PplWare Mobile

iOS 11.4: Porta Lightning do iPhone vai bloquear-se ao fim de 7 dias


Autor: Pedro Simões


  1. ervilhoid says:

    Não percebi, ao fim de 7 dias? então se antes disso mesmo bloqueados com pin ou touch id, é possível efectuar um backup?

    • Jorge Carvalho says:

      Ainda não é claro como vai ser implementado.

      Abc

    • Pedro Pereira says:

      Para efetuares um backup em qualquer altura, em qualquer gadget Apple (iPhone, iPad ou iPod) tens de o ligar ao computador, tens de desbloquear o dispositivo e dizer se confias no computador que está a pedir acesso ao dispositivo.

      Agora pensa 😉 mas não é de agora, há anos que é assim.

      • ervilhoid says:

        Então continua igual, se tenho que o desbloquear antes de efectuar o backup, que diferença faz bloquear ou não ao fim de 7 dias

        • security says:

          Brute force… Aquele sistema que desbloqueia iPhones ao final de 7 dias, se não for desbloqueado o aparelhos “mágico” morreu (em teoria).

  2. Vitor Correia says:

    Que estupidez monumental !! Então não posso guardar o meu equipamento durante uma semana sem o utilizar, que depois disso a porta lightning fica bloqueada para dados ? É meu equipamento, devo poder não o utilizar o tempo que EU quiser !! Isto só pode ser brincadeira.

    • Banga says:

      Depois dos 7 dias se quiseres utilizar, desbloqueias por face os ou código? Qual é a questão?

    • gonçalo says:

      Pior que esta medida da Apple, só mesmo os gajos que não lêem a noticia ate ao fim…

    • Nada ou ninguém te impede de o desbloquear, da mesma forma que fazes a qualquer momento. Aqui a diferença é que se estiver 7 dias sem ser desbloqueado, e estando ligado, não podes usar a porta Lightning para mais do que carregar. É uma medida de segurança para impedir que possa ser mexido em caso de roubo ou “outro acidente”.

      • ervilhoid says:

        e a minha questão?

        • Victor says:

          “A proteção agora implementada vai ainda mais longe e impede a comunicação mesmo com o iTunes, em equipamentos já autorizados”

          Respondendo à pergunta, Sim. Sem nova autenticação em equipamentos previamente autorizados via id e senha.

      • nuno a says:

        Pedro, tenho um ipad que utilizo 1 ou 2 vezes por mês mas ligo-o ao itunes para tranferencia de musica, documentos e de tempos em tempos instalar actualizações com o ipsw . vou conseguir fazer isso na mesma ou posso dizer adeus á instalaçao limpa e transferencia de ficheiros atraves do itunes?

      • mlopes says:

        ok, @PedroSimões mas não está explicado (ou eu não percebi) como o proprietário pode agir para, depois desses 7 dias e da porta lightning bloqueada, efetuar o desbloqueio e voltar a utilizar o smartphone na sua plenitude.
        o meu caso prático: em setembro vou estar bem mais de 7 dias no meio da selva num local e em condições onde levar um smartphone não faz sequer sentido. como faço para depois poder realizar os meus backups normais para o itunes?

        • mlopes says:

          sorry, houve um parte importante que não tinha mesmo percebido… 🙁

        • Ricardo Rodrigues says:

          Desbloqueias o tlm…com o código…impressão digital…o objectivo desta “funcionalidade” é evitar que quem não saiba o código de desbloqueio possa utilizar a porta lightning para utilizar outros métodos de desbloqueio.

      • Enfim... says:

        Sim claro…
        Se encosto um iphone e passado meio ano for a pegar nele e me tiver esquecido da senha de iphone passa a iPisaPapeis
        E que a ser verdade nem a Apple salva.. e lixo com ele…

      • Filipe F. says:

        Então e nos casos de cá em que vai para arranjar a partir de uma loja não oficial que envia para um reparador autorizado? Ao fim de 7 dias que é fácil fazer isso, chega lá e a assistência não o pode arranjar ou testar porque está desbloqueado e naturalmente não sabem o pin do utilizador? Vejo muitos cenários em que isto será problemático.
        Digo outro comum… O utilizador partiu o ecra ou o touch deixou de funcionar e quer fazer algum backup por cabo, nada feito se passarem 7 dias.

        • Enfim... says:

          Poder podes…
          Ve isto pela positiva… e mais uma funcao a la Apple. Ao fim de 7 dias nesses casos tens um iPisoPapel
          E se vais a Apple para reparar o ecra mas tens a frame danificada ainda te arriscas a ter que trocar tambem para meterem mais uns tostões ao bolso.
          Se vais a uma loja nao oficial arriscas a que o ecra deixe de dar porque a apple assim o quer (que aconteceu com a última atualização)
          E mais um metedo de fazer subir as vendas dos iphones que estao nas prateleiras a espera de um dono a meses

        • mlopes says:

          não percebi. vais enviar um telemóvel para reparar (um microfone por exemplo) e não fazes um reset ao mesmo? envias bloqueado e com toda a info lá dentro? qual é a lógica? não te parece que seria muito mais seguro se o enviasses desbloqueado e “limpo”?

    • Apoca says:

      compraste iphone, estas a espera do que?? eles é que sabem não tu…

      • mlopes says:

        talvez devas fazer o mesmo que eu e ler o texto como deve ser e não na diagonal. fica a dica…

        • Enfim... says:

          Em certo caso tem razao…
          Porque a Apple bloqueou ecras que nao foram reparados pela Apple (e ate alguns destes tambem)?
          Porque a Apple obriga-te a trocar um ecra que esta um pouco rachado mas funcional para trocar a bateria?
          Porque a Apple faz de tudo para que as lojas nao oficiais (e mesmo as oficiais) nao possam reparar o teu equipamento?
          Pagaste 800/1200€ (iphone 8/iphone X) por um equipamento que nao vale mais de 500€ (iphone X) nao devias ser mais que dono dele e fazeres e reparares onde queres?
          Que ponham avisos no software a dizer que nao original e aceitável, agora bloquear porque nao quizeste pagar balurdios por algo barato e nao porque nao aceitaste um “nao reparamos compra outro” quando o equipamento da para reparar e muito mais barato que comprar um novo? Es a favor disso? Ainda mandarem no que lhes pagaste e devia ser teu?

          • mlopes says:

            tudo o que dizes é, em termos gerais, transversal a todas as marcas.
            vê abaixo o comentário do @Nuno e tens um exemplo com outra marca diferente.
            felizmente, o mundo não se resume às nossas vidas pessoais e ao que conhecemos. tentar encontrar “diferenças” e basear-mo-nos exclusivamente no que sabemos (ou julgamos saber) normalmente dá asneira.
            para além disso quando dizes “devia ser teu” estás a confundir conceitos de direito de propriedade com o direito de fazeres o que queres com essa propriedade. o mdireito de propriedade é adquirido com a concretização do negócio jurídico que acontece com a compra. outra coisa a disponibilidade para fazeres o que queres com essa propriedade, a tua vida está recheada de direitos de propriedade que têm limites à utilização/disposição/utilização dessas mesmas propriedades. basta teres uma casa própria e quereres alterá-la para, em determinadas condições, seres impedido de o fazer do modo que queres ou até seres mesmo impedido de o fazer de todo. ou teres um carro próprio e não poderes equipá-lo com “extras” não homologados, não poderes utilizálo para te deslocares à velocidade que queres ou até não poderes substituir peças (mesmo numa revisão) que não correspondam às especificações do fabricante sem perder garantia (supostamente até poderás fazê-las fora da marca mas até aí a questão é muito controversa), etc.
            os exemplos são tantos que podíamos continuar durante horas e horas…

          • mlopes says:

            quanto ao valor de um equipamento estás novamente a confundir conceitos.
            o valor do equipamento é uma coisa e depende exclusivamente da avaliação subjetiva que um consumidor lhe dá, o preço é outra e é o reflexo do valor que uma empresa atribui aos seus produtos e o custo de produção é ainda outra coisa diferente.
            se um determinado equipamento não tem, para ti claro, um valor equivalente ao preço que a empresa pede por ele significa que, para ti, ele é caro. não compres…

          • Luis says:

            Não queres, não compres. Não percebo a tua preocupação com o “bem estar” dos outros.

      • Helder says:

        Uma pessoa já sabe que vem comentários destes, não é?

    • Pedro Vieira says:

      Deixa de ser parvo. Claramente não usas telemóvel.

      Independente de idealismos ou de opiniões, são funcionalidades que fazem falta.

      Possivelmente não vês a utilidade mas não significa isso que não seja funcional.

      Espero que numa sintas necessidade de recorrer a este tipo de segurança. Significa que ninguém tem interesse na tua informação. Para que precisa de a ter segura, uma mais valia sem dúvida.

    • Pedro Pereira says:

      Denotas falta de conhecimentos. Atualmente tens de dar autorização desbloqueando o iPhone, para o computador ter acesso aos dados. Ora, o que vai acontecer é se alguém te roubar o iPhone e tiver um equipamento de força bruta como o do texto, sem a palavra passe e sem a porta ativa nunca te roubara os dados lá de dentro.

      Se percebes alguma coisa do iPhone, pensa sff.

  3. Tiago says:

    Vítor se é teu sabes qual a pass de desbloqueio ou pin certo ? Então é só desbloquear normalmente. O carregamento continua o que não existe é ligacao via dados …..para desbloqueios nak autorizados. O que tem acontecido é que com um backup do teu equipamento via iTunes alguns piratas tem conseguido aceder ao dados core do iPhone e depois com código descoberto vão ao iPhone e desbloqueiam. Claro que isso poderá acontecer se for antes dos 7 dias.

  4. Arkan says:

    essa empresinha acha que é dona do aparelho comprado…mas enfim nao uso apple, por mim poderia bloquear em 2 minutos para sempre kkk

    • Sr. Velho says:

      Mas devias poder usar, que assim tinhas acesso hà qualidade da empresinha, e vias a diferencia para o teu Android.
      Também eu tive android gama média e alta, e logo que mudei para a Apple viu-se a diferença em tudo e a estabilidade, agora android é para a minha filha brincar no tablet aquilo não serve para mais nada. Só lag e bugs nas aplicações. Não tem actualizações. Enfim, é um brinquedo.

      • Enfim... says:

        Tiveste android? Alta gama?
        O que e isso para ti? Um redmi note?
        E que se tiveste nao sabes bem do que falas ou tiveste android a 5 anos atras. Hoje em dia se for um equipamento em modo consegue ser mais estavel que um iphone e nao precisas ir para alta gama.
        Por isso ou falas sem saber (isheep) ou utilizaste a muitos anos.
        E sim a Apple pensa que e dona do equipamento que tu compraste e pagaste por ele. Basta Googlares um pouco e ves que a Apple tem feito de tudo para proibir reparares fora da teia da Apple, se tiveres a bateria danificada e um risco no visor tens que trocar ambos mesmo que queiras so a bateria, vende imacs para empresas e nao tem suporte para eles, entre outras.
        Esta empresasinha (sim hoje em dia e uma empresa de treta embora ja tenha sido uma a serio) acha-se dona de um equipamento que pagaste ja a triplicar pelo que vale.
        Sabes porque usam este tipo de táticas? Como sao tão “bons” em seguranca e nao conseguem tapar os buracos do OS fecham as portas

        • rodrigo says:

          ‘mais estável que um iPhone’?! lol muito gosto de pessoas que falam sem saber. Qual o iPhone que tens?
          quando foi a ultima vez que tiveste que reiniciar o teu android por estar lento? lembro-me de ter de reiniciar o meu cada 3 ou 4 dias e nao foi assim tantos anos atras!

        • Sujeito says:

          Portanto, dantes diziam que eram insignificantes, agora que são grandes, dantes é que eram uma grande empresa. Viva a lógica.

  5. Filipe Cordeiro says:

    Realmente após ler muitos dos comentários vemos em que estado está o analfabetismo do país.
    Ao contrário que dizem, esta medida veio para proteger os donos dos equipamentos contra aparelhos que como já foi noticiado aqui, quebravam as protecções de acesso. O método utilizado passava por fazer uma cópia de segurança, utilizada para depois através de tentativa e erro descobrir o código de acesso.
    Como referem para conectar a um PC/MAC com o itunes, é necessário dar permissão no equipamento, mas o hardware que utilizavam para fazer as cópias e posteriormente desbloquearem, conseguiam fazer um backup de toda a memória do dispositivo sem ser necessário utilizar o itunes e dar a respectiva permissão no equipamento.
    Ou seja podemos dizer que está nova “função” é uma correcção de um bug.

    • Enfim... says:

      Sim claro…
      E em vez de investir em seguranca e correcao de bugs fecha-se as portas…
      Ambos sabemos que essas empresas de seguranca e hackers a serio acabam por aceder na mesma mesmo que tenham que abrir o iphone e aceder diretamente a board…
      Por isso isto e uma maneira desesperada de a Apple poder dizer que e segura sem realmente tapar a quantidade de falhas de seguranca que tem

      • Filipe Cordeiro says:

        Podes não concordar com a solução, também não acho que seja a mais eficaz. Na minha opinião devia de ser existir uma opção ainda mais restritiva, como por exemplo ser sempre necessário desbloquear / dar permissão quando o equipamento fosse conectado a outro equipamento. Fora dessas restrições ficaria os carregadores e auscultadores, embora no caso dos auscultadores possa ser uma porta aberta a ser explorada.

        Quanto te referes às falhas de segurança que a Apple tem, gostaria que fosses mais específico. Pois para a maioria das pessoas e mesmo para casos em que procuram sistemas mais seguros o IOS e os serviços Apple são considerados adequados.
        Não esquecer que em quase todos os casos que equipamentos ou sistemas foram acedidos por hackers estes tiveram acesso aos códigos de acesso através de esquemas de phishing ou outras falhas de segurança provocadas pelo utilizador.

      • just saying says:

        Mas que correcção de bugs? Se o método usado de instrução e que esta medida vem tentar evitar é por FORÇA BRUTA!!!! Não há software que aguente se tem uma maquina com todo o tempo do mundo a tentar adivinhar a password de acesso. É assim tão difícil perceber isso? Que falhas de segurança que a Apple tem? Que hackers e empresas de segurança conseguem aceder aos dados? É que nem o FBI conseguiu aceder aos dados de quem queria, estás lembrado disso? E diz-me em que situações um utilizador comum pode ter a sua vida incomodada com esta medida ao ter o seu smartphone ligado durante 7 dias seguidos à corrente sem nunca o desbloquear? Se não gostas de iPhone não compres, escusas de andar a mandar tantos bitaites totalmente ao lado. É casa para dizer, enfim…

    • ervilhoid says:

      Eu não uso itunes daí a minha dúvida, porque se fosse preciso desbloquear para efectuar o primeiro backup, esta medida pouco importava, não sabia que havia métodos para fazer o backup sem o desbloquear, só que, 7 dias dá tempo para isso, a medida correta deveria ser, para efectuar qualquer backup, só desbloqueando primeiro

  6. André Ferreira says:

    É uma boa ideia, mais uma vez deveria ser uma função ativada ou não pelo utilizador.

  7. Nuno says:

    Voltamos ao mesmo… Vão a um shopping e se não gostam de determinada loja não entram.
    Vejo muita gente a comentar e só dizem disparates, sendo que uma grande parte deles é por ignorância e outros só porque sim….
    Até comentários sobre a troca de baterias “grátis” não serem grátis com ecrãs partidos….
    Se soubessem como se troca a bateria e que na maioria dos casos isso implica tirar o ecrã com uma ventosa (e isto não é uma i-feature)…. é transversal à maioria das marcas incluindo a Samsung, onde já tive um problema com uma bateria e como tinha o ecrã partido foi igual, e que como tal, torna impossível a troca da mesma sem partir o que resta do ecrã.
    Quanto ao bloqueio da porta é mais uma medida de segurança. Basta desbloquear normalmente e volta a funcionar.
    Só falta virem dizer que as fechaduras de segurança e portas blindadas das casas são más porque se perdermos a chave….
    Se uma marca não faz ou não tem é porque não… se faz e tem é porque tem…. haja paciência

    • Louro says:

      100% de acordo contigo Nuno.

      Aliás até vou um bocado mais longe, tenho um Galaxy S8 em que a capa traseira rachou num dos cantos, perfeitamente normal porque aquilo para além de mal construido a parte trazeira é integralmente em vidro.
      Telefone sem sinais de queda, apenas a parte de trás estalada num canto por causa das chaves no bolso.

      Fora de garantia por causa disso.

    • Sujeito says:

      Tal e qual.

    • Vitolas says:

      Convenhamos que o que escreves também não é uma verdade absoluta.

      Falas-te no caso dos Samsung em relação a troca das baterias mas ainda gostaria de saber em qual modelo da Samsung necessitas retirar o ecrã para trocar a bateria..alias,vou mais longe,ainda gostava de saber em que telemóvel necessitas retirar um ecrã para mudar uma bateria seja qual for o estado do telemóvel.

      Se me disseres que para trocares um ecrã tens literalmente de desmontar todo o equipamento ai sim tens razão,agora para trocar uma bateria ter de se retirar um ecrã é no mínimo ridículo e tal como disses-te é só um disparate e pura ignorância.

      É o mesmo que dizer que para trocar a bateria de um carro é necessário retirar o motor.

      • Nuno says:

        j5 2017…. mas se calhar deve ser impressão minha

      • rodrigo says:

        Estou a ver que nao percebes mt da coisa…Ha inumeros telemoveis que para trocar a bateria faz falta remover o ecra. Nao ‘e so Apple que faz isso.
        Por exemplo o Nexus 6P, Huawei P8, HTC One, etc

        • Nuno says:

          Aquilo foi um comentário de alguém que quer dizer mal a todo o custo da Apple….
          Eu falo com conhecimento e não estou a defender nenhuma marca.
          Mesmo em casos como o Xiaomi Redmi Note 5 (que custa +-100€), não tem que se retirar o ecrã mas obriga a fazer pressão e a separar a capa pela junta do ecrã….
          mas pronto…. é só na Apple

  8. censo says:

    Eu nunca ligo o meu Air ao pc. A utilização que lhe dou é muito básica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.