Quantcast
PplWare Mobile

Zabbix: A melhor plataforma para ter a sua rede debaixo de olho?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. José Fonseca Amadeu says:

    Muito bom para quem vive em 2000 e pensa que monitorizar se resume a pings e traps snmp.
    Monitorização nos dias que correm tem de ser algo mais compreensivo e estruturado numa óptica de serviço, por aqui usamos AppDynamics antes de ter sido comprada pela cisco, achas que um zabbix serve so mesmo para um negócio básico com um escritório e meia dúzia de servidores.

    • Hugo Nabais says:

      No Zabbix consegues fazer muito mais do que apenas pings e traps snmp. Mas muito mais. Provavelmente estás desatualizado.
      Não conheço os detalhes do AppDynamics , e até pode ser muito melhor, mas será que também é open-sourced e completamente free como o Zabbix?

      • José Fonseca Amadeu says:

        Lol.. Claro que dá para fazer mais com o Zabbix, o problema não é a potencialidade do produto mas sim a concepção do mesmo, na passa de um NagiosV2 mais bonito, essa concepção de monitorização ficou parada no inicio do século e hoje em dia apenas serve para pequenas empresas.
        Actualmente não existe nada no mercado sequer na mesma liga que AppDynamics e Dynatrace, mais do que um software de monitorização é um sistema de negócio sobre o qual sabes onde podes aplicar os teus SLAs, é o que as operadoras grandes usam e muitas multinacionais, e logicamente que não é open source nem free (embora tenha uma demo version), aqui pagamos wordwide acima dos 200k ano pelo brinquedo e vale cada centimo, antes usávamos SCOM e com isto não só conseguimos passar a equipa de monitorização de 5 pessoas para apenas 2 (só isso já pagou a ferramenta) como conseguimos uma compreensão muito mais aprofundada dos nossos serviços.
        SCOM também é muito bom, mas tem um run cost humano muito elevado.
        Colocar um Zabbix na mesma esfera é como comparar um carro e um avião, ambos levam de ponto A a ponto B…

  2. Joao Cordeiro says:

    Descobriste o Zabbix 15 anos depois de eu o ter descoberto.

    Mais vale tarde do que nunca.
    Parabéns Pinto.

    • Novidade says:

      Comentário triste e patético. Será que já passou por essa zona que você chama de cérebro que eventualmente o conhecimento da ferramenta por parte do admin foi há mais tempo mas só agora há que decidiu fazer um post sobre o assunto? Sejamos sinceros a àrea das redes e cybersegurança (embora fundamental nos dias de hoje) não é muito apelativo para o perfil de utilizadores/visitantes do PPLWARE. Da minha parte só tenho a dizer. OBRIGADO e continuem com o Bom Trabalho.

    • Paulop Baptista says:

      Há pessoas que se não existissem, tinham de ser inventadas, nem que mais não fosse, para nos fazer abanar a cabeça. Eis um caso. Pplware é serviço público. Se sabe muito, que tal propor-se como colaborador, em vez de criticar quem o faz?

  3. Coisinho says:

    Os comentários dos camaradas de cima são o típico tuga que sabe tudo/são os maiores.
    O primeiro compara com uma solução que agora é paga, pode ser muito boa mas para PME, e para ver se o Zabbix serve para as suas necessidades acho que é uma boa escolha. se não for, não perdeu nada, tirando o tempo de aprendizagem que nunca é desperdício.

    O segundo, que conhece a ferramenta há 15 anos, parabéns. e que tal deixar a opinião da ferramenta já que que a conhece tão bem?

    Eu não sou da área mas fiquei curioso em saber mais sobre ela e não a conhecia. por isso se já conheciam, parabéns. deixem de ser os maiores e ajudem mas é a comunidade.

    Gosto de muitos artigos do Pplware mas muitas vezes ver os comentários é só lixo… Ainda há quem até partilhe e troque ideias mas são poucos…
    Enfim, desculpem o desabafo!

    • José Fonseca Amadeu says:

      A comunidade não gosta de ser ajudada, digo de minha justiça a ajudar quem possa ser da area e não queira uma rede inundada de pings e ainda sou criticado por saber muito…

    • Joao Cordeiro says:

      É bem boa e corre num pc de à 15 anos.
      1core 512mb ram.

      Recomendo a tuda a gente que precise de monitorização.

      No entanto ao fim de 15 anos(mais até), ja nao é notícia. É mais do tipo documentário.

  4. SysAdmin says:

    Realmente os comentários dos colegas de cima são totalmente inusitados. O zabbix é apenas para pequenas empresas? Acordem, por favor, o zabbix é altamente escalonável. Permite high-availability, pode monitorizar diversos locais atráves de zabbix-proxys.
    Ferramenta super completa. Permite qualquer tipo de monitorização: (zabbix agent, simple check, snmp, external check, database monitor, http, ipmi, ssh, telnet, jmx e muito outros), se quiserem até podem fazer scripts em shell ou usar as scripts de nrpe.
    As básicas vêm implementadas por defeito, para coisas mais especificas podem desenvolver scripts. Muitas destas estão disponíveis gratuitamente em: https://share.zabbix.com/
    Com certeza não deve ser a melhor ferramenta do mundo, mas fraca também não é. Uso diariamente para centenas de máquinas.

    • José Fonseca Amadeu says:

      Ninguém disse que era fraca, apenas não permite a visibilidade de um ponto de vista de serviço de negócio, logo está completamente desfazada da realidade, talvez sirva para muitas empresas com menos de 100 servidores, sem HA, sem DR, sem muita coisa que faz uma empresa ser empresa, felizmente nunca soube o que era isso, menos de 500 servidores + 200 equipamentos de rede é hobbie, não qualifica grande esforço, andar a passear computador pelas salas de reunião não é o meu estilo.

      • Hugo Nabais says:

        Não sei em que realidade estás, mas na realidade portuguesa a esmagadora maioria das empresas tem menos de 100 servidores.

        • José Fonseca Amadeu says:

          Estou na realidade de uma multinacional, 2.000 servidores, 52 escritórios, 500 network devices, 60.000 pessoas. Projectos que dão gozo.

          • FM says:

            Ahhh o tipico comentario….so não se pode esquecer que existe sempre alguem maior.

            2000 servidores e 500 network devices é um bocado brincadeira para alguns…ei a nossa rede de gestão OOB tem mais equipamentos de rede do que issso.

            Se está contente com a sua aplicação e o ve como um bom investimento então ainda bem, mas isso pode não servir para todos. Já agora so um pequeno insight sobre sistemas de monitorização: grandes empresas raramente usam so um.

            Basta ver pela Zabbix, em que alguns dos clientes deles são a Dell, a T-Systems ou a KDDI( acredite que tem todos mais de 2000 servidores e 500 network devices). Ei, so a KDDI monitoriza 20.000 endpoints com Zabbix.

            Devemos sempre louvar quem tenta apresentar uma nova solução que pode vir a ser util, mas tente não denegrir as dos outros quando não sabe o que são ou como funcionam.

      • Joao Cordeiro says:

        Nao é assim tão mau.
        Pode-se por 2 sem servidores e nao se precisa de HA.

        Corre bem para milhares de instâncias.

        A unica coisa que nao tem é relatórios todos bonitos para o management. Nada que um script feito à mao nao faça.

        Mas para casa ou uma PME da prefeitamente.

  5. PeterSnows says:

    Existe algo que seja muito simples, para gerir e monitorizar uma pequena rede , que recomendem ?
    2 servidores 10 pcs 3 routers 2 switchs

    Caso nao existam vou instalar este para ver.

  6. R says:

    da para instalar numa maquina windows? não encontrei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.