Quantcast
PplWare Mobile

Tom Hanks deixa duras críticas à Apple durante entrevista à própria empresa

                                    
                                

Fonte: Business Insider

Autor: Marisa Pinto


  1. Abreu says:

    Onde anda os fanboys da maçã?

    • Tiago says:

      Ele vendeu o filme a Apple por 70M e agradeceu. Ficou chateado foi por não ver o filme chegar ao cinema mas a Apple salvou lhe o filme de dar prejuizo.

      • Monte Gordo says:

        Exatamente. Este texto ou fonte estão errados. O TH agradeceu e o irritado ou triste foi de não ter ido para os cinemas.

        Agora irritado com a Apple porque comprou os direitos pelo valor mais alto e até o emite já que não vai e não aos cinemas? Se nenhum de streaming o fizesse bem ficava na gaveta mais uns meses…

        Não foi de todo o que disse o TH.

      • LG says:

        Ele? Não sabia que um ator/guionista de um filme tinha direito de vender os direitos de um filme que pertenciam à Sony Pictures xDDDDD

    • Nuno says:

      Não sei onde entram os fan boys aqui, nem deve ser para entender. Primeiro: ele devia estar chateado com a Sony porque foi ela que fez um leilão sobre os direitos do filme e a Apple ganhou, com a aprovação dele. Segundo: O chateado dele com a Apple é por causa do filme não estar a ser lançado nos cinemas, o que é explicado por causa do Covid e da perda de rentabilidade do filme, e por conseguinte a recuperação dos trocos envolvidos. Terceiro: A parede branca também é para proteger a privacidade dele.
      A Apple ou outra produtora qualquer ao comprar os direitos está no direito, desde que não haja nenhuma alinea impeditiva no contrato, de fazer do filme o que quer. Quantos direitos são vendidos e não saem da gaveta. O direitos do Warcraft foram vendidos para fazerem no minimo 2 filmes (e vê-se pelo fim incompleto do filme) e não vai ser realizado por causa do fracasso que foi o primeiro.
      Eu quando vendi o meu carro não meti nenhuma clausula para o novo dono não poder fazer o que quer dele. é igual. Não vejo o Tom Hanks negociar a compra do filme para lhe dar o uso que entende.
      Por isso, a questão aqui nem devia ser a Apple. Que reclame com a Sony que lhe pagou bem menos e depois leiloou os direitos.

      • LG says:

        Concordo. Mas entende-se a frustração de um ator. Talvez quando iniciou as filmagens teve como ideia concorrer nos óscares e isso agora foi pelas águas abaixo visto que não vai ser um filme de cinema. Outros filmes (exemplo James Bond) foram adiados para o cinema devido à pandemia… A Apple (conhecendo as filosofias deles) NUNCA iria comprar os direitos de um filme para lançar no cinema. Tom Hanks tem direito a reclamar… Mas para Sony é “business as usual”…

        • ze says:

          E só filmes que estreiam no cinema são considerados aos oscares?
          Já dizia como o outro, este ano ganhava o sonic em todas as categorias 😀

          • LG says:

            Filmes de serviço stream não são eligíveis para óscares. Razão pela qual a Amazon lançou ao púlico (cinema e blu-ray etc) o filme “Manchester by the Sea”.

            PORÉM, devido à epidemia do coronavirus a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas fez uma excepção para os próximos óscares:

            “For This Awards Year Only, Streamed Films To Be Eligible for Oscars®”

            Portanto o Tom Hanks ainda pode respirar (isto se a Apple concorrer aos óscares). Resta agora esperar que o Ricky Gervais não apresente os próximos oscares 😛

            https://www.oscars.org/news/awards-rules-and-campaign-regulations-approved-93rd-oscarsr

  2. Polo says:

    Então se não concorda porque aceitou o trabalho?

    • falcaobranco says:

      Há vezes depois de assinar contratos… algumas coisas vêm ao de cima… e uma delas, ele falou, que foi o caso de meterem uma parede branca… é tudo muito bonito quando querem roubar clientes á Netflix e depois admiram-se…

      E mais se ele fala em diferenças de imagem e som… posso estar enganado mas dá-me a entender que estragaram um excelente filme e a meu ver… era esperar pelos cinemas!

      • Hugo says:

        Eu não sei deste filme pois ainda não está disponível, mas o conteúdo da Apple Tv+ tem uma qualidade muito boa. A serie SEE vi numa Tv OLed e sinceramente ainda não vi nada que se igual em nenhuma plataforma de streaming disponível no mercado!!!

      • saldoso says:

        Não meteram qualquer parede branca, pediram foi para ele usar uma parede branca como fundo nas entrevistas.
        Ele deve ter ficado chateado com as regras que a Apple pediu para seguir, e com o facto de ter deixado de poder decidir o marketing do filme, já que o projecto era dele.
        Ele fala em diferenças na qualidade (da imagem e som), é inerente a ser visto por streaming em vez de no cinema. Há limitações.

        • Monte Gordo says:

          O TH não tem razão de todo: a imagem no cinema é maior mas não tem mais qualidade que muitas TV, mas o som sim. Mas nem toda a gente tem TV 4K ou 8K de topo ou um som surround de alto nível.

          • saldoso says:

            A questão não está na existência de televisores com melhor qualidade, mas no facto de a emissão em streaming ter pior qualidade do que o que é possível num cinema, para além de que os contrastes poderão ter que ser ajustados de forma diferente.

    • saldoso says:

      o filme era dele e acabou por ver o filme vendido à Apple, já feito!
      Não trabalhou para a Apple, mas agora terá que promover o filme e não deve gostar da mudança

  3. Fernando Araújo says:

    E tem razão

  4. sTonedd says:

    Bom, fiquei sem perceber se ele não gosta de paredes brancas e preferia outra cor… Se fosse preta, possivelmente queixar-se-ia do tom demasiado negro e, possivelmente, seria conotado com defensores de movimentos como o Black Life Matters. Sem ironias: se ele souber como se tratam posteriormente estas entrevistas, no sentido de promoção do filme (que a Apple até lhe pagou…), facilmente conluiria que o fundo branco é impecável para colocar certos “créditos” ou legendas nos cantos do ecrã, por exemplo, sem afetar o vídeo do ator. Talvez o problema tenha sido não receber mais 5 ou 6 milhões pela exigência da pintura da parede de fundo… 🙂

  5. Fulano says:

    Mais um a juntar aos milhões de pessoas que diariamente abrem os olhos sobre esta empresa que desde que Jobs morreu tem ZERO para mostrar.

  6. njag says:

    O homem está irritado por dar uma entrevista com um fundo de parede branco?

  7. Paulo Santos says:

    gostei da parte dos “espetadores”…obrigado AO90 por estas pérolas da língua portuguesa que ninguém é obrigado a seguir, mas que alguns modernaços gostam de usar para mostrarem que são chiques…
    a língua oficial portuguesa não foi mudada, apesar dos seguidores do AO quererem que o pensemos.
    mas estejam à vontade para fazer essas figuras…

  8. saldoso says:

    É preciso perceber um pouco do humor e do subtexto para entender que muito do que o Tom Hanks disse não foi por acreditar no que dizia. O exagero é muitas vezes indicativo de ironia ou sátira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.