PplWare Mobile

Será 2017 o ano de grandes transformações no iPhone?


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.
Artigo escrito por Daniel Jesus para o Pplware

Destaques PPLWARE

  1. irlm says:

    Vão ter Iris Sensor, imitadores…

    • RVM says:

      Não, não vão, porque nem há “iris sensor”, e porque isso é estúpido, e o TouchID (de que todos imitaram, não há volta a dar), isso é que é futuro.

      Continua a sonhar…

      • Pedro says:

        Como se o TouchID fosse invenção da Apple.

        • RVM says:

          Não, mas foi a Apple que comprou a empresa (e com isso, pagou os investimentos em R&D que eles fizeram).

          • Pedro says:

            E o que é que isso tem a ver com imitação? Todos são inovadores, não só a Apple e depois aplica-se quando é útil. Além disso, sensor de iris é estúpido porquê? Se a Apple puser um nos Iphones vai vender na mesma. A estúpidos, será?!?!

          • RVM says:

            @Buno Tavares, que piada, que estupidez… só com uma pálas monumentais é que não se vê a diferença desse Motorola e de outros e do sensor que começou a sair no 5S…

            Um funciona sempre, o outro falha em 99% dos casos.

            Um é só tocar, o outro é preciso deslizar com a velocidade que ele quer…

            Um é 1D, o outro é 2D…

            Um é muito mais preciso que o outro, e tem uma “janela” de safira, o outro de plástico…

            Como comparar uma carroça puxada a cavalos com um rolls royce, o “artigo” nem se admite a mostrar o Motrola…

            Mas pronto, público alvo do Android: invejosos, ignorantes e ranhosos.

          • RVM says:

            @Pedro estúpido porque requer chegar com o telemóvel ao olho, porque não funciona com pouca luz, e porque basta uma simples foto para “enganar” o sensor…

            Claro que a Apple não iria fazer nada assim tão estúpido!

          • Artur says:

            1. Experimenta com os novos lumias (950 e 950XL) e verás que não tens que aproximar tanto como dás a entender. A única coisa é que precisas de estar a olhar para o smartphone mas isso é algo que como é intrínseco ao desbloquear o telemóvel (queremos mexer com ele) não faz diferença nenhuma.

            2. Essa suposição que fazes é absurda (vou neste comentário falar só dos lumias acima indicados que são os únicos smartphones que conheço que têm esta tecnologia) pois no escuro funciona perfeitamente. Até funciona com óculos (graduados ou de sol). Por outro lado, os sensores como o TouchID não podem ser utilizados com luvas por exemplo.

            3. Basta uma simples foto para enganar o sensor… Agora que releste a tua frase, achas que faz sentido? Enquanto que os sensores de impressões digitais basta fazer um molde ou arranjar algo que capture a impressão digital e colocar por cima do sensor como se fosse um dedo real, coisas como fotos não são possíveis de enganar o sensor de íris pois este captura uma imagem muito mais precisa (não tenho bem a certeza mas penso que até captura os vasos sanguíneos) e de alta resolução, com infra-vermelhos e tudo. Agora, só para te dar um exemplo de como sistemas de impressões digitais até considerados como dos melhores do mercado falham, posso afirmar com toda a certeza que há bastantes relatos (incluindo amigos meus) de pessoas que compraram o S7 que saiu há pouco tempo, portanto sendo o produto mais atualizado do mercado, já se depararam com vários incidentes nos quais o sensor biométrico de impressões digitais está ativado e quando, depois de ter metido no bolso, retiram o smartphone do mesmo, verificam que está desbloqueado e ainda por cima a consumir bateria (que muitas vezes devido aos toques feitos inadvertidamente por causa de estar no bolso começa a abrir aplicações como a câmara e jogos).

          • RVM says:

            1. Não interessa, com o TouchID, é só tocar no telemóvel! Andar com íris e não sei que mais, não dá com nada!

            2. LOL! Sim claro! Vê no escuro!

            3. LOL, coitado, este só vê o que a MSFT lhe põe à frente…

          • Vlad says:

            @RVM A isso chama-se uma inovação e não a uma invenção que foi o caso do Atrix.

          • Miguel says:

            “Basta uma foto para enganar o sensor da iris”

            PPLWare: No Comments.

          • Miguel says:

            “Andar com íris e não sei que mais, não dá com nada!”

            É uma chatice quando me esqueço a iris em casa… as vezes quero desbloquear o Lumia 950 e não sei onde está a iris.

            É realmente muito chato.

          • Carlos says:

            Ó RVM, tu estás a brincar, porque sabes que a íris é a parte colorida do olho, né verdade?
            https://en.wikipedia.org/wiki/Iris_(anatomy)

            E também sabes que é perfeitamente possível ver no escuro usando infravermelhos, certo?
            https://en.wikipedia.org/wiki/Thermographic_camera

      • Mark says:

        LOL
        O pessoal não percebe nada de tecnologia mas como a Apple tem é porque é a melhor coisa.

        O único conselho que posso dar é leres alguns documentos cientificos, mas deixo um resumo que por vezes ler os papers é uma seca.

        “unlike the fingerprint that has around 60 to 70 points of differentiation, the iris has over 200,making it ideal for high-profile security applications. Plus, the iris remains more or less the same throughout a person’s life while fingerprints may alter overtime.”

        Alguns links menos chatos de se ler.
        http://www.iritech.com/blog/biometric-attendance-benefits/
        http://www.iup.edu/WorkArea/downloadasset.aspx?id=61055
        https://epic.org/privacy/surveillance/spotlight/1005/irid_guide.pdf

  2. Dreamliner says:

    Ainda bem que isso é conceito feito por um designer sem gostos, se o design do iPhone 7 ou do iOS fosse assim era a morte da Apple.

  3. Ze says:

    Mais uma grande inovação…. Carregamento sem fios 🙂

  4. kabuki@gmail.com says:

    Bateria de 2000, xii que poderosa.. Agora é que vai ser, a optimização, mais os 2000, é de outro mundo. Último grito ahhhhhh

  5. Luis says:

    Trabalho diariamente com produtos apple desde 1994. Até hoje nao vi nenhuma coisa verdadeiramente inovadora vinda da apple. O que vi sim, foi o aproveitar de tecnologias já existentes dando um novo look e trabalhando o marketing muito bem. A moda paga-se.

    • RVM says:

      Sim, sim… muito interessante… em 94 nem devias ser nascido!

    • APereira says:

      Ora bom desde 1994…

      1994 – PowerBook 540C
      1994 – Power Macintosh 6100

      1995 – Power Macintosh 9500

      1996 – Performa 6400

      1997 – Powerbook 3400

      1998 – iMac G3 (Arraja la algo similar na altura)

      1999 – iBook (Arraja la algo similar na altura)
      1999 – AirPort (Wifi nesta altura?Tipo B?Acessivel a todos?)
      1999 – Power Mac G4 Graphite

      2000 – Powerbook Prismo
      2000 – iMac G4 Cube (Sim naquela altura em que todos os PC eram grandes e “feios”)
      2000 – iBook Firewire (A tecnologia Firewire passou quase a ser um standard mais tarde)

      2001 – Powerbook Titanium (Naquela altura em que ainda os portateis continuavam a ser feios)
      2001 – iBook White

      2002 – iMac G4 15″ (Sim os PC ainda continuavam a ser grandes e feios e ainda se usava os CRT)
      2002 – iPod Classic (Sem isto talvez ainda nao tivesses leitores de Mp3 em condicoes no mercado)

      2003 – Powerbook G4 Aluminium
      2003 – iBook G4 20″

      2004 – iPod Mini (E aqui comecou o sucesso da musica portatil)
      2004 – iPod Photo (E la comecou o pessoal a transportar as suas fotos)

      2005 – Mac Mini (Evolucao do iMac Cube)
      2005 – iPod Shuffle (aquele que os chineses copiaram a forca toda)

      2006 – iMac
      2006 – Macbook Pro (Ate aos dias de hoje o seu design base continua a ser usado e actual)
      2006 – Macbook

      2007 – Apple TV
      2007 – Apple Mighty Mouse
      2007 – Apple Wireless Keyboard (Sim ja tinhamos teclados sem fios, mas funcionavam assim tao bem?)
      2007 – iPhone (Quando andava tudo com as canetinhas na mao com os Qtek e HTC)
      2007 – iPod Touch (Ora arranja algo similar na altura?)

      2008 – AirPort Express N
      2008 – iPhone 3G
      2008 – Macbook Air (Algo similar no mercado?Fino, leve e bonito?)

      2009 – TimeCapsule (Ainda hoje nao tens nada similar)

      2010 – iPad (Nao e o primeiro tablet, mas que foi o primeiro de sucesso e que se podia usar, foi)
      2010 – Magic TrackPad (Algumas copias surgiram depois disto)

      2011 – Thunderbolt display

      2012 – Macbook Pro Retina (La comecaram os outros a usar displays com melhores resolucoes)
      2012 – iPhone 5

      2013 – iPad Air
      2013 – Mac Pro (Saiu a pouco uma versao de uma qualquer marca que nao me recordo agora a imitar o design)

      2014 – iPhone 6 (Nada de extitante na verdade)

      2015 – Apple Watch (Ja existiam smart watches na verdade, mas este so veio puxar ainda mais o mercado.
      2015 – iPad Pro (Nada de exitante)

      2016… Para ja ainda nao saiu nada que tivesse o efeito Wow, mas ate ao fim do ano vamos la ver.

      Conclusao, nao sabes do que falas…
      Outra conclusao que tiro é que a Apple tem vindo a regredir desde a morte do seu mentor, vamos la ver se conseguem vao conseguir aguentar ou apenas seguir os outros tal como outras marcas o fizeram com eles ate a bem pouco tempo.

      • JAndreF says:

        bem calado esse rapazito!

      • Ricardo says:

        Lol pereira.
        O que eu me ri com o que ficava entre parênteses. O teclado sem fios é só rir.
        Desses feitos todos da Apple, só alguns merecem o destaque.
        – ipod
        -iphone 3g
        Estes sim fórum produtos diferenciados os quais eu tive. E posso dizer que foram expecionais. Na altura não havia nada com tanta qualidade.
        O resto é para encher chouriças.
        A Apple parou no tempo. A concorrência oferece o mesmo por melhor e por menos dinheiro.
        Cada um gasta o que quiser e no que quiser. Eu gosto de fazer uma boa gestão do meu.
        Quando vir outro produto diferenciado talvez volte a Apple. Até lá, fico a espera. Não vou ficar aqui a defender até à morte uma empresa que estagnou!

        • APereira says:

          De reparar que pelo que parece apenas os produtos que tu tiveste, sejam eles Apple ou nao é que sao bons e inovadores…

          Queres que bata palmas?

        • APereira says:

          Ah, diz la qual era a marca que tinha um teclado sem fios naquela altura que funcionasse bem.

          • Ricardo M. says:

            Queres mesmo um? Existem muitos melhores. Pega este. Algum dia aquele teclado vai bater os gaming. Se andasses no gaming há mais 15 anos saberias a diferença.
            http://aphnetworks.com/reviews/logitech_dinovo_edge

          • Joao Magalhaes says:

            O que tem a ver com o funcionar bem ou não, só me estás a dizer que pegaram no que já havia e colocaram a funcionar bem ou melhor

          • APereira says:

            @Ricardo M.
            Azar o teu tive um teclado desses na altura, para alem de ser uma porcaria estava constantemente a perder ligacao etc etc… Isto ja para nao falar naquele receptor que tinha de ter em cima da secretaria…

            @Joao Magalhaes
            Pegar numa coisa que ja existe e melhorar tambem é inovar.
            So na cabeca dos Haters é que isso é mentira, na cabeca de quem gosta de tecnologia independente da marca (como eu por exemplo), melhorar é uma forma de inovar.

      • Ricardo says:

        Gopro acaba com o suporte a lumias, afundem! Iphone the best!

      • Alguém says:

        Como tu ai provaste (e que trabalho tiveste ao faze-lo a Apple já inovou mas agora é exclusivamente uma marca que vive do passado. A única coisa que a Apple fez que gostei nestes últimos tempos é o iPhone SE, nem esse está bem pensado mas pode ser que falam aparecerem mais smartphones poderosos e pequenos no mercado que é algo que me agrada. A Apple está a ser a nova Nokia. E a Microsoft também ia pelo mesmo caminho, teve sorte do Satya Nadella aparecer. Mas o Tim Cook não é um Satya, está (bem) longe.

  6. David Ramos says:

    Nada de impressionante. Nem sequer é novidade. Para o preço deviam ter mais ideias próprias. Volta Steve estas perdoado

  7. Miguel says:

    Bem que podiam por uma bateria decente. Eu não tenho iphone mas 2 colegas têm um 6s e nenhum deles chega às 19horas com bateria se não a carregarem durante o dia. Mesmo que estiquem mais 3 horitas, sair à noite sem carregar durante o dia é impossível
    Acho que não é por mais 1mm de espessura que o pessoal se iria importar para ter bem mais autonomia…
    Se dizem que o iOS gere bem o consumo de bateria e não é preciso capacidades como nos Androids então imaginem se os mAh fossem os mesmos 🙂

    • André says:

      Confirmo! Eu tenho um 5S e se quiser sair à noite depois de um dia de trabalho, tenho que dar uma carga entretanto… Ou levar o powerbank 🙂

  8. Janus says:

    Resumindo, nada que já não se use noutros aparelhos.

    A Apple cada vez é mais uma marca para enterrar dinheiro.

  9. XXXX says:

    Eu não tenho IPhone mas para quem tem quanto tempo dura a bateria com uma utilização medida com o Wi-Fi sempre ligado? É só uma curiosidade nada mais.

    • Ricardo says:

      Ao contrario do android, o wifi gasta 0 sempre ligado a noite e da te 12h de screen on time, nos androids raramente chega a 5

    • Pedro Nunes says:

      Período de aulas na universidade das 9 até as 18 sempre com wi-fi ligado no meu 5s, whatapp, facebook, messenger, instagram e alguma musica. Volto a por a carregar as 10 da noite (deve rondar os 10% de bateria)

    • Christian Nogueira de Faria says:

      6s Plus, em media 2.5 dias de uso normal wi-fi sempre ligado.

    • Claudia says:

      O meu 6s dura 2 dias com utilização normal, dados e Wi-Fi ligado. Não tenho qualquer queixa! Já tive muitos androids e não troco o iPhone por nada 🙂

    • Claudia says:

      O meu 6s dura 2 dias com utilização normal, dados e Wi-Fi ligado. Não tenho qualquer queixa! Já tive muitos androids e não troco o iPhone por nada 🙂

    • XXXX says:

      Só perguntei para ter comparação com o meu Lumia 730. O meu com Wi-Fi sempre ligado com dois cartões sendi um deles de trabalho com isso intensivo no trabalho em reuniões e telefonemas dura em média 3 dias. Atenção não estou a falar mal do IPhone porque acho que tem muitas virtudes mas sinceramente considero o meu Lumia já com Windows 10 à alguns meses mais produtivo. Mas isto é para mim.

  10. gostavo says:

    sd que e bom nada

  11. Fabio says:

    apple a lançar telemoveis amoled e carregamento sem fios?, ja no mercado os amoled desde 2012, sem fios?, ja se ve muitos, grandes inovaçoes que eles trazem, agora quero ver o que os fanboys da apple vao dizer em relaçao aos amoled e carregamento sem fios,mais um componente samsung nos telemoveis da apple se estes rumores se confirmarem,para os amoled iram precisar de mais bateria , se daqui a uns aninhos que nao vao ter outra escolha vao mudar para os superamoled,e ai vao necessitar de mais processamento e ram,ou seja, daqui a uns 10 anos vao ter as mesmas caracteristicas que um galaxy s7 a nivel de hardware tem agora, e vao continuando achando que inovaram e criaram tudo

    • Carlos says:

      Opá, desde 2009, pelo menos, que tens telemóveis da Samsung com écrans AMOLED, o que é normal porque é uma tecnologia que foram eles que desenvolveram.

      • Fabio says:

        Disse em 2012 porque na altura tinha o meu s3 xD, nem tinha pesquisado anteriormente, quando mudei para o iphone 5 uns anos depois foi a primeira coisa que notei,a qualidade do ecran,foi de cavalo para burro

  12. Carlos Pereira says:

    Vamos lá ver fanboys da apple, por terem melhorado um produto que já existia não quer dizer que o tenham inventado.

    Já agora informo que o meu s7 edge, com wifi sempre ligado, depois de um dia de trabalho estava com 66% de bateria. No final do dia o mínimo que já obtive foi 45% remanescente, não percebo pq dizem que acaba a bateria rapidamente lol

    Já inovaram em algumas coisas, mas desde que o Steve se foi já não há inovações

    • Fabio says:

      Eles todos contentes quando o iphone deles dura 1 dia com bateria, no meu s7 edge ja vou po 3º dia sem mete.lo a carregar, ja tem muitos videos no youtube nao encomendados que a bateria do s7 dura mais que a do iphone 6,mas estes meninos sao tao cegos

    • Joao Magalhaes says:

      Tenho um Xperia Z2 que me dura 2 dias, apesar de não ser um utilizador exigente, tenho sempre a net ligada e faço uns joguinhos pelo meio ( Colin McRae , Asphalt, Storm Raider e mais uns quantos de corridas ) 350€ e até hoje, 5 estrelas.

  13. Santos says:

    Mais do mesmo sem qualquer inovação. Igual ao Iphone de ha 5 anos. Mesmo sistema, mesma forma de utilização, mesmo problema (bateria horrível) mesmo design. Igual aos outros 500 telefones no mercado. Nao pagava mais que 200 Euros por ele. Ja sei que os fans vao-me insultar mas nao faz mal. Nao sou carneirinho. Por acaso ate tenho 2 Iphones (4s-meu,6-da empresa) Nunca mais vou ser enganado e comprar outro.

  14. vector says:

    Começou o iHype para 2017. Nisto de criar expectativas ninguém lhes ganha.. Começa se já a especular para depois todos querem o que já se anda a falar há um ano! iHype é o novo modelo de negócio da Apple já que ao tempo que não inovam nada.

    • Tiago I. says:

      Ate tens razão, mas o blablabla internético é precisamente o que eles querem. “bem ou mal, mas falem de mim.”. E é aí que eles acabam por ganhar, despertam o interesse das pessoas, a expectativa e quando chega a altura, caro ou não, compram. Mesmo que depois seja uma m*rd*, tanto se lhes dá, mais um iCoiso vendido, mais dinheiro em caixa.
      Olha os novos MBP 15… quase 2500€ o mais barato, salvo erro. Agora toda a gente diz mal, mas quem não se der com as 13″ e quiser/precisar mesmo vai comprar e pronto. “doeu na carteira, mas teve de ser”.

      Disclaimer: ja usei maçã, não passo sem o meu droid e o botão de retroceder .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.