PplWare Mobile

A Apple está a preparar um novo MacBook Pro de 16 polegadas, este pode ser o seu design


Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. António says:

    Na minha opinião desde que a Apple lançou o Ipad Pro todo arredondado, fiquei automaticamente sem paciência para o que viesse “arredondado”, agora vão arredondar os ecrãs dos portáteis todos, grande novidade, e tirarem a moldura do ecrã e tentarem fazer um ecrã sem moldura, como algo está a acontecer com os telemóveis, se dá para fazer num telemóvel porque ainda não meterem num portátil, é preciso assim esperar tantos anos, para uma evolução que já podia ter acontecido? Apple bora lá, esmera-te um bocadinho, o pessoal já está a ficar aborrecido de saber que podias ter feito e não fizeste.

  2. ExAppleFan says:

    Neste momento posso dizer que tenho tudo Apple e gostei efetivamente da marca durante muito tempo mas …..já começa a cansar essa treta toda. Uma empresa americana, virada para dentro, esqueceu-se de vender os seus produtos a pensar no mercado estrangeiro. Ora vejamos: news- aplicação que dava até algum jeito está há mais de que ? 4-5 anos para ser lançada mundialmente ? Só alguns mercados tem. Depois Apple Pay – nem ve-lo ( ok ok ok é a SIBS que controla mas p*** tanto tempo?). Apple Watch com ECG UAUUUUUUU – nem ve-lo daqui por 20 anos em PT. Tudo controlado pelos magnatas da CNPD e infarmed. Mas depois aparecem outros relógios e bandas para fazerem ECG que nem autorizados estão e é na boa. Aplicação movies – nem ve-la só em “alguns mercados”. Apple pau para iMessage – igualmente a mesma treta. É necessário enumerar tudo ? Acho que já chegaram lá. Por isso que venham mais iPads e pan****ices Apple eu fiquei-me por aqui. Já mete tanto nojo de empresa. Assinado: ex-apple fan

  3. Ricardo Correia says:

    Cancelei uma encomenda de um MacbookPro 15″ esta semana na expectativa de ver o lançamento do novo 16″ este ano. Só pedia:

    – Fix do bug BridgeOS, relativo ao T2;
    – Fix do problema Flexgate;
    – Processadores intel 9º geração;
    – Memórias LPDDR4 e suporte até 64Gb;
    – Redução das borders do display;
    – Display 4k 120Hz;
    – Completo re-design do chassis;
    – Touchbar melhorada, quer em funcionalidade quer em resolução;
    – FaceID;
    – Camera Facetime melhorada;
    – Teclado melhorado;
    – regresso do botão exterior e leds para indicação do nível de bateria;

    … e já agora que os preços não fossem piores que os atuais MacbookPro. Mas ainda assim, creio que a lançarem este novo macbook 16″ o preço base vai saltar para os 3999€.

    • Pedro Pereira says:

      Acho que dessa lista muita coisa vai faltar infelizmente…Tambem gostava que tivessem isso td e sim o preço não ser algo a rondar os 4k. Mas se resolvessem esses problemas nem me importava.

    • eu says:

      Só pedes pouco.
      A compra do MacBook deverá ser feita a seguir a sair uma nova versão, se quiseres prolongar o efeito de tenho o último grito, senão isso vai-te acontecer todos os anos e nunca vais comprar.

      • Ricardo Correia says:

        Não é uma questão de ter ou não o último grito.
        Já tenho um macbook pro de 13″ 2017, mas preciso de algo maior e mais potente para a minha atividade profissional. Estou por enquanto remediado com o meu macbook, mas reconheço que um de 15″ com as specs melhoradas, me facilitaria imenso o dia-a-dia.
        Assim sendo, já que ia investir quase 4000€ num novo, parece-me mais lógico aguardar e comprar um novo modelo.

        • eu says:

          2017 é recente.
          Eu passei de um de 2011 (sim, durou uns incriveis 7 anos a trabalhar quase todos os dias) para um 2018 (ambos de 13”) full specs.

          A performance dos novos de 2018 de 13” é superior aos de todos de 15” de 2018.

          Uma tarefa que demorava 10 minutos no meu Mac de 2011 (é certo que estamos a falar de software recente e hardware velho), demora agora uns incríveis 20 segundos no Mac de 2018.
          Ganho de produtividade avasalador.

          Concordo que a compra de uma máquinas destas se é para ser é para ser como deve de ser e com uma justificação.
          Eu nunca compraria para uso pessoal para ir ver uns sites e aos e-mail.

          Atenção que os novos de 13” funcionam muito bem mas os de 15” estão mal aproveitados por causa do fantasmo de sobreaquicimento (algo que não acontece com os de 13”).
          Acho que a nova versão de 16” de 2019 deverá ser para corrigir isso.

          • Ricardo Correia says:

            Também passei de um 2010 para este de 2017. E apesar de ainda me safar com ele para o que preciso, noto que preciso de um maior ecrã neste momento e de muito mais performance.

            Já agora, estou a falar de um 2017 no-touchbar, i5 dual-core, 8Gb, 256Gb ssd.

          • eu says:

            Pois, o dual-core é um problema.
            Faz uma grande diferença um quad-core.

            8 GB RAM também é pouco.

    • Ykz says:

      Ja tens disponivel para seleccao o processador i9

  4. Luis Silva says:

    Desculpem o offtopic, queria saber informações e opinião sobre os portáteis da inphtech, pois é dificil encontrar reviews noutros locais sem ser no forum patrocinador.
    Alguém conhece bem esta marca de portáteis em Portugal?

  5. Crow- says:

    TEndo em conta o preço atual dos MBP de 15, isto vai ser para que preço, 4000/5000 EUR?

  6. eu says:

    O i9 teve problemas de inicio nos Mac de 15” de 2018 e por isso estão sobreaproveitados.
    Tens um i9 que é mais um i7+ mas a um preço injustificado.

  7. eu says:

    O que e um “computador macOS ” ??

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.