Quantcast
PplWare Mobile

Será verdade? Epic afirma que margem de lucro da App Store da Apple chega aos 78%

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Julio says:

    Óbvio que é. Não é a primeira a queixar-se… Apple vive a custa das outras empresas.. Lucros doidos produto de qualidade zero mas serviços a pontapés e caros… APPLE tudo dito. Era saírem todos da loja deles que ficavam como o Windows phone.. Ou a blackberry, Sem apps neguem quer ninguem usa. Era bem feito.

  2. Há Cada Gajo says:

    Margem operacional não é margem de lucro.

    • Vítor M. says:

      Certo, conforme diz no texto “…uma testemunha da Epic refuta esta afirmação e revela que a Apple terá tido margens de lucro de 77,8% e 74,9% de margem operacional em 2019 e 2018, respetivamente.”

  3. miguel says:

    Eu sendo dono de uma empresa vendo os produtos com a margem que eu quiser, não sendo bens de primeira necessidade não vejo qual o problema.
    Ou morrem se não jogarem um jogo?

    Reclamem mas é de coisas importantes como por exemplo a “água” que é tão essencial a vida e as cameras levam taxas e preços abusivos, isso sim deveríamos todos nos unir e reclamar.

    • darksantacruz says:

      +1

    • Jorge says:

      “a “água” que é tão essencial a vida e as cameras levam taxas e preços abusivos”…afirmativo … a água sendo um bem essencial para a vida, deve ter preços elevados para garantir que não haja abuso e desperdícios desnecessários…

    • A maníaca says:

      “Camera” não é “câmara” (de uma cidade).

      Segundo a excelência Miguel, as “câmaras” e empresas de água deveriam fazer as obras, meter tubos, fechar, fazer admissão e tratamento e distribuição da água a custo zero. Logo as águas usadas ou chuva, deveriam também ser transportadas e tratadas a custo zero para o cliente.

      Pois claro, preço abusivo, porque tudo isso sai barato…….

      Também acho que nos devíamos unir, mas era para reclamar desta gente que em vez de trabalhar e ver o que custa… reclama que tudo devia ser grátis.

      • Jonh says:

        Primeiro já ca faltava o comentario do erro ortografico para me sentir superior (sim os meus erros são propositados).
        segundo há uma cena que são impostos … depois pagas os terrenos dos canos mesmo que nao seja da camara … depois ainda pagas a conta da agua.
        ainda tem prejuizos …
        devias ver a quantidade de carros da companhia das aguas tem aqui ao pe de minha casa

  4. Sardinha Enlatada says:

    Quem nao sabe vender feche a loja. Obvio que e o lucro da empresa que a mantem viva. A percentagem e o que ela quizer visto que nao ha regulacao nesse sentido.

  5. Hélio Musco says:

    Produtos online conseguem uma margem bastante elevada quando comparados com outros sectores (e.g. carros 20%). Por isso não me admira nada a AppStore estar a gerar essa margem.

  6. JP says:

    Eu ao ler estes comentários fico surpreso. Vejo muitas pessoas a defender a Apple numa ótica de mercado totalmente liberalizado.
    Vou dar um exemplo, imaginem que as operadores de telecomunicações (MEO,NOS e Vodafone) sobem os preços em 500%, gostava de ver estas pessoas argumentar………… pois só usa quem quer e segundo os comentários que leio as empresas podem e devem praticar os preços que bem intendem. (mercados oligopólistas, monopolista e barreira a entrada de mercado isso tudo é são mitos que prejudicam o consumidor.)
    No dias de hoje as telecomunicações são considerados um serviço essencial (como por exemplo a Luz) para a vida moderna atual. (telecomunicações sem Sistema operativos e difícil funcionar (IOS/Android etc)

    • MC says:

      Estás a confundir acesso a telecomunicações (chamadas, mensagens e internet) com compras de aplicações e jogos.
      Quem compra um smartphone (seja iOS ou android) já sabe à partida que as aplicações e jogos têm um custo. Se não querem pagar, que usem o equipamento apenas para o essencial (chamadas, mensagens e navegação web).

    • Zé Fonseca A. says:

      O que dizes não faz nenhum sentido para este caso.
      A apple cobra 30% para usarem a sua plataforma App Store desde o 1º dia da App Store, os valores nunca variaram, já lá vão 13 anos, baixaram agora para 15% para devs que ganham abaixo de 1M.
      É tudo mais que justo.

      • Elektro says:

        Deixa lá Zé, o que esta malta precisava era de estar a arrendar uma casa em que era o inclino a definir o preço que pagava e quando pagava 🙂

      • Jp says:

        E possível alguém ter uma loja similar a Appstore no IOS?
        Eu não sou contra os 30% de comissões, sou contra a da Apple não deixar existir alternativas a appstore.
        Dou um exemplo, o Spotify tem que pagar 30% para os utilizadores terem acesso IOS, mas o Apple music isento dessa comissão.

  7. Sardinha Enlatada says:

    Temos de separar o trigo do joio. Ha margens de lucro excessivamente altas, sem ser em servicos essenciais (nao estou a concordar que tenha de ser assim) apenas estou a dizer como nao ha regulacao sobre isso as empresas aplicam o lucro que quizerem sem haver regulacao no mercado. Ja os servicos essenciais as pessoas sao um roubo a nossa carteira descaradamente, e nao vejo niguem a tentar regular isso para uma percentagem mais justa. Um caso flagrante e a EDP como toda a gente conhece.

    • Elektro says:

      O problema do preço da energia (Luz e Gás) é o mesmo que o combustível e não é bem culpa da EDP ou de qualquer outra empresa de energia e sim do IVA, porque nas facturas o preço até é justo, agora o IVA 23% e todas as outras taxas é que são abusadoras.

      Mas claro há quem tenha votado nos mesmos de sempre, portanto parece ser um problema que afeta poucas pessoas como eu e tu…

  8. FreakOnALeash says:

    2 empresas titânicas a degladiarem-se. Ambas gostam de tratar os consumidores abaixo de merd@. Eu digo que se phod@am as duas, pode ser que renasça algo bom das cinzas desta guerra!

    • Zé Fonseca A. says:

      Se a EPIC fosse titanica não precisava que lhe patrocinassem esta guerra contra a apple.
      Diria mesmo que caso a EPIC perca, que é quase certo, pode ter os seus dias contados.

      • FreakOnALeash says:

        A Epic tem lá dinheiro chinês! Não me parece que desapareçam do mapa. O panorama das relações comerciais de detentores de stores e os que lá vendem é que vai mudar certamente, o bom seria era que não fosse o mexilhão a phoder-se como é costume!

  9. Rui Lioes says:

    Com a malta que gosta de Apple, não vale a pena argumentar. As palas, toldam a verdade. Se disserem que o xixi do hipopótamo, embalado pela Apple, é bom para beber , eles bebem e fazem cara feia a quem disser que não.

  10. oiiiii says:

    Mas ainda andam nisto??? Se a Epic não quer aceitar as condições da Apple não meta os jogos disponíveis no IOS. Também seria interessante ver a % de lucro da Epic

  11. Jota says:

    A Apple é conhecida por chular os fabricantes de componentes dos seus dispositivos! Por causa disto é que a Apple ainda não tem nenhum carro, porque nenhum fabricante de automóveis aceitou ser chulado!

  12. Mary says:

    Qualquer “produto” só existe porque há cliente para ele.

    Acham que estão a ser “comidos” … não sejam clientes.

    simples

  13. Sergio J says:

    Querem, querem, não querem que vão vender para outro lado. Isto é válido para qualquer loja.

  14. jorge says:

    Sera que a epic oferece os jogos gratuitamente aos seus jogadores, ou ela nao quer ter beneficios, parece que vive de agua fresca no inverno, eu apenas uso o telefone para o basico, chamadas e mensagens, e muitas das vezes fica em casa, vivo bem sem os jogos, mas cada um compra o que muito bem entender.

  15. jorge says:

    Cada um faz o preço dos seus produtos, so compra que quiser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.