Quantcast
PplWare Mobile

Siri só responde a questões de música se for cliente Apple Music

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. badsector says:

    Isto é legal? Não sei se a UE deixa passar isto..

  2. piri_vm says:

    Lol, de rir…
    “Siri, what time is it?
    Sorry, I can’t look up the time for you. You have another Clock App.”

  3. Daniel Pinto says:

    Porque é que seria ilegal?

    • José says:

      Ai faz? então se tudo assim fosse imagina:
      “Não lhe posso dar as horas, não tem um Apple Watch, não pode ver esse filme, não tem a Apple TV, não posso passar essa apresentação, não tem o Pages (MacBook)”
      Sim, faz muito sentido

    • José Antonio says:

      Ai faz? então se tudo assim fosse imagina:
      “Não lhe posso dar as horas, não tem um Apple Watch, não pode ver esse filme, não tem a Apple TV, não posso passar essa apresentação, não tem o Pages (MacBook)”
      Sim, faz muito sentido

      • Daniel Pinto says:

        Parecem-me coisas um bocadinho diferentes.
        Simplesmente o Siri precisa de aceder a uma base de dados que “por acaso” é a da Apple Music, que só está disponível se pagares por isso.

        Não estou a dizer que estou de acordo ou não (até porque eu tenho o AM) mas entendo o porque. Onde é que eles iam buscar essa informação? Ao Spotify? Ao Google Music? Ao Google (não me parece que a informação ia ser 100% aquela que estavas à procura).

        Se a informação viesse de outro player (empresa) a Apple teria de pagar por isso e o teria de haver APIs para dar acesso ao conteúdo o que não me parece que seria feito assim de mão beijada por parte do Spotify por exemplo.

        • Mark says:

          E a minha questão é: antes de terem AM era possível obter resposta a estas este tipo de questões ou esta informação nunca esteve disponível?

          É que questões de qual é a musica que está no Top é de conhecimento geral, agora se tivermos a perguntar qual a musica que está no top na AM ai sim está limitado á BD da Apple.

        • Paulo says:

          Então a base de dados sobre a US Chart 1983 é da Apple Music? Estou mesmo fascinado… a Apple Music já existe há tanto tempo e eu não sabia 😉

          Além do mais, não é a tabela da Apple Musica que diz qual é a canção mais popular no momento, existem muitas tabelas

        • Miguel says:

          Isso até seria aceitável se aparte isso fizesse uma pesquisa na web.
          Mas aparentemente não.
          – Não tens Apple Music nem à web vou buscar informação para te dar. E nem interessa se pagaste um dispositivo com um conjunto pré-definido de funcionalidades 🙂

        • Ricardo M. says:

          Diz lá então o que é que está no Apple music que não encontras no Google. Diz la, qual é essa informação limitada ao Apple music?
          Enfim, desculpas.

        • Sérgio E. says:

          Você claramente leu o artigo na diagonal.
          A pergunta feita foi “qual era a canção no top dos charts dos EUA em Março de 1983?”
          Porque raio é que haveria de ser preciso ter o Apple Music, Spotify, ou outro serviço semelhante para responder a isto ?

      • Mark says:

        E quando venderem o carro eléctrico não se vai poder ver tudo que esteja relacionado com mapas, GPS e transito 😀

  4. Paulo says:

    Ainda se vão zangar com ela,ao menos a Cortana não se arma rm parva.

  5. Ricardo M. says:

    Mais uma imposição da Apple.
    Os fanboys vão dizer que é normal.
    Grande assistente que vocês têm, “pago”!
    Estes pequenos detalhes me dão a certeza que fiz em trocar de SO.
    Cada vez mais fechado, e dependente.

  6. XXXX says:

    É pá isto é racismo 🙂

  7. Ricardo M. says:

    Ainda há mais. O famoso e revolucionário e inovador método de pagamento da Apple, afinal não esta com aquele sucesso todo.
    Less than 1% of sales at the mall mainstay are made using Apple Pay, compared to about 30% that still use cash and the majority made via a classic credit or debit card swipe, Joe Megibow, American Eagle’s chief digital officer, revealed on Monday.

    “The adoption rates are very, very low right now,” Megibow said during at appearance at the Money 20/20 Conference in Las Vegas

    1% dos pagamentos.
    Quando foi anunciado, os fans foram a loucura com isto, que não havia sistema mais seguro de pagar no mundo. Mas não é utilizado.

  8. Realista says:

    A siri também só responde a quem for cliente da Apple…

    LoL

  9. Miguel Ribeiro says:

    Well, that’s a SIRIous problem… 🙂

  10. JN says:

    A Apple já aprendeu alguma coisa com o regime norte-coreano…

  11. SrBla says:

    Viva a liberdade!

  12. Moreira says:

    Não admira nada Apple esta tudo dito.

  13. Nuno says:

    Nem parece a Apple. Deviam aproveitar para dizer qualquer coisa do género:
    “A música que esteve no top do mês de maio de 1984 é x… Para ouvir esta e outras musicas subscreva o Apple Music”
    Que fácil.

  14. David.pt says:

    Não esperava outra coisa da Apple. Poderia simplesmente pesquisar por web informação sobre as músicas. Na cortada e no OK Google não acontece nada disto

  15. David Ferreira says:

    lol, é a apple a dar mais um passo inteligente =)

  16. Prim says:

    A Apple pode fazer o que quiser, quem não quer deixa…
    Não é à toa que bate recordes de lucros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.