PplWare Mobile

Por que razão o iPhone e outros produtos da Apple são “alérgicos” ​​ao hélio?


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. antonio says:

    Vamos lá ver se eu percebi.
    Havia uma fuga de hélio no hospital. Não deve ter sido pequena porque para parar um iPhone num saco cheio de hélio foram precisos 8 minutos.

    Mas a recomendação à Apple é: ” deve garantir que os seus produtos sejam protegidos contra todos os tipos de efeitos adversos, mesmo aqueles que gostam do hélio”. Não sabia que é normal trabalhar em ambientes saturados de hélio – e até gostar 😉

  2. Gonçalo Damas says:

    A Apple é tão inovador que conseguiu criar um produto capaz de reagir com o gás mais inerte do universo.

  3. Marco says:

    Deve ser pelo mesmo motivo que eu sou alérgico ao preço deles… :D!

  4. AAA says:

    Se não fossem os iPhones ele não tinha descoberto a fuga de Hélio no hospital.

  5. manuelmarialopes says:

    Quem sabe, seja talvez devido a isto, https://semmle.com/news/apple-xnu-kernel-icmp-nfs-vulnerabilities. é que estamos sempre a aprender com a Apple.

    • int3 says:

      já corrigido …

      • rub3n says:

        já corrigido? Esquece, a Apple é a rainha dos bugs no hardware!
        Tem um completo desrespeito pelo consumidor, sabem perfeitamente que há falhas e continuam a replica-las vezes sem conta em modelos posteriores. estão-se literalmente a lixar para o consumidor, e os totós ainda vão para a porta das lojas à espera que abram as portas para serem os primeiros a comprar o novo iPhone, é tão ridículo que até me dá vergonha alheia!
        Quando puderes vai ao youtube e procura pelo canal de um tipo que repara tudo o que é Apple, chama-se Louis Rossmann:
        https://www.youtube.com/channel/UCl2mFZoRqjw_ELax4Yisf6w

        Ele explica bem o que é a Apple por dentro dessas caixas tão bonitas em alumínio!

  6. Mateus says:

    Muito bom post

  7. Hélio Mendes says:

    Por isso é que não gosto de iPhones, pois não são compativeis comigo….

  8. Daniel Martins says:

    Bom post. Obrigado

  9. Rrrrrr says:

    Mt bom artigo PPlware!

  10. rui vitoria says:

    deu-me uma tremenda vontade de rir deste artigo

  11. int3 says:

    isto é um não-artigo. mas pronto. informação nunca é demais.

  12. sakura says:

    32 kHz…. 0,000 032 Ghz ? Lol….
    em 1984 1 intel 286 usa 6000 Khz 6Mhz para ter 1 clock base estável.
    1 androide usa 1 500 000 Khz 1.5Ghz.
    Sim usar 1 osciladores de quartzo, em vez de um divisor de frequência é muito mais barato mas …..$$$$ para quem ainda usa lcd em 1 TopdDe2018 isso deve ser normal.

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Intel_80286

  13. Me and me says:

    Who Cares?

    Nós não vivemos num mundo saturado de hélio…

  14. Não Interessa says:

    “smartphone Samsung, Motorola ou Android”

    Android agora tbm virou marca de smarphones?

  15. rub3n says:

    Excelente artigo!
    já agora, Isto diz tudo sobre produtos Apple…
    https://www.youtube.com/watch?v=AUaJ8pDlxi8

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.