Touch Disease: iPhone 6 tem uma falha que a Apple não reconhece


Destaques PPLWARE

90 Respostas

  1. José Gomes says:

    É uma feature inovadora!

  2. Marco B. says:

    Faz me lembrar aqueles problemas das primeiras unidades do oneplus one o tal Yellow tint, mas de maneira nenhuma o touch deixava de funcionar, no máximo havia ghost touch.

    • Joao Marques says:

      Mas o Yellow tint não passava de uma má cura da “cola” utilizada no display. Coisa facilmente resolvida com exposição solar e/ou por exemplo um forno UV

  3. May says:

    Lá vão os iFans chiar…
    O touch pode deixar de funcionar, mas… têm atualizações por mais uns tempos 😀

  4. Ricardo says:

    Mais de 500€ ao lixo

    • Homo Erectíssimo says:

      Ah,ah,ah. 😀 😀

    • Pilot Eyes 737 says:

      Ao menos a Apple acaba por reconhecer o erro e lançar uma atualização… Ou neste caso trocar o equipamento. Já sh*tdroids e Windows Phones…Bem, compra outro e não chies.

      • RenatoNismo says:

        oh pilot, leste bem a notícia ? exactamente depois de 2 anos e muitos iphones começaram com estes problemas.

        nas primeiras unidades até ao 2º ano é que quase não havia problemas nenhuns.

        parece aquela teoria da lâmpada incandescente que são avariadas depois de um tempo, obrigando pessoas a comprar outras 😉

        • RenatoNismo says:

          e a apple recusa reparar, sendo que tudo isso é problema de fabrico e não do utilizador. aconteceu a mesma coisa no teu ? não chies 😀

  5. MiguelDias says:

    Trabalho numa empresa de reparações e tem aparecido alguns casos destes, e já a algum tempo que sabemos que se substituir os ICs U2402 Meson, Cumulus U2401 resolve a questão.

    No entanto é uma reparação que ronda sempre os 150€, e existe alguns clientes que não aceitam este valor.

  6. João RS says:

    O meu está a funcionar e bem…

    É claro, o que é provavelmente o smartphone mais vendido da História (231 milhões em 12 meses de 2014/15), obviamente alguns vão ter problemas.

  7. Ricardo M. says:

    Inadmissivel.
    Nem uma explicaçao por parte da apple.
    Ainda ha pessoas que ficam contentes, interessa e que abra as aplicaçoes mais rapido que os outros.

    • Mr.T says:

      Ora aqui está o cerne do problema. E nãp é so com os iphones, mas sim com quase tudo o que existe hoje em dia… É caso para dizer, já não se fazem equipamentos como antigamente.
      Se fizerem para durar, depois não vendem, se fizerem para não durar, sofrem criticas negatoivas e descontentemento, mas vendem, e como o que interessa é o dinheiro (ou melnhor, saca-los dos bolsos dos consumidores), siga pra bingo… Só resta perguntar o que acham as pessoas que estouraram largas centenas de € por um suposto equipamento de topo que mal acaba a garantia, avaria?

    • CP says:

      Na mouche meu caro.

    • me and me says:

      eu concordo e venho a dizer isso ha muitos anos…

      hoje em dia a electronica avaria mais, tem menos hipoteses de ser reparada e nao ha peças para reparaçao.

      o fabricante faz para durar 1 a 2 anos, por causa da garantia, depois o consumidor tem de comprar novo pq muitas vezes a reparaçao é carissima ou nao existem peças para o mesmo

    • Leandro says:

      True story!

    • Pinheiro says:

      É que é isto mesmo!

  8. Blash says:

    bem… estas “guerrinhas” de fan boys já comecam a perder a piada.
    Sim, há problemas com iDevices… sim há problemas com Androids… sim, há problemas com Windows. Nao existem equipamentos perfeitos.
    As grandes marcas só assumem erros se lhes convem… e todas fazem erros mas, o que que lhes interessa mais é fazer dinheiro.

  9. iSad says:

    tenho 6 plus a bombar a quase 2 anos e nada de problemas. Devo ter sorte.

    Tenho ainda um 3G de 2006 que funciona uso para ouvir musica na dock mas nao vendo este fica para reliquia.

  10. iSad says:

    I had the same issue on my iPhone 6 Plus 64 Gigs. The touchscreen intermittently becomes unresponsive since the day I restored from from my old iPhone 5 backup. I also had an additional issue: sometimes – I could see some vertical bars being displayed on the top right corner of the screen. The only way to recover is to press the power button and then again press home.

    I contacted Apple support via the above link (https://expresslane.apple.com/GetproductgroupList.action) and initiated a service chat. Support person was really helpful, and I was asked to do the following:

    Backup to icloud from the iPhone (Not to the PC).
    Once backup is complete, connect iPhone to Itunes.
    Restore your iphone back to factory settings, i was provided this link: Use iTunes to restore your iPhone, iPad, or iPod to factory settings – Apple Support
    Important: You need to use the “Restore iPhone” option and not the “Restore Backup” option that is available under Backups
    Once your iPhone is restored, you would be presented with options to restore from the icloud backup.

    Once restored, everything was fine.. Haven’t faced any issues with the touchscreen after that

    Hope this helps someone..

    Thanks..

  11. Serato says:

    Não será mais uma nova “iFeature”?
    Afinal o iPhone 7 está para chegar, e nada como ter o modelo antigo a avariar…..

    • joao magalhaes says:

      Pois, é o que eu penso, pois se não for por estas coisas ninguém compra o novo, ora vejamos, pela conversa dos utilizadores do Iphone aquilo é rapidissimo, não precisa de mais RAM, não precisa de Hardware muito potente, já está no limite dos limites. Ninguém vai trocar um Ferrari com um ano que dá 300km/h pelo novo modelo que é igual mas dá 302km/h, mas tem mais um motor e mais um turbo para ser novidade.

    • João RS says:

      Todo os 6 têm garantia.

      E estás mesmo a dizer que a Apple faz isso? Que um cliente insatisfeito vai voltar a comprar na mesma marca.

  12. Carvalho Carreira says:

    Para o bem dos utilizadores do iphone espero que a apple resolva o problema mais depressa possível.

  13. Pedro Araújo says:

    Acho uma piada quando os fanboys vem falar para aqui da falta de garantia da parte das empresas chinesas que fazem smartfones de 200 Euros.

  14. Não Interessa says:

    Se negarem o problema muitas vezes pode ser que ele desapareça 😛

  15. Rui says:

    E tinham que vir os do costume meter nojo…

    A Apple por norma reconhece estes problemas ativando programas de qualidade, que sempre que necessário surgiram.

    É normal que agora seja difícil, pelo que se terá de reunir um certo número de unidades afetadas, para o programa de qualidade ser ativado e colocado em prática…

    E sim, li bem “Apple insiste em não reconhecer o problema Touch Disease”, mas como o PPLWARE agora é mais sensacionalista, será normal ver esse tipo de frases, até vir um segundo post daqui a um tempinho a dizer: “Afinal….”

    O costume… ahahaha

  16. Daniel says:

    Para todos aqueles que vêm para aqui dizer mal, posso garantir-vos que nenhum equipamento é infalível. No entanto, posso garantir-vos que dentro de uns dias a Apple vai lançar um Replacement Program sem custos acrescidos para o utilizador. Nada de novo que a Apple não tenha feito, como podem ver aqui:

    https://www.apple.com/support/exchange_repair/

  17. alienflowerx says:

    ontem vi que o iPhone 6s arrebenta com o samxunga s7 que saiu agora.
    isso é são noticias o resto é lixo.

      • Ricardo M. says:

        Samsung has water resistance, iris scanning, curved edges, better hardware, way better screen, vr, dslr quality camera “duel pixel”, better low light pictures, bigger battery, heart rate momitor, wireless fast charge, regular fast charge, better design, better screen to phone ratio, expandable memory. Queres mais?

      • Jorge Martins says:

        Comparar um telemovel com ecrã 2K com um que mal HD dá, ao nivel de um Chinoco de 40€, é uma comparação espectacular.
        Sabes que o Note 7 tem “apenas” 3.7x mais pixeis para gerir? Pois!
        e até começaram pelos jogos, espertos.
        E porque não compararam com o iphone 6S Plus? sempre era FullHD, ao nivel de um chinoco de 80€..
        Sem falar nas pelo menos duzia de features que um Note 7 tem que arrasam qualquer iphone. Ip68, ecrã melhor, camera melhor, caneta, carga wireless, etc etc
        Mas pronto!

        (já agora afirmo, que sou contra resoluções em ecrãs pequenos tão altas, mas isso sou eu, para mim HD em 5″ chega e FullHD em 5.5 sobra, o que torna o tlm mais rapido e melhor bateria)

  18. Pedro says:

    O agora chamado Touch Disease é um problema que realmente existe mas não é verdade que a Apple não o reconheça, pelo menos pela minha experiência.
    Já vou no meu quarto iPhone 6 plus 64GB, sim, o quarto. A Apple já me substituiu 3 vezes o iPhone por um novo sem qualquer custo. Apareceu-me 3 vezes o mesmo problema. No primeiro iPhone de troca só andei com ele 2 dias e voltou a aparecer.
    Foi sempre equipamentos novos, IMEI e nº Série diferentes.

    Este quarto para já está a aguantar. Vamos ver. Confesso que estou um bocado desiludido com a marca. É que em 3 trocas são 3 semanas sem telemóvel.

    • Carvalho Carreira says:

      Não esteja desiludido caro Pedro, pois vai ver que ainda terá muitas alegrias proporcionadas pelo seu iphone 6 plus

    • R41M31 says:

      Já trocaram três vezes? Eu à terceira pedia dinheiro de volta. O problema aqui são os que têm 2 anos e 1 dia pelo menos. Nesses a Apple não quer reconhecer o problema…

      • Carvalho Carreira says:

        não diga uma coisa dessas, a apple preocupa-se com os seu clientes, somos nós a alma o espírito deles. Vai ver que essa situação está totalmente resolvida

      • Não Interessa says:

        O problema é que ele é apenas mais um dos que está agarrado à marca, por isso a devolução do dinheiro não é uma opção viável.

      • Pedro says:

        Na primeira troca ainda fiquei contente, tinha uma grande amolgadela num dos cantos e fiquei com um iPhone novo. Nas duas seguintes já não, quase desesperei por andar 10 dias de cada uma das vezes com um nokia! lol
        Mas fico desiludido, a própria Apple conhece o problema, sabe que me está a enviar um iPhone novo e que corre o risco de o mesmo cliente voltar a ter o mesmo problema e voltar a ter de reclamar. Até porque sou cliente fiel desde o iPhone 3G.

        Cheguei a ponderar aproveitar para vender o iPhone, já que recebi um novo, para trocar pelo iPhone 6S plus 64GB, o modelo seguinte, mas teria de desembolsar nada mais nada menos que 979€!! Começa a atingir valores ridículos aos quais já não estou disposto a dar. Principalmente quando olho para a concorrência e vejo telemóveis excelentes a 399€!

        Estou curioso com o iPhone 7 e principalmente o preço a que chegará ao mercado português, se continuar nesta onda de subida de iPhone para iPhone, é desta que me viro para android… (com pena).

      • me and me says:

        ahahahahahahahaah. exacto.
        ha que comprar o 7

      • Daniel says:

        Ainda bem que nenhum iPhone 6 tem 2 anos!

      • João RS says:

        Sim, nesses não quer reconhecer realmente, porque não existem.

    • David Guerreiro says:

      Se tivessem melhor qualidade nos produtos, não era preciso trocar tanta vez. Mais é mais fácil fabricar barato, vender caro e preocupar-se depois com as chatices.

      • Rui Miguel says:

        É porque alguém fábrica com melhor qualidade…

        Mas tu já abriste um Samsung, HTC ou Sony do mesmo preço e já abriste um iPhone? Nem tem comparação, nos Android é tudo cheio de fita cola e coisas meio soltas!

        • Rui Romano says:

          Nota-se que estás farto de abrir Samsung, HTC, Sony, Xiaomi, OP’s, etc…
          Pela fita cola se apanha os mentirosos.
          Meu caro abre um Note 2/3/4 um Galaxy S7/S6/S5 e depois diz-me algo sobre a emensidão de fita.
          Não os compares a Alcateis POP C7 nem muito menos a essas marcas que se vendem em wortens como Ezee Tabs, Insys, etc…

  19. h says:

    A BMW tmb não reconhece um problema nas calhas da correia de distribuição de alguns dos seus modelos, que caso partam levam à avaria do motor, que parte. Não substituem por um novo mas sim por um recondicionado, pago pelo cliente. Como podem ver não é por isso que não vendem e não é por isso que deixa de ser uma grande marca. Gatos há em todo o lado.

    • May says:

      Ah! Então está bem, assim sendo a Apple tem razão, quem tiver o problema que o deite ao lixo e compre o 7 que está para chegar, porque “não é por isso que deixa de ser uma grande marca”.

      • h says:

        Tinha que vir um comentário compreendido pela metade. É obvio que não se deita fora, é obvio que se deve insistir sempre. Pois pela tua forma de pensar seria o mesmo ” -Ah então a BMW tem razão. Não vou gastar 5000€ num motor recondicionado que nem novo é e deito um carro de +/- 40 000€ fora e compro outro.”
        Não! Existe um erro assume-se. Pois tanto tu como eu no trabalho assumimos os nosso erros e mais nada. É só um facto de uma “fuga” igual e senão pior.

        • May says:

          Não! Segundo a minha forma de pensar, a BMW, tal como a Apple não tem razão nem deito fora o carro nem pago os €5000, a BMW é que tem de os pagar, se realmente se trata de um defeito de fabrico. Mas, como tu bem disseste, isto sou eu, que tal como assumo os meus erros também exijo que os outros o façam.
          As marcas que não o fazem podem ser marcas grandes, mas não são definitivamente “grandes marcas”.

    • me and me says:

      isso é a mesma tanga das bombas injectoras ou dos injectores… carros em garantia que isso avaria…. eles nao dao garantia pq neste pais os fabricantes de automoveis fazem o que lhes apetece…

      defeito de fabrico é garantia. se a correia rebenta dentro da garantia e dentro do tempo estimado até a substituiçao, tem garantia…

      o mesmo passa-se com as baterias dos electricos, menos de anos ou x km… tem garantia.

      se a marca nao da garantia dentro de previsto por lei ou dentro do que a mesma oferece, ha sempre algo mal contado.

      voltando ao assunto em questao:
      a electronica cada vez mais dura menos… isto acontece com tlf, notebooks, desktop, tv, lcd… e agora tb as maquinas de lavar, secar frigorificos, etc… o que as marcas querem é estar sempre a vender.. nao é como antigamente em que uma tv durava 15 anos sem ser reparada.. ou maquinas de lavar roupa a durar 20…

  20. SaltyAppleUser says:

    Como sempre, é sempre o “melhor” e o “mais vendido” telemóvel da “gigantesca” Apple, que tem os problemas mais bárbaros . Mas lá vem os iFans dizer que Apple é melhor e tal Android “crasha muito e é lento”, ao menos as marcas grandes que usam o OS da Google não ignoram os seus usuários e não fazem de conta que um problema não existe.

    • winetree says:

      Como por exemplo? Qual é o problema bárbaro? É este hipotético problema com um batch ou todos os écrans que é o problema bárbaro? E os problemas bárbaros dos outros? Desde as falhas de SW que nunca são corrigidas, aos botões dos nexus 5, problemas de som e conectividade no 6P, problemas no touch-screen do Z3 ou do OpO, etc? Ou estes não são bárbaros, são normais?!?

  21. David Guerreiro says:

    Respeitam o dinheiro dos clientes, isso sim. Só o dinheiro vale alguma coisa.

  22. Joao says:

    Tive um problema com um MacBook Pro que a Apple não reconhecia. Paguei 600€ pelo arranjo. Quando a Apple finalmente o reconheceu, contactaram-me, repito, contactaram-me para me devolverem o dinheiro e fazerem mês culpa. Arranjem sempre os produtos em lojas autorizadas e se algum dia a Apple reconhecer o problema muito provavelmente vos devolvem o dinheiro.

  23. Rui Romano says:

    Aqui o problema é o reconhecimento de um problema e não a marca.
    Pois actualmente qualquer tecnológica quer é vender o resto é para esquecer.
    Condensadores com x numero de ciclos para suportarem segundo cálculos a vida útil da garantia em detrimento de outros com maior vida útil, por forma a aumentarem as vendas e a reduzirem os custos.
    IC’s por vezes fabricados por encomenda para um determinado equipamento por forma a manter a assistência na marca e evitar que terceiros resolvam avarias que eles próprios não as pretendem resolver por forma a aumentar o número de vendas, pois um rebolling por exemplo sai mais caro à marca que um equipamento totalmente montado, em alguns casos em relação ao preço do equipamento pagar um técnico uma hora para executar esses trabalhos equivale a uma dezena ou mais de equipamentos fabricados, o que torna uma vez mais financeiramente viável a venda.
    As actuais soldas são isentas de chumbo segundo legislação internacional, seja qual for a marca e nisso nem Samsung, nem Apple, nem outra qualquer está isenta dessa lei o que igualmente diminui a qualidade e durabilidade de qualquer solda num equipamento electrónico e leva a maior número de avarias como esta aqui falada.
    E depois vem também a qualidade de fabrico que mesmo na Apple nem sempre é a melhor.
    Todas estas grandes empresas olham para os seus produtos ao ponto do cêntimo na sua concepção e não pensem o contrario.
    Para nós 1 cêntimo é uma ninharia afinal há quem se penhore para ter um Samsung ou Apple ultimo modelo.
    Para eles 1 cêntimo num milhão ou mais de dispositivos faz uma soma razoável.

    Hoje quem dá 1000€ por um telefone deveria na minha opinião ter mais de 2 anos de assistência.
    Mas uma pessoa também dá mais de 20.000€ por um qualquer carro e as marcas somente são por lei obrigadas a dispor de peças por 5 anos para os mesmos.
    Mas ao contrário das marcas de telemóveis os fabricantes de automóveis mantêm a assistência por um tempo superior, já a Apple não dá assistência aos equipamentos aquando são descontinuados e propõe novo equipamento mediante um pequeno valor a mais,
    O que considero inadmissível.
    Mas depois Apple Samsung LG Sony Xiaomi Meizu entre outras marcas conceituadas felizmente dispõem de um mercado paralelo muito rico em peças ao contrario de diversos fabricantes chineses como ZTE (o mais conceituado) MHorse Oukitel etc…

    Isto nos automóveis seria 5 anos depois a marca a dizer “O seu carro BMW já tem modelo novo por mais 35000€ em vez dos 60000€ tem direito ao actual modelo”.

    Felizmente ainda temos fabricantes de electrónica decentes, infelizmente é nos electrodomésticos maioritariamente, tendo alguns casos os equipamentos 10 ou mais anos de garantia.

    Em Suma seja Apple Samsung ou outro qualquer actualmente o mercado é totalmente virado para o consumismo por forma a demonstrar que têm e os fabricantes têm conhecimento disso e aproveitam-se disso.
    Nos sociedade, tipo ovelhas aceitamos e ainda somos por vezes mais estúpidos ao pontos de discutirmos acerrimamente apregoando que eles são os melhores do mundo!!!

  24. maria jose machado says:

    Bem, depois de ler tudo isto, já não sei o que pensar. Alguém que me aconselhe, por favor. Não sou fanática por nada, mas na minha família tinham-me aconselhado a adquirir da Apple. Tenho estado curiosa face ao 7, mas agora já não sei se compensa ….o investimento compensaria se a qualidade fosse elevada. Sugestões, por favor!

    • Carlos says:

      Depende do gosto e da disponibilidade financeira. Existem outras alternativas a essa marca, que ficam bem mais em conta e com óptima qualidade.

  25. Carlos Gabriel Lopes says:

    É o que dá começarem a poupar na qualidade de construção… Meu rico 5S que ainda funciona tão bem…

  26. OP3 says:

    O IPhone com os dias contados, já está tipo calças Lévis, boas e caras e com muita saída, até aparecer algo semelhante e mais barato, agora só compra que gosta de exibir o icon, assim serão os IPhones num futuro próximo, ícones de mera exibição, já que specs e qualidade, esses existem melhores noutras marcas e a preços mais acessíveis.

    Mas um IPhone é um IPhone, ninguém vai tirar o prestígio, tipo Ferrari, podem existir produtos mais rápidos e com mais qualidade mas Ferrari será sempre Ferrari.

    Ora para quem gosta de gastar dinheiro aqui fica um produto de boa qualidade e custa uns modestos 10000€, por favor não tentar verificar as specs
    https://pplware.sapo.pt/smartphones-tablets/android/vertu-ti-um-android-que-custa-10-mil-euros/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.