Quantcast
PplWare Mobile

A decisão da Apple de remover o carregador do iPhone compensa a todos e ao planeta

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. LSousa says:

    LOL esse estudo vale o que vale…
    Os dados podem ser trabalhados em amos os lados.
    Sou contra e sempre serei enquanto os carregadores não estiverem uniformizados entre todas as marcas

    • Castro says:

      os carregadores da Apple respeitam a norma standard.

      • LG says:

        lol “Apple” e “norma standard” na mesma frase… estranho de se ler…

        • Castro says:

          isso será produto do desconhecimento

          • TUGA says:

            Graças a esta medida, já se faz sentir o impacto ambiental a voltar ao normal, já sinto o ambiente mais fresco e o gelo nos glaciares já não derrete, aliás, já se está a formar novamente.

          • João Duarte says:

            TUGA que comentário mais ridículo. Por essa ordem de ideias não devemos ter nenhuma preocupação ambiental, já que nenhuma dela se faz notar meia dúzia de meses depois.

          • Castro says:

            acho que: “isso será produto do desconhecimento”
            se aplica lindamente ao teu comentário

          • TUGA says:

            Não gostaram? São opiniões, o que importa é vender, siga, é que a poluição só vai parar quando as pessoas começaram a sentir os efeitos na sua pele.

            E falo também por mim, atenção, sei que também deixo a minha pegada cá na terra…por isso não sou hipócrita e também sei ver quando as medidas como esta são um tapa olhos.

            Soluções? Não é a minha área, mas certamente haverá especialistas que estudam isso e sabem melhor que ninguém soluções, é a eles que temos de perguntar.

          • Castro says:

            TUGA, grão a grão enche a galinha o papo… certamente não estás à espera que tudo se resolve apenas com uma medida? E como claramente te demarcas da capacidade de encontrar soluções…

          • TUGA says:

            Com tanta poluição no mundo não vai lá de grão a grão, porque se continuar a ser assim de grão a grão vai ser tarde demais.

            De resto faço o que posso para diminuir a minha pegada, se calhar diferentemente de muitas pessoas aqui.

            Também não te vi a dar solução nenhuma, só o “grão a grão”, mas as pessoas começaram a pensar em deixar de consumir coisas supérfluas seria uma boa ideia, fica a dica.

          • Castro says:

            TUGA, pareces entrar numa grande contradição
            “mas as pessoas começaram a pensar em deixar de consumir coisas supérfluas seria uma boa ideia”
            a tua ideia também é grão a grão, e acaba por validar a medida, já que um carregador torna-se uma coisa supérflua que muitas pessoas não necessitam de comprar! “Grão a grão” não significa andar devagar, nem uma medida isolada, significa efeito cumulativo de várias coisas para se chegar ao objectivo final!
            Não há uma medida única capaz de resolver a situação, são necessárias várias estratégias a diferentes níveis… esta é apenas mais uma que se associa a outras como a reciclagem, redução de energia usada, uso de fontes renováveis, etc!

        • jlxpmme says:

          Pelo contrário. A Apple já desenvolveu e continua a contribuir para o desenvolvimento em conjunto com muitas outras empresas diversos standards seja de hardware ou de software.

          • LG says:

            Sim talvez… mas na prática depois faz o contrário.

            Utiliza standards… mas estes tornam-se incopativeis com outros hardwares… lá se foi a principal ideia de uma standard. Queres exemplos? Existem milhares

      • Rui Manuel says:

        Bom Dia Sr. Castro
        O que é a norma standart?

        • Castro says:

          a norma standard usada pelos carregadores da Apple é o USB c-PD, isto é, a norma eléctrica para carregamento por USB tipo c.

          • Rui Manuel says:

            Muito Obrigado pela brevidade da resposta.
            Abraço

          • australopithecus says:

            Sr Castro: O carregador tem uma ficha standard mas o equipamento terminal não, chama-se lightning e é proprietário e apenas usado nos equipamentos Apple. E mesmo esse carregador que diz ser norma standard não cumpre com as normas existentes e inventou uma nova norma quando lançou o iphone 12 e prova disso é o facto de qualquer carregador USB-c e mesmo o próprio carregador USB-c dos Macbook por mais capacidade que tenha não carrega o iphone na velocidade máxima pois não cumpre esse novo standard que eles inventaram quando lançaram o tal iphone. Pesquise e informe-se um pouco antes de afirmar coisas erradas. Cumps

          • Castro says:

            australopithecus, a ficha do iPhone em nada altera que o carregador segue o standard, assim como o iPhone segue o standard eléctrico para carregamento! O processo de carregamento não é proprietário.

            A informação que dás está errada e demonstra desconhecimento do que é a norma USB c-PD… Aconselho-te a pesquisar o que são os perfis da norma, e a evolução da mesma! E posso informar-te que estás a confundir o caso do carregamento wireless com o MagSafe (que usa um novo perfil da versão mais recente do USB cPD), com o carregamento do iPhone por cabo! A Apple não inventou nada… o carregamento por cabo, mesmo carregamento rápido, pode ser feito com muito outros carregadores, incluindo carregadores dos MacBooks.

  2. Matreco says:

    Se deixarem de lançar um modelo novo todos os anos ainda reduzirão muito mais…

  3. RJRP says:

    Compensa a todos? Não, compensa à Apple.

  4. José says:

    sempre a defender a apple mesmo em coisas que não têm cabimento, se para o ano vier apenas a caixa e o iphone tiver um custo a parte tambem a defendem ? poupem-me lol

    • Vítor M. says:

      A Apple defende-se sempre, como qualquer empresa, porque visam o lucro 😉 depois os números… bom, eles apresentam, quem não achar correto… pode ir a público e contestar. Mas não com números do “ouvi dizer”, não, têm de ser números credíveis e factuais 😉 agora cenas de convicções…

      • AqueleAmigo says:

        https://www.youtube.com/watch?v=WVPM6D-3aZo

        Ora aí está o AppleBoy do pplware! 😀 Tira a as palas Vítor!

        • EsteAmigo says:

          Porque viste um video no YouTube quer dizer que o que o Vitor esta a dizer esta errado?
          Já pareces as velhinhas com Facebook, “se esta no Facebook é porque é verdade” lol

        • Vítor M. says:

          Se tu tens palas (as palas do YouTube e da infantilidade), como podes ver que os outros têm palas? 😀 ele há cada um. E vai-me ao YouTube 😀 cada anedota 😀

          “Ora aí está o AppleBoy do pplware!” 😀 é quando a educação faltou em casa 😉 depois na vida não se consegue ser uma pessoa educada.

        • jlxpmme says:

          Eu também posso pesquisar um vídeo do Youtube que “prova” o contrário e usar isso como “facto”…

        • Jorge Carvalho says:

          Não larguem o youtube não ….
          Se é essa a vossa fonte de informação vamos bem….

          Abc

        • Vítor M. says:

          isso fiem-se nos youtubers 😀 eles dizem o que vocês querem ouvir 😀

          • iSad says:

            Podes acrescentar num artigo próximo.
            Se toda esta malta também, espera comprar carro eléctrico com carregador incluído?

          • Vítor M. says:

            😀 o povo gosta é de malhar na Apple, aquela cena do amor/ódio 😉 mas claro que um carro não traz o carregador, traz os cabos e e… as impressoras dantes traziam um cabo USB, depois deixaram de trazer. Mas isto é apenas um alerta para futuro.

          • cb says:

            Que eu saiba todos os carros elétricos ou híbridos trazem um cabo para ligar a tomada la de casa e na rua ou pensam que so a ha carregadores da Tesla na rua?Agora se não quiserem que o carro esteja ligado toda a noite para carregar podem comprar um wall Box para um carregamento mais rápido exatamente como alguns fabricantes de telemóveis.
            Se tem duvidas vão ao site dos fabricantes e vem um saco com dois cabos para carregamento do carro.
            Continuam a querer arranjar uma justificação para o que não ha, em França não é assim e eles tem de incluir o carregador e headphones nas caixas deve ser porque os franceses não estão preocupados com meio ambiente.
            Deixem de ver as coisas como um clube e sim como elas são que só pensam no lucro e nada mais.

          • Vítor M. says:

            Mas a Apple também traz cabo. Acho que estás a confundir carregador com, cabo de alimentação. 😉

          • Castro says:

            cb, Na França ninguém é obrigado a vender com carregador, e a inclusão dos auriculares tem a ver com legislação para reduzir a exposição das pessoas às emissões electromagnéticas dos aparelhos quando falam ao telemóvel.

          • Vítor M. says:

            Daqui a algum tempo, os que querem multar a Apple por esta ter tirado o carregador vão proibir as empresas de colocar os carregadores… vais ver. O mundo é assim, uns para cada lado, uns a reboque, outros perdidos no éter.

          • cb says:

            Não estou porque o cabo de alimentação do iPhone não da para ligar diretamente a tomada, como estavam a querer passar a ideia que nem os carros elétricos traziam carregadores então em casa carrega como? Nem toda a gente monta wall Box , por exemplo o Porsche Taycan vem com mobile charger como eles lhe chama de fabrica não é um extra alias todas as marcas vem com um cabo que da para ligar diretamente a tomada de casa sem ser necessário comprar um carregador para tal efeito.
            Em relação ao carregador em frança tem razão eu confundi com um estado qualquer do brasil que multou a apple por não vir incluido na caixa.

          • Castro says:

            cb, podes carregar através dum computador, coisa que muita gente tem

      • Rui Manuel says:

        Gostaria de enfatizar que a consolidação das estruturas aponta para a melhoria do ambiente.

      • Carlos Fernandes says:

        Exatamente a melhor solução seria vender o mesmo produto com o desconto do carregador.

        • Vítor M. says:

          Eu acho que o carregador deveria ser é mais acessível. Isso sim, é onde a Apple ganha milhões… muitos milhões e onde poderia aliviar o utilizador que compra um iPhone ou um iPad.

      • Peace says:

        Dizer que conseguem colocar mais 70% de iPhones por palete significa que a caixa do iPhone 12 é 70% mais pequena do que a do iPhone 11. Isso é mesmo verdade? Não acredito muito.
        E facto de dizerem que pouparam 861 toneladas métricas de metais não estão certamente a contabilizar os carregadores que continuaram a fabricar para vender à parte.
        São números, fáceis de manipular e difíceis de confirmar a sua veracidade.

        • Castro says:

          É 70% mais pequena em volume… basta olhar para as caixas uma ao lado da outra para acreditar, a nova caixa até parece ter metade da altura da anterior, o que é mais do que natural já que deixou de haver necessidade para a espessura do carregador!

          Os valores da Apple são estimativas para a redução de produção (até ao próximo ano, creio), e referem-se a minério extraído, não ao peso do metal puro nos componentes.

    • jlxpmme says:

      Sempre a exagerar e puxar para os defensores da Apple. Retirar o iPhone da caixa e os defensores da Apple ainda defendiam??? Só mesmo o pessoal do contra para puxar destes cenários mais absurdos e rídiculos e acharem que os defensores ou quem quer que seja aceitariam

  5. MACnista says:

    O Necro até ficou sem palavras LOLOLOLOL

  6. Davi says:

    Chato para quem compra o primeiro iphone. Adoro a conversão monetaria deles, carregador a $19 ou €25.
    Se tivessem verdadeiras preocupações ambientais criavam um telefone para durar vários anos.

    • José Carlos da Silva says:

      Qualquer iPhone dura 5 anos sem problema…

    • Peace says:

      Eles já duram vários anos, desde que bem manejados.
      Mas realmente a preocupação ambiental teria mais impacto se aumentassem os lançamentos de anuais para a cada ano e meio, por exemplo. Isso sim seria um exemplo de preocupação ambiental.
      Atualmente com os standards de carregamento em constante evolução qualquer pessoa que compre um novo telefone vai tb comprar o carregador correspondente para ter acesso à ultima tecnologia de carregamento. E os €€€ a entrar nos cofres disfarçados de preocupação ambiental.

  7. miguel says:

    Não sei como existe pessoas a acreditar nisto!
    A Apple é das marcas de smartphones que mais se está a marimbar para isso, quando impede que se faça reparações nos smartphones as vezes uma peça de 3€ obrigam a comprar outro smartphone 🙁

    • LG says:

      +1000

      Mas esse tipo de relatórios a Apple não lança…

    • iAndroid says:

      Infelizmente não é so a Apple, são todas as empresas.

      • LG says:

        Certo. Tudo é cada vez mais complicado de reparar. Porém a Apple é uma empresa que para além deste ser o caso, também tem lutado muito na jurdição internacional contra o “direito de reparação” https://en.wikipedia.org/wiki/Electronics_right_to_repair que define que cada equipamento pago pelo consumidor deverá ser reparável pelo mesmo e por terceiros.

        O único argumento que a Apple deu até agora foi que “o utilizador é capaz de se magoar ao reparar um equipamento”.

        Mas pronto… Apple domina o tribunal americano… just sayin…

        https://twitter.com/dhh/status/1374840018842304512

        • Vítor M. says:

          Mas espera lá, a Apple é a única que cobra os 30% de comissão? 😀 sabes que o que for imposto à Apple serve para todos 😉 Google, Microsoft, Sony, e todos os outros. Então será que foi a Apple que “contratou” o Senador? 😉 se calhar nos bastidores estariam todos não?

          Claro que quem está apertado agora não é o pequeno, esse até um milhão de dólares só paga 15%. O problema são os tubarões que faturam milhões todos os anos, esses é que querem mexer nas regras. Serão esses que estarão a “pagar” para esse projeto de lei avançar? 😉

          • LG says:

            Vítor: O tema é direito de reparação. O tweet que referenciei é sobre um processo tribunal não somente contra a Apple mas contra a comissão em geral (outros também). Referenciei o Tweet para exemplificar um processo de interesse público que foi simplesmente igrnorado ao senado por “forças maiores” 😉 São essas “forças maiores” que simplesmente prejudica nós – o consumidor.

    • rodrigo says:

      Errado.
      Ainda me lembro do meu primeiro dispositivo da Apple…iPod Classic no inicio do ano 2000. E ja naquela altura vinha com pouca papelada! Enquanto que as outras empresas tech incluíam dezenas de livrinhos em mil línguas e garantias e isto e aquilo..papelada que ia directamente para o lixo.

  8. Blox says:

    Hahaha que anedota contada em primeira pessoa. Existem estudos de empresas e instituições que provam exactamente o contrário. A única coisa que tem sido boa é o claro aumento de lucro graças a esta “istória de encantar”.

  9. yep says:

    Falta acrescentar os custos ambientais das caixas para os carregadores que agora são vendidos à parte, assim como do seu transporte. Quem fica a ganhar é a apple, visto que se apenas 5% das pessoas que comprar o iphone 12 comprar um carregador, ganha logo mais de 700 milhões.

    • Castro says:

      se apenas 5% das pessoas comprar um carregador isso representa menos 95% de carregadores fabricados pela Apple. Vais dizer que isso não teria um impacto positivo em termos ambientais?
      5% das pessoas representaria muito menos do que 700 milhões em vendas, e menos ainda em lucros.

      • Rui Manuel says:

        O seu pensamento é lógico mas incorrecto, se o cliente ao adquirir o produto referenciado no artigo supra não tiver carregador mais cedo ou mais tarde vai ter que adquirir um (o que no passado não precisava pois estava incluindo na compra) logo do ponto de vista financeiro a Apple Macintosh vai ganhar, e ganha tb o ambiente que tanto gostamos de preservar.

        • Castro says:

          O meu pensamento segue a afirmação do yep de que apenas 5% vai comprar carregadores… Assim sendo os parâmetros estão definidos por outrem e não por mim, e como tal não há falha em lógica!

      • Ben Hur says:

        Tendo em conta que o preço não desceu (pelo contrário) e que os custos de vender tefelone + carregador + headphones é muito mais eficiente e bem melhor para o cliente, acabas de te enterrar com o teu comentário…

      • David says:

        Aparentemente não serão 5% dos utilizadores a comprar o carregador:
        https://youtu.be/r4Ag1p_GISk?t=101

  10. Miguel Nóbrega says:

    Não compensa a mim de certeza, não tenho Apple nem carregador USB C, portanto se ponderar comprar terei de adicionar mais uns bons €€€ á compra

  11. Rui Manuel says:

    Muito bem a atitude da Apple Macintosh, só temos um planeta e sejam sinceros ng usa o carregador todos carregam o telemóvel na porta usb das box das operadoras, que é a única função que se pode tirar dessa porta nesses aparelhos.

  12. PGomes says:

    Mais uma mentira da Apple, que apenas tansos e fanboys é que conseguem acreditar.

  13. Daniel Pereira says:

    O comentário do André P. ainda não foi aprovado e gostaria de saber porque?
    Será discriminação?

    • Hugo G says:

      Claramente deve ser alguém que não percebe bolha do que está a falar.
      Vem para aqui comentar carregadores e fast charge e nao percebe nada da importancia de questões ambientais , borboletas e arco-iris!

  14. Vasco says:

    Sinceramente gostaria que o “Environmental Progress Report” tivesse sido preparado por uma entidade supranacional e independente. Não acredito na boa fé e no altruísmo de qualquer empresa que tenha a dimensão da Apple, principalmente em assuntos nos quais os resultados publicitados estão intimamente ligados ao marketing ecológico que está muito em voga. Claro que é bom para o ambiente conseguir transportar mais 70% de iPhones com o mesmo custo ambiental, mas é sobretudo bom financeiramente para a Apple. Se a Apple estivesse preocupada com o ambiente baixaria drasticamente a sua produção à partida e nunca teria crescido tanto. Portanto, estes estudos, valem o que valem. (e não contabilizam os custos ambientais de milhões de pessoas que vão libertar mais lixo para a atmosfera quando carregam no botão do elevador para ir comprar um carregador não incluído pelo fornecedor, entre muitas outras variáveis que seria necessário apurar para se fazer uma propaganda séria de preocupação ambiental).

    • Paulo António says:

      Portanto se uma empresa estiver preocupada com o ambiente, nao pode pensar em crescer nem em inovar…

      • Vasco says:

        Nada disso. O que critico é o marketing ambiental que fazem, sendo que a única preocupação real existente é o relatório de contas e tudo o resto é colateral.

    • Castro says:

      E tu achas que por algumas pessoas não se lembrarem de comprar um carregador ao mesmo tempo que compram um iPhone, isso é pior do que ter, por exemplo, que fabricar 50-100 milhões de carregadores a mais que clientes não necessitariam (e acabariam por não comprar), que representariam milhares de toneladas de materiais (plástico, metais, etc) transportados entre fábricas, processados em fábricas, e transportados milhões de quilómetros para chegar a lojas?
      Nem me vou alongar a projectar o efeito cumulativo ao longo de anos!

      • Vasco says:

        Não acho isso, claro. O que realço é que subjacente a essa atitude estão apenas as poupanças obtidas com o objectivo de aparecerem em destaque quando tiver lugar a apresentação de resultados aos accionistas e não o ambiente em si. Os benefícios ambientais são colaterais, apesar de serem em si positivos. Outra coisa que critico é ser a parte interessada a fazer o seu próprio relatório, apresentando esses resultados como se de verdades insofismáveis se tratassem. Ficaria melhor ser uma entidade externa e independente a validar as conclusões.

        • scp says:

          Deixa, estas pessoas não percebem. Se retirar o carregador fosse economicamente inviável a empresa não queria saber do ambiente para nada. A preocupação ambiental só está lá enquanto for economicamente viável e lucrativo e também ajuda no marketing que equivalem a vendas de um público alvo que se preocupa com o ambiente.

        • Castro says:

          É uma empresa, é suposto usarem relações públicas da melhor maneira que conseguem para cativar clientes, até porque os concorrentes fazem o mesmo!
          Os benefícios ambientais não são colaterais se fizerem logo à partida parte do plano – ter mais do que um objectivo não torna um dos objectivos colaterais, até porque sem ter o objectivo ambiental não haveria nada para usar como argumento/marketing nesta história toda! E se admites que existe um benefício net pela prática da Apple, não se pode propriamente desvalorizar só porque também obtém lucros.

          Quanto às entidades externas, a única coisa que poderiam fazer seria juntar as vendas de carregadores doutras marcas para usar com o novo iPhone.

  15. Paulo Alentejano says:

    Quando se compram pilhas recarregáveis, estas não trazem carregador e ninguém se queixa.
    Quando leio estes comentários, vejo pessoas frustradas porque não terem acesso a um iPhone.
    Vejo aqui uma dupla pobreza: financeira e espiritual.

    • scp says:

      Não faz sentido incluir um acessório mais caro que as próprias pilhas, quando é mais barato comprar umas novas. Sabes o preço de um? Se não souberes ficarás chocado, basta pesquisares no kuantokusta. E só compra um carregador quem der um uso intensivo às pilhas, por exemplo pilhas num controlo remoto duram anos por isso não faz sentido comprar um carregador se só usas as pilhas nesses aparelhos.

      • jlxpmme says:

        O que o Paulo está a argumentar é que se o carregador viesse juntamente com as pilhas, quando comprasses outras pilhas recarregáveis irias ter dois carregadores. Um dos qual não necessitarias, desnecessariamente. Ignora por um bocado o preço e pensa apenas na lógica que é o que o Paulo está a querer transmitir.

        Claro que a Apple também ganha mais lucro por esta decisão, tanto em custo de transportes como redução de carregadores fabricados, absolutamente ninguém aqui ou em algum outro lado está a dizer o contrário. Mas não achas ao mesmo tempo que simplesmente podes usar o carregador que já tinhas do teu antigo telemóvel para o novo em vez de acumulares carregadores sempre que compras um novo? Ou é um conceito demasiado complicado? Ou é preciso ignorar este aspeto e apenas dizer que a Apple faz para o seu próprio benefício? Talvez faça, não quero saber, mas não é por isso que vou ignorar os outros benefícios. Eu digo isto porque tenho cerca de 3 carregadores em casa, não só meus, que não servem para nada. E isto numa casa com poucas pessoas.

        • Rui Manuel says:

          Se forem micro USB servem para o Raspberry Pi

        • scp says:

          A única lógica que o Paulo Alentejano teve no seu comentário foi das pessoas não se queixarem por as pilhas recarregáveis não trazerem carregador mas queixarem-se quando a bateria recarregável do iphone não vem com carregador. Nas pilhas as pessoas não se queixam porque são baratas e na maioria dos casos têm um uso extenso. No caso dos telemóveis só duram um par de dias ou menos que um dia. O preço de um telemóvel inteligente é muitas vezes superior ao de um carregador, por isso é normal as pessoas queixarem-se, especialmente aqueles que compram essa marca pela primeira vez.

          O benefício de um iphone ser tão caro é poder ser revendido por preços altos porque o telemóvel mantém o seu valor mais tempo que um android. Por essa ordem de ideias muita gente não terá um carregador antigo porque já vendeu o seu iphone+carregador.

          Portanto voltamos ao mesmo assunto, as pessoas têm validade em queixarem-se pelos novos iphones não incluírem carregador.

          • jlxpmme says:

            “Portanto voltamos ao mesmo assunto, as pessoas têm validade em queixarem-se pelos novos iphones não incluírem carregador”

            Não disse o contrário e não tenho nada contra. Eu pelo menos não tenho problema em tem ser retirado mas percebo que algumas pessoas possam ter. Cada um tem direito à sua opinião.

            Apenas acho engraçado que constantemente se argumenta contra estes benefícios ambientes alterando o argumento para algo do género de “não, vamos ignorar isso porque a Apple só quer é mais lucro”. Uma coisa não invalida a outra. tal como disse antes. A questão aqui a ser falado não é a questão do preço. É se calhar em 80% ou mais dos casos o carregador ser excesso que não é usado. Eu tenho o meu carregador e fones do meu último telemóvel que comprei ainda na caixa embalados. Nunca retirei porque é praticamente lixo. Multiplica isto por centenas de milhões de pessoas em múltiplos anos. Não é preciso virar o argumento para questões de preços ou lucros ou o quer que seja para perceber o desperdício que isto é. É muito difícil perceber que ambos os lados desta conversa têm razão nos seus argumentos? em concordo com o que disses, mas nada do que estás a dizer invalida os benefícios que isto pode trazer, apenas está a mudar o tema da conversa

            Podiam até queixar-se que a Apple não faz o género de um programa de voucher na compra de um iPhone para quem realmente quer ter acesso a um carregador a custo 0 ou custo reduzido. Mas puxam sempre para “mas a Apple não quer saber do ambiente” ou “mas é só pelo lucro”.

  16. AqueleAmigo says:

    Só vim cá deixar isto:

    https://www.youtube.com/watch?v=WVPM6D-3aZo

    Está tudo dito.

    • Rui Manuel says:

      Tenho o yotube bloqueado, descreva o vídeo p.f.

      • Daniel Pereira says:

        O YouTube é uma plataforma de compartilhamento de vídeos com sede em San Bruno, Califórnia. O serviço foi criado por três ex-funcionários do PayPal – Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim – em fevereiro de 2005. A Google comprou o site em novembro de 2006 por US$ 1,65 bilhão; desde então o YouTube funciona como uma das subsidiárias da Google.
        O YouTube utiliza o codec de vídeo VP9 primariamente para disponibilizar o conteúdo, mas é utilizado também H.264. Os codecs de áudio AAC, Opus e Vorbis são utilizados. Hospeda uma grande variedade de filmes, videoclipes e materiais caseiros. O material encontrado no YouTube pode ser disponibilizado em blogs e sites pessoais através de mecanismos (APIs) desenvolvidos pelo site.

      • AqueleAmigo says:

        Basicamente ele demonstra que é pior para o meio ambiente.

        Se acabares por comprar, fones, carregador, carregador sem fios… tudo isto traz mais plástico, mais cartão, mais combustivel das transportadoras.. é rídiculo afirmar que esta medida ajuda o meio ambiente

        • Rui Manuel says:

          Muito bem pensado sim senhor, quem fez o vídeo é muito inteligente e preocupado com o ambiente.

        • iAndroid says:

          Ia responder, mas depois li até ao final e percebi que não percebes, ou melhor, preferes pelo que o YouTube e os licenciados por aquela via tem a dizer.
          Raciocina um pouco e talvez venhas a perceber o que esta errado nesse raciocínio.

        • jlxpmme says:

          Eu já tenho fones e carregador. Portanto não preciso de comprar nada disso quando comprar um novo telemóvel. Vais argumentar que toda a gente que vai comprar um novo smartphone vai precisar de comprar isso tudo de novo? Não tem qualquer lógica. As pessoas que vão precisar de comprar esses acessórios vão ser uma pequena percentagem comprado às pessoas que já os têm.

          • scp says:

            Tens iphones em casa que são do modelo anterior ao 11? Então não tens nem carregador nem cabo para carregar o iphone 12. Porque o iphone 12 só traz um cabo lighting/usb-c, enquanto que os iphones anteriores ao 11 só trazem carregador com entrada usb-a.

            Portanto lá se foi a ideia de reutilizar equipamento antigo sem gastar mais dinheiro.

          • fcp says:

            Mas oh scp ou slb ou la o caneco, na tua ideia so consegues carregar o iPhone 12 com o cabo que vem na caixa?? Oh meus deus

          • scp says:

            @fcp, então para que é que puseram um novo cabo na caixa se as pessoas já têm carregador e cabo antigo? Se um novo carregador não se justifica por questões ambientais, um novo cabo também não.

          • fcp says:

            Se pensares um bom bocado percebes que o futuro é o usb-c e não o usb-a, e depois, queres comparar o problema ambiental que é criar um brick com um cabo?
            De qualquer das formas, o teu iPhone 12 consegue ser carregado com um carregador ate de um iPhone 5s portanto não te stresses.

  17. AqueleAmigo says:

    Eu acho engraçado é..

    O cabo que vem no Iphone 12 é type c – lightning mas o carregador dos modelos anteriores são USB-A – lightning.. conseguem ver o problema nisto certo?

    “AH e tal o carregador funcional igual”
    Certo. Claro… então para que precisas do cabo na caixa? Mais valia não trazer também não é?

    “Mas este cabo consegue melhores velocidades de carregamento”
    Então toca de comprar um carregador..
    Mais plástico
    Mais cartão
    Mais gasolina no transporte

    LOL abram a pestana. A Apple está se a marimbar pro ambiente, e não é a única.

    • Paulo António says:

      Sabes que qualquer lightning carrega o iphone certo? nao tens obrigatoriamente de comprar carregador.
      Se quiseres compras..
      se nao quiseres nao tens de comprar.
      Abre a pestana a faz como eu! 25 de Abrir Sempre!
      #antifa #liberalismonunca

    • Castro says:

      E por acaso já fizeste alguma análise para provar que o suposto plástico, cartão, transporte a mais por virem separados é pior que o: plástico, cartão, transporte, metais, componentes, fabrico a mais, que foram poupados ao fabricar menos carregadores????

    • Rui Manuel says:

      Assim mesmo, a determinação clara de objetivos desafia a capacidade de equalização das diversas correntes de pensamento.

  18. JJ says:

    Na minha empresa vamos mudar de iPhones para Android. PQ? Porque quando trocamos de telemóveis o carregador e cabo antigos são par devolver, e como os novos iPhones não trazem carregador ….. perderem um grande cliente. Simples.

    • Rui Manuel says:

      E não esquecer a questão financeira, que no seu caso acredito que pouco conte.

      • Paulo António says:

        Pouco conta.
        o Android tem updates dor 2 anos. os iPhones por 5.
        por isso, mt esperta essa empresa. nao quer comprar carregadores, prefere comprar telemóveis. Go Android!

        • Rui Manuel says:

          Eu pessoalmente não gosto dos updates, mudam as coisas de sitio e depois não sei usar mais

        • scp says:

          Haha mas um android que tenha 2 anos de updates pode ser utilizado por mais 3 anos pelo menos mesmo sem updates. De onde tiraste essa que a empresa teria de comprar um telemóvel novo a cada 2 anos?

          • rodrigo says:

            Uma empresa digna desse nome nao vai querer ter os seus dispositivos sem as actualizações de segurança certo? Pelo menos na minha empresa nao. Temos de ter sempre as máquinas actualizadas mesmo que nao queiramos.

        • JJ says:

          @Paulo António, a empresa troca de aparelhos de 3 em 3 anos e nada tem a ver com os updates! Nenhuma empresa fica com os telefones 5 anos duhhhhhh

        • SergioFerreira says:

          1- Existem Androids com mais de 2 anoa de actualizações.
          2- Mesmo os androids com apenas 2 anos de actualizações não deixam de funcionar ao fim desses respectivos 2 anos.
          3- Qualquer Android tem tantas ou mais funcionalidades que um Iphone, logo, mesmo que deixe de ter actualizações, o mesmo continua a ser bastante útil.
          4- O Sr. Paulo desconhece que Androids estão a ser comprados, pela respectiva empresa, pelo que, monetariamente, pode compensar comprar Androids de 2 em 2 ou de 3 em 3 anos, relativamente a 5 em 5.

          Cumps

  19. miguel says:

    A Apple até pode ter reduzido, mas à custa de “passar a batata quente” para outros. Comprei um iPhone 12 Pro Max no lançamento e quando soube que havia um carregador 20W mais rápido que o de 18W que já existia, comprei logo. Veio numa caixa da Amazon umas 6x maior do que as caixas dos iPhones que traziam carregador – e isto só para um carregador. Além disso, na minha opinião, esta mudança traduz-se num aumento do preço dos telemóveis no valor do carregador da marca, uma vez que sempre que haja um melhor eu vou comprar e eles certamente vão aproveitar-se disso.
    Se queriam mesmo poupar o ambiente, metessem porta USB-C no iPhone!

  20. TugAzeiteiro says:

    “Comprei” um iPhone 11 (empresa), que veio sem carregador… Como veio sem carregador tive que ir à amazon comprar um carregador da Belkin… Resultado, maior poluição já que envolve dois transportes, duas embalagens, etc….

  21. TwoEyez says:

    Deviam também remover a capa traseira quando feita em plástico…

  22. Daniel Pereira says:

    Este fórum está repleto de frustrados sem nível, nem capacidade financeira para comprar um iPhone.
    E depois vem para aqui reclamar com a Apple e os responsáveis por este site.
    Se perdessem menos tempo a escrever comentários e trabalhassem, se calhar conseguiam juntar dinheiro para comprar um iPhone.

    • Francisco says:

      Sr. Daniel Pereira, o sr. não é ninguem para dizer que quem escreve os comentarios não trabalha. Que eu saiba o Sr. tambem esta aqui a comentar em horario de expediente,. Será que não trabalha? Ou o Sr. é frustado por não ter dinheiro para comprar um iphone.

      Fique sabendo que a Apple é a melhor marca do mundo daí ter o numero de vendas que tem, se a apple decidiu não incluir carregador nos novos iphones, a decisão foi certamente pensada para o bem de todos e não a olharem para o bolso deles, mas para o bolso, qualidade e bem estar das gerações futuras.

      Sr. Daniel, pense antes de abrir a boca.

      • Daniel Pereira says:

        O Sr Francisco tem razão.
        Eu não tenho um iPhone, tenho 12. Sempre consegui comprar cada um dos modelos que saiu.
        Ao contrário dos frustrados que comentem este fórum.
        A Apple não é para qualquer um, é para quem pode.
        Continuem a comentar com os vossos miseráveis telemóveis Android fabricados por marcas chinesas.
        Nota para o Sr. Francisco: não preciso de trabalhar porque felizmente nasci com uma família com poder económico, o que me dá tempo para refletir sobre o mundo.

        • Rui Manuel says:

          Vai dizer que o seu bisavô tb enriqueceu com o volfrâmio?

        • José says:

          Olha este lol, ” é para quem pode” que comentário infatil.

        • scp says:

          HAHAHAHAHAHAHA.

          Boa pasta.

        • Francisco says:

          Que bom para si.
          Nem toda a gente tem a sorte de ter uma familia que enriqueceu as custas do suor do proletariado.
          Deixe-se de papo pro ar como tem feita que um dia a mama acaba, depois irá tornar-se um vira casaca a defender os que hoje em dia considera inferiores, telvez nessa altura não tenha escolha e usar um telemovel de marca chinesa, mas não se esqueça que se o telefone trouxer carregador, tem de o deitar fora e comprar um novo em caixa nova, para relembrar os tempos gloriosos do dinheiro de “familia”.

        • LR says:

          @Daniel Pereira: ao pé de ti, o Pinóquio e o Sócrates são uns autênticos amadores na “arte da tanga”…

    • Rui Manuel says:

      Acima de tudo, é fundamental ressaltar que a crescente influência da mídia oferece uma interessante oportunidade para verificação das diversas correntes de pensamento.

    • Vítor M. says:

      Não é assim meu caro. Não há povo frustrado aqui, há sim pessoas com pensamento diferente. Depois o resto, cada um sabe de si 😉 e até do seu bolso 😉

  23. Ali Silva says:

    Pergunta: Num Apple, eu posso carregar o telefone e ouvir música ao mesmo tempo pelo cabo?

  24. Gean says:

    “Com uma caixa menor, graças a ter menos componentes, a Apple acabou por conseguir carregar 70% mais caixas do iPhone 12”

    Ganham também em logística. Mais iphones por container.

  25. dfs says:

    Concordo com o princíprio da retirada do carregador, mas se os iphones dos últimos anos tivessem trazido carregadores usb C o que nao foi o caso, apenas o Iphone 11 pro teve.
    De todo o modo, se alguém que compre um iphone 12 conpre um carregador não apple, nao surge neste relatório e teve custos ambientais.
    Se a apple se preocupar com o ambiente, então que mude logo para usb C, e assim pode até nem trazer cabo, visto que iphones e androids poderãoutilizar os mesmos cabos e carregadores.

  26. XneloX says:

    Com tanto impacto positivo ambiental por causa da venda em separado dos carregadores, já não se justifica a adoção de carros eléctricos

  27. Samuel MG says:

    Mais um estudo pago pela Apple!! Claro que os números apresentados foram falsificados!!

  28. ToFerreira says:

    Se a motivação é ambiental, deveria ser posteriormente oferecido um carregador grátis aos clientes que necessitassem dele. Continuava-se a poupar o ambiente e até a aumentar o lucro, mas sem chular os clientes com desculpas ambientais.

    • Castro says:

      Um carregador grátis não se pode considerar uma boa estratégia ambiental, já que “quem é que não gosta de coisas grátis?”! Tem que haver um mínimo de desincentivo a obter um carregador que pode não precisar, logo tem que haver um custo de aquisição.
      O máximo que poderias dizer é que a Apple poderia vender ao um preço em que não obtém lucros!

  29. TwoEyez says:

    Nem sei porque é que televisão ou computador e playstation por exemplo trazem um cabo de alimentação para o ambiente era muito melhor também retirar isso.

    • jlxpmme says:

      O iPhone obviamente ainda vem com o cabo para carregar que podes ligar em diversos sítios como computadores, televisões, consolas ou até antigos carregadores que já tenhas em casa. Não confundas carregador com cabo…

      • TwoEyez says:

        Sim tens razão

      • scp says:

        Porquê é que puseram o cabo na caixa do iphone 12 se as pessoas já têm cabo e carregador de um iphone anterior?
        Se se preocupassem com o ambiente teriam eliminado os dois e faziam com que as pessoas realmente reutilizassem o que tinham em casa. Assim o trabalho só ficou feito pela metade.

    • rodrigo says:

      se comprares uma televisão todos os anos ou de 2 em dois anos ate ‘es capaz de poder reutilizar o cabo.

  30. Rui Manuel says:

    Alguém sabe como se faz um printscreen num computador com o Sistema Operativo MacOS?

  31. rodrigo says:

    ‘cmd’ + ‘Espaco” e escreve screenshot

  32. scp says:

    Já percebi porque as pessoas têm pouco dinheiro, melhor dizendo, poucas ou nenhumas poupanças em Portugal, e que faz falta literacia financeira ao nosso povo.

    1. Compram iphones e defendem uma marca que os faz pagar alto e sem capa, carregador, auriculares.
    2. Não investem em criptomoedas porque é obra do diabo.
    3. Compram tudo a prestações.
    4. Não guardam dinheiro que sobra mas gastam em acessórios, roupa nova, telemóvel novo.

    • iDroid says:

      Já deu para ver que à medida que os comentários se vão acumulando, aparecerá sempre alguém a falar das criptomoedas. Lei de Godwin no seu melhor, atualizada para os tempos modernos.

  33. jorge says:

    A Apple deveria oferecer o carregador aquela pessoa que comprasse o seu primeiro iphone, no meu caso como sempre usei iphone nao me aquece nem arrefece que venha sem o dito carregador, até é um bem para o planeta embora nao se note nada, deveriam todas as fabricantes deixar de fornecer os carregadores, somente para comprasse pela 1ª vez, é como os auscultadores deveriam ser todos sem fios, o planeta agradecia.

  34. Júlio says:

    Sim sim. Areia para os meus olhos? Não obrigado. Deixo isso para os fanáticos.
    Os valores apresentados, são é de lucro da maçã isso sim.

  35. Joao Magalhaes says:

    Se a preocupação é o ambiente então porque não o carregador universal ? Enfim, mais do mesmo com a palavra “ambiente” que está na moda. Os que contribuíram para a sua destruição são os mesmos que agora falam em “o salvar”.

  36. Ricardo says:

    Não esperava que o estudo dissesse o oposto. Parece uma ilusão para quem queira comprar a ideia e como vemos outros “carneiros” já seguem atrás. Mas continuo a achar falacioso visto que a tecnologia evolui e quem trocar de tlm de 3 ou 4 anos vai por certo de um carregador mais eficiente e/ou mais rápido. Assim vai ter de comprar o carregador e gastar mais dinheiro e já vais uma caixa e um plástico para o transporte. Nem o preço diminuiu. Para mim, e respeito quem ache o contrário, foi mais uma forma de vender mais produtos e continuar a ganhar ainda mais lucro. Estou para ver o I phone 13 vir embrulhado em folha de papel de mercearia e mais nada que não querem fazer mais mal ao ambiente.

  37. Hard Nuts says:

    Boa tarde a todos…
    É sempre bom ecologia nas actividades humanas. Periocupação com a pegada carbónica “…e tal”. E digo “e tal” porque a decisão de remover o carregador em nada ajuda o ambiente: acontece única e exclusivamente para cortar em custos sem nada a oferecer ao consumidor sem ser a “ilusão” de que está a contribuir para um mundo melhor. Quem quiser que se iluda. Os telefones não são iguais, podendo ter a mesma tensão de admissão variam muito na intensidade da carga, o que faz que certos carregadores não funcionem na carga dos mesmos (a Samsung faz muito isso). Se houvesse uniformização para TODOS até poderia concordar. Como é movido por interesse, não é legítimo. Tal como quem fala que o “carregamento por indução” é o futuro porque permite essa “uniformização”. Quem perceber um pouco disto vê onde está o disparate: 1 – as bobines de indução vão encarecer os produtos exigindo o aumento de materiais escassos como o cobre e… 2 – um carregamento feito por indução consome até 47% mais do que um carregamento feito via cabo – e assim se vê a “ecologia dos interesses”: queimar combustíveis fósseis é directamente “mau” para o ambiente…mas usar horrores de energia elétrica para carregar ou cozinhar por indução não vai aumentar o consumo da mesma, recorrendo à queima de combustíveis fósseis por via indirecta já é “bom”? Já não há pegada carbónica aí? Mas quem acredita que as “energias renováveis” conseguem dar conta de tão grande consumo são os mesmos que apoiam a mineração de “criptomoerdas”. Aí também não interessa o custo…só o benefício. Não sabia que a ecologia era uma questão de “oportunidade”…é bom saber!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.