgar-se por todo o lado

        • Alex says:

          HTML + CSS + Javascript e por ventura AJAX não são propriamente linguagens pesadas.

          O conceito das WebApps não é novo, o IOS já as tem há algum tempo e diga-se de passagem funcionam relativamente bem.

          Linguagens pesadas e de alto nível são o Java por exemplo (usado no Android), dai a pasmaceira que é o sistema em terminais low cost.

          • Paraoh says:

            Não queiras comparar o desempenho de Webapps com aplicações nativas.
            Além disso tens uma melhor integração com o sistema.

          • Sergio J says:

            não são linguagens pesadas? Já viste as camadas que tens? o código que é gerado?
            Claro que já tiveste no iOS, mas tem sido abandonado por causa disso mesmo

          • Alex says:

            Tens de ter em conta que por muitas camadas possa existir uma linguagem interpretada é bastante diferente das restantes. Se por sua vez o html e o css são extremamente leves, o jquery/javascript podem ser pesadas se forem mal programadas…mas se formos a ver todas as linguagens acontece isto.

            Se formos a analisar, no bolo todo, este tipo de abordagem acaba por ser mais leve que uma aplicação desenvolvida sobre uma maquina virtual (java, .net, etc) claro que tem as suas limitações, mas tem igualmente o seu mercado…tal como as Webapps do IOS.

            Se o Firefox falhar, na minha opinião certamente não vai ser por ai.

        • pikax says:

          As linguagens de alto nivel, podem ser optimizadas para ter um overhead minimo.

          O NDK mesmo sendo nativo(linguagem mais low level que java) nao ganhas tanta performance num panorama geral, mas o teu trabalho aumenta muito mais…

  2. Tiago Fonseca says:

    Testei no meu Galaxy Nexus, e apenas não uso, porque não é uma versão oficial. Achei excelente o OS.

  3. Jaime Veredas says:

    Penso que seria interessante dedicarem um artigo a este smartphone chamado Fairphone.
    http://www.fairphone.com/

  4. sergio says:

    Bom era estar funcional para dispositivos como xperia arc s e outros mais antigos, ganharia muitos adeptos

  5. NT says:

    Isto sim parece ser um sistema que vai criar mossa no mercado mobile 🙂

  6. Eu uso o Firefox OS e é muito bom, os apps são super leves, por exemplo um game que eu jogo no android o Chrono Cash que é de 12MB ou mais, no Firefox OS é apenas 1MB.
    Também desenvolvo aplicativos para esse OS, que também é muito fácil!
    E os gráficos 3D são em WebGL!
    Na minha opinião, tem tudo para dar certo! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.