Quantcast
PplWare Mobile

Será o iPhone 13 o primeiro iPhone que não terá nenhuma porta?

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Nuno says:

    e como é que a apple vais descalçar essa bota ? vai oferecer o magsafe na caixa ? ou vai chegar ao ridiculo de nao dar sequer o cabo para carregar na caixa ?

    • lol says:

      A apple vai instalar postos de carregamento como acontece com os carros elétricos. Vais ter pagar uma subscrição mensal. xD

    • Toni da Adega says:

      E nao esquecer que o carregador “wireless” até vai funcionando em ambiente de escritório ou casa.
      Mas para que fizer muitas deslocacoes e prescisar de algo mais pratico e rápido nao é das melhores opcoes.
      É mais facil e pratico andar com um cabo ligthning/USB no que andar com um cabo “wireless”

    • Vítor M. says:

      Dá o seu tempo e vais ver as marcas TODAS a alinhar-se nesta “moda”. Há coisas que fazem sentido só passado um ano ou dois. Olha os auscultadores.

      • dunno says:

        nao me acredito que isto se torne num padrão, pelo menos a curto prazo. ja a caixa sem carregador sim.

        • Vítor M. says:

          Pode ser que sim, pode ser que não. Eu acredito que é esse o caminho, tirar os cabos. Usar WiFi, bluetooth, NFC. Usar superfícies com carregamento nos carros, nas casas, dispositivos do mais variado formato. Sem portas os equipamentos ficam mais estanques, mais robustos e mais baratos também.

          • Ru says:

            Como se ouve música se a bateria dos phones acabar?
            E como se carrega e usa o telemóvel ao mesmo tempo?
            Poder carregar sem fios, sim. Mas também ter suporte para cabo. Tal como ter jack áudio, ou duas usbc para poder carregar e ouvir música ao mesmo tempo.
            Agora tudo sem fios… Até pode ser o futuro, mas pelo menos para mim não dá jeito nenhum…

  2. Filipe Rocha says:

    Forma “bastante rápida”?

    Excelente piada.

    • Filipe Rocha says:

      Não entendo esta teimosia da Apple, comprei o iPhone 12 e claro é um bom smartphone, continua a pecar por coisas absurdas. Não ter usb-c já é um pecado gigante, passar a cordless é uma autêntica piada, estou farto de tantos dongles na minha vida.

      É com o surface porque preciso de LAN e HDMI, é o iPhone porque não posso usar headphones com AUX (dispenso os comentários a sugerir Bluetooth, tenho os XM3).

      Não dá para entender esta tendência do mercado, usb-c é otimo, por amor da santa compromentam-se com ele, a Apple foi das que mais o incentivou com os Macbook, e continua a manchar a folha porque ainda quer ganhar a comissão do lightning.

      São devices caros, tudo bem, mas por amor da santa sejam pro consumidores é o minimo exigivel.

    • Vítor M. says:

      Não é tão rápida como outros, é verdade, mas o MagSafe nos novos equipamentos é substancialmente mais rápido que os modelos e sistemas anteriores. E é para aí que se caminha, não tenhas dúvidas- A porta USB-C não traz vantagens em relação à Lightning, ou melhor, traz mais acessórios, mais baratos.. mas em velocidade e operacionalidade, não traz.

      Por isso, usar um iPhone com o seu cabo Lightning é tranquilo. Depois, grande parte das pessoas carrega em casa sobretudo e no seu local de trabalho. Logo, cada vez mais faz sentido ter um carregador wireless. Aliás, os carros hoje já trazem praticamente todos o seu espaço de carregamento.

      Além disso, os powerbancks sem fio também já estão bem mais baratos e há mais no mercado. Portanto… e caminho é por aí, não tenhas dúvidas. Mais velocidade e melhor bateria, mais equipamento, mais locais onde apenas pousas o telefone… é esse o futuro já ao virar da esquina.

      • Ru says:

        Essa parte do carro também pode ser chatinha. Usar gps com o telemóvel no suporte e poder carregar ao mesmo tempo. Há alturas em que wireless não é conveniente, embora a tecnologia seja interessante.

        • Filipe Rocha says:

          Existem dezenas deste tipo de situações, a tecnologia wireless é excelente, mas só porque ela existe não significa que carregamento fisico não seja superior em muitos aspectos.

          Não percebo, parecem loucos, tudo é justificavél se for a santa Apple a fazer.

          Comprei o novo iPhone e nem sequer posso desbloquear o telemovel sem um Pin de 6 digitos obrigatório, porque a Apple decidiu que não posso, é absolutamente risório a Apple lançar um smartphone em plena pandemia que não tenha touch ID.

  3. Mike Oliver says:

    “Além disso, com MagSafe, os utilizadores conseguem carregar a bateria de forma bastante rápida.”

    Está bem então! Chega de net por hoje

    • Vítor M. says:

      Óh… pelo menos contraria. Até porque este foi um salto em relação ao carregamento sem fios existente nos iPhones. O que preconizará de certeza um salto maior no iPhone 13.

      • Nuno says:

        15W ja nao é considerado rapido hj em dia ahah o meu telemovel trouxe 35W na caixa ahah.
        Mas sim foi realmente um salto enorme nos iphones, o 11 permitia 7.5 este ja permite o dobro mas para quem esta habituado a um mundo diferente 15W é realmente ridiculo.

        • Vítor M. says:

          Estás a falar atualmente, certo, mas hoje podemos carregar por várias formas o iPhone e o MagSafe veio aumentar a velocidade e não só, veio também mostrar que a Apple está a trabalhar para de facto conseguir mais velocidade de carregamento sem fios e tornar este carregamento a única forma. O que não é mau, até porque vem estimular o desenvolvimento quer do carregamento, quer do tipo de bateria a usar. Aliás, já há rumores que no próximo iPhone haverá uma nova bateria. e isto resulta, como resultou o retirar do jack 3.5 mm, que depois a indústria seguiu os passos, o retirar o carregador e auscultadores, os outros já vão seguir os mesmos passos. Por um lado há maior desenvolvimento nos auscultadores sem fios (mais, melhor qualidade e preço mais acessível) e nos carregadores que igualmente podem agora ser “mais universais”.

          Depois dizes que estás habituado a um mundo diferente. Ok, mas não é um mundo melhor, tendo em conta que o que pode trazer de melhor, é menor do que traz de pior. Portanto, contas feitas, o equilíbrio tem sido a prática de sucesso. Aí a Apple, como sabes, lidera há mais de uma década.

          • Nuno says:

            Nao acredito que as outras marcas vao seguir pelo menos para ja, o fast charging é um ponto de venda eu mais depressa compro um que traga um transformador de 30w do que um que nao traga nada e eu tenho de comprar a parte portanto so acredito nisso daqui a uns anos.
            Ate agr nao me trouxe nada de pior só de melhor imagina so que ate tenho um ecra de 90hz e um ecra sem sobrancelha e imagina la que ate tenho um botao que fecha todas as apps que estao em memoria ao mesmo tempo, va tambem te aconcelho vivamente a ir ver em que lugar esta a apple na venda de smartphones

          • Polímero says:

            Juro que não percebo este fanatismo todo pela apple. Até à poucas semanas tinha o iphone x, comprei esta semana o Samsung s20 Fe 5g (com snapdragon 865) e posso dizer que foi a melhor escolha que fiz. esta entusiasmado com o lançamento do iphone 12 que foi pura desilusão a meu ver. Quanto ao ios ou android, gosto muito dos dois, nada contra, vai da preferencia de cada um. Agora comprei um smartphone super rapido, tem uma taxa incrível de 120hz, carregamento rapido, tela muito bonita, finalmente type , boa camera, excelente bateria e preço mais justo. (so não optei pelo note 20 ultra devido ao exynos). No iphone, infelizmente não vejo nada disto. Eu não sou fanático por marcas, sou fã de tecnologia, ao contrario de algumas pessoas que defendem a sua marca de eleição com unhas e dentes por mais porcaria que façam…..

          • Vítor M. says:

            Boas.

            “Juro que não percebo este fanatismo todo pela apple.”

            Nem eu. mas se reparares, os números de vendas, a dimensão do mercado, a estrutura global mostram-te muitas coisas, só tens de abrir os olhos.

            “Até à poucas semanas tinha o iphone x, comprei esta semana o Samsung s20 Fe 5g (com snapdragon 865) e posso dizer que foi a melhor escolha que fiz.”

            em 3 anos tiveste um topo de gama que manteve a qualidade e ainda teve um incremento do sistema operativo. Daqui a 3 anos, o teu Fe é um telemóvel sem brilho. Se o colocares à venda um e outro com 3 anos cada, vais ver que ganhas mais dinheiro com o iPhone X. É assim o mercado.

            “esta entusiasmado com o lançamento do iphone 12 que foi pura desilusão a meu ver.”

            Porquê? Onde é que o 12 fica atrás do FE? No 5G? No tamanho? Na bateria sim, mas não no desempenho, bem pelo contrário, Vais ver no dia a dia, daqui em diante, que te vais arrepender em muitos momentos. Contudo, o FE é uma excelente máquina, eu gosto e uso.

            “Quanto ao ios ou android, gosto muito dos dois, nada contra, vai da preferencia de cada um.”

            Sim e principalmente do que gosta de fazer e como o fazer. Quando existe ecossistema, nada bate o iOS.

            “Agora comprei um smartphone super rapido, tem uma taxa incrível de 120hz, carregamento rapido, tela muito bonita, finalmente type , boa camera, excelente bateria e preço mais justo. (so não optei pelo note 20 ultra devido ao exynos).” Em grande parte do que dizes, o X é tão bom como esse, como a velocidade de utilização, o sistema operativo mais fluído e todas as ferramentas que esse tem, mais as da Apple. Camara… é mais ou menos… não compraste um topo de gama, como era o iphone X quando saiu.

            “No iphone, infelizmente não vejo nada disto.”

            Como por exemplo, o que não vês? Pode ser dos teus olhos, e não do facto de não existir, atenção!

            “Eu não sou fanático por marcas, sou fã de tecnologia, ao contrario de algumas pessoas que defendem a sua marca de eleição com unhas e dentes por mais porcaria que façam…..”

            sim, cada pessoa tem as suas preferências e muitas usam um pouco de tudo. eu uso um pouco de tudo, por acaso o meu Android (ou Androids) são o FE 5G e um Huawei P40 Pro. Gosto bastante de os usar para situações diferentes. Conhecer as novidades, tendo em conta que cada vez há mais cisão dentro do Android.

            Quando falas em porcaria, estás a falar de quê? É que porcaria não fazem, as marcas fazem tecnologia.

          • Vítor M. says:

            Vais ver. O próximo passo de muitas marcas será remover o carregador e os auscultadores. Isso algumas já começaram. Agora, atenção que este modelo de utilização não serve a todos. Porque a comunicação entre o iPhone e os Macs, os mais recentes, faz-me “sem espinhas”, mas no mundo Android/Windows ou iOS/Windows não será bem assim.

            O carregar é o menor dos problemas, porque o que não vão faltar são carregadores rápidos e a tecnologia nas baterias cada vez está mais disponível. O problema é nas comunicações com as máquinas. O iOS/macOS é tranquilo, mais ainda agora com o iOS 14 e o Big Sur, o iOS/Windows mais complicado. O Android/Windows não será tão simples pelo número de equipamentos, sistemas operativos e diversidade de hardware no mercado (será bem mais complicado provavelmente), Android/macOS deverá ser mais tranquilo…. mas é dentro deste universo que se dará a evolução.

          • Polímero says:

            “Porcaria” no sentido figurado, não literal. Quase como se a apple fosse lançar um telemóvel que nem desse para ligar, mas você era o primeiro a dizer que era fantástico porque tinha a melhor cor. Às vezes, nas suas respostas dá a entender que é este tipo de fanatismo que encaixa na sua personalidade. Ninguém pode fazer qualquer tipo de critica à apple, mesmo que seja construtiva…
            Como disse, tive apple durante uns anos, mas agora mudei e mudei bem. Também critiquei a samsung por colocar novamente o exynos 990 no note 20, depois da polemica do s20. Como disse sou adepto da tecnologia e a samsung neste momento está a passos largos à frente no requisito da inovação. Adoraria ter um fold 2 por exemplo, mas os preços ainda estão salgados.

            So um exemplo seu “Depois dizes que estás habituado a um mundo diferente. Ok, mas não é um mundo melhor, tendo em conta que o que pode trazer de melhor, é menor do que traz de pior. ” Parece que so a apple é que é boa o resto não presta….

            e relativamente (“No iphone, infelizmente não vejo nada disto.”
            Como por exemplo, o que não vês? Pode ser dos teus olhos, e não do facto de não existir, atenção!)
            Sim de facto não vejo por exemplo um ecrã com elevada taxa de atualização no final de 2020, uma entrada universal como type-c, um carregamento rápido seja por cabo ou por wireless, bateria poderia ser maior, embora seja bem otimizada… Para mim são fatores decisivos, mas se tu viste um iphone com isto, sou eu que não entendo nada disto…

          • Vítor M. says:

            Poder pode, até porque as construtivas levam sempre a uma partilha de ideias que, muitas vezes, partem para produtos finais, funcionalidades consumadas e até melhor entendimento. Contudo, é importante sempre pesarmos o que estamos a dizer. Onde é que os 120 Hz são assim no dia a dia importantes? Ainda não disseste, e era interessante perceber. Porque ter isso e não saberes onde ganhas de facto em relação a um ecrã sem isso, não vale a pena. Aaa e tal o meu tem 120 Hz… Boa e para que serve? Aaa não sei ao certo!

            A bateria, ok, mas o iPhone X tem uma bateria bem mais pequena, é mais elegante, o que não é comparável. O meu 12 Pro Max tem uma batera tão boa ou melhor em desempenho face ao FE, mas são máquinas de preços diferentes. Lá está, não se pode meter tudo no mesmo saco. Não vou dizer !aaa o FE é uma porcaria porque não tem um ecrã tão bom como o meu 12 Pro Max ou umas câmaras e tal… não, são coisas diferentes, sistemas operativos diferentes, para utilizações diferentes.

            É aqui que faz sentido haver um discurso consistente e honesto. Não foi o que inicialmente disseste. Fora isso, a máquina é Top sim senhor.

          • Nuno says:

            Quanto à comunicaçao concordo nao ha nada que bata Mac/IOS nem sequer se aproxima quanto mais bater, mas Android/Windows para mim sempre foi traquilo um sistema de ficheiros rapido e simples de entender para mim o pior sempre foi Windows/IOS é pessimo transferir ficheiros é uma dor de cabeça e nunca percebi o fanatismo pelo itunes sempre odiei o itunes, MacOs/Android nunca experiementei mas como é um sistema de ficheiros simples acho que tambem nao havera problema nenhum, outra coisa que tambem sempre me irritou no IOS é nao ter uma app de gestor de ficheiros nunca percebi a apple ter estas pancadas havia alguma dificuldade de criar um sistema de ficheiros simples e disponibilizar uma app para gerir ?

          • Vítor M. says:

            Pois, o iTunes no Windows é “aquela cena”, a Apple quis sempre manter uma coerência, mas o Windows tem uma abordagem muito mais complexa e a Apple nunca fez uma versão decente. Aliás, no macOS agora sim está algo melhor um bocadom dadoq ue o iTunes está no Finder, uma espécie de ligação no explorer.

            No Android com o Windows, sim quem tiver uma boa máquina e dominar dois ou três aspetos, está safo. O problema é que grande parte dos androids têm versões muito antigas e ainda há muita gente com Windows 7, Windows 8 e versões do 10 desatualizadas. O que vai sempre dar problemas numa ligação WiFi (se um dia esta for a única forma). Por cabo é mais simples, mas não é simples.

            O gestor de ficheiros… sim, de facto a Apple não gosta que se mexa lá dentro sem ser com uma app própria. Usas as fotos com a app Fotografia, o ficheiros com a app Ficheiros, a música com o Apple Music, depois o iTunes faz o resto no que faltar fazer.

            Agora basta um iPhone estar na mesma rede WiFi que o Mac e o Finder dá logo com ele e podes fazer a gestão sem ligar qualquer cabo. Este parece-me ser o futuro, a interoperabilidade entre as máquinas sem haver necessidade da ação do utilizador.

          • Polimero says:

            Como ei de dizer isto de forma educada e simpatica?
            Não sei se será ignorância ou tentar testar o limite de paciencia dos utilizadores.
            Se for por ignorância eu passo a explicar.
            Como Senhor da razão deveria saber e perceber as diferenças de um ecra com uma taxa de 120hz para o convencional.
            Antes de se saber o que isso era ja eu tinha um ecra de jogo de 144hz (ha uns valentes anos) neste momento um de 240hz. Quando ouvi falar que esta tecnologia poderia ser implementada nos smartphones, evidentemente que fiquei entusiasmado com tal situação. Foi neste momento uma das minhas prioridades na compra do novo smartphone. É muito facil de perceber a fluidez na transição de aplicações, na mudança de ambientes de trabalho, no scroll nas redes socias, até para ler os comentários aqui no pplware, mais fascinante é na jogabilidade, embora nem todos os jogos tenham para ja este recurso ativo.
            Um bem haja, abraço amigo

  4. PGomes says:

    Já não falta muito para nem vir sequer um iPhone na caixa.

  5. Miguel Nóbrega says:

    Então headphones jack…. nem com adaptador :S

  6. iSad says:

    Sem portas ou janelas. Espero pelo 15 comprei o 12 pro. Como anteriormente o meu ciclo de troca continua a ser 3 anos.

  7. Antonio says:

    Por cada porta que retiram compensam com um aumento de 40 euros 🙂

  8. greego says:

    E para o aifone 20, já há novidades?…

  9. David says:

    Teimosias na tangabde carregar rápido!
    São poucos os que necessitam de carregamentos tão rápidos! O carregamento do magsafe é mais do que suficiente…
    Eu carrego maioritariamente o iPhone a noite…uso o primeiro carregador da Appke o mais lento para passa a noite a carregar…não tem pressa…durante o dia se precisar carrego com o carregador mais rápido se tiver de sair se não…continuo com o carregamento lento…
    Qual a panca de carregar a velocidade da luz?
    Nós telemóveis a bateria dura um dia pelo menos…e os que precisam realmente de carregamento mais rápido então usem mas não usem um carregamento rápido para 8h de sono…que é onde a maioria carrega o telemóvel….

    Por isso sim…Melhorem as baterias, uma melhor gestão do software e consumo de energia…melhorem.a rede 5G antes de pensarem já na 6G já em testes na China…etc etc…
    E podem retirar a porta…e se precisarem de um adaptador para aqueles que precisam de Jack etc…façam como os iPad…e usem aqueles 3 pontinhos traseiros para conectar acessórios que lhes sejam importantes…
    Compreendo a história dos adaptadores etc…e parem com a história do carregador vir ou não…dentro de meses verão as restantes seguirem o mesmo rumo…

    Parem de se queixar por tudo e por nada…e reutilizar o que já têm em casa…como disse eu uso o velhinho da Apple…pequenino e perfeito para o que lhe é pedido…

    Podiam era fazer os cabos mais resistentes…isso sim…era uma boa medida…

  10. Julio says:

    primeiro foi a entrada audio, depois o carregador e os auriculares, e agora vai ser porta Lightning. E a seguir? vai vir sem bateria? sem ecra? sem camaras? apple sempre a inovar <3

  11. Alexandre Moura says:

    Enquanto for só o topo de gama acaba por ser uma opção do consumidor, provavelmente entre o versão com mais ou menos memoria, ou mesmo entre o Pro e o normal.

    Agora analisando as ultimas praticas das empresas, não só da apple, o fim das portas físicas parece mais um paço para tornar ainda mais os utilizadores reféns da marca, uma vez que com a porta física podes facilmente comprar um adaptador e usar uns auriculares de 2€ do chines, sem as portas físicas passa a ser controlado por software e podem facilmente bloquear periféricos que não seja, da marca, e tens de comprar airpods de 100€.

    Ma mais uma vez as praticas da Apple são conhecidas quem quer compra quem não quer opta por outras marcas.

  12. Luis Silva says:

    Por estes andares qualquer dia já nem montam o iphone na fábrica mandam tudo para o cliente e ele que monte lool

  13. José says:

    Lol. A Apple é para rir.
    Claro que sim, primeiro retiram o carregador, depois as portas e entradas áudio.. E assim chegam finalmente ao esperado um pedaço de metal e vidro dos chineses por 1000 euros.
    Mas é assim, apesar d eu achar que embtermos de saúde é pior, mais radiação para carregar, para os fones sem ouvidos, para o wireless etc.
    Em termos estéticos para mim seria obrooduto ideal… Até poderia ser 100% resistente a água como relógios X metros, se tivesse as colunas por baixo do vidro por exemplo..
    Para mim, se a pole conseguisse lança um iPhone sem buracos de câmara e de áudio.. Só vidro e metal sem qualquer entrada, com um chip telemóvel interno programável para qualquer rede, sem necessidade de abrir. Comprava logo.
    Agora se é para lançar produtos com tecnologias de há 10 anos..carregamentos lentos, subrancelhas feias, câmaras fracas.
    Como tem feito nos últimos anos.. Que tem vivido do marketing e do passado. Não obrigado.

  14. Valter says:

    Não é bom isso, pois vai acabar na mesma de talvez (provável) ficar preso em acessórios da própria Apple, o ideal seria (finalmente) adotar o USB-C.

    • Vítor M. says:

      Isso não é ganhar nada de novo. O lightning não fica atrás em nada do USB-C e a Apple ao disponibilizar o cabo lightning/USB-C já permite tudo e um par de botas. É preciso olhar mais à frente. Remover cabos. Esse é o caminho.

      • Mnb says:

        A porta USB-C em relação à lightning, além de permitir carregar os dispositivos com mais velocidade também permite outras múltiplas funções que a entrada lightning não permite transferência de dasos, entre outras coisas.O ppl que só vê a Apple à frente… perdem a capacidade de ver o óbvio, com uma tremenda facilidade, é impressionante.

        • Vítor M. says:

          Não percebi. A porta Lightning não permite a transferência de dados? E nós é que não vemos o óbvio 😀 😀 vá, não digas disparates, informa-te antes de falares.

          • Mnb says:

            Custa-te a entender português, lê devagarinho e depois falámos, vá.

          • Vítor M. says:

            A mim não, até porque eu sei perfeitamente que a porta lightning permite carregar e passar dados. Tu é que parece que não sabes as diferenças. Era importante ires ler um pouco sobre o assunto 😉

          • Manuel says:

            Tambem nao percebi a parte da transferecia de dados mas é inegavelque o usb-c é superior ao lightning e a propria apple sabe isso nao foi por acaso que meteu no ipad, dps a unca coisa que a apple permite com o cabo lightning/usb-c é obrigar o pessoal a comprar um transformador usb-c mais nada

  15. Mnb says:

    Não leu o que eu escrevi mas continua a repetir a mesma asneira. Pior que não saber é nem sequer conseguir entender o que os outros dizem.

    • Vítor M. says:

      Continua a não ter razão porque não sabe as características da porta Lightning que os modelos Apple usam. Por exemplo, o iPad Pro e os Macs usam USB-C, até porque a Apple esteve no desenvolvimento desta porta. Se vissem que no iPhone tinha essas vantagens que diz, colocavam. E não tem.

  16. ... says:

    Nunca percebi essa tara de substituir Lightning por USB-C, o que é que o USB-C faz que o Lightning não faça?
    Será a conversa do cabo padrão porque assim davam pra todos?
    Se neste momento comprasse um smartphone com usb-c estava lixado da vida, tinha que compra uns 3 ou 4 cabos usb-c e tinha que deitar fora uns 6 ou 7 cabos Lightning.

  17. Ci says:

    Sem livro de instruções, sem audio jack, sem carregador, sem cabo, sem porta, sem magsafe.
    Vai ser assim até ficar só o ecrâ. Uma espécie de folha de grafeno aka iPhone 20.

    Just kidding…or not…

  18. Há cada gajo says:

    Um tijolo também não tem qualquer porta. Só ventilação.

  19. Abílio Portas says:

    O caminho é esse… não haver portas no Iphone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.