PplWare Mobile

Partilhe já a sua Internet – Novo firmware da EFF disponível


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

18 Respostas

  1. mythic says:

    porreiro, assim ja podemos aceder a net e mais locais

  2. EXP001 says:

    “Desta forma não temos de andar a tentar “hackear” as rede que vamos encontrando por onde passamos”

    Uiiiii estou para ler a enxurrada de comentarios que ai veem.

    • António says:

      “…“hackear” as rede que vamos encontrando”. É mais ou menos como passar junto da casa de alguém, dar-me a vontadinha, dirigir-me à porta, arrombar a porta, fazer o meu xixi, sair e levar uma cópia da chave da porta de entrada (se estiver com tempo ainda dou uma olhadela aos documentos do pobre desgraçado). Concluindo, cometi um crime! Tal como “hackear” a rede do vizinho é um crime. Mesmo que não fosse crime, moralmente seria errado, já que estaria a usufruir de algo sem autorização e que não me pertence.

  3. Mota says:

    Isto é daquelas coisas que apenas faz sentido se toda a gente aceitar fazer. Eu acho genial. Liberdade e partilha.

    Fazer duma vila por exemplo, um autêntico hotspot e nunca mais se preocupar com os autênticos assaltos que são as redes 3g em Portugal.

    Espero que saia pro thomson do meo. 😀

    • Joao says:

      Duvido que saia para esses thompson´s visto que sao complicados de meter um firmware modificados neles…
      Logo este tipo de iniciativas sao muito engraçadas mas para quem esta disposto a gastar € num router novo quando ja tem o oferecido (embora seja fraco mas e oferecido, e até porque 90% dos casos mesmo com o router novo requer o antigo ligado tambem…)

  4. ervilhoid says:

    Antigamente usava um asus wl 520gu com o firmware dd-wrt, mas como mudei para sapo adsl tenho um tecnhicolor qualquer coisa…..

  5. Cris says:

    Seria bom se tentassem incluir isso no tomato ou openwrt, ou até dd-wrt… Não vou abdicar do Tomato por firmware potencialmente inferior (por estar ainda verde), para poder usufruir de uma função que não me beneficia.

  6. Diogo says:

    “Serviços como o MEO ou NOS permitem ter a nossa rede privada e também uma rede genérica que oferece acesso o outros clientes do mesmo serviço.”

    Tenho MEO, como faço isso?

    • Pedro Pinheiro says:

      Tem de ser Fibra. Caso seja, activas na área de cliente…

    • José Simões says:

      qualquer que seja a rede ou operador ou tipo de acesso à Internet podes sempre ir a

      fon.pt

      comprar uma fonera, ligar a fonera à tua rede e … voilá

      Detalhes na página

      (só recomendável para quem tem tráfego ilimitado, ou more num sítio onde não passa ninguém)

      • Diogo says:

        Isso já é um método mais complicado, e tenho tráfego ilimitado e por acaso moro num sitio pacato.
        Mas obrigado pela resposta 😉

      • Joao says:

        O mal dos foneras é que te da acceso a rede NosFon, mas o mal da rede da Nos é que se tiveres a sorte do sistema deles estar ok, tens speeds de porcaria… muitas vezes nem dos 500kbps passas… Nao culpa da Fon mas da rede de bosta da Nos…

        • José Simões says:

          500 kbps é já muita fruta.

          Este tipo de acesso não se destina a ver filmes de grande resolução, nem a fazer actualizações de software.

          Agora para ver o email, escrever qualquer coisa no facebook, tweetar uma irrelevância qualquer, ir ao pplware, escrever ou ler no wiki da cadeira, é mais que suficiente.

  7. José Simões says:

    Sendo uma ideia interessante, tenho dúvidas que tenha pés par andar.

    Isto porque não há incentivo para as pessoas partilharem o seu wi-fi, operação essa que nem sequer é trivial.

    Penso que o sistema http://www.fon.com tem mais futuro. Nesse sistema só pode utilizar o wi-fi dos outros quem compartilha o seu wi-fi, ou que paga à organização que mantém o sistema em funcionamento.

    • Paulo says:

      Já para não esquecer que a NOS/ZON se baseia ainda hoje na rede fonera http://www.fon.com. Essa sim é que é a original neste conceito de partilha. Eu já era fonero muitos anos antes da NOS/ZON se colar a este conceito e que agora anda a chamar-lhe seu.

      • Joao says:

        Alem de chamar de seu, ainda diz que é um serviço exclusivo aos seus clientes quando isso é das maiores mentiras que pode haver… Qualquer Fonera tem acesso a red da Nos sem ser cliente Nos…
        Isto alem da qualidade rede NosFon ser por vezes muito fraquinha…

        • José Simões says:

          Bem a NOS não diz isso, agora os vendedores dizem sim. Mas os vendedores dizem toda e qualquer coisa para vender.

          No que as diferentes empresas de comunicações que consultei, pouco diferem.

          Dito isto o registo da fon/zon/nos é algo instável.Por erro deles tive de mandar o modem-router abaixo e estou com problemas de registo na fon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.