PplWare Mobile

Júri decidiu que Apple violou 3 patentes da Qualcomm no iPhone


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Joao says:

    Culpado tem de ser punido…

  2. Sarcasmo óbvio says:

    Só dois exemplos em dois artigos no Wikipédia sobre o teu comentário
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Nokia
    https://en.wikipedia.org/wiki/Motorola

    Simplesmente copiou/inovou o que estava já a muito inventado.

  3. Ino says:

    Não, não acredito a Apple envolvida em violação de patentes, como é possivel acusarem a inventora de tudo o que é tecnológico já inventado e por inventar de tal crime.

    A Qualcomm devia era ser punida por despoletar tal sacrilégio, devia era estar agradecida e pagar por a Apple usar as suas insignificantes invenções.

  4. Joao says:

    Viste que ja tinha um Joao podias ser mais original. ‘Zequices…
    A carteira nao influencia em nada, existem marcas com pc’s ainda mais caros e tira-se proveito dos componentes.
    Inovadora? era para rir concerteza. Mas nao adianta ne?

  5. PTdoNorte says:

    hahahaha, mentalidade pequena a tua
    ao menos fazes rir, o que já é bom

  6. Barra says:

    Retardado, já que há assim tanto dinheiro, procura um bom psicanalista.

  7. Flavius says:

    Então mas não era a Apple detentora de todo tipo de patentes ? Para além da Microsoft …
    Não compreendo, deve ser uma grande injustiça contra Apple, eles não inovam sempre, eles são pioneiros em tudo…
    Estaremos na altura em que se vira o feitiço contra o feiticeiro ? provar um pouco do seu próprio veneno…

  8. Jorge Gomes says:

    A qualcomm ainda vai andar pelas ruas da amargura, lhes vai acontecer o que aconteceu com a black berry e com a microsoft mobil, esperem para ver, o problema foi a apple deixar de usar os componetes da qualcomm.

    • Nuno V says:

      O problema foi que a Apple deixou de usar um componente da Qualcomm para usar outro que viola as patentes desta.

    • Mateus Pinto says:

      Jorge Gomes, a Apple foi a “pioneira” em patentear até as cuecas dos trabalhadores (ironia) e processava tido e todos. Pois neste caso a Apple trocou para componentes da concorrência mas queria as funcionalidades dos da Qualcomm, e aí fez o que não queria que lhe fizessem. Ou seja, tudo o que criava ninguém podia remotamente inspirar -se, mas a Apple toda a vida se inspirou nos outros e neste sentido não se importa. Pois agora leva com elas…

      A Apple e CEO estão a ter um momento duro, o “hype” já passou e estão a ver como cativar os clientes, mas cada vez perdem mais. Antigamente no meu grande círculo profissional havia um 90% de iPhones e iPad; agora há 90% de Android (quase todos Samsung e alguns poucos Huawei ou Xiaomi), assim como em muitos cafés, restaurantes e transportes via tudo inundado de iPhones e agora conto pelos dedos quando vejo um iPhone X ou mais recente…

      • Filipe ezi says:

        Não será porque os iphone hoje custam muito mais que um Samsung e a conjuntura hoje no nosso país mais permite ás pessoas mesmo a prestações pagarem 1400 paus por um telemóvel e assim compram antes samsung que é bem mais barato, fica a dúvida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.