Quantcast
PplWare Mobile

Chegou o iOS 15.2.1! É hora de atualizar o seu iPhone

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Food Eat says:

    Eu já tenho medo de atualizar o telefone, ultimamente os updates só me dão problemas, o quê que se passa com a Apple?

    • iDroid says:

      A mim não têm dado problemas. Não deve ser generalizado.

      • Galo says:

        tu, @Ochinês?

        É que pplware suporta o que ele diz, já que tem reportado os bugs que acompanham as atualizações…parece que se tornou normal na Apple. Até podem ser rapidamente corrigidos, mas existem e são mais frequentes.

        • Vítor M. says:

          São bugs que não afetam a maioria dos utilizadores. Apesar disso, reportamos para aquela minoria poder perceber o que está a acontecer. Raramente tenho qualquer problemas com as atualizações e uso as betas. As estáveis ainda dão mais segurança, agora pensa. 😉

          • Galo says:

            Acredito que sim. Eu acho perfeitamente natural existirem. Acontecem com todas as marcas. E naturalmente são mais frequentes porque as atualizações são mais frequentes.

            Agora o que o pessoal não pode é chamar de mentiroso sempre que há alguém a apontar um problema (seja software, seja hardware) no seu iPhone. Existem como existem nos equipamentos dos concorrentes. A Apple não é mais nem menos (claro que num mundo Android há marcas e marcas…e eu comparo com as melhores).

          • Vítor M. says:

            Era chato ser perfeita. Mas convenhamos, é a menos imperfeita. Mesmo sendo “ecosistematica”, aos milhões de iPhones que vende e ao conjunto de outros dispositivos que combina, é obra como funciona tão bem. Nenhuma outra marca se compara. É isso é que tem de ser aplaudido. Não podemos esquecer, outros tentaram o mesmo e falharam. Outros ainda tentam e nem perto chegam.

            Fora isso, siga para bingo.

          • Galo says:

            Vitor M. depende de como se faz a análise…
            A Apple lança anualmente 3 modelos (ou 4), pelo que seria natural existirem menos falhas….vende milhões, tem o modelo mais vendido, no entanto convém não esquecer que as principais concorrentes têm vendido ainda “mais milhões”, milhões esses distribuídos por vários equipamentos, que têm de ser atualizados.

            E mesmo assim, atualmente diria que não existe diferença na estabilidade (e quantidade de bugs temporários) entre o Iphone, e o equipamento topo de gama das principais marcas (Samsung, Xiaomi, Oneplus)…E isto que digo é aceite porque qualquer interessado e bem informado.

            Como sabes tenho um Xiaomi, topo de gama (só nas specs, não no preço) com 3 anos, e nunca tive problemas, o que me levou ainda não ter mudado de equipamento.

          • Vítor M. says:

            Avaliação por baixo. A Apple é a empresa que lança uma versão para mais dispositivos. Os outros não. Apesar dos recentes, a Apple lança para dispositivos com 6 anos. E tem taxas de atualização que nenhum outro sistema consegue.

          • Filipe C says:

            Vitor por falar em taxa de atualização, a atualização para o novo iOS está a ser das mais lentas dos ultimos anos… Estará a começar a fragmentação no iOS? Fica a pergunta porque quando tudo é rapido é noticiado aqui, mas quando demora ou nao é como o desejado, deixa de ser aqui noticiado.
            Sobre os problemas, todas têm e terão. A Apple tem um ecosistema fechado totalmente controlado por eles e mesmo assim tem problemas que afetam milhões, problemas esses mais graves que no Android, porque são no SW proprietário da Apple. Falo de bugs nas mensagens que podem impedir um utilizador de usar o telemóvel so por receber uma mensagem com um texto especifico, problemas em desbloquear, em desaparecerem fotografias do telemovel etc. Isto nao sao banalidades como no Android onde o problema sao Apps de terceiros com malware e cenas que afetam so quem as saca. O Android atualmente é mais estavel que o iOS em bugs. O Android tem os seus maiores problemas com aplicações de terceiros quando sacadas. no iOS os problemas maiores sao sempre iCloud, Safari, iMessage, Siri, ou seja aquilo que vem de base no iOS.

            O iOS para correr em dispositivos mais antigos ja têm de cortar em funcionalidades. No fundo é atualizar para dizerem que sim, mas não leva as features todas do update. Por muito mal que se diga do Android, para quem vive na ignorancia de so querer ver um lado da moeda, nunca o iOS será capaz de fazer o que o Android faz: Correr em praticamente todo o hardware, seja mau, medio, bom, seja do fabricante x ou y, seja em que estilo de ecra for. Isto é algo impensavel para o iOS algum dia estar adaptado a ser usado onde o utilizador quiser , e com uma estabilidade core tao grande ou maior que a do iOS que serve uma duzia de modelos com requisitos de hardware bem exigentes para conseguir a fluidez

          • Vítor M. says:

            Não é verdade, até porque a Apple está a estender a utilização do iOS 14, por exemplo, sem “impor” a atualização para o iOS 15. Não tem a ver com fragmentação, tem a ver com gestão do parque de dispositivos e das funcionalidades que podem ou não receber. Isso é inteligente por parte da Apple, visto que consegue ter um cada vez maior leque de dispositivos atualizados para as versões mais recentes. Com isso tem o controlo da segurança.

            Como não estás familiarizado com tecnologia (sobretudo Apple), não dás conta que tudo é reportado aqui, além disso, como se nota, mas és muito seletivo no que queres citar como argumento. Mas isso deve-se à tua admiração pelo mundo Apple.

            A Apple tem um ecossistema controlado mas vasto, algo que nenhuma outra marca consegue. Portanto, os problemas que aparecem, e que são resolvidos muito rápido, fazem parte dos milhões de utilizadores que gravitam em volta do ecossistema Apple. Estamos a falar nos milhões de iPhone ativos (o premium mais vendido desde sempre) e com versões recentes, nos milhões de Apple Watch ativos (o smartwatch que mais vende e com mais unidades ativas) e atualizados, nos milhões de iPads (que desde 2020 continuam a não ter concorrente), Macs (que cada vez são mais e com software atualizado), AirPods (líder no seu segmento), Apple Tv, entre vários outros dispositivos e serviços. Tudo isso tem um peso e está tudo muito bem conseguido. Seria chato serem perfeitos, repito. Mas são imensamente os menos imperfeitos e o tempo diz-nos isso. Ano após ano, os iPhones aumentam a sua liderança, os Apple Watch estendem o seu número de utilizadores ativos e a área de música é cada vez maior.

            No Android é tudo muito mais fragmentado, mais disperso, tudo debaixo do controlo da Google que manda e desmanda (conforme a vontade do governo dos EUA, que manda na Google como quer). Portanto, quando falas em impedir seja o que for na Apple, devias primeiro ir ler umas coisas, que quem impede é a Google, quem usa o utilizador como moeda é a Google. Tu se fosses da área da tecnologia tinhas essa perceção.

            Depois, e por isso é que é importante teres noção tecnológicas, colocar um sistema operativo exigente, completo num dispositivos cm hardware de 6 anos, obviamente que tem de haver adaptações. Mas isso é a lógica da batata. Se não para que raio existiria hardware moderno?

            A Apple tem essa facilidade porque desenvolveu o seu ecossistema, algo que a Microsoft tentou e falhou, algo que a Google tenta há anos e falha, algo que a Samsung tentou e falhou, algo que a Xiaomi tenta mas está amarrada à Google de pés e mãos. Algoq ue a Huawei tanta, mas foi manietada pela imposição à Google. Portanto, tudo isto é a prova que não basta ter dinheiro, não basta ser gigante, é preciso saber fazer. E é por isso que a Google paga à Apple, é por isso que a Microsoft desenvolve para o ecossistema Apple e é por isso que cada vez mais existem mais mercados onde a Apple é bem sucedida. Um exemplo é no mercado da música. Vamos ver se no mercado do vídeo também o conseguirá, mas para já está bem lançada.

            Tudo isto dá-nos dimensão. Mas é verdade que a Apple precisa do Android, se não como poderia dimensionar a sua oferta e medir a sua capacidade?

            Sobre os serviços, o Safari no mobile não dá hipótese, no desktop é muito rápido, mas o Chrome é mais completo, Mas lá está, é essa a riqueza do mundo Apple, tens tudo do bom e do melhor lá dentro, seja Apple ou não 😉 iCloud, Drive, OndeDrive…tudo!!!!

          • Galo says:

            Mais uma vez depende de como se faz a análise, Vitor….Os 3 a 4 modelos lançados por ano partilham grande parte dos componentes incluindo o SoC, pelo que exigirá menos esforço de adaptar/otimizar o update.

            Depois não é verdade que “lança uma versão para mais dispositivos”…basta fazer as contas… 6 anos x 4 equipamentos (como vês até já estou a extrapolar por cima) = 24 equipamentos a atualizar…mais que isso é lançado anualmente pela Xiaomi, que oferecia 3 anos de updates, que passaram oficialmente a 4 anos. Faz as contas 😉

          • Vítor M. says:

            O número de dispositivos e o número de utilizadores. É fazer as contas. Cada utilizador, tendo em conta as particularidades de cada um, são milhões de particularidades. E quando falamos em bugs que só aparecem em certos utilizadores, tem a ver com essas várias opções. Isso, aliás, é o que trava os fabricantes Android de criarem atualizações rápidas para os seus dispositivos e, grande parte, morre um ou dois anos depois porque não recebem atualizações. Como acontece em grande parte das marcas, inclusive na Samsung, como temos visto. Portanto, aqui e quando falamos nestes “bugs”, são derivados disso mesmo, de milhões de configurações que a Apple tem de ter em conta. Aliás, como vimos agora neste update, a Apple fez correções que “poderiam” trazer determinado comportamento que não seria o correto. Mas que acontece em “apenas” alguns.

          • ervilhoid says:

            A xiaomi lança 24 dispositivos só num ano e a Samsung outras tantos

            Mais uma razão para eu ter fugido dessas marcas

          • Galo says:

            Vitor, factos são factos…e o facto é que as principais concorrentes da Apple, nomeando algumas, Samsung, Xiaomi e Oppo, têm de, e de facto atualizam muito mais equipamentos anualmente do que a Apple. É factual, não se trata de questões de mérito ou demérito.

            Dois erros comuns é “viver no passado”, e achar que o “problema das atualizações no Android se mantém igual ao que era antes” e pior é “generalizar, meter todas as marcas, todos os modelos de gamas diferentes no mesmo saco”.

            Comparando com modelos da mesma gama do Iphone, mais coisa menos coisa, é tudo igual…ok, até ver têm 4 anos de updates em vez dos 6 anos (que como mostra a historia ate agora até os torna mais lentos e priva de funcionalidades).

          • Vítor M. says:

            Manter não mantém, mas está longe de ser como a Apple. Isso são factos, atenção. A Apple dá 6 anos, e vai eventualmente mais, porque atualiza equipamentos mais antigos quando são intervenções de segurança, como o fez há algumas semanas com o iOS 12. Também são factos, e são intervenções de qualidade, que nos outros praticamente não existem.

            Em relação aos mais lentos, isso acontece com os Android com 2 anos, e com iPhones com 3 ou 4 anos, sim isso também são factos. Mas é aí que a Apple tem um mercado ainda maior, o dos usados e recondicionados. Que é um importante mercado global. Qualquer loja de recondicionados tem de ter Apple, isso é o core dessas empresas. E já representam milhões de euros no espaço europeu.

          • Galo says:

            @ervilhoid, cada um segue a sua vontade…eu por exemplo, “tenho” em casa 4 xiaomis, todos modelos/gamas diferentes, e todos atualizados, sem problemas… um deles ja completou 4 anos, e era a gama de entrada da Xiaomi (custou menos de 120€).

          • Vítor M. says:

            E não deixam de ser boas opções.

          • Galo says:

            Vitor, “volto a pedir”: não generalizes!
            Onde é que Androids com 2 anos ficam lentos??? Isso foi há quantos anos?

            Tenho em casa 1 com 3 anos e outro com 4 anos, e continuam fluidos. O que tem 4 anos já não recebeu todas as funcionalidades nos últimos updates, ao contrario do de 3 anos…mas volto a relembrar que era um equipamento de entrada na altura que foi lançado ao mercado.

          • Vítor M. says:

            Se falas em grande mercado, tens de fazer a média. E não foge disso. E sabes que sim.

          • Galo says:

            Grande mercado consideras o quê? E que prazo temporal?

            Não podes meter no mesmo saco equipamentos de entrada de gama com equipamentos topo de gama…

            Os topos de gama no segmento Android (até podes incluir a gama média alta) dos principais players, recebem atualizações e não ficam lentos ao fim de dois anos…

        • Ochinês says:

          Os produtos Apple são vendidos com a garantia de que – se houver um problema qualquer, num único que seja, sabe-se.
          Há pessoal especializado em recolher e divulgar. Por exemplo, no post sobre a app fraudulenta, a fonte intitula-se: “Professional @AppStore critic” e fundador da “tips@AppStoreScams.com”
          Como há à volta de 1300 milhões de iPhones ativos, acontece sempre alguma coisa a alguém com as atualização – e é amplamente divulgado. Com frequência, à mesma pessoa é que não.
          Além disso, só anda por cá um cretino capaz de usar um nick daqueles.

          • Galo says:

            Eu diria que isso da garantia é irrelevante….atualmente com as redes sociais, a quantidade de testers, youtubers, bloggers, etc é normal que se saibam mais rapidamente e em maior quantidade as falhas dos equipamentos. Obviamente as marcas com maus hype/mercado serão mais escrutinas.

        • ervilhoid says:

          Por isso disse que EU me afastei, cada um faz o que quer sem dúvida é só preciso de 1 smartphone

          • Galo says:

            É isso mesmo 😉

            Eu também só tenho 1 e cobre-me todas as necessidades (o”tenho” entre aspas foi propositado. Os outros 3 smartphones ca de casa obviamente são dos familiares que vivem comigo).

    • Zé gato says:

      Bom remédio, compras um andróide e não tens problemas com os updates…
      Não há!!!

    • Antonio Ferreira says:

      @Food Eat, e quais são os problemas que tem ? e em que equipamento ? seria útil passar essa info ?

    • PTO says:

      Zero problemas (iPhone 11) com os updates há anos.

  2. Luis Marques says:

    Onde esta o android 12 para os topos de gama da samsung? Ah nao ha!

  3. ervilhoid says:

    actualizado ontem e o velho SE de 2016 continua impecável

  4. Josefino Anacleto says:

    é giro ver os iphone haters a dizerem que no android é só maravilhas…
    https://twitter.com/MKBHD/status/1481108783996751874

    • Galo says:

      É giro ver os Iphone lovers a colocarem links random como se isso fosse prova de algo. Seja no mundo Android, seja no mundo IOS há pessoas bastante felizes e há pessoas totalmente desiludidas.

      • Luis Marques says:

        Galo sao factos que o android e so problemas e o ios embora nao perfeito tem uma experiencia muito superior. Nem ha comparacoes! O pixel que e o melhor smartphone android e bugs atras de bugs, xiaomi Miui ate cancelou a miui 13 durante uns tempos porque era so problemas, a OneUI da samsung foi igual e continua uma dor de cabeca! O iphone 6s de 2015 corre o ios 15.2 sem um unico problema e com a mesma fluidez de ha 7 anos

        • Galo says:

          @ Luis Marques, podes responder a uma humilde questão minha?

          Vou tomar a liberdade de perguntar: “Mas quem raio és tu para dizeres isso?” 😀
          Assim, como muito esforço que as pessoas façam, não te conseguem levar a sério…só disparates, só estereótipos saídos nessa cabeça.

    • Toni da Adega says:

      Segundo esse post, mudou de android para….. android

  5. Cláudio says:

    A Apple até pode atualizar durante 6 anos e até ser a que mais actualiza, mas com o tempo há aplicações do tipo Youtube que deixam de funcionar nos Iphones enquanto no Android tudo funciona, depende da idade e do processador do mesmo. Uma pessoa não precisa de tantos anos de atualização, sai sempre telemoveis recentes todos os anos, e 3 anos é mais que suficiente para receber atualizações. Receber atualizações num equipamento antigo deixa-o ainda mais lento, nao adianta de muito. É a minha opinião e acho que faz sentido para a maioria das pessoas.

    • ervilhoid says:

      Podes fornecer 1 link com esses problemas do YouTube?
      Não percebo, tenho um SE 2016 a rebentar a memória e aplicações pelas costuras e não vejo nada disso
      Ainda ontem actualizei para o iOS 15.2.1

      • Galo says:

        @ervilhoid,
        por acaso lembro-me de ter lido qq coisa sobre esse problema do Youtube, mas penso que já terão sido resolvido…

        Mas não peças link…se colocares “iphone SE 2016 youtube problems” no goolgle, o primeiro resultado é logo um “tutorial” de como ultrapassar esse problema XD

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.