PplWare Mobile

Procura emprego a nível europeu? O iPhone/iPad ajuda-o


Autor: Pedro Pinto


  1. scrapy says:

    Normalmente quem procura emprego é porque não tem 1.

    Se não tiver 1, duvido que possa adquirir um aparelho como o iphone ou ipad, mas é uma ideia boa, mas não está muito bem posta em prática

    • David says:

      Como é que quase que adivinhava que iria surgir um comentário brilhante como o teu, quando vi esta notícia na página do Facebook? Ehh pa, brutal…

      • Porfirio says:

        Desculpa mas não deixa de ter uma certa lógica.

        Eu felizmente tenho emprego e tenho um smartfone Android dos mais baratos.

        É claro que á muita gente que tinha bons empregos e tinha posses para ter um iPhone. Conserteza alguém que ganhasse Mas tambem há quem deixe de comer para comprar o ultimo iPhone/iPad.

        • Rui says:

          “Mas tambem há quem deixe de comer para comprar o ultimo iPhone/iPad.”

          Aposto que há muitos mais que andam a esbanjar dinheiro em alcool e tabaco que fazem bem pior à saúde, e a quem vive com com quem tem esses vicios.

        • Sal says:

          Também há quem o faça para comprar o top dos androids. Oh será que esses nao são caros. Esta gente….dasse….

          • Porfirio says:

            Peço desculpa, quando falei “iPhone/iPad” deveria ter dito “smartphones de topo”.

            Mas como não o fiz já me julgam troll, anti-apple, fanboy

    • Hugo says:

      Nem todas as pessoas desempregadas (podem ter perdido o emprego o que é diferente de quem anda à procura de 1º emprego) moram em barracas e andam rotas, descalças e sem nada. Podem ter comprado antes = Quando havia algum dinheiro.

      PS: Felizmente tou empregado e não tenho iphone. (Só assim para evitar comentários daqueles giros)

    • Fábio Rocha says:

      Será? Eu penso que haverá sempre pessoas à procura de novas oportunidades, independentemente de terem emprego ou não.

      Queriam que desenvolvessem a App para o telefone de casa? Acho que não é possível ainda 🙂

  2. Rui Peres says:

    Isto até me fez lembrar aqueles sites de recrutamento que ajudam as pessoas a encontrar emprego se pagarem X ao mês. Ora bem, se eu não tenho emprego, como é que posso andar a “esbanjar” X ao mês? Mas sim, melhor que nada. 🙂

  3. Miguel Alves says:

    Esta versão só está disponivel na US store.

  4. Bruno M says:

    Boa tarde.. Esta versão está disponível em todas as Stores..

    E sim, há muitas pessoas que têm iPhone e iPads desempregadas. Porque esta crise afecta a todos.

  5. João Dias says:

    Há gente mesmo ingrata e ignorante.
    Se não há aplicação, é porque não há aplicação.
    Se há aplicação. é porque há aplicação.

    Nem todas as pessoas que estão desempregadas estão a passar mal, e a aplicação é gratuita. E é engraçado como é moralmente errado ter um iPad/iPhone estando desempregado, mas já não o é tendo um smartphone. Pela lógica desse tipo de pensamento, nem sequer deveriam ter Androids porque só são precisas as necessidades básicas.

    Aliás, eu nem sei o que faço num blogue de tecnologia a ler comentários desses. Se calhar enganei-me e fui ter a outro lado qualquer.

    Em vez de serem ingratos, aproveitem a dica e experimentem visitar o site ou usar a aplicação.

    Vivemos numa era de chicos-espertos também.

  6. asd says:

    Afecta a todos, mas se tas desempregado e tens um iPhone/iPad, isso mostra muito da empresa e trabalhadores. Gastam o dinheiro todo nisso, depois nao ha dinheiro para pagar ordenados. Esta e a razao que deviam dar, nao e a crise toca a todos. Ha muitas empresas ai com poucos cashflows durante o ano, mas quando recebem e logo muito. E depois esquecem-se que o dinheiro tem que durar 2 ou 3 meses, e gastam logo tudo. Depois e assim. O tempo de esbanjar o dinheiro acabou. O tempo dos gestores ‘tugas’ acabou, agora uma empresa e uma coisa seria e tem de ser bem gerida

    • João Dias says:

      Eu estou empregado, o meu trabalho é desenhar e desenvolver aplicações para smartphones e tablets. Algum do equipamento é meu. Se eu ficar desempregado, fico com os equipamentos. Onde é que esbanjei dinheiro? Se é a minha profissão…

      • Goncalo Alves says:

        ai o troll… nao sabes o que e a excepcao a regra? ou achas que toda a gente trabalha a criar aplicacoes para smartphones e tablets? a serio, queres vir para aqui exibir-te… tas no local errado

  7. Tiroliro says:

    Eu vou processar o programa EURES por concorrência desleal para com os outros fabricantes de lixo eléctrónico. Afinal, não é o que eles passam a vida a fazer à Google e à Microsoft?

  8. Diehappy says:

    então quem tem android fica sem procurar emprego..
    inb4 android fanboy

  9. Fernando Gonçalves says:

    Eu nao consigo mudar o idioma algum sabe como é que se faz ?

  10. Mike says:

    Raramente tenho oportunidade de ler tanta idiotice junta.
    Meus caros amigos, uma coisa é poder de compra, que permite comprar esses equipamentos que para alguns como o meu caso são utilizados como equipamentos de trabalho, uns podem andar de BMW outros de clio, somos todos validos para a sociedade, e merecemos todos o mesmo respeito e trato. Não critico quem tem estes equipamentos que nada tem a haver com o facto de as pessoas estarem ou não desempregadas. Mas por minha experiência são optimas ferramentas para trabalhar, perdoem-me dizer mas muito superiores aos “Android#s# ” e PC’s…

  11. Mike says:

    Interessante o programa, mas inutil para quem não souber hungaro, pois parece estar disponivel só nessa lingua. Bastava terem colocado uma opção para inglês ou francês. Deste modo serve de pouco

  12. Nuno says:

    Pedro, o desemprego desceu para 15,7%.
    É notícia de hoje em vários jornais.
    De resto, Bom artigo!

    http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=2858387

  13. Mike says:

    Instalei o soft e não consigo mudar para inglês. Alguem conseguiu?

  14. José Fonseca says:

    Já estou a descarregar 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.