Quantcast
PplWare Mobile

7 fornecedores da Apple acusados de usar trabalho forçado na China

PUB

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Joao pequeno says:

    Nada de novo! “Designed in California assembled in China” é apenas a maneira de contornar o vulgar “made in China”! E só mesmo as mentes mais simples é que não atingem

  2. Elektro says:

    Incrível, até parece que esses fornecedores trabalham só para a Apple (pelo título), mas não esqueçam que Amazon, Google, Microsoft e Facebook tão são indiciadas no corpo da notícia. É o que dá mobilizarem as produções para a China (falando um pouco da Europa) pois o preço de mão de obra é espectacular mas a que preço para estas pessoas que são escravizadas!

    • Zé Fonseca A. says:

      As empresas de tecnologia são apenas gotas num oceano, isto começou já nos 80 com a VW e a P&G, depois disso seguiu-se 95% das empresas americanas, as tecnologicas foram as ultimas a entrar no pedaço, até porque são relativamente recentes no imperio de manufactura do PCC.
      Não tenho pena nenhuma do povo chines, são eles que fomentam e que querem ser as formigas do PCC e do seu objectivo de world domination.

  3. Tadeu says:

    “A Apple não revela publicamente a lista de fornecedores com quem trabalha,”
    A Apple revela todos os anos avaliações que faz aos seus fornecedores, e junta a isso uma lista de todos os fornecedores, até com moradas dos locais de fabrico. Tal pode ser consultado no site da Apple… De modo que esta informação do businessinsider não faz sentido, já que basta fazer uma pesquisa por Apple-Supplier-List.

  4. AzeiteTugaLandia says:

    Capitalismo vive a custa do trabalho musculado dos outros, mas a hipocrisia é tanta que vão logo a correr para China um lugar obsessor as demais liberdades.

    • David Guerreiro says:

      Comunismo também, vê só os gulags da URSS.

    • Zé Fonseca A. says:

      Logico, achas que em outro lado do mundo consegues alguém que trabalhe 16h por dia, 6 dias por semana, coma pouco, durma em bunk beds e receba 110 USD?
      Claramente só na china.
      Andaram a dormir durante o inicio do seculo e a serie de suicidios na foxconn?

    • Luís says:

      Capitalismo procura sempre e tem como objetivo ter o maior lucro possível, sabes onde é que isso é mais possível de se fazer? Em países em que empresas externas com grande poder conseguem entrar em países comunistas/socialistas e conseguem explorar porque os ordenados são baixos e a mão de obra é imensa.. como no país referido, China

      • RPG says:

        E a Índia por exemplo que é bem mais pobre que a China, também é comunista/socialista? Parece-me estar mais relacionado com países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, do que propriamente com o sistema político existente. Claro que neste espetro de países, é muito raro encontrar democracias, o que é natural. No entanto, comparando a China com a Índia por exemplo, tens o pessoal com formação superior a trabalhar nas grandes cidades a receber bem mais do que se recebe na Índia, ou mesmo num país desenvolvido com Portugal.

  5. David Guerreiro says:

    São as maravilhas da globalização, que se gaba de tirar milhões da miséria. Eles continuam todos na miséria, e as empresas mais ricas. Temos um exemplo aqui às nossas portas. A Sacoor Brother é uma marca cara, que até lojas nos Emirados, mas é tudo fabricado na China.

  6. Miguel says:

    Está na moda, ao que parece os mirtilos e framboesas que a minha mulher tanto gosta de comer também são fruto de mão “escrava”, em Odemira!

  7. Ben Hur says:

    Novidades, há? É que essa empresa só quer saber de lucros e não da felicidade das pessoas…

  8. Ben Hur says:

    “A Human Rights Watch estima que 1 milhão de muçulmanos uigures sejam perseguidos na China.”
    E os milhões de Cristãos que são perseguidos e assasinados por muçulmanos todos os anos, a Human Rights Watch tem alguma coisa a dizer?

    • Miguel says:

      Muçulmanos, comunidade LGBT, minorias étnicas, supostas minorias (diga-se, especies protegidas) não podem ter noticias desfavoráveis em prol do politicamente correcto.

  9. Demagogia says:

    Trabalho forçado em fábricas de alta tecnologia?
    Cheira—me a desinformação.

  10. xico says:

    E atenção que é só a Apple! Enfim…

  11. Eu sei lá says:

    Uigures. Toda a “notícia” gira em torno dos Uigures e do silogismo:

    – Empregar trabalhadores Uigures é usar trabalho forçado.
    – Alguns fornecedores da Apple empregam trabalhadores Uigures
    – Logo: Alguns fornecedores da Apple usam trabalho forçado.

    Por que é que empregar um trabalhador Uigur é trabalho forçado e empregar um trabalhador chinês já não é, escapa-me.

  12. Ricardo Matos says:

    E novidades há?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.